quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Empresa de telefonia amplia rede 4G no interior do Pará

Salvaterra é a primeira cidade do Marajó a contar com tecnologia de quarta geração
A rede de quarta geração está se expandindo rápido para o interior do Pará. Já são 20 cidades com 4G ativos pela TIM. Salvaterra e Salinópolis são as mais novas cidades a contar com a tecnologia. A operadora segue trabalhando para levar a cada vez mais consumidores a melhor experiência em navegação na internet móvel. A companhia encerrou 2016 na liderança disparada da cobertura 4G no Brasil, presente em mais do que dobro de municípios alcançado pela operadora que está na segunda colocação. A empresa atingiu a marca de 1.246 cidades com sua rede de quarta geração, um incremento de 200% em relação ao número de municípios cobertos no fim de 2015.

Para reforçar esse protagonismo no setor e incentivar a migração de novos clientes, a TIM lançou sua primeira grande campanha de 2017 destacando a liderança em 4G, mostrando um comparativo com as demais teles. O filme estreou neste final de semana (veja aqui).

“Investimos fortemente em infraestrutura e avançamos rapidamente na cobertura 4G. Fechamos o ano com mais de 1.200 cidades cobertas, proporcionando uma experiência diferenciada de navegação para os moradores dessas localidades. Em vários desses municípios, somos a única empresa a oferecer a tecnologia de quarta geração. Queremos que os consumidores conheçam esse trabalho, vejam nossos esforços e entendam a relevância desse protagonismo da TIM no setor”, destaca Pietro Labriola, COO da TIM Brasil.

Municípios cobertos com tecnologia 4G no Pará

Belém
Ananindeua
Castanhal
Igarapé-Açú
Marabá
Santarém
Bragança
Marituba
Benevides
Capanema
Abaetetuba
Bonito
Goianésia do Pará
Marapanim
Salinópolis
Salvaterra
Santa Maria do Pará
Cametá
Parauapebas
Altamira

Description: Description: cid:image004.jpg@01D26FFF.D100CD40

 Fonte: Ascom/TIM Brasil

Enem 2016: resultado com as notas individuais é liberado

Com as notas, estudantes podem disputar vagas em universidades públicas pelo Sisu e bolsas de estudo pelo Prouni

As notas com os resultados individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Para ter acesso, o estudante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante.

Logo após a divulgação, o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentou instabilidade. O resultado também pode ser conferido pelo aplicativo oficial do Enem.

Segundo o site “Is it down right now”, que acompanha a estabilidade de serviços conectados, a página enem.inpe.gov.br está fora do ar para todo mundo. O problema no acesso começou por volta das 11h30. No Twitter, usuários reclamavam da instabilidade.

Por volta das 12h, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, confirmou o problema durante entrevista coletiva de imprensa em Brasília. "A consulta está à disposição embora nosso site esteja sofrendo inúmeros ataques de pessoas que torcem contra a educação brasileira", disse Maria Inês Fini.

Os candidatos podem conferir as notas de cada uma das quatro provas – ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática – e da redação. Para fazer a consulta, o participante deve fazer login no site do Enem com dados pessoais e senha. Quem perdeu o código pode resgatá-lo no botão 'esqueci minha senha.'

Usos das notas do Enem

As notas do Enem podem ser usadas para disputar vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu). As datas de inscrições para a edição do primeiro semestre de 2017 devem ser divulgadas nesta quarta. Estudantes que fizeram qualquer uma das três edições do Enem realizadas em 2016 poderão concorrer a vagas pelo sistema.

Em seguida ao Sisu, o MEC abre inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo na rede privada, a partir do desempenho no Enem e da situação socioeconômica do candidato.

Com a nota do Enem, também é possível participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Ainda não há datas para abertura de inscrições em ambos os programas.

Candidatos com mais de 18 anos podem ainda usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Mudanças no Enem 2017

Nesta quarta também foi aberta a consulta pública que vai reunir sugestões de mudanças no Enem. As contribuições podem ser enviadas em um formulário disponível no link http://www.inep.gov.br/. A consulta pública está aberta até 10 de fevereiro.

Alcoa apoia formação de jovens empreendedores em Juruti

Vinte e três estudantes receberam certificado de conclusão pelo Programa Miniempresa, que desde sua implantação já beneficiou 75 jovens
Após 15 semanas vivenciando a experiência de gerenciar uma fábrica de cabides de alumínio, 23 estudantes do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Vereador Raimundo de Sousa Coelho, em Juruti, no oeste paraense, receberam certificado de conclusão pelo Programa Miniempresa. Essa é a terceira turma formada pelo programa, realizado pela Alcoa como parte de suas ações de responsabilidade social do empreendimento de mineração de bauxita no município e que tem apoio do Instituto Alcoa e da Junior Achievement.

Ao longo de três anos, o programa Miniempresa atendeu três escolas, beneficiando 75 alunos que comandaram uma produção de 3.210 cabides de alumínio. Resultados que enchem de orgulho os parceiros da iniciativa. “Aplicamos o programa em outras unidades da Alcoa e isso nos orgulha bastante. Temos visto que a Miniempresa é importante para a formação de jovens por dar uma visão para eles de futuro. Gostamos de ver o brilho nos olhos desses alunos, que confirmam em seus depoimentos que o programa deixa uma contribuição de empreendedorismo e oferece uma visão estratégica de planejamento e de execução”, afirmou Affonso Bizon, diretor da Alcoa Juruti.

Os estudantes também celebraram a conquista. “Acredito que a experiência da Miniempresa não só na minha vida, mas de todos os alunos participantes, acrescentou bastante na organização de uma empresa e como fazer para gerenciá-la. No período da Miniempresa foi ótimo, pois todos nos esforçamos muito para acordar cedo e cumprir as tarefas para alcançar as metas planejadas. Antes pensava em ser advogada, mas depois que conheci o programa isso mudou muito. Já penso em ser uma empreendedora”, disse confiante a estudante Ítala Oliveira, que desempenhou o papel de diretora de Marketing da Miniempresa.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Forças Armadas poderão atuar em presídios para reforçar segurança

O governo federal autorizou hoje (17) a atuação das Forças Armadas nos presídios para fazer inspeção de materiais considerados proibidos e reforçar a segurança nas unidades. O anúncio foi feito depois de reunião entre o presidente Michel Temer e autoridades de todos os órgãos de segurança e instituições militares do governo federal para discutir estratégias de segurança pública.

“Em uma iniciativa inovadora e pioneira, o presidente coloca à disposição dos governos estaduais o apoio das Forças Armadas. A reconhecida capacidade operacional de nossos militares é oferecida aos governadores para ações de cooperação específicas em penitenciárias”, disse o porta-voz da presidência, Alexandre Parola.

Segundo o governo, é preciso que os estados concordem com o trabalho dos militares enviados pelo Ministério da Dfesa, mas a segurança interna continua sob responsabilidade dos agentes penitenciários e policiais. “Haverá inspeções rotineiras nos presídios com vistas a detecção e apreensão de materiais proibidos naquelas instalações. Essa operação visa restaurar a normalidade e os padrões básicos de segurança nos estabelecimentos carcerários brasileiros", disse Parola.

Participaram do encontro, no Palácio do Planalto, os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha; da Justiça, Alexandre de Moraes, do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen; da Fazenda, o interino Eduardo Guardia; das Relações Exteriores, José Serra; da Defesa, Raul Jungmann e representantes do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, do Exército, Aeronáutica e Marinha.

Estiveram também presentes no encontro representantes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), da Receita Federal, do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e integrantes da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal. A reunião foi fechada e durou pouco mais de uma hora.

De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, a revista nas celas pelos homens do Exército, da Marinha e da Aeronáutica terá como objetivo a busca de armas e drogas.

Os participantes da reunião integram o Conselho Consultivo do Sistema Brasileiro de Inteligência, a Sisbin, que reúne órgãos para troca de informações de inteligência. A agenda de reuniões entre autoridades de segurança estaduais e federais se intensificou depois do agravamento da crise do sistema penitenciário, que desde janeiro já provocou pelo menos 119 mortes em Manaus (AM), Boa Vista (RR) e Nísia Floresta (RN).

A cooperação entre os entes locais e federais no combate ao crime organizado e na modernização dos presídios é um dos alvos do Plano Nacional de Segurança, lançado pelo governo federal há dez dias. Amanhã (18), Temer receberá os governadores para discutir a implementação das medidas emergenciais de segurança.

Durante o pronunciamento, Alexandre Parola afirmou que os governos estaduais são os "responsáveis constitucionais pelos estabelecimentos carcerários", mas disse que, devido à crise penitenciária ter ganhado "contornos nacionais", é exigida uma "ação extraordinária do governo federal".

Comissão com os Três Poderes

Segundo ele, Temer determinou a criação de uma comissão com o objetivo de reformar o Sistema Penitenciário brasileiro. O órgão, de acordo com o porta-voz, será formado por integrantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e da sociedade civil organizada.

No campo da inteligência, o governo pretende intensificar a integração entre os órgãos da área, inclusive estaduais, a exemplo do que ocorreu durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano passado.

"Haverá intensa troca de informações no combate integrado a ação de grupos criminosos que atuem no país. Também se determinou comunicação ainda mais próxima com os setores de Inteligência dos Estados, para dar maior eficiência, foco e resultados concretos no combate ao crime organizado", afirmou Parola.

O porta-voz informou também que está sendo criado um comitê de integração e cooperação na área de inteligência, a ser composto pelos Ministros da Justiça, da Defesa e do Gabinete de Segurança Institucional.

O encontro no Palácio do Planalto ocorreu após reunião entre Alexandre de Moraes e Secretários Estaduais de Segurança Pública. O ministro da Justiça também recebeu o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, que anunciou a transferência dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) que estão na Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, para presídios federais (LINK).

Deputado Chapadinha visita municípios para reiterar apoio à população

O deputado federal Francisco Chapadinha (PTN) iniciou uma série de visitas pelos municípios da região do oeste do Pará para conversar com prefeitos, lideranças e correligionários políticos sobre as principais demandas das cidades. A programação iniciou pela região da Calha Norte. No final da semana que passou, o deputado Chapadinha visitou os municípios de Prainha, Almeirim, Monte Alegre, Óbidos e Curuá. Em todos foi recepcionado pelos prefeitos e vice-prefeitos, ocasião em que o parlamentar federal reiterou o compromisso de continuar trabalhando pelo desenvolvimento da região. “A ideia é que possamos caminhar lado a lado, em prol da qualidade de vida da nossa população”, disse Chapadinha.

O único representante de Santarém, oeste do Pará, eleito para a Câmara Federal com 63.671 votos, Chapadinha desde o início de seu mandato prioriza a área da saúde. E vem seguindo à risca essa bandeira de luta. Durante as visitas, aproveitou para anunciar Emendas já aprovadas por ele para vários municípios, que contemplam construção e reforma de Unidades Básicas de Saúde. No município de Almeirim, por exemplo, R$ 250 mil estão empenhados para a construção, reforma e compras de equipamentos para o Hospital Municipal, por meio do Ministério da Saúde. Para os municípios de Monte Alegre e Óbidos, R$ 816 mil foram empenhados, a pedido do deputado, para a construção de Unidade Básica de Saúde, sendo R$ 408 mil para cada um.

Além de ouvir as demandas dos prefeitos eleitos e reeleitos para o pleito 2017/2020, Chapadinha tem destacado emendas para atender os anseios dos moradores. No município de Curuá, foi anunciado um montante de R$ 500 mil, sendo R$ 250 mil para a construção de uma praça pública e R$ 250 mil para a implantação de um microssistema de abastecimento de água, via Fundação Nacional de Saúde. “Nossa preocupação vai além, por isso, é importante ouvir os representantes do executivo”, reforçou.

Em todos os municípios que visitou na primeira etapa da viagem pela região, o deputado Chapadinha tornou a ver as necessidades de perto. Além da saúde, a parte de infraestrutura merece atenção especial. “Durante as conversas, os prefeitos foram unânimes em pedir nosso apoio para ajudar tanto na área urbana, quanto na área rural, e nós vamos continuar nessa luta de melhorar as vias dos municípios para garantir o ir e vir das pessoas”, garantiu.

Outro ponto destacado nas visitas do deputado foi o apoio à educação, que também compõe a bandeira de luta de Chapadinha.

Sempre atento às necessidades do povo da região, o deputado Chapadinha não tem medido esforços na Câmara Federal. No período em que está em recesso das sessões ordinárias, o parlamentar pretende visitar ainda os municípios da Transamazônica, Santarém-Cuiabá e região do Tapajós, logo após retorna à Brasília, onde participará no dia 1º. de fevereiro da eleição da nova diretoria da Câmara Federal.

Valdir Matias Jr. cobra conclusão de obras do Pró-Transporte

Responsabilidade. Este foi o tema do primeiro discurso do vereador Valdir Matias Jr. (PV), no seu retorno à tribuna da Câmara Municipal de Santarém, durante a sessão desta terça-feira (17). Foi a primeira sessão ordinária da 18ª Legislatura. O parlamentar iniciou seu pronunciamento parabenizando e desejando sucesso aos seus pares nos trabalhos legislativos e falou sobre o seu papel neste início do seu quarto mandato. Valdir Matias Jr. disse que o dever do vereador é legislar com responsabilidade, acompanhando o trabalho do Poder Executivo, fiscalizando as ações da Prefeitura. “Temos que ter responsabilidade na fiscalização dos trabalhos da governo em prol dos interesses da sociedade santarena que clama por melhores condições de vida”, disse o vereador.

Na ocasião, o líder do PV lembrou das obras do Pró-Transporte, programa que contempla o asfaltamento e saneamento de diversas vias públicas de Santarém, em bairros como o Jardim Santarém e a Interventoria, por exemplo. O parlamentar espera que as obras sejam retomadas e os serviços concluídos o mais breve possível. Pois parte da obra pode ser perdida no período chuvoso, evitando desperdícios dos recursos públicos.

O Pró-Transporte é um programa do governo federal que possibilita investimentos no setor de infraestrutura de ruas. No ano passado, a Prefeitura iniciou um dos projetos mais importantes de pavimentação e drenagem da cidade: a avenida Dr. Anysio Chaves, incluindo a Pista do Lazer, no bairro Aeroporto Velho. Dentre outras ruas contempladas.

Valdir Matias Jr. espera que a empresa ETEC Engenharia responsável pela obra dê continuidade com maior rapidez e conclua as obras.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Inep vai antecipar divulgação da nota do Enem 2016 para quarta-feira

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou, na tarde desta segunda-feira (16), que vai antecipar para esta quarta (18) a divulgação das notas da edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste dia, às 11h, o ministro da Educação, Mendonça Filho, dará uma entrevista à imprensa sobre o exame.

No ano passado, o MEC havia fixado a data da divulgação para a quinta-feira (19), mas, na sexta-feira passada, o ministro afirmou que havia pedido a antecipação da divulgação.

Procurado pelo G1, o Inep afirmou, na sexta, que ainda não sabia se haveria tempo hábil para antecipar em um dia a consulta, por causa da necessidade de carregamento de dados das provas de milhões de candidatos ao sistema on-line. A confirmação só foi divulgada na tarde desta segunda.

Projeto Biizu divulga edital 2017 para cadastro de monitores


O objetivo desta nova fase do Biizu é a construção de uma rede de comunicação alicerçada nos polos de comunicação popular e comunitária distribuídos nas doze regiões de integração do Estado

Um dos mais importantes projetos de educomunicação do Estado, o Projeto Biizu, abre novamente seu edital para cadastro de facilitadores das diversas áreas da comunicação. Publicado nesta segunda-feira (16) no Diário Oficial do Estado, o edital prevê a inclusão de novas áreas de atuação e abrangência. O cadastro inteiramente on line possibilita a inclusão de profissionais de todo Pará.

Além das tradicionais oficinas de fotografia, grafite, desenho, publicidade e propaganda, audiovisual, jornalismo, mídia comunitária, mídias móveis e mídias sociais, o Biizu agora também passa a levar oficinas de contação de histórias, produção cultural, relações públicas e letras, aumentando assim sua proposta, que é a de integração dos recursos da comunicação e educação.

“Com o cadastro de profissionais de todo o estado podemos, após o treinamento específico do Biizu, ampliar a quantidade de oficinas e a interiorização, além de garantir oportunidade a mais profissionais e valorizar a produção regional, integrando mais o Pará por meio da comunicação”, destaca o secretário de Comunicação, Daniel Nardin.

Segundo o diretor Rodolpho Moraes, da Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária da Secom, responsável pelo Projeto Biizu, as novas oficinas chegam como resposta a demanda crescente do projeto. "Nos últimos dois anos as solicitações de parceria que nos chegavam continham oficinas que ainda não tínhamos previstas, mas que sempre entendemos como importantes e necessárias para esse processo transversal e interdisciplinar da educomunicação. Por isso, para 2017 resolvemos que essas necessidades seriam englobadas no que chamamos de nosso combo. Assim, as oficinas podem ser combinadas, aumentando as possibilidades de trabalho para atender o objetivo final dos nossos parceiros", esclarece.

Rodolpho explica ainda que esse "combo do Biizu" é a composição de oficinas que são levadas aos parceiros, como de jornalismo, desenho e fotografia para montar um jornal, exemplifica. "É importante que haja um objetivo final quando o parceiro solicita nossas oficinas, como montar uma rádio escola ou um jornal, dentre outros, para que o processo tenha continuidade", enfatiza.

Cadastro

Como os demais editais de contratação, o edital 2017 do Projeto Biizu solicita os documentos básicos dos interessados, como identidade e comprovante de residência, além dos comprovantes de escolaridade e atividades profissionais.

Outra novidade é a possibilidade do cadastro de profissionais autônomos, sem graduação específica, como ministrantes. "Nós entendemos que atuações em áreas como a produção cultural, a fotografia, o desenho, o grafite, o audiovisual e a contação de história, o que vale é a experiência do profissional, já que são atividades que não pedem um curso universitário único", informa Rodolpho Moraes.

Para efetuar o cadastro, o profissional interessado deve entrar no site da Secom (http://www.secom.pa.gov.br/) baixar e ler o edital, preencher a ficha cadastral e enviar as cópias dos documentos indicados. Rodolpho ressalta que o preenchimento do cadastro é necessário para que um maior número de profissionais possa ser contemplado em todo o estado.

Uepa oferta 14 minicursos gratuitos na área de ciências ambientais

Ocorre de 23 a 27 deste mês a III Escola de Inverno, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Universidade do Estado do Pará (Uepa). A programação, aberta ao público, vai compartilhar com a sociedade os conhecimentos produzidos na instituição, na perspectiva de melhorar os indicadores sociais, econômicos, ambientais e culturais. São 14 minicursos ofertados gratuitamente, cinco a mais que no ano passado.

As inscrições seguem até o dia 19 e devem ser feitas de 9h às 17h na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da Uepa, na Travessa Enéas Pinheiro, Marco, em Belém. Cada pessoa pode escolher até três minicursos. As vagas são preenchidas preferencialmente pelo perfil e formação acadêmica do candidato. As inscrições homologadas serão divulgadas na Secretaria do Mestrado e no site da Uepa, em 20 de janeiro. A certificação de participação com carga horária será obtida mediante 100% de frequência.

Alunos têm acesso a sistema informatizado do Fies a partir de hoje

O Sistema Informatizado do Fundo de Financiamento Estudantil (SisFies) será aberto para os alunos a partir de hoje (16). Os estudantes podem, portanto, renovar seus contratos, já que os aditamentos são feitos pela internet. A renovação vale somente para contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016. As novas inscrições estão previstas para fevereiro.

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os alunos devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies.

Na última segunda-feira (9), o acesso ao sistema foi aberto às instituições de ensino superior para o cadastro de dados dos alunos beneficiados. Agora, os estudantes devem confirmar as informações. O prazo para as instituições inserirem os dados vai até o dia 30 de abril.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Hospital Regional de Santarém faz primeiro transplante do ano



Com alta programada para esta sexta-feira, 13, Frandenilson Aquino, de 46 anos, comemora a sua saída do hospital e o sucesso do procedimento em que esteve envolvido. Ele decidiu doar um de seus rins para o filho, como forma de proporcionar uma vida melhor ao jovem de 24 anos. O transplante ocorreu no último dia 10. Este foi o quarto procedimento realizado pelo Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém. O primeiro de 2017.

O doador diz que seu maior desejo era contribuir para que o filho Rodrigo retomasse sua vida fora da máquina de hemodiálise, onde ficou por 18 meses realizando tratamento. “Eu me sinto uma pessoa realizada em poder ter ajudado o meu filho, tirar ele dessa máquina, que é uma rotina estressante e cansativa para qualquer pessoa. Estou muito satisfeito. Agora ele vai poder retornar à vida normal”, conta Frandenilson Aquino.

Rodrigo não vê a hora de voltar a trabalhar e poder aproveitar mais a família e amigos. “Eu trabalhava quando descobri que estava doente, é meio chato, né? Depois, não pude fazer mais nada, só tinha que fazer o tratamento. Então, é ótimo poder viver bem de novo. Quero me recuperar e poder voltar a trabalhar. Só tenho a agradecer ao meu pai”, diz Rodrigo.

Em 2016, o HRBA realizou três transplantes nos últimos dois meses do ano. Para 2017, a meta é ampliar o serviço. “O desafio é começar o transplante com doador falecido. A previsão é realizar pelo menos seis captações de múltiplos órgãos. A nossa programação é totalizar o ano com 24 transplantes, sendo 12 entre vivos e 12 de doadores falecidos”, explica o responsável técnico de transplantes do HRBA, nefrologista Emanuel Esposito.

Para isso acontecer, no entanto, é necessário que o número de doações de órgãos cresça. Em 2016, apenas duas captações foram realizadas. Em 2015, nenhuma. “Temos que aguardar que a população se conscientize da necessidade e responda sim na hora de doar. Nós sempre desejamos que todos tenham muita saúde, mas, se eventualmente acontecer o pior, e um ente querido vier a falecer, a esperança é de transformar a dor em alívio para outras pessoas”, conscientiza Esposito.

Governo pede em Brasília a revisão dos novos limites do Parque do Jamanxim



Representantes do Governo do estado pediram nesta quinta-feira, 12, em Brasília, a revisão ou até mesmo a revogação da medida provisória que alterou os limites de quatro Unidades de Conservação (UCs) e criou uma nova no sudoeste do Pará. Assinada pelo presidente Michel Temer no último dia 20 de dezembro, a Medida Provisória 756/2016 cria a Área de Proteção Ambiental (APA) do Jamanxim, em Novo Progresso, e altera os limites do Parque Nacional do Rio Novo e da Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim. A alteração visa, principalmente, atender ao projeto de construção da ferrovia Ferrogrão, que liga Sinop, no Mato Grosso, ao Porto de Miritituba, no Pará.

Os secretários Adnan Demachki, de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), e Luiz Fernandes Rocha, de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), estiveram no Ministério das Minas e Energia em audiência com o secretário-executivo do MME, Paulo Pedrosa. O senador Flexa Ribeiro (PSDB/PA) também participou da audiência.

Com a Medida Provisória, ficam praticamente inviabilizados mais de 400 projetos da maior importância para o desenvolvimento econômico do oeste do estado, com expectativa de geração de centenas de empregos diretos. Entre esses projetos, está o de Tocantizinho, de mineração de ouro, no município de Itaituba.

A empresa multinacional Eldorado Gold Corporation, com sede no Canadá, já realizou pesquisas e investiu cerca de R$ 200 milhões no projeto, que deve gerar 600 empregos diretos na região. O objetivo é investir, no total, cerca de US$ 503 milhões na região. O Tocantizinho faz parte do Plano Pará 2030, que prevê, entre outras medidas, a atração de novas empresas para o Estado, ampliando o desenvolvimento econômico e social por meio de projetos sustentáveis que gerem emprego e renda para a população, respeitando o meio ambiente.

Paulo Pedrosa, do Ministério das Minas e Energia, admitiu que a Medida Provisória, proposta pelo Ministério do Meio Ambiente, através do ICMBio, foi uma grande falha do governo. “Faltou mais diálogo entre os ministérios”, disse Pedrosa, e “isso agora precisa ser revisto, pois o Tocantizinho não é um projeto de interesse apenas do estado do Pará, mas é também um projeto de interesse do Brasil”. Segundo os técnicos do MME presentes à reunião, há pelo menos 400 projetos em andamento na mesma região e o da Eldorado é o maior deles.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Empresário Roberto Branco assume presidência da ACES

Na próxima segunda-feira (16/01), a partir das 19h30, ocorrerá a posse da nova diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), que será comandada pelo empresário Roberto Branco. A gestão “Empreender para Desenvolver”, composta por aproximadamente 60 empresários, que se distribuem na Assembleia Geral, Conselhos de Jovens e Mulher Empresária (Conjove e CME), exercerá o mandato até 2018. A solenidade ocorrerá no Centro Recreativo.

A nova diretoria foi eleita por aclamação no dia 28 de novembro, elegendo para:

Presidente da Diretoria Executiva: José Roberto Branco Ramos: Engenheiro civil e proprietário da R. Branco Engenharia. Ocupava o cargo de Diretor Industrial na atual diretoria da ACES.

Presidente do CME - Helena Esber Sant´Anna: Advogada e sócia-proprietária da Sociedade de Advogados “Sant´Anna & Sant’Anna”. Desde 2006 faz parte do CME e na atual gestão exercia o cargo de vice-presidente.

Presidente do CONJOVE - Marcio Alberto Figarella de Oliveira: administrador, sócio-proprietário na empresa Supermix. Faz parte do corpo diretor da ACES desde 2011.

O atual presidente da entidade César Ramalheiro encerra a gestão deixando um trabalho de dois anos focado no fortalecimento do turismo, na capacitação empresarial e na prospecção de indústrias para a região.

A nova gestão dará continuidade ao trabalho buscando soluções junto às esferas municipal, estadual e federal.

Fonte: Ascom/Aces

CNPGC e MPC’s da Região Norte ingressam com representação nos Tribunais de Contas

A representação propõe aos Tribunais de Contas da região a realização de Auditorias Operacionais nos respectivos sistemas prisionais

Em razão dos graves fatos ocorridos nos últimos dias, em que, aproximadamente, 100 (cem) presos foram assassinados no sistema penitenciário dos Estados do Amazonas (AM) e de Roraima (RR), o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC), após reunir-se, deliberou por adotar as seguintes estratégias de atuação: uma regional e outra, nacional.

A primeira consiste em uma ação concertada entre os membros do Ministério Público de Contas da Região Norte, que protocolaram, hoje, por seus Procuradores-Gerais de Contas, simultaneamente, Representações junto aos Tribunais de Contas dos seus Estados, a fim de que sejam realizadas Auditorias Operacionais, de modo a informar os principais dados relacionados com o sistema penitenciário estadual respectivo, tais como estrutura e custos.

Segundo a Presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Contas, Cláudia Pereira, a estratégia visa a construir um ambiente totalmente voltado para a melhoria da gestão, do controle dos gastos e das receitas, que envolvem o sistema, e, de conseguinte, das políticas públicas, responsáveis por tratar a questão, inclusive, de forma preventiva e pós-repressiva.

Já o Procurador-Geral do MPC/RO e Vice-Presidente do CNPGC para a Região Norte, Adilson Moreira de Medeiros, afirma que, pela primeira vez, um tema de controle será abordado não, apenas, de forma pontual e local, mas, regional, porque entendem os Procuradores-Gerais do Ministério Público de Contas da Região Norte que, nesta temática, o problema revelado não possui fronteiras e será mais eficientemente tratado se as soluções englobarem a realidade de toda a região.

Por sua vez, o Procurador-Geral de Contas do Pará e Diretor-Executivo do CNPGC, Felipe Rosa Cruz, afirma que a atuação concertada de todos os MPC'sda região Norte denota o reconhecimento da cota de responsabilidade e de contribuição que o sistema de controle externo tem a dar para o aprimoramento do sistema carcerário da região. 

Começou o Líquida Rio Tapajós Shopping

Agora, o maior e mais seguro centro de compras do oeste paraense, também é o mais barato.

São descontos de até 70% em roupas, sapatos, utensílios de casa, cama, mesa e banho, perfumaria, cosméticos, jóias e acessórios! *(DESCONTO DE VERDADE)*

Pra comprar tudo e economizar, a dica é comprar barato no Rio Tapajós Shopping até domingo, 15 de janeiro!

Rio Tapajós Shopping - Completa Você!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Seduc abre novo prazo de matrícula nas escolas estaduais


Antes de ir à escola para se matricular, o aluno deve consultar a central de atendimento da Seduc para verificar onde há vagas disponíveis

Quem pretende estudar em escola pública estadual em Belém e no interior e não fez a pré-matrícula para alunos novos pode se matricular nesta quinta (12) e sexta-feira (13). É necessário consultar a central de atendimento da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), pelo telefone 0800-2800078, para saber que escolas ainda oferecem vagas.

Na matrícula, o pai ou responsável pelo estudante deve informar os dados pessoais do aluno e apresentar os seguintes documentos: certidão de nascimento ou casamento (original e cópia); histórico escolar ou ressalva (original); comprovante de residência (cópia); duas fotos 3x4 (idênticas e recentes); certificado (original e cópia) ou atestado de conclusão do ensino fundamental (original e cópia) para os alunos que cursarão o ensino médio e comprovante de trabalho para o aluno do período noturno.

Alunos novos com deficiência devem apresentar os documentos obrigatórios que comprovam a deficiência, mas a não apresentação desse documento específico não impede a matrícula.

A pré-matrícula de alunos novos nas escolas públicas estaduais transcorreu de 14 de novembro de 2016 a 1º de janeiro de 2017, quando 48 mil alunos foram inscritos. Esses estudantes tiveram o período de 2 a 4 deste mês de janeiro para confirmar a matrícula na escola pretendida para o ano letivo de 2017, previsto para começar em março.

Fim do impasse: carnaval em Santarém será na Praça de Eventos

Terminou há pouco, a coletiva de imprensa com o prefeito Nélio Aguiar (DEM), em Santarém, no oeste do Pará, para o anúncio do local de realização do carnaval santareno 2017 na cidade. A Praça de Eventos é o espaço definido pela Prefeitura para a festa carnavalesca que contará com blocos de empolgação e de enredos.

A praça está localizada na avenida Anysio Chaves, no bairro Aeroporto Velho.

Instituições evangélicas são contra o carnaval ali, alegando que a praça foi construída para abrigar apenas eventos cristãos. 

O Núcleo de Comunicação da Prefeitura divulgou detalhes da coletiva concedida pelo prefeito Nélio Aguiar.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (11), o prefeito nélio Aguiar comunicou que manteve a realização do Carnaval deste ano na Praça de Eventos.

A decisão se deu após o Conselho de Pastores Evangélicos de Santarém (Consepas) contestar a realização do evento naquele local. A entidade alegou ser um espaço bíblico e cultural destinado a eventos religiosos.

O prefeito Nélio Aguiar reuniu com representantes do Consepas na segunda-feira (9) para ouvi-los. “Resolvemos tomar uma decisão não levando em consideração a discussão sobre o Carnaval, sobre a religião. Tomamos uma decisão levando em consideração os princípios da administração pública que temos que seguir como gestor público. Um deles é a impessoalidade. O outro deles é a legalidade. [...] O registro que temos é de que existe um convênio do Ministério do Turismo para a construção de uma praça de eventos”, explicou.

A Secretaria Municipal de Cultura decidiu, no dia 2 de janeiro, mudar o local da festa da orla de Santarém para a Praça de Eventos da Av. Dr. Anysio Chaves para evitar gastos. “Pelo transtorno e prejuízo que causa no comércio pela interdição das ruas no Centro comercial, prejudicando assim as vendas. E também pela crise que passa o país e pelo momento que estamos passando. Estamos começando o governo. Não tivemos tempo suficiente para planejar um Carnaval. Tivemos que assumir, já no dia seguinte começar a trabalhar o Carnaval”, destacou Nélio.

De acordo com o prefeito, caso o evento continuasse sendo realizado na orla, a despesa com estrutura seria muito alta. “Aluguel de palco representa hoje R$ 60 mil, R$ 70 mil para fazer duas noites de festa, e teríamos muitos custos com instalações de arquibancadas”, ressaltou.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Nota de esclarecimento da Vara de Execuções Penais de Santarém

Diante do atual quadro de instabilidade no sistema penitenciário brasileiro e após incidentes registrados em unidades prisionais do norte do país que têm preocupado a população local, principalmente pela difusão de informações diversas nas redes sociais sobre possíveis rebeliões em Cucurunã, inclusive com manifestação de familiares de presos ocorrida ontem em frente ao Fórum da Comarca de Santarém, o juiz Gabriel Veloso de Araújo, titular da 3ª Vara Criminal (Júri) e respondendo interinamente pela Vara de Execuções Penais (VEP), esclarece que liderou hoje (10.01.2017) um grupo de autoridades da área judiciária em visita às unidades da SUSIPE em Santarém.

A equipe foi composta por um representante do Ministério Público, a promotora de Justiça, Dully Sanae Araújo Otakara, e um representante da Defensoria Pública, George Augusto de Aguiar Sousa, acompanhados do Grupo Tático Operacional - GTO, da PM.

Na ocasião, detentos, servidores e direção das unidades prisionais de Cucurunã (Centro de Recuperação Agrícola Sílvio Hall de Moura - CRASHM e Centro de Triagem Masculina de Santarém - CTMS), foram ouvidas pelo grupo. Todas as questões levantadas constarão de um relatório a ser encaminhado à SUSIPE e ao presidente do Tribunal de Justiça do Pará, desembargador Constantino Augusto Guerreiro, para as devidas providências.

O juiz Gabriel Araújo informa que estão sendo adotadas todas as medidas necessárias, desde dezembro, para que a ordem e a tranquilidade permaneçam.

Gabriel Veloso de Araújo
Juiz Titular da 3ª Vara Criminal (Júri)
Respondendo interinamente pela VEP

Diretor interino de presídio onde ocorreu massacre no AM é afastado do cargo

José Carvalho da Silva, diretor interino do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), foi afastado do cargo nesta terça-feira (10), segundo informou o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes. Ele ocupava o posto desde 28 de novembro de 2016. A suspeita é que José Carvalho tenha recebido propina de uma facção, conforme cartas assinadas por detentos afirmando a denúncia.

Nas cartas, os presos afirmam que o diretor interino teria recebido dinheiro e permitiu a entrada de armas, drogas e celulares na unidade prisional. No início do ano, 56 detentos foram mortos em um massacre e 112 fugiram do Compaj. Logo após a rebelião, a polícia apreendeu pelo menos quatro pistolas e uma espingarda calibre 12 no local. Ao longo da semana, foram encontrados entorpecentes, um rifle calibre 32, dezenas de celulares, 42 armas brancas e até um roteador de internet.

As rebeliões nos presídios da capital amazonense já mataram 64 presos.

Governo define patrocínio para o Parazão 2017


Na manhã desta terça-feira (10), representantes da Federação Paraense de Futebol (FPF) e do governo do Estado - por meio da Casa Civil, Banco do Estado do Pará (Banpará), Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) e Rede Cultura - acertaram os detalhes do patrocínio para a realização do Parazão 2017, que nesta edição será chamado de “Paraense Banpará 2017”, divulgando a marca da instituição financeira que está garantindo a realização do evento. No próximo dia 20 de janeiro será celebrada a assinatura de contrato entre os 10 clubes participantes e o Executivo Estadual.

Para a realização do Campeonato Paraense de 2017, o Governo do Pará investirá mais de seis milhões de reais. Pelos direitos de transmissão exclusiva do evento, como já acontece há oito anos, a TV Cultura do Pará vai destinar R$ 2.956.800,00. Desse total, 20% vão premiar os melhores do campeonato. O primeiro lugar receberá mais de 224 mil reais, o segundo, mais de 168 mil. O terceiro lugar vai ganhar mais de 112 mil e o quarto ficará com mais de 56 mil.

"O Governo entende que o futebol é um motivo de união entre os paraenses e mais uma vez a gente garante a transmissão através da TV, rádio e portal Cultura, ampliando cada vez mais a transmissão pela internet, para que torcedores dos clubes paraenses possam assistir em qualquer lugar do mundo. Para nós, obviamente, é motivo de orgulho reforçar essa parceria com a Federação Paraense de Futebol e os clubes envolvidos no campeonato”, disse Adelaide Oliveira, presidente da Funtelpa.

Apesar da crise que afeta o país e reflete diretamete nas instituições financeiras, o Banpará manteve o mesmo valor investido no ano passado. Será o principal patrocinador deste ano, com R$ 3.400.800,00. 

Promotores buscam soluções para melhoria do sistema penitenciário



Diante das situações de mortes na Penitenciária Agrícola Sílvio Hall de Moura e fugas na Central de Triagem o Ministério Público em Santarém, oeste do Pará, está alerta para as ocorrências envolvendo esses dois espaços. Na última segunda-feira (9) um grupo de familiares foi recebido no Polo Santarém para denunciar problemas relatados pelos detentos.

O Ministério Público do Estado informou que vem acompanhando de perto as últimas ocorrências envolvendo a Penitenciária Agrícola Sílvio Hall de Moura e Central de Triagem de Santarém e que a questão tem preocupado a promotoria Criminal no município.

Os promotores estão a par da realidade da superlotação carcerária do município e reforçam que não têm medido esforços para dar andamento aos processos. Os promotores destacam que o desafio se torna ainda maior devido ao grande número de presos encaminhados de outros municípios para Santarém.

Os promotores do Polo Santarém concordam que a situação carcerária é preocupante em todo Brasil mas que o grupo vem mantendo o acompanhamento próximo das consequências envolvendo as ocorrências em Manaus e Roraima.

Os promotores de Santarém informaram ainda que vêm buscando soluções juntamente com a sociedade civil e demais órgãos para melhoria e aprimoramento de todo o sistema.

Fonte: MPE