quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Justiça bloqueia as contas da prefeitura de Uruará



Um despacho do juiz da comarca de Uruará, Michel de Almeida Campelo, dado na última segunda-feira (22), decidiu bloquear as contas da Prefeitura do Município a fim de garantir o pagamento do salárários dos servidores. A decisão do juiz é resultado da Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio do promotor de Justiça Thiago Sanandres, e é decorrente do Inquérito Civil instaurado para investigar diversas representações formuladas pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintep) e Sindicato dos Servidores Públicos de Uruará que denunciam atraso no pagamento do salário dos funcionários da prefeitura.

Os professores receberam salário até o mês de junho, com os dias de greve sendo descontados. Foram pagos cerca de 11 dias de trabalho, ou seja, em torno de 30% da folha de pagamento (R$ 350.000,00), quando o repasse ao município naquele mês foi de R$ 2.975.452,34. As verbas são provenientes do Fundo Municipal de Educação (FUNDEB), que estão sendo repassadas normalmente. Sendo assim, não há justificativa para o não pagamento.

“No mínimo 60% dos recursos do FUNDEB são destinados ao pagamento da remuneração dos profissionais do magistério da educação básica em efetivo exercício na rede pública. Sendo assim, não há vedação de que o valor integral seja utilizado para pagamento da remuneração”, disse o promotor na Ação enviada ao judiciário.

A população exibiu faixas agradecendo o trabalho do judiciário e do MPPA na questão.
Fonte: MPE

Opinião: Vacinas só a seu tempo, com prudência e bom-senso

Por: Dr. Gilvan Barbosa Gama*

No Estado de São Paulo, A gripe (H1N1) mostrou-se adiantada ao calendário de vacinação. Agora a Saúde pede a toque de caixa que se adiante a vacinação. O Estado, agora além dos sorotipos da dengue, da Chycungunia e da Zika, vai ter que encarar mais esta virose gripal que também tem mostrado sua letalidade.

Vacinas, guardadas raríssimas exceções, possuem características comuns agregadas às suas respostas imunológicas que fogem ao conhecimento do leigo em imunologia por desinformação consentida e direcionada por parte da Saúde Pública. Ao vacinado não é fornecida explicação básica nem detalhes sobre a composição da vacina de que fez uso ou ainda há de fazer.

A vacina apresenta duas situações distintas. Ou é eficaz 100%(coisa rara) ou é temerária (via de regra) podendo em algumas situações ser a galinha dos ovos de ouro para políticos e laboratórios internacionais. Dependendo muito mais do lucro de alguns vendidos que da necessidade sanitária da plebe ignara. Empurra-se no leigo cidadão tudo aquilo que meia dúzia de burocratas propinados e avalizados por laboratórios, acham ser saudável para os seus ganhos. O vil metal vem antes da ética, onde a saúde do cidadão é mero acidente de percurso.

Vacinas também, em países outros, andam de mãos dadas com toda sorte de propinas, comissões e tantos outros procedimentos não éticos a que o povo também não é informado nem tem conhecimento. Lá, vez por outra, alguma coisa escapa na mídia internacional. Normalmente o Continente Africano é a vítima expiatória. As grandes potencias fazem da África um tubo de ensaio para as suas experiências na saúde.

No Brasil, no caso da gripe A, estivemos diante de uma desesperada corrida vacinal para imunizar o país contra o vírus (H1N1). Segundo alguns especialistas, que afirmam conhecer a fundo a nova vacina, qualquer indivíduo pode dela fazer uso independente de qualquer patologia de que seja portador ao tempo da sua aplicação.

Em apenas duas situações a vacina não poderá ser usada. Grávidas portadoras do vírus da Zika pessoas alérgicas a ovo ou portadoras da síndrome de Guillan Barré. Acontece porém, que esta vacina recentíssima e milagrosa contra a gripe A, vem dividindo opiniões ate mesmo entre os profissionais da área. Agora, na urgência sanitária, vamos ver qual será o proceder.

Tudo isso para o desagrado do Governo e dos laboratórios fornecedores. Quanto a sua composição, a Saúde ainda não deu muitas explicações. O cidadão desconhece a substância que estão injetando no seu organismo. Há quanto tempo esta vacina vem sendo usada e testada para que haja uma determinante em relação à sua toxidade e os efeitos colaterais por ela provocada a curto, médio e longo prazo? Qual é o custo benefício dela, que a todos imuniza sem causar efeitos colaterais à saúde?

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Susipe oferta 135 vagas para agente prisional

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) está com inscrições abertas, a partir da última quarta-feira (24) para seu processo seletivo que objetiva a contratação de 135 agentes prisionais.

São 106 vagas para homens e 29 para mulheres. Dentre os requisitos para participar, é necessário que tenham no mínimo dezoito anos de idade e ensino médio completo.

As vagas serão preenchidas nas seguintes regiões: Metropolitana (15), Guamá (18), Rio Capim (12), Rio Caeté (6), Araguaia (6), Carajás (29), Tocantins (2), Baixo Amazonas (15), Lago Tucuruí (7), Tapajós (2), Xingú (12) e Marajó (4), nas unidades prisionais de Belém, Ananindeua, Marituba, Mosqueiro, Santa Izabel, Castanhal, Tomé Açu, Paragominas, Salinópolis, Capanema, Bragança, Redenção, Marabá, Parauapebas, Abaetetuba, Mocajuba, Cametá, Santarém, Almeirim, Tucuruí, Itaituba, Altamira e em Breves e Soure.

Os profissionais vão atuar em regime de plantão/ escala 24h x 48h ou conforme a necessidade de trabalho, e receberão remuneração de R$ 2.304.

As inscrições serão realizadas pelo site http://www.processoseletivo.susipe.pa.gov.br/, até 30 de agosto de 2016. Não será cobrada taxa de participação.

Os inscritos serão classificados por meio de Análise Curricular, Pesquisa Social e Treinamento Básico. A validade deste Processo Seletivo é de seis meses, a contar da publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial do Estado.


Prazo para recadastramento de segurados do Iasep encerra dia 25

Centenas de pessoas lotaram as unidades de atendimento do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) nesta quarta-feira (24), penúltimo dia para a realização do recadastramento de segurados do Plano Iasep. O recadastramento está sendo feito exclusivamente via internet, pelo titular do plano, por meio do site www.iasep.pa.gov.br, mas os segurados precisam levar às unidades do Instituto os documentos, quando exigidos, para a atualização do cadastro.

Iniciado em setembro de 2015, o recadastramento foi prorrogado em janeiro deste ano, para que os segurados do plano tivessem tempo de reunir a documentação exigida para a homologação do cadastro. O prazo final para a atualização cadastral é esta quinta-feira (25). O gerente de Cadastro do Iasep, Renato Vieira, informa que “o recadastramento é fundamental para corrigir situações irregulares e garantir maior eficiência na prestação de assistência à saúde dos segurados”.

De acordo com a Portaria nº 265/2015, que instrui a atualização, os segurados não recadastrados ou que não entregaram as documentações exigidas no recadastramento podem sofrer limitações na hora de utilizar o plano de assistência à saúde a partir de 3 de outubro, quando deverão estar homologadas as informações emitidas via internet.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Operação Sorriso realiza mutirão gratuito de cirurgias corretivas de fissuras labiopalatinas em Santarém

A Operação Sorriso prepara sua décima missão em Santarém, no Pará, onde desembarca na primeira semana de setembro para realizar 70 cirurgias corretivas gratuitas em pacientes de todas as idades residentes no município e cidades próximas. Já na primeira vez que esteve lá, em 2007, sua equipe de voluntários — em parceria com o Centro de Estudos de Genomas da USP — iniciou uma pesquisa que mostrou que o fator genético tem sido o responsável pelos muitos casos de fissuras labiais (lábio leporino) e palatinas (fenda no céu da boca) nessa região do País.

“Daí a grande demanda pelo nosso retorno desde então. E, ao longo dessas edições, com 872 cirurgias já contabilizadas e cerca de 13 mil consultas, estamos trabalhando para aumentar o número de pacientes estudados, a fim de traçar estratégias preventivas que reduzam a incidência”, destaca Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso, convocando todos os interessados para esta próxima seleção de pacientes, marcada para 05 de setembro, na Casa da Criança (Av. Barão do Rio Branco, 860, Bairro Santa Clara).

No mesmo dia acontece a avaliação pós-operatória dos 76 pacientes que fizeram a cirurgia no programa humanitário passado, realizado em agosto de 2015.

A diretora executiva também comemora, segundo ela, “a concretização das sementes plantadas há muito tempo, e que agora florescem”. Nesta missão, em parceria com a Prefeitura de Santarém, há uma novidade importante: o primeiro passo para a criação de um espaço de Atendimento Continuado ao Fissurado, que oferecerá tratamento odontológico e fonoaudiológico aos pacientes operados.

“Teremos uma sala exclusiva na Casa da Criança para proporcionar o cuidado necessário aos pacientes fissurados. Já compramos os equipamentos e agora falta apenas concluir a reforma do espaço”, informa Ana, lembrando que a ONG também realiza na cidade cirurgias e atendimentos fora do calendário dos programas humanitários.

Para participar da edição de 2016 do programa humanitário, basta comparecer ao local levando documentos de identificação do paciente e também do responsável (para menores de idade), e exames de sangue recentes (realizados há seis meses ou menos), caso os tenha. As cirurgias serão realizadas entre os dias 06 e 09 de setembro, no Hospital e Maternidade Sagrada Família (Av. Presidente Vargas, 1.606, Bairro Santa Clara). No dia 14 de setembro, todos os pacientes operados retornam para uma avaliação pós-operatória.

Pacientes e mais um familiar que residam fora do município poderão solicitar hospedagem gratuita no dia da avaliação. A organização também oferece transporte do alojamento até o hospital e alimentação sem custo a essas pessoas.


Pacientes apoiados em todas as etapas do tratamento

Em 2015, a Operação Sorriso qualificou ainda mais o seu modelo de gestão, passando a oferecer também acompanhamento odontológico e fonoaudiológico como complemento pós-cirúrgico para os pacientes. Recentemente, também foi testado um novo modelo de programa operatório mais curto, e que será implantado com maior frequência para atender pacientes que não conseguem realizar as cirurgias na época do programa humanitário.

“Os não contemplados são devidamente avaliados e cadastrados para tratamento em futuros programas da Operação Sorriso. Também estabelecemos um protocolo de que toda criança nascida em Santarém é direcionada ao nosso médico voluntário Jocivan Pedroso, para atendimento e informações aos pais. Ele as acompanha até a idade correta para a cirurgia, facilitando as etapas para quando voltamos à cidade”, conta Ana Stabel, acrescentando que, assim, boa parte dos pacientes já está triado, abrindo oportunidades para a seleção de pacientes vindos de outros municípios, e adianta: “em 2017, devemos voltar a cada dois meses para a realização de “mini missões”, com o intuito de operar cerca de 20 crianças por vez”.

A realização deste novo modelo de gestão da ONG só foi possível graças ao apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Santarém e de voluntários dedicados, que estabeleceram um fluxo de atendimento aos fissurados e o treinamento aos profissionais de modo que a cidade conquiste, gradativamente, sua autonomia.

8º BEC comemora 46 anos em Santarém e faz abertura no Rio Tapajós Shopping

Uma programação especial para comemorar os 46 anos do  8º Batalhão de Engenharia e Construção (8ºBEC) foi montada no Rio Tapajós Shopping. 

Acompanhe a programação:

22 a 24/08 - Exposição do Exército (Fardamentos e Equipamentos de Selva)

24/08 Apresentação Banda do Exército (Das 19h00 às 22h00)

Na ocasião aproximadamente 2.000 pessoas deverão prestigiar o desempenho dos militares já aprovada pelos clientes do shopping em outras apresentações.

Traga a família, convide os amigos e venha participar dessa festa dos santarenos.

Fonte: Ascom/Rio Tapajós Shopping

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Opinião: Acabar com o “tanto faz”

Por: Pedro Cardoso da Costa*

Existem condutas de comportamento típicas de cada povo, e outras são atribuídas e “pegam”, independente de existirem de fato ou apenas subjetivamente, genericamente. Embora existam em todo o planeta, ficaremos com os vícios, reais ou atribuídos, dos brasileiros. Uns são mais generalizados; outros mais restritos.

Um exemplo dos vícios mais amplos seria justificar os erros com desculpas, em vez de assumi-los e buscar a solução mais adequada. Pessoas de todos os segmentos sociais recorrem a esses expedientes, mas os gestores públicos recorrem com mais frequência, talvez em razão da atividade que exercem. Toda vez que acontece algo desabonador, as explicações consistem em desculpas evasivas, desconexas dos fatos e sem nenhuma consistência.

Por achar irrelevante ligar a seta de alerta e obedecer o sinal de trânsito, os brasileiros tornam o Brasil um campeão mundial em acidentes automobilísticos, provocando graves consequências pessoais e econômicas. Trata-se de um mal gigantesco, que poderia ser evitado com uma mudança de comportamento.

Com relação à educação brasileira ocorre o mesmo. Os professores torcem para ter um feriado para “emendarem” os dias úteis. Ainda pressionam os alunos: se vier um, teremos de dar aula. Nenhum colega vai arriscar-se ao linchamento pela sala inteira. Não se ouve um aluno brasileiro vangloriar-se do que aprendeu; mas se escuta todo dia gabar-se por ter tirado nota 10 colando.

Apagar as luzes quando se sai de um ambiente não faz parte dos nossos hábitos. Usar fio dental após as refeições, também não. Assim como não fazer o exame de próstata ou de mamografia com a regularidade recomendada. E o resultado são milhões de doutores, com pós-doutorado, falando “seje”, “estrupo”, a palavra campeã de erro de pronúncia. Além de os doutores acentuarem o nosso delicioso coco. Num condomínio em São Paulo, já recebi um panfleto ofertando “deliciosos doces de cocô”. Imagine!

Esse vício de fazer de qualquer jeito começa com os cidadãos na base da sociedade e sobe pelas camadas mais altas. Repete-se em todos os ramos de atividade e se intensifica nos governos.

As prefeituras atribuem essa tarefa às polícias militares e não fiscalizam os pichadores. Por sua vez, as polícias não prendem os pichadores porque a Justiça vai soltá-los imediatamente. Já o Poder Judiciário solta porque as leis são frouxas. Os legisladores não endurecem porque a sociedade acha que só se punem os pobres, camada social na qual, em regra, estão inseridos os pichadores. Forma-se uma cadeia do “tanto faz”, que traz como resultado pessoas se divertindo em destruir prédios públicos e residências particulares.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

TSE contabiliza mais de 503.200 candidatos para as eleições municipais de 2016

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já soma mais de 503.200 candidatos registrados para disputar as eleições deste ano. As eleições municipais serão realizadas em outubro para os cargos de prefeito, vice-prefeito e também de vereador.

De acordo com os dados do Tribunal, o número de candidatos a prefeitos que apresentaram o registro de candidatura até agora chega a 17 mil. Para o cargo de vice-prefeito, a quantidade chega a pouco mais de 17 mil candidatos. Já para vereador já são mais de 469.200 candidatos.

Em Santarém, no oeste do Pará, foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral do Pará mais de 280 candidaturas aos cargos de vereador e cinco registros de candidaturas ao cargo majoritário. Segundo os dados do TRE/PA, os 203 candidatos a uma das 21 vagas na Câmara de Vereadores são 203 homens e 81 mulheres. Os candidatos ao cargo de prefeito são: Alexandre Von (PSDB); Socorro Pena (PT), Márcio Pinto (PSOL), Nélio Aguiar (DEM) e Joaquim Hamad (PTdoB).

Fiscalização - Nestas eleições, a Justiça Eleitoral utilizará novas regras para fiscalizar os recursos empregados nas campanhas dos candidatos. De acordo com a reforma eleitoral, os partidos e coligações deverão prestar contas aos tribunais regionais eleitorais (TREs) a cada 72 horas. Os dados poderão ser consultados no sitedo TSE.

Os candidatos também estão proibidos de receber doações de empresas e só poderão ser financiados por pessoas físicas e recursos do Fundo Partidário. As doações de simpatizantes dos candidatos só podem ser feitas por meio de recibo e declaradas no Imposto de Renda. As chamadas “vaquinhas virtuais” foram vetadas pelo TSE.

Inserções - Outra mudança aprovada pelo Congresso e que passou a entrar em vigor na eleição municipal deste ano está relacionada ao tempo de propaganda gratuita na TV e no rádio, que caiu de 45 dias para 35. Pelo calendário deste ano, definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as inserções começarão no próximo dia 26.

Conforme o TSE, as emissoras de rádio e TV terão que reservar, a partir dessa data, dois blocos de dez minutos cada, duas vezes por dia, de segunda a sábado, para exibir as propagandas dos candidatos a prefeito – no rádio, a propaganda será veiculada das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10; enquanto na TV a peça será veiculada das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

No caso das inserções de 30 e 60 segundos, destinadas aos candidatos a prefeito e a vereador, o total diário será de 70 minutos de exibição, distribuídos ao longo da programação entre 5h e 0h – a proporção das propagandas será de 60% para candidato a prefeito e 40% para candidato a vereador.

Banda Savana comemora 20 anos de estrada com show na praça

Savana é a banda de rock autoral e covers de renomados músicos do rock mais antiga de Santarém e que ainda está em grande atividade. Com dois álbuns gravados, tem algumas músicas tocadas em rádios do Brasil como na Rádio Cultura de Belém e Rádios de Minas Gerais. 

A banda tocou em diversas cidades da região e nas capitais Belém e Manaus, além disso, promove eventos gratuitos com causas sociais como para a Creche Seara, Pastoral do Menor e GRAAC.

Composta por três músicos, o baterista Alberto Evangelista, advogado, professor universitário, na estrada há quatorze anos, o baixista, Patrick Cruz, estudante universitário, há dois anos na banda e no vocal e guitarra Manoel Cruz, engenheiro civil, professor universitário, músico, compositor, idealizador e fundador da Savana. 

Este ano, a banda completará 20 anos e tem o projeto de comemorar com o evento “Savana 20 Anos” que acontecerá neste sábado (20), na Praça Barão de Santarém, popularmente chamada de Praça São Sebastião, e terá duração de quatro horas. 

Recomendação adverte sobre condutas vedadas na propaganda eleitoral

Com o início do prazo permitido para propaganda eleitoral, o Ministério Público de Santarém emitiu recomendação para que sejam cumpridas todas as condutas previstas na legislação. O documento foi encaminhado pelo promotor de justiça eleitoral Tulio Chaves Novaes aos representantes de todos os partidos, coligações e órgãos de imprensa.

Na recomendação o MPPA esclarece quais condutas são vedadas totalmente, o que é permitido, as normas para inserções no rádio, televisão e internet, para divulgação de pesquisas e adverte que o desrespeito “poderá acarretar aos infratores, pessoas físicas, jurídicas ou entes despersonalizados, cumulativamente ou não, penalidade civis, criminais, administrativas e políticas, além de multas, estabelecidas pela Justiça Eleitoral”.

Dentre as condutas vedadas está a divulgação de nome e número de candidatos ou partidos cujo formato se assemelhe ao outdoor e supere o tamanho máximo de meio metro quadrado. Os adesivos não devem exceder tamanho de 50 x 40 cm. Também é vedado qualquer tipo de propaganda em bens públicos em geral, como postes, praças, calçadas e bens de uso comum, como cinemas, lojas, ginásios e outros.

O uso de bandeiras na propaganda eleitoral, dentro das limitações legais, é restrito aos horários das 6h às 22h. É vedada a fixação em vias públicas que dificultem o trânsito de pessoas ou veículos. Também não pode ser veiculada propaganda sonora com amplificadores ou alto-falantes antes das 8h e após as 22h.

Os “showmícios” com a presença de artistas não são permitidos. A legislação proíbe ainda a distribuição de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagens ao eleitor.

A recomendação trata também da propaganda eleitoral no rádio, televisão e internet e esclarece que no horário definido por lei, as emissoras podem transmitir debates entre os candidatos. E chama atenção para a propaganda pela internet, que é permitida de acordo com os limites da legislação.

O MP recomenda que sejam evitadas aglomerações motivadas por campanha eleitoral- passeata, carreata, buzinaço- capazes de causar aborrecimento ao cidadão ou comprometer o descanso e lazer comunitários, em locais de grande circulação pública, como a orla da cidade aos finais de semana, praças e centro da cidade em dias úteis. Do mesmo modo a propaganda sonora repetitiva.

O promotor de justiça Tulio Novaes esclarece que quaisquer dúvidas sobre a as medidas recomendadas podem ser saneadas pela Promotoria Eleitoral.

Veja AQUI a íntegra da recomendação.

Fonte: Ascom/MPE

Saiba como fazer sua declaração do Importo Territorial Rural

Foi publicada, no dia 13 de junho, a Instrução Normativa (IN) RFB nº 1.651 que dispõe sobre a apresentação da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) referente ao exercício de 2016. A IN estabelece as normas e os procedimentos para a apresentação da DITR referente ao exercício de 2016, informando quais os critérios de obrigatoriedade, a necessidade do uso de computador na elaboração da DITR, o prazo para apresentação, as consequências da apresentação fora deste prazo, a forma de pagamento do imposto apurado, dentre outras informações.

Quanto aos critérios de obrigatoriedade, estarão obrigados a apresentar a DITR a pessoa física ou jurídica, exceto a imune ou isenta, proprietária, titular do domínio útil ou possuidora a qualquer título, inclusive a usufrutuária, um dos condôminos, bem como um dos compossuidores. Também estarão obrigadas a pessoa física ou jurídica que, entre 1º de janeiro de 2016 e a data da efetiva apresentação da declaração, perdeu a posse do imóvel rural, o direito de propriedade pela transferência ou incorporação do imóvel rural ao patrimônio do expropriante.

Inclui-se entre os obrigados, aquele que, em relação ao imóvel rural a ser declarado, imune ou isento, e para o qual houve alteração nas informações cadastrais correspondentes ao imóvel rural, ao seu titular, à composse ou ao condomínio, constantes do Cadastro de Imóveis Rurais (Cafir) e sem que esse fato tenha sido comunicado à Secretaria da Receita Federal do Brasil para fins de alteração no Cafir.

Forma de Elaboração

Em relação à necessidade do uso de computador para elaboração da DITR, esta que é composta pelo Documento de Informação e Atualização Cadastral do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (Diac) e pelo Documento de Informação e Apuração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (Diat), deverá ser elaborada mediante a utilização do Programa Gerador da Declaração do ITR, relativo ao exercício de 2016 (ITR2016), a ser disponibilizada à época própria no sítio da RFB na Internet, no endereço http://rfb.gov.br

Vias da área urbana ganham novo aspecto e mais segurança

As vias da área urbana de Santarém ganham novo aspecto e, também, mais segurança, isso porque o Município está realizando ações gerais em sinalização de trânsito, tanto vertical, quanto horizontal. Esse investimento é fruto de convênio celebrado entre o Governo do Estado do Pará e a Prefeitura de Santarém, que prevê a implantação de sinalização horizontal, vertical e semafórica na área urbana.

Os trabalhos iniciaram no começo deste mês, pela área central e seguirão por vias com intenso tráfego de veículos nos bairros Maracanã, Santarenzinho, Nova República, Prainha, entre outras.

A empresa Plataforma Sinalização é a responsável pela execução. O serviços são acompanhados pelo Detran e pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT).

Reordenamento - Além das ações em sinalização, também, a Prefeitura de Santarém, por meio da SMT, vem promovendo desde 2014 o reordenamento das vias da área central de Santarém, transformando-as em mão única. Já passaram por esse processo a avenidas Barão do Rio Branco, as travessas Turiano Meira, Dom Amando, 15 de Agosto, Silvino Pinto, Moraes Sarmento, Sete de Setembro e Silva Jardim.

As alterações permitiram melhor fluidez no trânsito e mais segurança, com a diminuição dos índices de acidentes.

Anel viário - A pavimentação de uma obra histórica para a grande área do Maracanã – o Anel Viário – tem continuidade. Depois da pavimentação da Rua E, da Fernando Guilhon até a entrada da praia, o serviço prossegue pela Avenida Maracanã. Esta importante obra de mobilidade urbana, de aproximadamente 7 km de extensão, vai interligar todos os bairros que compõem esta grande área - Elcione Barbalho, Maracanã, Maracanã I e Nova Vitória - e deve melhorar consideravelmente a fluidez do trânsito e a trafegabilidade em uma área de grande expansão na área urbana. O serviço iniciou pela Rua E, no bairro Elcione Barbalho, e compreenderá a pavimentação de outras seis importantes vias: rua LW 01, Rua NS 07, avenida 04 de Agosto, avenida Maracanã, rua Aramanaí e travessa Angelim.

Além da pavimentação do anel viário da grande área do Maracanã está em curso a terraplenagem do Anel Viário da Avenida Olavo Bilac, na grande área do Santarenzinho. Serão, ao todo, aproximadamente 10 km de pavimentação nestas duas grandes áreas.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Maior centro de compras do oeste do Pará também é grande no quesito 'entretenimento'



O maior centro de compras da região, também é grande no quesito entretenimento. Do encontro casual à saída com toda a família, as melhores opções estão no Rio Tapajós Shopping.

Confira as promoções do Cinesystem Santarém:

Segunda, Terça e Quarta – Todo Mundo Paga Meia

Quinta-feira – Dia de Quinta do Beijo

E inovando nos cinemas nacionais, promoções aos finais de semana:


Sexta, sábado e domingo – todo mundo paga meia entrada nas sessões iniciadas até as às 16 horas!


Mais informações sobre promoções e filmes em cartaz , nos LINKS abaixo:

http://www.cinesystem.com.br/rio-tapajos-shopping/promocoes

http://www.cinesystem.com.br/rio-tapajos-shopping/programacao




Antes ou depois do cineminha que tal uma passadinha na melhor sala de estar, bate papo e lazer da cidade? A dica é Cevada Club, chopp gelado, cerveja trincando e uma vasta carta de petiscos.

Para casais ou mesmo famílias, o Cevada no Rio Tapajós Shopping tem atendimento diferenciado, além de música ao vivo de quarta à domingo (sem couvert artístico), tudo isso na praça de alimentação! Confira as atrações

Quinta,18 – Clayton e Jair; (Sertanejo e Moda de Viola)

Sexta,19 – David Santos & Banda; (Sextaneja Especial/Flash Nacional e Internacional)

Sábado – Luis Carlos Nobre; (Sertanejo Universitário e Sertão de Raiz)

Domingo – Max Lobão. (Zé Ramalho, Fagner, Raul Seixas).

Dada a dica agora é só se programar para curtir momentos inesquecíveis de Compra e Lazer no Rio Tapajós Shopping.

Rio Tapajós Shopping - Completa Você!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Operação conjunta fecha garimpo próximo da Terra Indígena Zo'é, em Oriximiná (PA)

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça ordenou e hoje foi cumprida a determinação de fechar um garimpo nas proximidades da Terra Indígena Zo'é, em Oriximiná, no oeste do Pará. A operação prendeu 8 pessoas e aconteceu na chamada Zona Intangível das Florestas Estaduais Trombetas e Paru, uma área de amortecimento em volta da Terra Indígena criada pelo governo paraense em 2008, também a pedido do MPF, para evitar a contaminação dos índios por malária.

A Zona Intangível fica nas áreas protegidas do Trombetas e do Paru e não pode receber nenhum tipo de exploração econômica, com o objetivo de evitar a transmissão de malária aos Zo'é. Dois anos antes da criação dela, em 2006, a presença de madeireiros nas proximidades da terra indígena provocou a contaminação de 80% da população indígena, que hoje é de quase 300 pessoas. Agora, os garimpos ilegais são a maior ameaça.

Fundação Nacional do Índio (Funai), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBama), Polícia Federal (PF), Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio) e Secretaria de Segurança (Segup) do Pará participaram da operação que fechou o último garimpo conhecido dentro da Zona Intangível. O garimpo foi descoberto no primeiro semestre desse ano, em março, quando em outra operação semelhante, 3 garimpeiros foram presos. Um deles avisou da existência do segundo garimpo.

De acordo com a Funai, os garimpeiros presos em março e na operação de hoje já ameaçaram tanto índios quanto servidores da Fundação. Eles circulavam armados pela região e utilizavam barcos para chegar ao local da extração de ouro. O garimpo estava em um local de difícil acesso, encoberto pela copa das árvores, o que atrasou a localização da área. O MPF também pediu à Justiça o cancelamento de um pedido de lavra feito ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) dentro da Zona Intangível, em nome de Gonçalo Ferreira Lima Neto. A Justiça vai ouvir o garimpeiro antes de tomar uma decisão.