Santarém - 356 anos

Santarém - 356 anos

..

..

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Diocese de Santarém tem novo bispo

Na manhã desta quarta-feira (28), Dom Lino Vombommel anunciou à imprensa e ao povosantareno, a nomeação do novo bispo diocesano de Santarém: Dom Esmeraldo Barreto de Farias.

Ele vai substituir o bispo Dom Lino que, após 25 anos deepiscopado, apresentou carta de renúncia no ano passado. Dom Esmeraldo deixaa diocese de Paulo Afonso, na Bahia (Regional Nordeste III) onde era pastorhá quase sete anos e vai pastorear a diocese de Santarém a partir do dia 22de abril, data de sua posse.

Uma grande recepção está sendo organizada paraacolher o novo bispo da Diocese de Santarém. Dom Lino foi convidado por Dom Esmeraldo a permanecer morando em Santarém.Ele ficou de refletir a proposta e tomará uma decisão até a Páscoa.

Dados do novo bispo de Santarém

Dom Esmeraldo Barreto de Farias
Nascimento: 04/07/1949
Local: Santo Antônio de Jesus - BA
Filiação: José Izidoro de Farias e Maria Georgina de Souza Barreto.
Ordenação Presbiteral: 09/01/1977
Local: Santo Antônio de Jesus – BA
Nomeação Episcopal: 22/03/2000
Ordenação Episcopal: 11/06/200 Local: Santo Antônio de Jesus – BA
No cargo desde: 02/07/2000
Lema: "Levanta-te e anda" (At 3,6)

Fonte: Pascom

Compartilhar:

Diocese de Santarém tem novo bispo

Na manhã de hoje 28/02, Dom Lino Vombommel anunciou à imprensa e ao povosantareno, a nomeação do novo bispo diocesano de Santarém: Dom EsmeraldoBarreto de Farias. Ele vai substituir o bispo Dom Lino que, após 25 anos deepiscopado, apresentou carta de renúncia no ano passado. Dom Esmeraldo deixaa diocese de Paulo Afonso, na Bahia (Regional Nordeste III) onde era pastorhá quase sete anos e vai pastorear a diocese de Santarém a partir do dia 22de abril, data de sua posse. Uma grande recepção está sendo organizada paraacolher o novo bispo da Diocese de Santarém. Dom Lino foi convidado por Dom Esmeraldo a permanecer morando em Santarém.Ele ficou de refletir a proposta e tomará uma decisão até a Páscoa. * *Dados do novo bispo de Santarém Dom Esmeraldo Barreto de Farias Nascimento: 04/07/1949 Local: Santo Antônio de Jesus - BA Filiação: José Izidoro de Farias e Maria Georgina de Souza Barreto. Ordenação Presbiteral: 09/01/1977 Local: Santo Antônio de Jesus – BA Nomeação Episcopal: 22/03/2000 Ordenação Episcopal: 11/06/200 Local: Santo Antônio de Jesus – BA No cargo desde: 02/07/2000 Lema: "Levanta-te e anda" (At 3,6) Dom Severino O bispo Dom Severino Batista de França continua sendo auxiliar de Santarématé segunda orientação da Santa Sé. Mas em breve, ele deverá receber umcomunicado do Vaticano para pastorear uma diocese do Brasil. Dom Severino ébispo auxiliar da diocese de Santarém desde outubro de 2004.
Compartilhar:

Operação de fiscalização do defeso da piracema apreende quase duas toneladas de peixes no oeste do Pará

A Divisão de Fiscalização e Controle (DICOF) da Gerência Executiva do IBAMA em Santarém, no oeste do Pará, desencadeou, na semana de Carnaval, uma operação de fiscalização do período de defeso da piracema, nos municípios de Juruti, Óbidos e Santarém.

Foram lavrados três Autos de Infração que totalizaram R$ 21.000,00 em multas. Houve apreensão de 1942 kg de peixes de espécies com a pesca e a comercialização proibidas. Os pescados apreendidos, a maior parte da espécie Mapará, foram doados para o Conselho Tutelar, a Polícia Militar, Igreja Adventista e para a Secretaria de Assistência Social do município de Óbidos.


Também foram apreendidos quase cinco quilômetros de redes malhadeiras, com a malha fora das medidas permitidas, sendo que uma delas media mais de dois mil metros. Foram atendidas denúncias feitas através da Linha Verde do IBAMA (0800616161), e também foram realizadas fiscalizações de rotina, abrangendo alguns lagos nos municípios onde houve a operação, como o Lago Grande do Curuai, além de áreas de várzea da região do baixo Amazonas, onde houve a abordagem de diversas embarcações de pesca.


A colaboração das Colônias de Pescadores dos municípios é de grande importância para o sucesso do defeso. Os pescadores flagrados na atividade ilegal, além de serem multados, terem os peixes, petrechos e embarcações apreendidos, podem perder o direito de receber o seguro defeso, remuneração paga pela Secretaria Nacional de Pesca para complementar a renda dos pescadores profissionais durante o defeso da piracema. Segundo o Chefe da DICOF do IBAMA em Santarém, Manoel Costa Filho, as operações de fiscalização do defeso da piracema vão continuar em toda a região.
Compartilhar:

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Redivisão territorial

Depois de quatro anos sem tocar no assunto e passadas as eleições, parlamentares da bancada paraense já começam a nova legislatura mobilizando-se em torno da divisão do estado do Pará. Os parlamentares, que estão a favor da criação de mais 2 estados no território paraense estão sendo chamados de separatistas por uma parte da Imprensa de Belém que se revela ao contrário a criação dos Estados.

Os parlamentares a favor, querem colocar em pauta os projetos que dispõem sobre a realização de plebiscito para a criação dos Estados. Nos mais de um milhão de quilômetros quadrados, que correspondem a 26% da Amazônia Legal seria criado os Estados de Carajás (dividindo a parte sul e sudeste do território) e do Tapajós (na parte oeste e sudoeste).

De acordo com os estudos, o Estado do Pará ficaria reduzido, apenas, à sua atual mesorregião nordeste. Dos 20 parlamentares que representam o Pará no Congresso nacional, 18 disseram que são a favor da criação de mais dois Estados. Em Santarém, ontem à noite, os membros do movimento que luta pela criação do Estado do Tapajós estiveram reunidos com a (ACES) Diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Santarém a quem foram pedir ajuda para a aprovação do Plebiscito em Brasília.
Compartilhar:

MPF pede embargo urgente do terminal graneleiro da Cargill

O Ministério Público Federal requisitou nesta segunda-feira (26) ao Ibama uma inspeção urgente no porto da empresa Cargill Agricola S.A. O embargo a ser imposto pelo Ibama é conseqüência das sucessivas derrotas judiciais da Cargill que construiu e colocou em operação um terminal graneleiro no rio tapajós sem elaborar estudos de impacto ambiental.

“Uma vez que não existem estudos de impactos ambientais, é chegado o momento em que os órgãos ambientais têm a obrigação de fazer a inspeção e determinar a paralisação das atividades do porto”, explicou o procurador da república em Santarém, Felipe Fritz Braga.

O Ministério Público Federal requisitou ao Ibama uma inspeção urgente no porto da Cargill Agrícola em Santarém. O pedido é para fiscalização por analistas ambientais e paralisação imediata das atividades do porto, além de autuação da empresa por operação irregular. O pedido deve ser atendido no prazo de 10 dias.

“O Ibama deverá vistoriar as instalações da Cargill, verificar a estrutura do terminal, as licenças com as quais a empresa vinha funcionando, realizar o embargo e emitir as multas cabíveis”, declarou o gerente executivo do ibama em Santarém, Nilson Vieira.

O processo começou em 1999, quando o Ministério Público Federal embargou a construção do porto pela falta do estudo de impacto ambiental – Eia-Rima, como exige a lei brasileira. A empresa se baseou numa licença estadual emitida pela Secretaria de Tecnologia e Meio Ambiente do Pará (Sectam). Foi condenada e recorreu várias vezes.

Ao longo do processo a empresa foi palco de vários protestos. No ano passado o Greenpeace bloqueou o porto da Cargill, em Santarém, impedindo o descarregamento de soja amazônica por cerca recebida pela polícia federal. A instalação do porto alavancou o crescimento da produção de grãos em Santarém. Antes, a produção de alimentos básicos, como milho, arroz e feijão era voltado para a subsistência.

Em 2003, as áreas cultivadas em Santarém somaram mais de 42 mil hec. Na safra de 2004 foi realizado o plantio de 80 mil hec que resultaram na colheita de 4 milhões de sacas de cereais. Em 2005, só de soja foram plantados 21 mil hec com produção de 33 mil toneladas do produto. Em 2006 uma área de 24.500 hec foi plantada com um resultado de 54 mil toneladas. Segundo o gerente do ibama a empresa ainda pode voltar a funcionar desde que cumpra o que a lei estabelece.

“Vamos aguardar que a empresa realize a apresentação dos estudos de impacto ambiental para que seja feita a avaliação e somente depois de aprovado ou não o Eia-Rima é que será possível saber se a empresa poderá voltar a funcionar”, disse Nilson Vieira.
Fonte; No Tapajós
Compartilhar:

Embelezamento

O projeto de embelezamento da Cidade da Gente, um projeto da SEMAB que consiste na revitalização de canteiros centrais, de praças e de jardins da cidade continua percorrendo diversos pontos.

As equipes da SEMAB, responsáveis pelo trabalho, já revitalizaram todos os canteiros da orla da cidade, do trevo da calcinha, da Praça do Mascotinho, da Praça São Sebastião, além dos jardins da área em frente à Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEMINF), jardins da Prefeitura e do trevo da Afonso Pena, passando pelos canteiros da 15 de agosto indo até a Borges Leal. Neste último trecho citado, foi feito limpeza, com arborização, ou seja, o plantio de mangueiras.

Hoje, 27, a equipe está trabalhando na Praça dos três Poderes que fica no cruzamento das avenidas Mendonça Furtado com Professor José Agostinho. Após isso, será a vez dos canteiros da Praça Júlia Passarinho receberem melhorias.
Compartilhar:

Colares pede inclusão do Marajó no PAC

O deputado Cezar Colares (PSDB) defendeu nesta segunda-feira (26), a inclusão do Marajó nas ações previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para receber investimentos em infra-estrutura, a exemplo de energia e de transportes.

A recomendação do deputado foi apresentada ao secretário de Integração Regional, André Farias, que detalhou o programa na Assembléia Legislativa. O PAC prevê a pavimentação das BRs 230 (Transamazônica) e 163 (Cuiabá-Santarém), a conclusão das eclusas de Tucuruí e a construção da usina hidrelétrica de Belomonte.

“Infelizmente, o Marajó não foi contemplado com recursos do PAC”, disse Colares, lembrando que a melhoria nesses setores (energia e transporte) é fundamental para incrementar o turismo na região. “E a indústria turística é uma das que mais gera emprega”, completou o parlamentar. Na semana passada, Cezar Colares protocolou na Casa, projeto de resolução criando a comissão para Assuntos do Marajó.

Da tribuna, o deputado lembrou que já existe um projeto do Ministério das Minas e Energia que irá levar energia de Tucuruí aos municípios de Portel, Breves e Melgaço. “Já foi feito inclusive os estudos topográficos”, ressaltou.

Colares argumentou que o dinheiro consumido com as usinas a diesel existentes no Marajó, inclusive com o subsídio para o seu funcionamento, é igual ao que se será gasto para implantar o sistema de energia gerado em Tucuruí. “E, além do mais, a energia de Tucuruí é mais segura e capaz de gerar a implantação de empreendimentos industriais que, necessariamente, precisa de uma melhor malha viária”, arrematou.

Por isso, continuou Colares, a melhoria dos transportes também é um fator importante para o desenvolvimento do Marajó. Segundo ele, não há malha viária que possa suportar o escoamento da produção agropecuária, “que poderia se incentivada com projetos direcionados para a vocação natural da região”. E mais: a falta de rodovias para interligar os municípios entre si e ao Estado condena a região ao mais completo isolamento.

Vale lembrar que, no ano passado, o parlamento paraense autorizou a contratação de empréstimo para a pavimentação de rodovias, uma ligando Cachoeira do Arari a Salvaterra e outra permitindo a ligação de Belém, por meio da Alça Viária, a Ponta de Pedras e, depois Cachoeira do Arari, Salvaterra e Soure.
Compartilhar:

Inaguração

A Prefeita Maria do Carmo e o Vice-prefeito Delano Riker inauguraram no último sábado o Microssistema de Abastecimento de Água da Comunidade de Vila Amazonas. A obra, concluída em dezembro de 2006 e tocada com recursos do Tesouro Municipal, beneficiará 47 famílias (400 comunitários).
Compartilhar:

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Internet possibilita o papel de jornalista

Uma mudança está em curso no jornalismo mundial. E você (sim, é você mesmo, caro leitor) encontra-se no centro disso. Com a popularização das formas de colaboração via internet, o cidadão está deixando a sua posição de, na maioria da vezes, mero espectador das notícias para transformar-se, ele próprio, em um narrador dos fatos.

Sites em que os internautas publicam reportagens; páginas em que os usuários, e não jornalistas, determinam quais fatos têm maior relevância; blogs com relatos pessoais dos acontecimentos e até um jornal virtual gerado por milhares de "repórteres" amadores espalhados pela Terra são exemplos de como essa onda está se disseminando.

O fenômeno, inclusive, já chamou a atenção de veículos tradicionais, como The New York Times, BBC, Estadão, O Globo, entre outros, que desenvolveram ou estão desenvolvendo canais virtuais para o leitor contribuir na cobertura dos fatos com textos e fotos. "A web permite que as pessoas publiquem tudo o que quiserem facilmente. E muitos optaram pelo jornalismo, como uma forma de suprir temas que a mídia não cobre", disse ao Link o jornalista norte-americano Dan Gillmor, um dos principais ativistas mundiais do "jornalismo cidadão", como está sendo chamado o fenômeno.

Para ter uma idéia da abrangência do fenômeno no mundo, nos EUA, dos 20 milhões de blogs, 34% são considerados jornalísticos por seus donos, aponta um estudo divulgado no ano passado pela Pew Internet & Family Project. Mais: na Coréia do Sul, por dia, 700 mil acessos são feitos ao jornal virtual OhMyNews, redigido pelos próprios internautas.

No Brasil, a coisa ainda não chegou a tanto. Mas as iniciativas de "jornalismo cidadão" começam a se multiplicar. Portais como IG e Terra já permitem que os usuários relatem os fatos em textos, fotos e vídeos. Os sites dos jornais Estadão, O Globo e Lance! contam com canais para materiais noticiosos do público. Há ainda blogs noticiosos e páginas como o Overmundo, que publica reportagens sobre cultura. "O jornalismo cidadão ainda é novo no País", diz o pesquisador do Ibope Inteligência José Calazans. "Os brasileiros não têm o costume de procurar essas fontes alternativas para se manter informados."

Mas, segundo a jornalista e especialista em mídia cidadã Ana Maria Bambrilla, isso tende a mudar. "O País ainda tem limitações, como a pequena penetração da internet. Mas não tenho dúvidas de que o jornalismo cidadão ganhará mais adeptos no Brasil. Já é uma realidade hoje. E tende a crescer." As personal stylists Cristina Gabrielli, 31 anos, e Fernanda Rezende, 29 anos, por exemplo, já fazem parte desse novo movimento. No blog Oficina de Estilo, elas publicam notícias sobre moda e cultura. Na última São Paulo Fashion Week, as duas foram até cobrir os desfiles pessoalmente.

"A diferença entre uma notícia de um site tradicional e a publicada pela gente no blog é que conseguimos criar uma relação mais próxima com os leitores", diz Cristina. "As pessoas acessam o blog para ver as nossas impressões sobre tal coleção, por exemplo."

Essa "democratização" do jornalismo, porém, não é bem vista por alguns setores da imprensa. Órgãos de classe, como sindicatos, defendem que só pode ser considerado jornalismo o que é gerado por profissionais com diploma superior de jornalismo.

"Um jornalista precisa conhecer técnicas, o que só se aprende na universidade", diz o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio de Andrade. "Um internauta, por exemplo, não tem compromisso de checar bem a notícia antes de publicar."

Nesta edição, o Link discute, com jornalistas, "repórteres" amadores e especialistas, esse novo modo de produzir e publicar notícias. E damos dicas para quem quiser entrar na onda. Ah, e não esqueça sua câmera digital e seu bloco de anotações. Na web, agora é você quem faz a notícia.
As informações são do O Estado de S. Paulo.
Compartilhar:

Cabo do 8 BEC se mata

Informações fornecidas pelo Comando do 8º Batalhão de Engenharia e Construção (8º BEC), em Santarém, dão conta que o cabo Alenílson Martins Gonçalves, cometeu suicídio na madrugada de sábado para domingo. O militar estava preso no quartel desde que teve seu nome citado no envolvimento com uma quadrilha de assaltantes presa em Belo Horizonte, Minas Gerais, na semana passada. Alenílson era apontado como o fornecedor do armamento militar usado pelos bandidos. O corpo do cabo ainda não foi sepultado.
Compartilhar:

sábado, 24 de fevereiro de 2007

Reunião


Prefeita Maria do Carmo, deputado Antônio Rocha e o secretário de Saúde do Estado
Compartilhar:

Homem-Peixe no Amazonas

Homem-Peixe chega ao Amazonas
Fonte: A Crítica
Link:
http://www.acritica.com.br/

O esloveno Martin Strel, legendário nadador de maratona recordista do Guinness planeja atingir a distância de 5.430 Km do rio Amazonas em 70 dias

Colecionar recordes é o hobby de Martin, 53. Ele já atravessou os rios Danúbio (3.004 Km), Mississipi (3.797 Km), Paraná (1.930 km) e Yangzé (4.003 Km). Agora, embarca no seu maior desafio: percorrer, a nado, os 5.430 quilômetros de extensão do rio Amazonas em apenas 70 dias. Depois de 2.195 quilômetros vencidos no braço, o ex-guitarrista e nadador esloveno Martin Strel chegou ontem ao Município de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus).

Em 23 dias, Martin já passou por situações desagradáveis e de harmonia com a natureza. Por causa das altas temperaturas, a equipe médica precisou improvisar proteção para o rosto do maratonista. Uma capa de travesseiro virou máscara. Apesar do desconforto, o tecido evitou infecções que poderiam ser geradas das queimaduras de segundo grau. A perda de peso também é uma das preocupações dos médicos, Martin perdeu dez quilos. No entanto, a presença de três botos cor-de- rosa fez com que a travessia se tornasse mais interessante.

A largada aconteceu em Atalaya, no Peru, no dia 1º de fevereiro. A previsão é de que o esloveno passe por Manaus no dia 14 de março e termine o percurso em 11 de abril, em Belém, no Pará. O atleta nada 100 quilômetros por dia. Acompanhe Martin em tempo real através do site www.amazonswim.com.
Compartilhar:

Entrevista

Choque no ar - Inquérito depende agora de perícia
Fonte: O Estado de S.Paulo
Link: http://www.estado.com.br/


Entrevista - Renato Sayão, delegado da Polícia Federal
Há quatro anos na Polícia Federal, Renato Sayão, de 36 anos, mineiro, é corregedor na superintendência em Cuiabá há seis meses e acumula em sua carreira mais de 500 inquéritos, entre os quais, o do choque do Boeing com o Legacy.

Esse é o caso mais complexo em que trabalhou?
Eu acho que, de repercussão pela imprensa, sim. Mas o que eu achei mais complicado foi o de Rondônia, a Operação Dominó, na qual desmontamos uma ação criminosa na Assembléia Legislativa.

O senhor estudou sobre aviação para cuidar do caso?
Não. Dei uma estudada nas normas básicas pré-selecionadas por um órgão da PF que cuida das aeronaves do departamento. Eles separaram tudo para mim. Estou tendo todo o auxílio do setor de perícias também.

Qual foi a maior dificuldade?
Ter acesso às informações em poder da Aeronáutica.
A divulgação de parte da transcrição das fitas do acidente, pela imprensa, causou problema?
Causou uma desconfiança, houve um desgaste por todos os lados. Fica aquele clima ruim. Pensam, poxa, será que foi um funcionário da Aeronáutica que estava trabalhando lá dentro e não podia divulgar? Mas eu acho que não deveria ser divulgado, existe decisão da Justiça para que não seja divulgado.

A população não tem o direito de saber o que aconteceu?
Para isso existe o momento certo, que é na época da ação penal. A população precisa saber, eu acho, das conclusões. Enquanto isso, as conclusões prematuras podem gerar mais confusões do que esclarecer. Por exemplo, no começo falou-se muito que os pilotos fizeram manobras no ar. Pelas transcrições, a aeronave seguiu a 37 mil pés sem manobras arriscadas.

Quando a transcrição chegou às suas mãos?
Em inglês, em novembro. Traduzida (por peritos da superintendência de Cuiabá), em dezembro.

Os diálogos já não são suficientes para o inquérito?
Não. Pelo seguinte: na navegação aérea são vários fatores que influenciam. Você tem equipamentos que podem influenciar a conduta do piloto. É um conjunto de coisas. São vários fatores que são reunidos, nunca é um fator só que causa o acidente. Num inquérito dessa magnitude não se pode fazer um serviço incompleto, que depois vai ser objeto de contestação por parte dos advogados interessados em defender eventuais culpados. Tem de apresentar um trabalho de primeira linha.

O que falta agora?
Falta basicamente essa perícia. E 80% do tempo (dos 60 dias) vai ser gasto na perícia. Ela vai averiguar: primeiro, saber questões sobre o TCAS e o transponder. Como esses equipamentos funcionam na prevenção de colisões aéreas. Como esses equipamentos interagem de uma aeronave com a outra. Se estivesse ligado o aparelho, o desvio era automático. Imputa-se a quem desligou a culpa do acidente.
Compartilhar:

Cheque sem fundo

O número de cheques devolvidos por falta de fundos em janeiro de 2007 (2,671 milhões) caiu 10,8% em relação ao mesmo mês de 2006, quando foram devolvidos 2,994 milhões. Segundo informações da Serasa, os cheques compensados, em janeiro de 2007, foram 141,956 milhões e, em janeiro de 2006, foram 157,377 milhões, o que corresponde a uma queda de 9,8%.

Já o índice total de cheques devolvidos permaneceu praticamente estável no início do ano. Em janeiro de 2007, foram devolvidos 18,8 cheques a cada mil compensados. O dado equivale a uma pequena variação negativa de 0,5% em relação a dezembro de 2006, quando foram registrados 18,9 cheques devolvidos por mil compensados.
Compartilhar:

PRÊMIO PELOS DIREITOS DA CRIANÇA SERÁ LANÇADO NA SEGUNDA-FEIRA

Na segunda-feira, 26 de fevereiro, acontece o lançamento em Santarém da Edição 2007 do Prêmio das Crianças do Mundo pelos Direitos da Criança (WCPRC), realizado por uma ong internacional e com apoio da Secretaria Municipal de Educação de Santarém. A programação será na Casa da Cultura começando às 08h00. Além do lançamento, haverá a capacitação de professores e diretores da Rede Municipal de Ensino para o desenvolvimento das atividades do prêmio nas escolas.

Para o lançamento e capacitação estará em Santarém a coordenadora nacional do prêmio, Christiane Sampaio, e uma educadora do Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo, Eliany Salvatierra, doutoranda na área de Educomunicação.

Além da programação do dia 26, nos dias 27 e 28 de fevereiro serão realizadas oficinas de educomunicação para professores da Rede Municipal nos horários da manhã e da tarde em uma das salas da empresa Autêntica, na Avenida Rui Barbosa.

O WCPRC é um projeto de comunicação mundial destinado ao público infanto-juvenil, na faixa etária entre 10 a 17 anos, implantado em 80 países por uma rede que congrega 15 mil escolas e 10 milhões de estudantes.

Compartilhar:

Ponto Final

Reflexão
Contas a pagar, desespero e falta de recursos. Atualmente o brasileiro descobre aqui para cobrir ali. Mas o que significa isso? Hoje em dia é comum as pessoas pagarem suas contas fazendo outras e sem perceberem colocam em risco toda a família.

Desemprego
De acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego atingiu 9,3% da população economicamente ativa nas seis principais regiões metropolitanas do país, um aumento de 0,9 ponto percentual comparado com o mês de dezembro de 2006.

Endividado
Ficar endividado hoje no Brasil tem se tornando cada dia mais comum. Falta de planejamentos, gastos desnecessários têm deixado muita gente de “cabelo em pé”. As altas taxas de juros aplicados pelos serviços bancários têm sufocado o bolso e “comido o cidadão brasileiro pelas
pernas”.

Primeiro emprego
Entrar no mercado de trabalho não é uma tarefa fácil, principalmente em tratando-se do Primeiro Emprego. Os altos índices de desemprego e as exigências por qualificação profissional têm ampliado o tempo para jovens e/ou recém-formados ingressarem no mercado profissional.

Mais impostos
Brasil possui uma das maiores cargas tributárias do mundo. Atualmente o brasileiro trabalha o dobro do que trabalhava na década de 70 para pagar tributos. Em média o ganho de mais de quatro meses no ano vai para os impostos.

Liquidação
A estação mais quente do ano, o verão, termina somente no mês que vem, mas as liquidações estão a todo vapor no comércio brasileiro.Lojas de confecções são as mais atraentes nesta época do ano, são descontos que enchem os olhos de todo consumidor. Resistir a uma boa oferta é complicado
Compartilhar:

Governo quer reativar a produção de borracha no estado

A administração da governadora Ana Júlia Carepa (PT) discute com a Federação da Agricultura a reativação de seringais nativos e o plantio de seringueiras na área do futuro Distrito Florestal Sustentável, que será criado na região de Carajás .

Segundo informa a assessoria de imprensa do governo, o assunto foi debatido entre o secretário-executivo da Agricultura, Cássio Alves Pereira, e representantes da Federação da Agricultura do estado, que apresentou o Programa de Incentivo à Produção da Borracha.

Em parceria com vários órgãos públicos e privados, o programa da federação pretende impulsionar a heveicultura no Pará a partir da reativação de seringais nativos e do plantio de seringueiras em 25 municípios das regiões do Baixo Tocantins, Baixo Amazonas e Marajó.

Como os governos do Estado e da União vão lançar, em breve, o projeto do Distrito Florestal Sustentável no pólo Carajás, o secretário Cássio Alves Pereira convidou a Faepa a ser parceira no projeto visando principalmente a possível implantação da heveicultura como alternativa de produção. "Os projetos têm uma convergência muito grande porque contemplam a produção de base familiar e isso nos une", destacou o secretário.


Atividades de base florestal


De acordo com a assessoria de imprensa, o Distrito Florestal Sustentável foi pensado com a finalidade de definir territórios para implementação de políticas públicas que estimulem o desenvolvimento integrado com atividades de base florestal. No Pará, dois pólos foram definidos: o da BR-163 e de Carajás. O primeiro pela necessidade de manejo florestal e o segundo devido ao alto índice de devastação.

No caso específico do pólo Carajás, a situação, segundo a Secretaria de Agricultura, é de 40% da área desmatada. Por isso, há uma preocupação do governo do estado em assegurar uma política que impeça ainda mais o avanço do homem sobre a floresta. E o incentivo às culturas permanentes, entre elas a da seringueira, aparece como boa alternativa para essa política do governo paraense.

A assessoria informa que o pólo Carajás é hoje o maior produtor de ferro do mundo, o que atrai para a região um grande número de siderúrgicas. São 14 num raio de 150 quilômetros. Além disso, a região concentra 11 pólos madeireiros e também registra um consumo de 12 a 14 milhões de metros cúbicos de lenha para carvão por ano.

“A heveicultura desponta como promissora na promoção de emprego e renda, meta principal do projeto, ao lado do desenvolvimento com base no uso sustentável dos recursos florestais. No que se refere à política de reflorestamento, a meta projetada é de um plantio de um milhão de hectares”, assinala a assessoria.

Para o governo do estado, o interesse em incentivar a heveicultura deve-se à grande demanda do mercado, tanto mundial como nacional, em contraponto a um déficit na produção de borracha que equivale hoje a apenas um terço do consumo nacional.

A assessoria informa que como o projeto do Distrito Florestal Sustentável ainda será lançado, a Secretaria de Agricultura fará estudos para verificar se a região tem potencial para a produção de seringa e se existe suporte para entrar com a economia da seringueira na área do pólo Carajás.
Compartilhar:

Cabo do BEC fornecia arma para bandidos

Um cabo do Exército em Santarém, no Pará, foi preso sob a suspeita de fornecer armas e equipamentos de uso exclusivo das Forças Armadas à quadrilha que praticou uma série de assaltos a bancos entre 8 e 10 de janeiro, em regiões de Minas Gerais. A polícia mineira apresentou ontem cinco suspeitos das ações criminosas, presos nos últimos dias nos Estados do Pará, Maranhão e Goiás. Outros nove suspeitos permanecem foragidos.

“A investigação detectou que parte do material apreendido com os criminosos foi desviada do Exército. Está bem documentado”, disse o delegado Wandersosn Gomes da Silva, coordenador do Comitê de Gestão Estratégica e Tática do Departamento de Investigações da Polícia Civil.

Nove carregadores de fuzil 762 e farta munição, muitas delas de efeito traçante, além de uma mochila com o logotipo do Exército, foram apreendidos na semana passada com Onicésar Abrenhosa Guimarães e o ex-policial militar Walter Canté de Oliveira, apontados como líderes da quadrilha.

Eles estavam em um Ford EcoSport, junto com um sobrinho de Walter Canté, e foram presos a cerca de 20 quilômetros de Marabá.A partir da apreensão do material, os policiais chegaram ao cabo Alenílson Martins Gonçalves, de 33 anos, que seria o responsável pelo setor de logística do 8º Batalhão de Construções de Santarém. “Antes da apreensão, ele teve um encontro com outras pessoas presas na região de Santarém”, afirmou o delegado.

Compartilhar:

Pirataria

Em operação na manhã deste sábado (24), policiais civis e militares prenderam 16 pessoas, sendo 14 homens e duas mulheres, detidos por comercializar produtos piratas, no centro comercial de Belém.

A ação começou por volta das 6h30 de hoje no Comércio, concentrando as ações na rua João Alfredo, onde existe grande venda de cds e dvds piratas.

'Todos sabem que ali é grande a concentração de pessoas que comercializam dvds e cds piratas. Hoje fomos até o local e efetuamos as prisões. As ações naquela área podem continuar', explicou o delegado Eduardo Rolo, da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe).

'Neste momento, deter as pessoas é mais importante do que apreender os produtos', disse o delegado, ao explicar que não saberia identificar a quantidade de cds e dvds apreendidos, que só será divulgada mais tarde.

Os presos foram levados para a sede da Dioe. Os vendedores serão autuados, em flagrante, por violação de direito autoral (artigo 184, parágrafo 2º do Código Penal Brasileiro) e por induzir consumidor a erro (artigo 7º da Lei da Economia Popular nº 8137).
Compartilhar:

Novo diretor

Em cerimônia ocorrida na tarde do último dia 23, o médico anestesiologista Ademir Soares Viana (41) assumiu oficialmente a direção da 11ª Regional de Proteção Social da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa).
Compartilhar:

Pará pode ser área livre de aftosa

Foi aprovada no último dia 23, pela Comissão Científica da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o pleito do Pará para o reconhecimento internacional da região centro-sul do Estado como zona livre de febre aftosa com vacinação. “Com a recomendação positiva da Comissão é praticamente certa a homologação desta área do Pará como livre de aftosa”, afirma Rubens Britto, diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará). A reunião anual da OIE está marcada para o final do mês de maio, em Paris, quando o Estado terá a confirmação.
Compartilhar:

Mega-Sena

Os foliões mais animados têm uma chance de promover novas festas de carnaval. O concurso 844 da Mega-Sena, que vai ser sorteado no sábado (24), pode pagar R$ 21 milhões para quem acertar a faixa principal.

A loteria está acumulada há seis concursos. O sorteio deveria ter acontecido na quarta-feira (21), mas a Caixa Econômica Federal alterou a data para dar mais tempo aos apostadores interessados na disputa.
Compartilhar:

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Assaltantes roubam R$ 170 mil de barco da Prefeitura

Por: Marcos Santos

Até o fechamento desta edição, na quinta-feira, a Polícia Civil ainda não havia localizado os quatro homens que praticaram o assalto ao barco Santa Isabel, de propriedade do prefeito Adalberto Cavalcante Anequino, do município de Terra Santa, no Oeste do Pará.

O crime aconteceu na madrugada de sábado para domingo, por volta de 1 hora, quando quatro homens fortemente armados, invadiram a embarcação pela parte de trás e efetuando vários disparos, anunciaram que era um assalto. Eles chegaram perguntando onde estava o Prefeito, porém, não o encontraram e passaram a procurar por dinheiro.

O bando deu sorte, porque naquele dia, além do Prefeito, estavam na embarcação a tesoureira da Prefeitura e várias outras pessoas. Os assaltantes fugiram em uma lancha, levando R$ 170 mil, dinheiro que seria utilizado para o pagamento da folha da Câmara de Vereadores e funcionários públicos.

De acordo com informações, os bandidos portavam revólveres de grosso calibre, pistolas automáticas, além de uma escopeta e farta munição. Uma pessoa foi atingida com um tiro disparado pelos assaltantes. Ela passa bem.

Após o assalto, o próprio prefeito Adalberto Anequino comunicou o fato às autoridades locais e acionou as polícias dos municípios de Juruti, Terra Santa, Parintins e Santarém.

Segundo informações, esta não é a primeira que acontece este tipo de assalto na região. Vários já foram realizados e, em quase todos, os bandidos estão bem informados e sabem até o valor que é transportado, fato que faz com que a Polícia desconfie que alguém dá as informações aos bandidos.

As buscas ao bando continuam.

Compartilhar:

Desenvolvimento da região Oeste do Pará foi discutido

Terminou por volta das 22 horas de ontem a reunião entre empresários da região e políticos, no auditório Mário Mendes Coimbra, da Associação Comercial e Empresarial em Santarém.

Participaram do encontro que debateu o desenvolvimento no Oeste paraense o deputado federal Lira Maia, os deputados estaduais Antonio Rocha, Carlos Martins, Alexandre Von, Josefina Carmo, além do vice-governador Odair Corrêa e a prefeita Maria do Carmo.

Os trabalhos foram coordenados pela Associação Comercial, que foi a responsável pela convocação dos deputados e presidentes de associações da região que também estiveram presentes.

O asfaltamento da BR 163, a construção do Porto Fluvial de Santarém, a expansão do Linhão de Tucurui para a margem esquerda do Rio Amazonas, a ligação da rodovia Santarém-Curuá Una à Transamazônica e a situação da Multinacional Alcooa em Juruti, foram os principais assuntos.

O deputado Lira Maia, disse que na próxima semana o Congresso Nacional começa a debater as medidas provisórias do PAC, Plano de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, e que na oportunidade tentará incluir a ampliação do aeroporto Maestro Wilson Fonseca.
O vice-governador do Estado, Odair Corrêa, disse que hoje vai à secretaria de Meio Ambiente do Estado e tem em seguida uma reunião com a governadora Ana Julia. Mas ontem, adiantou aos presentes que a Secretaria de Tecnologia e Meio Ambiente do Estado, por determinação da governadora, resolveu suspender temporariamente a autorização para a extração de larvas por parte da empresa em Juruti.

Compartilhar:

DESTAQUE:

Ator Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

O ator e humorista Paulo Silvino morreu na manhã de hoje (17), aos 78 anos, em sua casa na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade d...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive