sábado, 30 de junho de 2007

Viaduto será inaugurado hoje

Após 14 dias de intensa programação promovida pelo Governo Cidade da Gente para comemorar os 346 anos de Santarém, o grande desfecho será neste sábado, 30 de junho, com a inauguração do Anel Viário e Duplicação da Fernando Guilhon. A Festa está prevista para começar às 18 horas e terá como atração cultural o cantor paraense Pinduca.

A Prefeita Maria do Carmo dará à obra o nome de Gerardo Monteiro, que por 24 anos residiu em Santarém e destacou-se no exercício de sua função: Mestre de Obras.
Gerardo Monteiro: Nasceu em 31 de janeiro de 1923 na cidade de Cariri-açu, município de Crato, no estado do Ceará.

Chegou à Santarém em 1943 para trabalhar como agente de combate à malária, pelo Ministério da Saúde. Depois, trabalhou na Secretaria Estadual de Saúde Pública exercendo a função de Mestre de Obras e assumiu a chefia da Secretaria de Água e Esgoto – SAE. No 1º mandato do então Prefeito, Dr. Everaldo Martins, Gerardo passou a trabalhar nas construções que a prefeitura executava.

Entre as obras, destacam-se:
- construção da Avenida Barão do Rio Branco (trecho do Aeroporto Velho até a Matriz);
- construção do Mendonça Furtado (da Rodagem até a Prainha);
- construção da Rua 24 de Outubro (do antigo Teatro Vitória até o antigo Matadouro,
hoje Praça Tiradentes);
- Mercado Modelo;
- construção do cais de arrimo em frente a Prefeitura antiga, hoje o Centro Cultural
João Fona;
- serviços de esgoto e saneamento básico em diversas ruas;
- serviços de pontes de madeira em diversas colônias;
- revitalização na capela do cemitério;
- construção de uma escadaria com mais de 100 degraus no Guajará;
- construção de poço artesiano e caixas d’água em diversas colônias, dentre outras.
Gerardo casou-se em Santarém com Irene Wanghon Monteiro. Faleceu em 03 de janeiro de 1967, vítima edema pulmonar.
Compartilhar:

Operação Ouro Verde II

A Polícia Federal deflagrou na manhã da última sexta-feira, 29, a operação Ouro Verde II, para prender uma quadrilha envolvida na falsificação de licenças ambientais. A ação acontece em Belém e mais dez cidades do interior do estado do Pará, além de dois municípios no interior do Maranhão. Cerca de 140 Policiais Federais do Pará, de Rondônia e do Maranhão estão cumprindo 34 mandados de busca e apreensão, 24 mandados de prisão temporária, e 6 mandados de prisão preventiva.

As investigações policiais, iniciadas há seis meses pela Delegacia de Combate aos Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico da Superintendência da Polícia Federal no Pará, apontam que os envolvidos teriam praticado vários crimes contra o meio ambiente. O grupo estaria envolvido ainda em delitos como corrupção ativa, corrupção passiva, estelionato, inserção de dados falsos em sistema de informações e violação de sigilo funcional, dentre outros.

As fraudes realizadas pelo grupo se davam de duas formas: uma era a inserção fraudulenta de créditos no sistema informatizado que permite a impressão dos Documentos de Origem Florestal – as DOF´s . A outra era a impressão de grande número de DOF´s, onde constavam quantidades absurdas de madeiras e carvão a serem transportadas e/ou estocadas. Com isso, a quadrilha conseguia “esquentar a madeira” ou “lavar a madeira”.
A propina paga à quadrilha pela inclusão de créditos girava em torno de cem reais (R$ 100,00) por metro cúbico. Apenas numa das operações, identificadas durante as investigações, foram inseridos ilicitamente cento e sessenta mil metros cúbicos (160.000 m³) de madeira o que teria gerado, só nessa operação, um lucro de dezesseis milhões de reais (R$ 16.000.000,00).

A investigação aponta ainda fortes indícios da participação de “hackers” que estariam conseguindo desbloquear o Cadastro Técnico Federal do Sistema do IBAMA e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Pará, por meio da internet. Uma grande rede de venda dos serviços ilegais realizados pela quadrilha foi montada em que pessoas eram indicadas pelos participantes do golpe que passavam de vendedores a atravessadores dos serviços oferecidos, recebendo um percentual pelos serviços realizados em relação aos indicados por eles.

Todo o material apreendido e os presos vão ser encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal em Belém. Os presos vão ser ouvidos em depoimento e depois devem ficar a disposição da justiça.
Compartilhar:

Energia a qualquer preço

Fonte: Amazonia.org.br
Por: Mariane Gusan

As usinas hidrelétricas do Rio Madeira e de Belo Monte se transformaram em ícones da busca por energia na Amazônia a qualquer custo. Segundo Glenn Switkes, da International Rivers Network (IRN), a aprovação do licenciamento ambiental dessas duas usinas significaria que para o país "a energia é mais importante do que qualquer coisa e que nenhum projeto seria inviável".

"As usinas do rio Madeira trazem um padrão de projeto com grandes impactos ambientais, e o de Belo Monte, um padrão de alto impacto em terras indígenas. Se eles forem aprovados, significa que toda degradação pode ser oficializada" defende.

Na última semana duas novas usinas hidrelétricas na região (Barra da Palma, no Tocantins, e Teles Pires, entre Mato Grosso e Pará) deram entrada no processo de licenciamento ambiental junto ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Além destes projetos, nove empreendimentos de grande porteestão em processo de licenciamento junto ao órgão.

Esses dados, segundo Glenn Switkes, são preocupantes na medida em que o Ibama tem concedido licenças a partir da negociação de medidas mitigatórias que não necessariamente reduzem os impactos. "95% dos impactos causados por uma hidrelétrica são negativos, e as medidas compensatórias não são para diminuí-los, o que oficializa e legaliza a degradação" explica Switkes da IRN.

A preocupação das entidades de proteção e defesa do meio ambiente e das comunidades tradicionais presentes na região se justifica também pela idéia amplamente disseminada de que a Amazônia guarda o maior potencial hidrelétrico do país - independente dos males que essa exploração possa causar. "Nos próximos vinte anos, estima-s que cerca de 60 grandes hidrelétricas devem se instalar na Amazônia, com um potencial de geração entre 60 e 70 mil megawatts. Nesses termos, o Ibama se eximiria da responsabilidade sobre os impactos causados por esses empreendimentos justamente por ter pedido 'medidas compensatórias' durante o processo de licenciamento" explica.

Saiba mais sobre os empreendimentos na Amazônia em processo de licenciamento ambiental*:

UHE Arraias - Tocantins
Projeto de pequeno porte em comparação aos demais da região no rio Palma, da bacia Tocantins-Araguaia. Ainda em estágio de definição do Termo de Referência para o Estudo de Impacto Ambiental. Potencial de geração esperado para o projeto: 93 MW

UHE Barra do Palma - Tocantins
Um dos projetos previstos para o Rio Tocantins, que deve receber cerca de 90 barragens entre grandes e pequenas nos próximos anos para a geração de energia. Também uma hidrelétrica de pequeno porte. Potencial de geração esperado para o projeto: 90 MW

UHE Belo Monte - Pará
Em estudo desde os anos 80, o complexo hidrelétrico de Belo Monte, no Rio Xingu, sudeste do estado do Pará, é um dos mais polêmicos da região. Entre os documentos entregues ao Ibama, o empreendedor reconhece a existência de doze aldeias indígenas nas áreas afetadas pelo projeto. Atualmente estão sendo conduzidos os estudos para a construção e implantação do projeto sem um termo de referência do Ibama, que inicia o processo de Estudo dos Impactos Ambientais da Obra. Potencial de geração esperado para o projeto: 11.181 MW

UHE Jirau - Rondônia e UHE Santo Antônio (Rio Madeira) - Rondônia
As hidrelétricas do rio Madeira atualmente estão no centro da polêmica sobre o aproveitamento hidrelétrico da Amazônia. Por ser um projeto vital para o Projeto de Aceleração do Crescimento (PAC) do presidente Luís Inácio Lula da Silva sua aprovação pelo Ibama, ainda que seus estudos de impacto ambiental sejam criticados pela sociedade civil, vem sendo pressionada politicamente por diversas esferas do governo. Potencial de geração esperado para o projeto: 3.150 MW (Santo Antônio) e 3.300 (Jirau)

UHE Marabá - Maranhão, Pará e Tocantins
Mais um projeto polêmico e de grande extensão passando por três estados da Amazônia interligaria a hidrelétrica de Tucuruí a outras três nos rios Tocantins e Araguaia. Por prever a inundação de uma terra indígena, o processo se encontra atualmente paralisado por necessitar de aprovação do congresso nacional para dar seqüência aos procedimentos de licenciamento. Potencial de geração esperado para o projeto: 2.160 MW

UHE Santo Antônio (Jari) - Amapá
Projeto de hidrelétrica no Rio Jarí, na fronteira entre os estados do Amapá e Pará. O processo de licenciamento ambiental aguarda a apresentação de Estudo de Impacto Ambiental do empreendimento. Potencial de geração esperado para o projeto: 100 MW

UHE Tabajara - Rondônia
É uma reconfiguração do antigo projeto de usinas hidrelétricas de Ji-Paraná, no Rio Ji-Paraná, um dos afluentes do Rio Madeira no nordeste de Rondônia. A proposta original previa a inundação de uma terra indígena na região, o que foi alterado no novo plano. O processo de licenciamento aguarda a preparação de um termo de referência para preparação de estudo de impacto ambiental. Potencial de geração esperado para o projeto: 350 MW

UHE Teles Pires - Mato Grosso e Pará
Complexo de hidrelétricas na fronteira entre Mato Grosso e Pará. É um dos novos projetos a dar entrada no processo de licenciamento ambiental. Segundo o International Rivers Network, o projeto fez um novo estudo de viabilidade, pois uma de suas barragens inundaria uma terra indígena na região. Potencial de geração esperado para o projeto: 1.449

*Inúmeros outros projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas estão em estudo nas respectivas secretarias de meio ambiente e órgãos correlatos em nível estadual por não ultrapassarem as fronteiras regionais e por terem potencial de geração inferior a 30 MW.
Compartilhar:

Bairro do Ipanema recebe obras de infra-estrutura


Uma caravana de secretários, assessores e autoridades políticas do município acompanharam a Prefeita Maria do Carmo em mais uma ação de governo na tarde desta quinta-feira, 28 de junho, no bairro Ipanema.

Através das Secretarias de Infra-Estrutura (SEMINF) e Transportes (SMT) e da Coordenadoria de Desenvolvimento Urbano (CDU), três grandes benefícios foram entregues aos moradores da área: a energia elétrica, o microssistema de abastecimento de água e o transporte coletivo.

Na Travessa Asa Branca, foram instalados 11 postes com luminárias, assegurando iluminação pública de qualidade. Segundo os moradores, durante muito tempo, eles eram privados de saírem à noite. Devido à escuridão, eles ficavam mais vulneráveis à violência. A Prefeitura mudou esse quadro.

Com a energia, 450 famílias também podem usufruir de água encanada, através do microssistema. Essa era uma das principais reivindicações feitas pela comunidade à Prefeita.
Compartilhar:

sexta-feira, 29 de junho de 2007

Obras da BR-163 serão reativadas, garante Lira Maia

Recentemente o Tribunal de Contas da União mandou suspender a licitação para recuperação da BR 163(Santarém/Cuiabá) sob a alegação de irregularidades no processo.
Preocupado com o impacto sócio-econômico que a suspensão da obra pode causar para a Região Oeste do Estado, o Deputado Joaquim de Lira Maia manteve esta semana, contato com a diretoria do DNIT em Brasília na intenção de buscar uma solução para o impasse.

Segundo o Parlamentar, uma das empresas entrou com representação junto ao TCU alegando ilegalidade de algumas exigências do Edital pois o DNIT exigia que as empresas teriam que comprovar a capacidade de execução dos serviços o que, assegura a garantia de execução dos serviços. Mediante este impasse, o DNIT está promovendo novos esclarecimentos através de Edital de forma a não deixar dúvidas em relação a lisura do processo de licitação.

Ainda esta semana o TCU estará recebendo estas propostas junto com o pedido de autorização para publicar novo edital e o cancelamento da decisão do Tribunal. Após esta liberação, o DNIT reiniciará o processo de licitação e dentro de no máximo sessenta dias, as obras poderão ser iniciadas.

“Nestes últimos dias, temos acompanhado todo o esforço do DNIT em resolver o problema, tendo inclusive, participado da busca de uma solução rápida e que assegure a transparência do processo licitatório em questão. Posso afirmar que, com as medidas tomadas pelo DNIT, acreditamos que dentro de 60 dias, poderemos ter iniciadas as obras de recuperação e manutenção da BR 163, obra esta, de vital importância para o desenvolvimento do Pará e em especial, para a Região Oeste do nosso Estado, concluiu o Deputado Lira Maia.
Compartilhar:

Portos do Pará excluídos da MP 367/2007

O presidente da Frente Parlamentar Pró-Hidrovias e Portos do Pará, Luis Cunha, reagiu com indignação à aprovação, pela Câmara Federal, da Medida Provisória 367/2007, que concede crédito extraordinário de R$ 37 milhões às companhias Docas de São Paulo (CODESP), Rio de Janeiro (CDRJ), Bahia (CODEBA) e Espírito Santo (CODESA). “Mais uma vez, o Pará ficou do lado de fora. Para os nossos portos, nem água”, desabafa o parlamentar.

A justificativa da MP é dar continuidade à implantação de empreendimentos voltados à revitalização, à ampliação e à modernização da infra-estrutura portuária nacional, sob a responsabilidade das Companhias Docas. Ressaltando o quanto o Pará precisa de investimentos no setor e pregando que todos se unam à Frente Parlamentar para reforçar a luta, o deputado Luis Cunha lamenta a desarticulação paraense, que favorece esse tratamento desigual e aumenta ainda mais as distorções regionais.
Compartilhar:

Colação de Grau

Os acadêmicos do Curso de Gestão de Jornalismo 2005 da FIT, encerram sua jornada com a solenidade de Formatura nesta sexta-feira, às 19 horas, no no auditório principal da faculdade, que reunirá os familiares e amigos dos formandos.

Os primeiros Gestores de Jornalismo de Santarém prometem exercer com dignidade as atribuições ao grau que ora recebem visando ao engrandecimento, em todos os aspectos, da região, do Brasil e de todos os homens e do Homem todo.

A turma recebeu o nome da Jornalista Nair Santos Lima.
Compartilhar:

Ferrovia na BR-163

É o que defende a ONG Preserve Amazônia, com sede em Brasília. A entidade repassou informações que conseguiu inserir na pauta dos dias 3 e 4 de julho, do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), o pedido de estudo comparativo entre os modelos de transporte na região da Santarém-Cuiabá, a BR-163.

A ONG faz campanha, há dois anos, para a substituição da rodovia por ferrovia. Ela luta contra um lobby bilionário, o das corporações das estradas.

No caso da Santarém-Cuiabá, há uma hidrovia pronta ao longo do trajeto da estrada, mas nem o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e o atual Lula ligaram para as eclusas de Tucuruí.

Outra ação importante da Preserve Amazônia foi buscar o apoio de uma das vozes mais legítimas da democracia que engatinha no país, o jornalista e deputado verde Fernando Gabeira, que agora age na trincheira da banda boa da Câmara Federal.

O deputado deverá levantar a questão na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara.

Fonte: Agência Amazônia
Compartilhar:

Feira da Produção Familiar

O Centro de Estudos de Trabalho e Formação de Trabalhadores Rurais do Baixo Amazonas (CEFTBAM) vai realizar a VII Feira da Produção Familiar, no período de 5 a 8 de julho, na Praça Barão de Santarém. O objetivo é divulgar a produção da agricultura familiar do Baixo e Médio Amazonas e promover um espaço de comercialização e de troca de experiências entre os participantes.

Os estandes já começaram a ser instalados para receber as delegações dos municípios da região. Segundo ele, dentre as novidades deste ano está a participação de produtores do município de Gurupá, que devem chegar a Santarém no início da semana.
Compartilhar:

Círio Fluvia

Neste momento, acontece a tradicional procissão fluvial em homenagem a São Pedro, padroeiro dos pescadores.

De acordo com João Nilson, que integra a coordenação, a colônia intensificou os preparativos para a procissão de são Pedro.

Cerca de 200 embarcaçõesão participam da procissão pelas águas dos rios Tapajós e Amazonas.
Compartilhar:

Madeireira multada em quase R2 milhões

A Gerência Executiva do IBAMA em Santarém/PA através da DICOF - Divisão de Controle e Fiscalização no âmbito do "Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento na Amazônia Legal/2007 autuou a Empresa Madeireira Rancho da Cabocla no valor de R$ 1.785.475,40.

A multa refere-se a dois autos de infração. Um deles lavrados no valor de R$ 1.699.559,00 pelo fato da empresa ter em depósito 6.798,236 m3 de madeira sem a cobertura da documentação legal expedida pelo órgão competente. O outro auto de infração no valor R$ 85.916,40 foi lavrado pelo fato da empresa ter vendido 859,164 m3 de madeira sem autorização legal.

A autuação foi realizada após uma intensa ação fiscalizatória na empresa que durou mais de quinze dias e constatou as irregularidades que culminaram com a aplicação da multa.

As ações da Divisão de Controle e Fiscalização de Santarém continuarão e serão intensificadas na região, objetivando a coibição de infrações desse tipo. Para isso estão sendo planejadas e executadas diversas ações com atuação em pontos estratégicos da região oeste do Pará. Recursos foram alocados e servidores de vários estados do país estão sendo convocados para viabilizar essas operações.
Compartilhar:

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Alcoa e CI-Brasil unem forças na conservação da biodiversidade

Nos próximos cinco anos a Alcoa Alumínio S.A., a Fundação Alcoa e a organização ambientalista Conservação Internacional (CI-Brasil) vão colaborar com a implementação de unidades de conservação na Amazônia, um reforço significativo no trabalho do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que pretende avançar dos atuais 20 milhões de hectares de áreas protegidas na região para 30 milhões, também nos próximos anos. Esse suporte ocorrerá por meio do "Programa de Apoio à Conservação da Biodiversidade da Amazônia", lançado na manhã do dia 26, no Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém.

O Programa abrange uma das áreas mais ricas em espécies da região, entre os rios Tapajós e Madeira, ao Oeste do Pará e Leste do Amazonas, e representa uma estratégia indicada como sendo a mais eficiente para proteger a biodiversidade e conter o desmatamento em áreas de grande dinâmica social e econômica, segundo muitos estudos de referência.

Na primeira fase do programa, foram selecionadas quatro unidades de conservação como prioritárias para investimentos: Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, Parque Nacional da Amazônia, Floresta Nacional do Pau Rosa e Floresta Nacional de Amaná.
Essas unidades estão praticamente conectadas entre si e formam o núcleo de um novo Corredor de Biodiversidade na Amazônia, com quase 10 milhões de hectares, distribuídos entre os municípios de Juruti (PA), Maués (AM), Santarém (PA), Aveiro (PA) e Itaituba (PA).

A duração do Programa de Apoio à Conservação da Biodiversidade da Amazônia será de cinco anos, com recursos da ordem de R$ 2 milhões das instituições parceiras. "Acredito que com o apoio de todos, entidades não governamentais, privadas e públicas, podemos criar um corredor ecológico com pelo menos 10 milhões de hectares", contou o vice-presidente de Ciência da CI-Brasil, José Maria Cardoso.

O compromisso em conservar estas áreas vai além dos cinco anos previsto para o programa. A meta é que em 2012, seja criado um fundo de R$ 60 milhões para manter as unidades de conservação. "A Alcoa tem um compromisso com o uso sustentável dos recursos naturais. A implementação efetiva das unidades de conservação, que serão beneficiadas pelo Programa de Conservação, é mais uma das iniciativas que a empresa busca junto à preservação ambiental, indo muito além do que é previsto em Lei", falou Nilson Souza, vice-presidente de Produtos Primários da Alcoa América Latina.

Desenvolvimento sustentável - Segundo Maurício Mercadante, diretor de Áreas Protegidas do Ministério do Meio Ambiente (MMA), a iniciativa lançada pelas duas organizações está de acordo com as diretrizes do Governo, que busca promover o desenvolvimento local e regional com base na conservação e no uso sustentável dos recursos naturais. "Queremos gerar riqueza, emprego e renda. Melhorar a vida das pessoas sem destruir a floresta, mantendo-a em pé e o mais íntegra possível sob o ponto de vista ecológico", afirma.

O diretor do Ministério do Meio Ambiente ressalta que a transformação desse potencial em realidade vai demandar investimentos em planejamento, capacitação, infraestrutura, monitoramento, entre outras atividades, e acredita que esse desafio só será enfrentado com sucesso a partir de uma ação conjunta e integrada entre governo e sociedade. "A iniciativa da Conservação Internacional e da Fundação Alcoa é um passo importante nessa direção e conta com o apoio do MMA", completa.

Por sua vez, Valmir Ortega, secretário de Meio Ambiente do Estado do Pará, afirma que "o Governo do Estado do Pará considera esta iniciativa da Conservação Internacional e da Alcoa como um bom exemplo de como o setor empresarial e o terceiro setor podem se unir visando a contribuir com a conservação da biodiversidade de um dos lugares mais ricos do planeta.
Compartilhar:

terça-feira, 26 de junho de 2007

Colombianas presas pela PF

Através de uma denúncia anônima a Polícia Federal prendeu uma quadrilha de traficantes no bairro Santo André, na periferia da cidade de Santarém. Duas colombianas foram presas em flagrantes, elas traziam a droga em um barco que vinha de Manaus.

As colombianas Carmen Rosa e Diana Entequera foram presas quando entregavam a droga a Antônio Francisco Oliveira da Silva, conhecido como Rodrigo.

Segundo a Polícia Federal foram apreendidos oito quilos de pasta base de cocaína. A PF informou que as colombianas traziam a droga presa ao corpo e usavam pó de café pra disfarçar o cheiro.

As investigações apontam que a droga vinha da cidade de Letícia, na fronteira entre o Brasil e a Colômbia, considerada uma das rotas do tráfico.

Outras duas mulheres também foram presas sob suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas. Uma delas é Shirley dos Santos Garcia, casada com Antônio Francisco da Silva.

Os acusados estão sendo ouvidos na delegacia da Polícia Federal e deverão ser encaminhadas ainda hoje para a Penitenciária Silvio Hall de Moura, em Santarém.

Essa não foi a primeira apreensão de cocaína na cidade nesse mês. No último dia 21, Lourenço dos Santos, foi preso em flagrante com 9 papelotes de pasta base de cocaína. O traficante foi acusado de estar vendendo a droga no interior de um mercado público da cidade.
Compartilhar:

Boto vira isca na Amazônia

Um dos símbolos do folclore brasileiro, o boto cor-de-rosa, corre perigo de entrar para a lista de espécies ameaçadas de extinção. Pesquisadores denunciam a matança indiscriminada do animal, que vive na Região Amazônica.

Uma técnica de pesca importada da Colômbia se transformou na maior ameaça ao boto da Amazônia. Os pescadores usam a carne do animal como isca para atrair peixes.

Um pescador contou que o boto já tem valor no mercado negro na Região Amazônica. “(Os pescadores) compram pra fazer isca. Dizem que (o preço) é R$100”, afirmou Manoel Araújo.

A pesquisadora Vera Silva, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, diz que nos últimos sete anos a taxa de mortalidade da espécie chegou a 10% ao ano no entorno da reserva de Mamirauá , no Amazonas. O local serve de base para estudos sobre o animal. “A retirada de 10% de uma espécie, de um mamífero que tem uma reprodução lenta, é perigosa e, se não diminuir ou parar, nós vamos ter um problema muito rápido.”
Compartilhar:

Operação Abatedouro.

A ação visa combater a sonegação de impostos em frigoríficos nos Estados do Tocantins, Maranhão e Pará. Estima-se que os frigoríficos já deram prejuízos de R$ 2 bilhões aos cofres públicos nos últimos cinco anos.

Só no maranhão são 22 mandados de busca e apreensão e nove mandados de prisão em empresas frigoríficas.

A suspeita é de sonegação fiscal, falsidade ideológica, formação de quadrilhas e falta de repasse de recursos destinados à Previdência Social.

Participam da operação 51 auditores fiscais e 150 policias federais.
Essa é a primeira operação para combater crimes contra a Previdência depois da criação da Receita Federal do Brasil.
Compartilhar:

Casos de Calazar em Santarém

Jorge Eimar, chefe da DIVISA (divisão de vigilância e saúde) confirma dois casos de calazar no município de Santarém.

O primeiro caso foi registrado no bairro da Nova República e envolve uma criança de apenas três anos de idade.

O pai da criança disse que estava trabalhando fora da cidade e quando retornou foi informado pela esposa sobre o que havia ocorrido com sua filha. A criança está internada.

O chefe da Divisão de Vigilância e Saúde do município de Santarém, Jorge Eimar, disse que além do caso na Nova República uma segunda pessoa foi acometida com a doença na comunidade de Capixauã, no interior do município.

Ele relatou ainda que ao todo no município de Santarém existem comprovados 9 casos.
Compartilhar:

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Força-tarefa aprova 84 planos de manejo floresta sustentável

A força tarefa criada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectam) para analisar os Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), e outros projetos ligados ao setor madeireiro e florestal, deverá licenciar até a próxima semana 84 desses projetos. Até o momento já foram aprovados 26 planos de manejo e outros 58 dependem apenas da assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) a ser firmado com o Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra), que vai permitir a exploração madeireira sustentável em Projetos de Assentamentos, totalizando assim 84 planos aprovados. A previsão é que o TAC seja assinado ainda nesta semana pelo presidente Rolf Hackbart.

O secretário Valmir Ortega acredita que até o final de julho deverão ser liberados 90% dos planos de manejo em análise, desafogando assim o setor florestal, que se queixa de comprometimento da safra madeireira. Ortega explica que o fluxo só não está mais adiantado em razão da greve de servidores do Incra e do Instituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis (Ibama), já que a Sectam demanda muitas informações sobre a legalidade fundiária e ambiental das áreas propostas para o manejo.
Compartilhar:

Proposta de Lei

O deputado CARLOS MARTINS – PT, apresentou uma proposta de lei através de emenda aditiva sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias – para o exercício financeiro 2008, dispondo sobre regionalização das dotações orçamentárias para as regiões do Estado, assim consideradas pelo Executivo, nos termos do que determinam o inciso V do Art. 50 da CE, a proposta já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da ALEPA e será votada em plenário por toda esta semana.

O parlamentar santareno, acredita que a sua proposta de Lei vai ao encontro das metas apresentadas pelo Governo do Estado, pois, em seu entendimento as leis orçamentárias – PPA, LDO e LOA, são os principais instrumentos legais de real importância para a efetivação das políticas públicas do Estado.

O deputado apresentou duas proposições aprovadas por unanimidade no Plenário da Casa. Uma solicitando do Comando Geral da policia Militar do estado o aumento do efetivo do 3° BPM de Santarém; reivindicou da secretaria estadual de educação a construção de uma Escola Estadual de Ensino Médio no bairro do Mapiri.

Usando a tribuna da Assembléia o deputado Carlos Martins (PT),falou a respeito do Plano de Desenvolvimento do Estado que para ele está conseguindo trazer muitos benefícios ao Pará.

“Com este plano já conseguimos acabar com o débito de mais de 3 milhões e ainda ter 250 milhões em caixa. Já promovemos ações como bolsa trabalho, redução da cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre a tarifa da luz, a nova política ambiental e florestal, dentre outras ações que estão trazendo desenvolvimento ao Estado, finalizou o deputado que representa o Oeste do Pará na Assembléia Legislativo do Estado.
Compartilhar:

sábado, 23 de junho de 2007

Enquanto isso em Novo Progresso...

O Vereador Mauro César, conhecido pelo apelido de “Rato” é acusado pelo ex-vereador Adécio Piran de tentar roubar o site da Folha do Progresso para não ver seu nome envolvido em escândalos.

Com medo das verdades que estavam sendo divulgadas pelo site sobre as suas falcatruas cometidas na Câmara de Vereadores, “Rato” alterou o cadastro do registro folhadoprogress.com.br, transferindo-o para seu nome e conseqüentemente para outro provedor e publicando um página de site em manutenção.

A pilantragem como mostra as denúncias protocoladas na Câmara contra o vereador, não se restringe apenas dentro daquela casa, mas também em golpes baixo, roubo de via de comunicação para tentar ocultar suas falcatruas que o mesmo (folha do progresso) vem divulgando e comprovando que o vereador em questão rouba mesmo e depois tem a cara dura de negar tudo mesmo diante de provas convincentes de suas pilantragens, e que além de cometer seus delitos para com o povo progressense.

E o pior que “Rato” apóia os atos do atual prefeito Tony que está sendo acusado de esquema de corrupção, improbidade administrativa, esquema mensalão e enriquecimento ilícito, e o mesmo tenta encobrir todas as denúncias feita contra o prefeito para que o prefeito saia ileso das mesmas que foram protocoladas na Câmara, o site também vinha trazendo as denúncias contra o prefeito Tony publicadas, provavelmente seja mais um dos motivos de o vereador ter roubado o mesmo.

O vereador já havia ameaçado do roubo, mas a direção do jornal não achava que o mesmo fosse capas de se rebaixar tanto para tal ato imprudente e desonesto, já foram tomadas as devidas providencias para que o domínio do site do Jornal Folha do Progresso, venha novamente a pertencer ao mesmo e que o vereador responda na justiça tal ato desonesto.

Fonte: Folha do Progresso
Compartilhar:

Caso Novelino

Juiz Fredson Catherine, da 11ª Vara Penal, decretou prisão de Chico Ferreira, Luiz Araújo, Sebastião Cardias e José Augusto Marroquim, acusados de participar do assassinato de irmãos.
Compartilhar:

Biodiversidade da Amazônia

Na próxima terça-feira, em Belém, acontece o lançamento do Programa de Apoio à Conservação da Biodiversidade da Amazônia.
O evento terá início às 10 horas e será realizado no Museu Paraense Emílio Goeldi, Espaço Alexandre Ferreira.
Compartilhar:

Senador é acusado de desmatamento

O Ibama notificou o senador Jayme Campos (DEM-MT) por desmatamento ilegal de mais de 500 hectares numa área de preservação em sua propriedade, Agropecuária Santa Amália, em Alta Floresta. Ele pode ser multado em mais de R$ 1 milhão e obrigado a recuperar a área. Segundo sua assessoria, o senador já apresentou sua defesa e tinha autorização para desmatar até 50% da propriedade, com base na lei ambiental em vigor até 2002.

Fonte: O Estado de S.Paulo
Link: http://www.estado.com.br
Compartilhar:

Plantio de soja é proibido

Medida do governo local tenta eliminar a ferrugem asiática, praga que ataca as lavouras e que já causou prejuízo de US$ 2,2 bilhões em todo o país apenas na safra 2006/2007. O fungo precisa da planta viva para sobreviver, daí a necessidade de se arrancar até as espécies que germinam espontaneamente.
Compartilhar:

ABUSO SEXUAL

O delegado do município de Fonte Boa, sargento da Polícia Militar Sizino Torceira da Costa, está sendo acusado de abusar sexualmente de uma adolescente de 13 anos. A denúncia foi feita no início da semana à promotora pública daquele município, Elizandra Leite Guedes Lira, pela mãe da adolescente.

O caso está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual. O Comandante-geral da PM, Coronel Wilson Martins, que soube do episódio ontem, informou que a corregedoria da corporação deve investigar o caso.

Fonte: Amazonas em Tempo (www.emtempo.com.br
Compartilhar:

Processos ambientais

Se a quantidade de processos judiciais instaurados por causa de crimes contra o meio ambiente no interior do Amazonas continuar subindo, o Estado poderá atingir em dezembro de 2007 o segundo maior patamar de ações desse tipo já movidas em toda a história. A afirmativa foi feita pela promotora do Ministério Público Estadual (MPE), Maria José da Silva Nazaré.
Compartilhar:

Irregularidades são flagradas em blitz na Curuá-una

Grupo de policiais militares fez posto de controle de tráfego na rodovia Curuá-una. O objetivo é coibir o alto índice de furtos de veículos em Santarém.

Com o intuito de coibir irregularidades no trânsito santareno, a polícia de trânsito da polícia militar instalou na rodovia estadual que liga Santarém a Hidrelétrica de Curuá-Una um posto de controle do tráfego.

Segundo a comandante da operação, Tenente Marnilza Moita, em menos de uma hora de operação algumas irregularidades foram flagradas, mas a maioria foi resolvida durante a blitz. “Se contatada a irregularidade nós vamos tirar esse motorista ou esse veículo de circulação, para dar maior segurança ao trânsito, diminuindo o número de acidentes” – informou a comandante da operação.

Motoristas que trafegavam pela PA 370 foram surpreendidos pelo grupo de policiais. Documentação em atraso, falta de habilitação e menores ao volante foram as principais irregularidades encontradas durante a blitz.

Participaram da operação a guarnição de policiamento ostensivo, a rádio-patrulha e o Grupo Tático de Operações. Segundo o setor de planejamento do 3º Batalhão, as operações serão realizadas em períodos e locais alternados, podendo acontecer na zona central ou na periferia da cidade.

Mauro torres
Compartilhar:

´Censura preventiva´ ameaça mídia brasileira

Brasil - A ONG Repórteres sem Fronteiras condenou nesta sexta-feira, 22, recentes decisões da Justiça brasileira contra a mídia do País. Foram quatro casos este ano de condenação por "censura preventiva", proibindo a publicação de reportagens. A organização de defesa da liberdade de imprensa afirma que essas decisões judiciais criam "um clima de intimidação e de incitação à autocensura".

Na última quinta-feira, o prefeito de Salvador, João Henrique, obteve decisão favorável proibindo o grupo de comunicação Metrópole - que possui estação de rádio, revista, site e blog - de citar seu nome. A medida foi tomada em uma caricatura do político, publicada na primeira edição da revista do grupo. Foram apreendidos 30 mil exemplares.

Segundo a ONG, o caso é de ordem política, uma vez que o presidente do Metrópole, Mário Kertész, foi prefeito da cidade em duas ocasiões e usa os seus veículos para acertar contas pessoais com o sucessor, seu desafeto.

Em outra decisão, em 15 de junho, a Justiça de São Paulo proibiu o semanário Folha de Vinhedo de publicar entrevista na qual o ex-secretário jurídico do município, Paulo Cabral, incriminava autoridades locais em casos de corrupção. A juíza determinou "censura preventiva" contra o semanário de 1° a 15 de junho deste ano.

Em 4 de março, a juíza Maria Isabel Caponero Cogan determinou a censura de inquérito que deveria ser divulgado pela TV Record. A reportagem acusava Armando Tavares Filho, prefeito de Itaquaquecetuba (São Paulo), de estar implicado em casos de corrupção e enriquecimento ilícito.

Em 9 de fevereiro, a Justiça do Estado de Santa Catarina proibiu o diário Gazeta de Joinville, de publicar qualquer artigo que mencionasse os nomes do prefeito da cidade, Marco Tebaldi, de sua mulher e da ex-miss Brasil, Taiza Thomsen. O jornal, de fato, tinha falado de relacionamento amoroso entre esta última e o político. Além da medida de “censura preventiva”, estabeleceu multa, também preventiva, de cerca de 774 euros por dia.

Estadão
Compartilhar:

TCU suspende licitação da BR-163

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou ontem, por medida cautelar, que o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), suspenda licitação para contratação de empresa para execução de serviços de conservação e recuperação da BR-163/PA, por suspeitas de irregularidades.

As obras da rodovia foram orçadas em R$ 44.516.944,70. De acordo com o ministro Ubiratan Aguiar, relator do processo, há indícios de restrição ao caráter competitivo da licitação, o que pode ocasionar prejuízo ao erário.

O tribunal determinou audiência do diretor-geral do Dnit, para que se manifeste sobre as irregularidades dentro do prazo de 15 dias. A licitação ficará suspensa até que o tribunal decida sobre o assunto.

O ministro-relator Ubiratan Aguiar ainda redigiu um comunicado para o presidente, ministros e para o procurador-geral explicando a decisão.
Leio o documento da íntegra:
Comunicação
Comunico a este Colegiado que, no dia 19 de junho de 2007, ao ter presente o processo de representação TC-016.484/2007-0, adotei medida cautelar, com base no art. 45 da Lei 8.443/1992 c/c o caput do art. 276 do Regimento Interno/TCU, e determinei ao Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes – Dnit que se abstivesse de dar prosseguimento à Concorrência objeto do Edital 162/2007, até que este Tribunal decida quanto ao mérito da questão suscitada.

A licitação tem como objetivo a contratação de empresa para execução dos serviços de conservação e recuperação na Rodovia BR-163/PA, serviços estes orçados em R$ 44.516.944,70.

O motivo fundamental para a concessão da medida cautelar foi a verificação de que a irregularidade apontada na representação, se confirmada, caracteriza restrição ao caráter competitivo do certame, podendo, efetivamente, caso não elidida, ocasionar prejuízos ao Erário e a eventuais empresas que, em razão dessa restrição, não se dispuseram a participar da concorrência.

Informo, também, que foi determinada a oitiva do Diretor-Geral do Dnit, nos termos do art. 276, § 3°, do Regimento Interno/TCU, para que se manifeste, no prazo de 15 (quinze) dias, acerca da irregularidade apontada na representação. Destaco, ainda, que autorizei, desde já, a realização, por parte da unidade instrutiva, de diligências e inspeções que se fizerem necessárias.

Registro, por fim, que informações complementares sobre a matéria constam do despacho que sustenta a presente medida cautelar, distribuído com antecedência a Vossas Excelências.

Ante o exposto, submeto a medida cautelar em referência à apreciação deste Plenário, conforme previsto no §1º do art. 276 do Regimento Interno do TCU.
T.C.U., Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 20 de junho de 2007.
UBIRATAN AGUIAR
Ministro-Relator
(TC-016.484/2007-0)
Compartilhar:

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Vereador pede regulamentação para Ong's

O vereador líder dos Democratas da Câmara de Vereadores do município de Itaituba, no Oeste do Pará, Paulo Gasolina, apresentou uma proposta de lei, propondo do Executivo Municipal que institua políticas públicas sobre os critérios para concessão de alvará de licença no que concerne ao funcionamento e implantação de Organizações e/ou Entidades Não-Governamentais (ONGs) na área territorial do Município de Itaituba, sem que as mesmas apresentem uma planificação de suas finalidades, bem como a realização das suas atividades e programa; constando no termo da implantação à forma e os meios a serem utilizados para a divulgação das ações praticadas pela entidade, origem e destino dos recursos recebidos, etc.

No bojo da proposição, Paulo Gasolina sugere que essas organizações não-governamentais e ou entidades que se dizem beneficentes também devam apresentar as seguintes considerações, em prol do Município, tais como: uma Política de Desenvolvimento Econômico, Social e Cultural, para o Município, visando buscar e atingir os seguintes objetivos gerais:

I – fortalecer e consolidar o Município de Itaituba como pólo de desenvolvimento econômico, social e cultural da região;
II – modernizar e dinamizar a cadeia produtiva de culturas locais, respeitando a diversidade e diferença do local;
III – identificar empreendimentos e negócios econômicos prioritários, na área de sua atuação;
IV – fomentar a infra-estrutura de apoio às atividades econômicas, dentro de um plano de sustentabilidade ambiental e/ou na área especificada de sua atuação;
V – incentivar a implantação de programas na área de sua atuação para a criação de novos produtos e processos de produção e conservação e preservação ambiental ou em outros setores a que a organização se propõe;
VI – incrementar o mercado de trabalho e gerar renda;
VII – melhorar a infra-estrutura necessária de apoio às atividades econômicas das zonas rural e urbana;
VIII – estimular a criação de cooperativas;
IX – criar indicadores sócio-econômicos de desempenho setorial, para auxiliar o crescimento municipal.

O vereador Paulo Gasolina salienta ainda que está cada vez mais aumentando o número de ações e discussões judiciais envolvendo organizações não-governamentais (ONGs) instituídas como fundações ou entidades civis sem fins lucrativos.

É a outra face da tendência de expansão do chamado terceiro setor, que passou a fazer diferença do ponto de vida econômico e incorporou práticas gerenciais mais profissionais.

As ações na Justiça discutem desde o aproveitamento de benefícios fiscais pelas ONGs até o seu uso para fins diferentes dos previstos nos estatutos das entidades.

O trabalho do vereador foi aceito pelos ilustres pares da Casa e encaminhado para analise e julgamento da comissão competente.
Compartilhar:

Cidade Mídia

O Jornal Experimental Cidade Mídia, produzido pela turma do curso de Jornalismo de Santarém, turma de 2006 do IESPES (Instituto Esperança de Ensino Superior), lançado na última sexta-feira, promete ser um dos principais veículos de comunicação do Oeste do Pará.
Compartilhar:

Mototaxistas

Iniciou nesta segunda-feira, o recadastramento do serviço de transporte individual de passageiro. O recadastramento é realizado na SMT (Secretaria Municipal de Transporte).

A primeiro momento serão recadastrados os motocondutores que já trabalhavam com a autorização do poder público municipal, eles deverão procurar a secretaria de transporte pra fazer o recadastramento. São 450 vagas disponíveis, parte delas, um total de 216, serão destinadas aos motocondutores que já prestavam o serviço com a permissão municipal.

As outras vagas ficaram em aberto para outros interessados. A SMT espera que o processo seja realizado em dez dias. Os interessados as vagas de mototaxistas terão que está com suas obrigações sociais em dia e sem pendências com a justiça ou policia.

Os mototaxistas terão que passar por uma serie de treinamentos, que vão desde relacionamento pessoal até noções de mecânica de veículos automotores.
Compartilhar:

Cooperativa quer plantar curauá em Alenquer

A Cooperativa Agrícola Mista dos Produtores de Alenquer (CAMPA) e a PEMATEC realizaram semana passada, naquele município, reunião para expor o sistema de produção, beneficiamento e industrialização das fibras de curauá. Mais de 20 membros da cooperativa participaram.

Na oportunidade, a CAMPA buscou informações sobre os procedimentos técnicos para preparo do solo, viveiros de mudas e plantio. A pauta também tratou sobre o rendimento da fibra, valor de comercialização do produto, custos para aquisição da máquina desfibradora e principalmente a parceira entre a PEMATEC e a CAMPA.
O interesse na parceira com a PEMATEC para a produção de curauá em Alenquer, surgiu após a visita da diretoria da CAMPA às instalações agrícolas e industriais da empresa em Santarém.

A reunião foi a primeira oficial entre a PEMATEC com os produtores de Alenquer, já ficando acertados futuros contatos para aquisição de mudas e orientações técnicas de plantio.

Em Óbidos - A PEMATEC pela segunda vez participou da Feira Agropecuária de Óbidos, a EXPOFAO. Juntamente com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento daquele município a empresa expõs seus produtos. Parceria que vem dando certo há alguns anos, sempre buscando incentivar a produção de fibras naturais nas comunidades entorno de Óbidos.
Compartilhar:

Caso Bagaço: Acusados são levados a julgamento

Sentaram no banco dos réus, os dois acusados de participarem da morte de José dos Anjos Lopes, o Bagaço. Trata-se de Piu-Piu e Jiló, como são conhecidos os suspeitos de participação do crime.

Jiló foi absolvido por 4 votos a 3 e Piu-piu foi condenado a 19 anos e três meses de reclusão.

Durante uma rebelião na Penitenciária de Santarém, em 2002, Bagaço, que era preso temporário, era acusado de ter matado a mototaxista Maria da Penha Marcião. O crime aconteceu em 14 de junho de 2002. O suspeito havia sido preso com um outro homem, conhecido como Rubineiro, que já foi julgado e condenado.

O Bagaço foi feito de refém durante uma rebelião na Penitenciaria e acabou sendo morto por oito presos. O Ministério Publico acredita que ele foi morto com requintes de crueldades.

Os réus, Geraldo dos Santos Lopes, o Piu-piu e Rosivaldo Pereira, o Jiló, são acusados de participarem de maneira indireta do crime, que na época foi repercutido em toda a região.

O Promotor de Justiça Paulo Roberto Monteiro sugeriu a condenação dos réus, se concedida eles poderão pegar de 6 a 30 anos de prisão.

Segundo o promotor atos de crueldade levaram o acusado de morte da mototaxista Maria da Penha. “o Piu-piu cortou a ‘orelha’ da vitima e o outro (o Jiló) foi quem organizou todo o crime”.

Com informações de Mauro Torres - Notapajós.com
Compartilhar:

SEMAB realiza primeiro seminário de estradas do Oeste do Pará

Acontece nesta terça (19), a partir das 8 horas, no auditório das Faculdades Integradas do Tapajós (FIT), o primeiro seminário sobre estradas do Oeste do Pará.

O seminário é uma realização da Prefeitura Municipal de Santarém, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semab) em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Federação dos Trabalhadores Rurais do Pará (FETAGRI), Secretaria Executiva de Transportes (SETRAN), Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) e Sindicato Rural de Santarém.

O evento tem como principal objetivo discutir demandas e prioridades das vicinais dos projetos de assentamento e seus acessos às rodovias estaduais e federais.
Compartilhar:

sábado, 16 de junho de 2007

PA: presos suspeitos de desviar R$ 1 mi do Pronaf

A Operação Lavrador, deflagrada pela Polícia Federal no Pará, cumpriu 11 mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão, na sexta-feira, contra acusados de usarem agricultores como laranjas para desviar recursos do Programa Federal de Incentivo à Agricultura Familiar (Pronaf). De acordo com os investigadores, pelo menos R$ 1 milhão podem ter sido desviados pela quadrilha.


O crime era praticado nas cidades paraenses de Altamira, Brasil Novo, Medicilândia e Uruará. Entre os envolvidos estão o gerente do Banco do Brasil na cidade de Medicilândia, presidentes de sindicatos de trabalhadores rurais e de cooperativas da região. A Polícia Federal destacou 50 policiais de Altamira, Belém, Marabá e Santarém para a operação.

De acordo com a Polícia Federal, a Operação Lavrador começou há cerca de dois meses, quando iniciaram as investigações a partir de denúncias feitas à PF e ao Ministério Público Federal. Neste período, foram intensificadas as atividades de rua da área de inteligência. Não houve necessidade de promover interceptação telefônica para se chegar ao desfecho das investigações.

Todos os mandados de busca e apreensão foram cumpridos e seis pessoas estão presas. As outras cinco não foram encontradas pelos policiais, que devem continuar os trabalhos de busca. Todo o material arrecadado pelas equipes vai ser analisado pela Polícia Federal.

De acordo com o Ministério de Desenvolvimento Agrário, esta seria a primeira operação realizada no País para combater fraudes no Pronaf.
Agência Brasil
Compartilhar:






Brasília - Criança recebe "gotinha" da vacina contra poliomielite no Centro de Saúde da Vila Planalto. Meta é imunizar 16,3 milhões de crianças em todo o país Foto: José Cruz/ABr
Compartilhar:

quarta-feira, 13 de junho de 2007

Ribeirinhos serão vacinados em Porto Trometas

As crianças menores de cinco anos que vivem nas comunidades ao redor da vila de Porto Trombetas, onde a Mineração Rio do Norte (MRN) está inserida, serão beneficiadas pela primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite de 2007, que começa no próximo dia 16 de junho. A iniciativa do Ministério da Saúde, tem parceria com todas as secretarias de Saúde estaduais e municipais e em Porto Trombetas terá o apoio do Hospital mantido pela MRN.

No ano passado, cerca de 200 crianças ribeirinhas foram beneficiadas com a campanha, que tem por objetivo imunizar 16,3 milhões de crianças em todo o Brasil. Além da vacina contra a pólio, que é via oral, também estarão disponíveis a Sabim (Paralisia infantil), Tetravalente (Difteria, Tétano, Coqueluche e Meningite), Engerix hepatite B) e contra a Febre Amarela. Para colocar em dia as vacinas, é necessário que os responsáveis pelas crianças apresentem o cartão de vacina.

O Hospital de Porto Trombetas foi construído em 1985 com o objetivo de prestar atendimento médico-hospitalar para a comunidade de Porto Trombetas. No entanto, hoje, a maior parte dos atendimentos é feita aos ribeirinhos e moradores de comunidades que estão no entorno da área de atuação da MRN. Além dos atendimentos no ambulatório, a empresa também desenvolve um programa permanente de medicina preventiva e assistencial junto à população dessas comunidades ribeirinhas.

A equipe médica possui especialistas em pediatria, ginecologia e obstetrícia, ortopedia e traumatologia, cirurgia geral, medicina do trabalho, odontologia, enfermagem, fisioterapia, anestesiologia e bioquímica. Além disso, outros especialistas como oftalmologista, neurologista e otorrino atendem uma vez por mês no Hospital, que tem como capacidade 30 leitos.

Histórico - A estratégia de aplicar a Vacina Oral contra a Poliomielite (VOP) em massa foi adotada em 1980, quando foi realizado pela primeira vez o Dia Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Cerca de 18 milhões de crianças foram vacinadas. Desde então o sucesso vem se repetindo ano a ano, o que levou à erradicação da doença em território nacional. O último caso de pólio foi registrado em 1989, em Sousa, na Paraíba. A vacina contra a pólio é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a única maneira de erradicar a doença em todo o mundo.
Compartilhar:

MRN presente nas Festividades São João Batista de Faro

A Mineração Rio do Norte (MRN) está patrocinando as festividades de São João Batista de Faro, padroeiro do município. O evento, que teve início no último domingo, dia 10, vai até 24 de junho com várias atividades e shows programados. Esta é uma das festas mais aguardadas pelos moradores de Faro durante todo o ano.

Para José Haroldo Chaves de Paula, Assessor de Relações Comunitárias da MRN, o patrocínio da empresa mostra como a MRN está preocupada em varolizar a cultura local. "Esta ação é parte dos investimentos da empresa em educação e cultura na comunidades presentes em sua área de atuação", explica Haroldo.

A MRN é uma empresa que produz bauxita em Porto Trombetas, Oriximiná.
Compartilhar:

Hemopa Santarém promove campanha de doação de sangue

A população da cidade de Santarém e municípios podem participar da campanha de esímulo à doação de sangue até esta sexta-feira, 15. A ação está sendo desenvolvida pelo Hemocentro Regional. "Ajude alguém a pular uma fogueira. Doe Sangue". É o tema da mobilização que está distribuindo camisetas, lanche especial e música ambientes, aos doadores do período. A meta é de 150 coletas.

Em dois dias de campanha já foram coletadas 75 bolsas de sangue, levando a crer que a meta será atingida até o final do período. Para o diretor da unidade, o médico Waldir Mesquita, a população atenderá à convocação, colaborando com a formação de estoque técnico de sangue para atendimento da demanda no restante deste mês, que, por ser festivo, ocorrem excessos que normalmente elevam a necessidade de transfusão na rede hospitalar.

Quem pode doar sangue - Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de quilos 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado e munido de documento de Identidade. Após preencher cadastro, ele passa por uma triagem clínica. Se aprovado, efetiva sua doação de sangue.

Doar sangue não dói, não vicia nem faz mal à saúde. Com a doação são realizados exames para sífilis, doença de Chagas, HIV, hepatites, HTLV I e II, além da tipagem sanguínea. Todo sangue é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas e plasma) possibilitando o beneficiamento de mais de um paciente com apenas uma unidade coletada.

Os componentes são distribuídos para os hospitais para atender casos de emergência e pacientes internados.

O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Esse intervalo é necessário porque alguns elementos do organismo, como o ferro, levam de dois e três meses para serem recuperados. Por isso, ninguém deve doar sangue em intervalos menores. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado, evitando apenas a ingestão excessiva de gorduras.
Compartilhar:

Boxe Olímpico do Pará forma base da Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira de Boxe Olímpico começou os treinamentos para a
disputa dos Jogos Pan-americanos a ser realizado no Rio de Janeiro.
Reunida em Santo André (SP), sob o comando do paraense Ulysses Pereira e
do baiano Luiz Carlos Dórea, a equipe é formada por um paulista, um
carioca, quatro baianos e sete paraenses, sendo dois reservas.

O grande número de atletas baianos e paraenses não pode ser relacionado
com os treinadores Ulysses Pereira e Luiz Carlos Dórea. Todos os atletas
da seleção brasileira
são líderes, ou vice-líderes no ranking brasileiro de boxe olímpico, nas
suas respectivas categorias.

Os atletas James Dean (Peso Galo), Mike Carvalho (Peso Ligeiro),
Glaucélio Abreu (Peso Médio), Davi Souza (Peso Pena) e Rafael Lima (Peso
Pesado) são os paraenses titulares na seleção, e, os dois paraenses
reservas são Julião Neto (Peso Mosca Ligeiro) e Robson Fonseca (Peso
Meio Pesado).

A Federação Paraense de Boxe destacou a participação dos paraenses na
equipe brasileira: "Nunca colocamos tantos atletas na seleção titular do
Brasil de boxe olímpico".

Os atletas paraenses recebem apoio da Secretaria de Estado de Esporte e
Lazer (Seel). Nos dias 28, 29 e 30, será disputada a 3ª Copa Seel de
Boxe Olímpico do Pará. As inscrições podem ser feitas na Federação
Paraense de Boxe, até o dia da pesagem oficial dos lutadores que será no
dia 28.
Compartilhar:

Madeireiras ilegais na Amazônia perdem importante mercado

Fonte: Amazonia.org.br/Renata Gaspar

A gigante B&Q, terceira maior rede varejista de materiais de construção e decoração no mundo, anunciou hoje, em Pequim, que, no prazo de três anos, todos seus produtos vendidos na China serão certificados.

Segundo dados do Greenpeace, cuja campanha contra a compra de madeira ilegal culminou na decisão da multinacional, a China é responsável pelo consumo de cerca de 10% da madeira de origem amazônica exportada pelo Brasil. Entre 1999 e 2006, o volume comercializado aumentou 1300%, passando de 6,1 mil toneladas para quase 80 mil toneladas.

A entidade estima que cerca de 80% da exploração de madeira na Amazônia é realizada de maneira ilegal.

"Esse é um passo muito importante, pois as fontes ilegais utilizadas pela China na Amazônia perderam um grande mercado", diz Karina Aharonian, coordenadora do grupo Compradores de Produtos Florestais Certificados, da Amigos da Terra - Amazônia Brasileira. "Como a B&Q tem uma representatividade muito grande no mundo, o potencial multiplicador dessa iniciativa é enorme", complementa.

(Com informações do Greenpeace)
Compartilhar:

terça-feira, 12 de junho de 2007

No rastro do serial killer amazonense

A polícia encontrou ontem o carro do cinegrafista Antônio dos Santos Soares, 25, o “Tony”, apontado como o serial killer que matou cinco pessoas e enterrou quatro em seu quarto.

O Fiat Uno de placas JWH-2526 estava estacionado em frente a uma residência, na rua Manacá, no Jorge Teixeira, zona leste. No final da tarde, o irmão e a mãe de Tony prestaram depoimento.
Compartilhar:

O tiro saiu pela culatra

O vereador Adécio Piran, PDT, de Novo Progresso, sudoeste do Pará, solicitou da mesa diretora da Câmara que investigasse denuncias de corrupção na administração Tony Fabio Gonçalves. O pedido ocorreu no dia 31 de maio, quinta-feira para que fosse votado na segunda-feira, 4 de junho. Porém a sessão foi tumultuada devido ao bate boa entre o vereador Adécio Piran ex-presidente da Câmara e o atual presidente da Câmara Mauro César, que inclusive foi acusado de receber mensalão do Prefeito Tony Fábio.

A votação para a criação de uma CPI foi transferida para esta segunda-feira, 11. O clima esteve um tanto tenso na cidade de Novo Progresso, até porque um grupo, na maioria de opositores ao Prefeito Tony Fábio criou um movimento exigindo moralização e ética na política progressense.

Para a sessão desta segunda-feira, o presidente da Câmara solicitou reforço policial em Novo Progresso, alegando que foi ameaçado, tanto ele quanto sua família e alguns vereadores. Policiais militares e civis de Santarém, Itaituba e Castelo dos Sonhos, fizeram a segurança na Câmara, mas a sessão transcorreu normalmente, a não quando o vereador Adécio Piran tentou tumultuar novamente a sessão.

O motivo de todo tumultuo se deu porque segundo Adécio Piran, que fez sérias acusações contra o prefeito Tony Fábio e os vereadores Mauro César e Ubiraci, ele protocolou o pedido de investigação contra o prefeito e os vereadores antes dos pedidos dos demais contra ele. Contra o prefeito foram feitas 2 denuncias, contra o presidente e vice presidente da Câmara, uma denuncia e contra Aderson Piran, sete denuncias. Entre elas a de tentativa de extorsão. Pois segundo o presidente da Câmara, "Aderson Piran desde a campanha para deputado estadual em 2006 ele contraiu uma dívida de quase R$. 500 mil reais, e não tendo como pagar apelou para o prefeito Tony Fábio, que alegou que seria inviável pagar a sua dívida". A partir daí iniciou uma série de denuncias contra o prefeito, que culminou com pedido de criação de uma comissão parlamentar de inquérito.

Por cinco votos contra quatro, os vereadores rejeitaram a ordem das denuncias, como queria o vereador Piran, ele solicitou que primeiro fosse votado o pedido contra o prefeito, contra e posteriormente contra o presidente e vice-presidente da Câmara. Por cinco votos contra quatro os vereadores rejeitaram o pedido de Piran. O que causou indignação e revolta por parte do mesmo, que imediatamente mandou protocolar seu pedido de renuncia do cargo. E foi o que ocorreu.

Os processos contra os vereadores e prefeito vai continuar, mas sem a presença do vereador Aderson Piran, durante a sessão, o presidente da Casa convocou o suplente para assumir a vaga de Piran.

O acampamento montado pelo Movimento pela ética na política está sendo desmontado na manhã desta terça-feira; e a cidade amanheceu calma.

O prefeito Tony Fábio lamentou a renuncia de Piran, pois segundo ele, ambos parceiros, mas disse está tranqüilo porque as denuncias são infundadas e a acredita que a apuração de todas elas a verdade virá à tona. Mas deixou claro que jamais vai usar dinheiro da prefeitura para pagar divida de agiotas.

Fonte: Jornal Provincia do Tapajós/Lúcio Freire de Novo Progresso
Compartilhar:

Pedido de cassação de prefeito é adiado

A população esteve em grande número na sessão dessa segunda-feira, 4, na Câmara de Vereadores e ali assistiram uma lamentável cena de troca de denúncias escabrosas de corrupção, apropriação de bens públicos, enriquecimento com uso de dinheiro público, e completa falta de decoro parlamentar.

O estopim foram duas denúncias protocoladas na quinta-feira passada, pelo vereador e ex-presidente da Câmara, Adécio Piran. Em um dos processos o vereador denuncia um forte esquema de corrupção com pagamento de propina, por parte do prefeito municipal Tony Fábio Gonçalves Rodrigues para alguns dos vereadores do município; entre eles foram citados o presidente da Câmara, Mauro César Bresciani, o popular "Rato" e o vice Ubiraci Soares, conhecido por "Macarrão", (sem partido); como beneficiados no esquema.

O fator agravante é que Adécio Piran admitiu publicamente que participou do esquema quando foi presidente da Casa, inclusive era quem realizava os pagamentos de propina aos vereadores na época. Tanto o dinheiro do esquema, quanto parte de acertos por ocasião das votações especiais. Piran disse ainda que os vereadores são pagos para se manterem na base de sustentação da administração de Tony Fábio.

Adécio Piran acusa Tony Fábio Gonçalves de estar enriquecendo com dinheiro do município. Seus bens, supostamente adquiridos com dinheiro público em nome de laranjas atingiram milhões depois que assumiu a prefeitura em janeiro de 2005. Atualmente, a população de Novo Progresso, tem conhecimento que o prefeito tem fazendas de gado, no município e no Crepurizão, Em apenas dois anos, Tony Fábio construiu uma mansão de quase 1500m2; comprou um avião monomotor, veículos novos, serrarias, carro de corrida... Piran indagou que "é muito patrimônio para uma pessoa que ganha somente R$ 6.000,00 mensais; ou ele acertou na mega-sena ou está saqueando os cofres públicos". Adécio Piran disse ter provas de todas as denuncias.

As centenas de pessoas que lotavam a Câmara de vereadores esperavam que a pauta da sessão da Câmara na segunda-feira, 4, fosse as denuncias contra o prefeito, porém foram surpreendidos com sete denuncias contra Adécio Piran. Os dois iniciaram um "bate boca", ambos acusando um ao outro de várias irregularidades. Piran, ficou revoltado e não aceitou que esses processos fossem colocados em pauta alegando que protocolou as denuncias contra o prefeito na quinta-feira, 31/5 e até aquele momento nada havia contra ele. Ele chegou a dizer que "Rato" estava usando o poder para manipular a sessão, a fim de evitar a CPI, que com certeza poderia levar ao seu afastamento, bem côo, do prefeito Tony Fábio.

"Eu não aceito presidente! O senhor deveria ter protocolado até quinta-feira, 31/5 as denúncias, e como eu pedi uma certidão na hora do fechamento quinta-feira, é impossível esses processos terem sido protocolados antes. É manobra, é manobra, o senhor está desrespeitando a nós vereadores e a todos os presentes" gritava o vereador, sob os aplausos do povo presente.

A população ficou revoltada e começou a se manifestar, o presidente, sentindo-se acuado suspendeu a sessão e saiu pela porta dos fundos sendo escoltado por dezenas de policiais militares; ao mesmo tempo, populares corriam atrás do vereador pelo estacionamento em direção ao portão, gritando pedindo moralização no legislativo.

Todos os processos ficaram para serem apreciados na sessão ordinária desta segunda-feira, 11.

Dia 06, o presidente da Câmara voltou dizer à nossa reportagem que nada poderá fazer com relação a seqüência dos processos por um motivo muito simples; "os 07 processos contra Piran, foram protocolados em horário anterior aos que ele protocolou. Mauro César disse ainda que se tivesse cedido às pressões e mudado a pauta, mesmo com aprovação do plenário e da população, o acatamento das denúncias poderia ser facilmente derrubado na justiça.

Fonte: Provincia do Tapajós/Édio Rosa
Compartilhar:

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Polícia caça serial killer

Os Departamentos de Inteligência (DIs) da Secretaria de Segurança Pública e polícias Civil e Militar mobilizaram equipes ontem para tentar prender o cinegrafista Antônio dos Santos Soares (foto), 25, o Tony, acusado de matar a ex-namorada, Maria Adelaide Soares Holanda, 19, a cunhada, Maria Adriana Soares Holanda, 15, a própria filha, Rayssa Vitória Soares Holanda, de apenas 1 ano e dois meses, e a babá da criança, Marcela Correa, 14, cujos corpos foram encontrados na manhã de sexta-feira (8) enterrados no quarto alugado pelo suspeito, na rua Chaves Noruega, bairro Santo Agostinho, zona oeste. Ele também é suspeito de matar a dona da pensão onde morava, Izabel Martins, 42.

Para isso, todas as saídas da cidade – portos, rodoviária e aeroporto – estão sendo monitoradas. Além disso, cartazes com o rosto do foragido teriam sido distribuídos para facilitar sua localização com base em denúncias.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS) e a Gerência do Serviço de Inteligência da Polícia Civil. Segundo Mário Bahia, da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops) um delegado plantonista do 5º Distrito Policial teria conseguido falar com o acusado por telefone e tentou convencê-lo a se entregar, mas ele desligou o aparelho. Na manhã de ontem, a polícia entrou com pedido de prisão preventiva contra Tony, mas até o fechamento desta edição os documentos ainda estavam sendo analisados pelo juiz plantonista Genesino Braga.

Segundo a assessoria de imprensa da SSP, o secretário Francisco Sá Cavalcante pediu empenho de todo o contingente da polícia neste caso. Blitze de segurança estão sendo feitas em toda cidade, mas ate o fechamento desta edição, Tony ainda não havia sido localizado.

A equipe do Em Tempo foi até à casa da família do acusado, no beco Brasil, rua do Campo, Santo Agostinho. O local estava fechado com cadeados, e os vizinhos apenas limitaram-se a dizer que a casa foi abandonada no início da noite de ontem.

Os cadáveres foram descobertos por ocasião do assassinato de Izabel Martins, morta com três tiros após cobrar os aluguéis atrasados de Tony, segundo testemunhas. Ao revistarem o quarto do acusado, os policiais desconfiaram de uma camada de cimento fresca e, minutos depois, encontraram os corpos. As quatro vítimas estavam desaparecidas desde fevereiro último.

Fonte: jornal Amazonas em Tempo
Compartilhar:

Saúde 24 horas

Finalmente, a prefeita irá cumprir uma importante promessa feira durante a campanha eleitoral em 2004. O Centro de Saúde com atendimento 24 horas, será inaugurado no dia 21, no bairro do Santarenzinho. Resta esperar que a unidade funcione mesmo 24 horas como o prometido.
Compartilhar:

Maria do Carmo

A prefeita Maria do Carmo recebeu a imprensa santarena na manhã desta segunda-feira, em seu gabinete e falou sobre a programação de aniversário de Santarém, que inicia oficialmente no próximo dia 20.

Na ocasião, a prefeita destacou que serão inauguradas importantes obras durante a programação de aniversário da cidade. A festa nacional ficará por conta do grupo Raça Negra.
Compartilhar:

Doe Sangue

De 11 a 16 deste mês, a Fundação Hemopa realiza mais uma grande campanha de incentivo a doação voluntária de sangue. "Ajude alguém a pular uma fogueira. Doe sangue". É o tema da mobilização que pretende coletar 350 bolsas diariamente.

Durante a campanha haverá distribuição de camisetas, lanche especial com comidas típicas da época e música ao vivo. A ação estratégica tem o objetivo de reforçar o estoque técnico de sangue do hemocentro.

O ponto alto da campanha será dia 12, Dia dos Namorados. Nessa data, haverá programação ainda mais especial com a entrega de cartão de agradecimento com foto no ato da doação. Haverá um mural para exposição de declarações de amor que, posteriormente, serão divulgadas no site do hemocentro.
Compartilhar:

Perícias Psiquiátricas

O Centro de Perícias Científicas 'Renato Chaves' começou nesta sexta-feira (08), o atendimento de perícias em psiquiatria forense durante os finais de semana. Até domingo (10), mais de 20 análises em psiquiatria civis e penais serão realizadas.

A ação é a segunda etapa da força tarefa que quer resolver, em dois anos, o problema do agendamento de perícias psiquiátricas existente no CPC. Atualmente, há exames marcados até 2016. Nesse final de semana, o psiquiatra Francisco Balieiro Júnior, da regional do CPC de Marabá, está realizando perícias em interdição e verificação de cessação de periculosidade.

O diretor-geral do 'Renato Chaves', Miguel Wanzeller Rodrigues, explicou que os médicos do CPC das regionais de Marabá e Santarém virão à Belém para antecipar o agendamento das periciais. Ele também informou que o atendimento aos finais de semana deve acontecer duas vezes por mês, dependendo das disponibilidade dos psiquiatras de Marabá e Santarém.
Compartilhar:

sexta-feira, 8 de junho de 2007

Combate às drogas


200 alunos das escolas de ensino fundamental do município, Hilda Mota, Santa Luzia e Brigadeiro Eduardo Gomes, receberam certificados hoje pela manhã no ginásio do Colégio Dom Amando, por terem participado no segundo semestre de 2006, do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, resultado de uma parceria firmada há dois anos entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SEMED.

O PROERD tem caráter social e missão de instituir nas crianças a necessidade de desenvolver suas potencialidades sem o uso de drogas. “Buscamos orientar os estudantes a tomarem decisões acertadas e reconhecerem as conseqüências de seus comportamentos. Trabalhando sua auto-estima, ensinamos a resistirem às pressões do dia-a-dia”, afirmou Eledilson Renato, Sub-Comandante Geral da Polícia Militar no Pará e Coordenador Estadual do PROERD.

Desde sua implantação em Santarém, o Programa já formou 1.669 alunos que cursam a 4ª série de escolas municipais. A meta é ampliar o número de crianças beneficiadas. “Tenho consciência de que precisamos expandir este trabalho preventivo para que nossos meninos e meninas possam ter condições reais de dizer Não ao uso de drogas.

Essa interação entre governo, escola e polícia tende a ser consolidada a cada nova turma formada. Queremos formar pessoas respeitando sua dignidade como ser humano e sua diversidade. O projeto de combate à violência é responsabilidade de todos”, completou a Prefeita Maria do Carmo.
Compartilhar:

Moratória da Soja apresenta resultados positivos entre os produtores de grãos

Em julho completa um ano que uma moratória foi firmada entre a Associação Brasileira da Indústria de Óleos e Vegetais, Abiove, e a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais, Anec.

Nesse período houve alguns avanços como a conscientização dos produtores de grãos, mas ainda existem dificuldades para o cumprimento da lei.

O compromisso firmado em julho de 2006 pelas duas Associações tem como principal objetivo bloquear o ritmo acelerado do desmatamento na Amazônia. De acordo com a Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Ivete Bastos a atitude de adequar os fornecedores de soja ao Código Federal já está ganhando resultados positivos, como a redução do desmatamento na maioria das áreas anteriormente atingidas. A intenção “é contribuir com o crescimento da economia utilizando as áreas já exploradas e conservando o que ainda está intacto”.

Depois do anúncio da moratória, foi criado um Grupo de Trabalho da Soja (GTS), o objetivo do compromisso firmado pelo Setor Sojeiro foi "demonstrar uma posição de responsabilidade da cadeia produtiva e unificar a liderança das empresas que atuam na Amazônia".

Segundo o Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Santarém, Adinor Batista as regras de preservação são de fato necessárias para a região e a conscientização é um passo conquistado entre os grupos de agricultores.

Ele diz que a falta de crédito para áreas de compensação é a maior dificuldade para que os produtores de grãos possam cumprir as leis ambientais.

Fonte: Notapajos/Gleissiane Beckhauser
Compartilhar:

Vendaval deixa cerca de 15 famílias desabrigadas no rio Arapiuns

Cerca de quinze famílias ficaram desabrigadas depois de uma ventania, na Vila Brasil, no rio Arapiuns, em Santarém.

Segundo a Defesa Civil do município, as casas ficaram parcialmente destruídas. A tempestade também provocou estragos na igreja e no posto de saúde.

Os moradores contaram que o temporal demorou cerca de cinco minutos. O serviço de metereologia, em Belém, informou que não existe uma estação de verificação do tempo próxima da região atingida pelo temporal, mas confirmou que esses fenômenos podem ocorrer nesta época do ano.

A Defesa Civil de Santarém deve enviar uma equipe até o local ainda hoje. Na Vila Brasil, que fica a quatro horas de barco da sede do município, moram 77 famílias.

Fonte: Notapajos
Compartilhar:

Portaria que proíbe bingos e sorteios causa reação entre organizadores

A portaria foi publicada no dia cinco deste mês e determina a proibição de bingos e sorteios similares, mesmo aqueles que são realizados usando o nome de Instituições Filantrópicas. A publicação está baseada na Lei Orgânica da Polícia Civil e suas alterações introduzidas pelas leis complementar 46/2004 e 55/2006.

A decisão da Superintendência Regional da Polícia Civil provocou a reação imediata dos Organizadores de um sorteio que será realizado por duas Associações Comunitárias, auxiliadas pela Apae, a Associação dos Deficientes Físicos de Santarém e o Bloco da Pulga, Instituições, que, segundo os Organizadores, são reconhecidas Oficialmente como de Utilidade Pública.

Inácio Régis um dos organizadores do sorteio a ser realizado afirmou que: “Nunca ninguém fez nada pra ajudar as entidades beneficentes que agora passam a ser ajudadas diretamente através de festivais de prêmios que elas mesmo realizam. Todas elas têm registro de Utilidade Pública inclusive algumas entidades estão tirando registro de Utilidade Pública Federal.

Os organizadores do sorteio temem que uma notícia mal divulgada possa provocar a revolta de quem já comprou as cartelas. Enquanto isso, a mobilização já começou, mesmo que os organizadores do sorteio ainda não tenham o parecer final da reação protocolada na Justiça de Santarém.

“Nós vamos ter que tomar um providência extremamente ágil para que não haja problemas na periferia com pessoas que estão ganhando alguma coisa com a venda dessas cartelas e começam a ser pressionadas por compradores para que isso não resulte num processo de violência.”

Fonte: Notapajos/Mauro Torres
Compartilhar:

quarta-feira, 6 de junho de 2007

SANTARÉM SEDIA CONFERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO

Está marcada para o dia 30 de agosto, em Santarém, a Conferência Regional de Educação do Baixo Amazonas. O assunto em pauta será o Plano Estadual de Educação – PEE. A conferência vai reunir representantes de todos os municípios que fazem parte das 5ª, 6ª e 7ª Unidades Regionais de Ensino (URES) da SEDUC.

A decisão foi tomada durante o Fórum de lançamento do Plano Estadual de Educação, realizada no final de maio em Belém, do qual participou o diretor de ensino da Secretaria Municipal de Educação, professor Alípio Gomes.

Por todo o mês de junho, até o dia 15 de julho, devem acontecer plenárias municipais para apreciação do PEE. Em agosto e em setembro vão ser realizadas as conferências regionais e até o final do ano será realizada a conferência estadual de educação, na qual será aprovado o Plano Estadual de Educação.
Compartilhar:

Polícia Federal encontra cocaína no Judiciário do Acre

Altino Machado

A Polícia Federal apreendeu ontem, nas dependências do Poder Judiciário do Estado do Acre, 800 gramas de cocaína. A droga estava escondida dentro de uma valise no depósito existente entre os juizados Criminal e o Cível, na travessa Riachuelo, no bairro José Augusto, em Rio Branco.

Trata-se de mais uma etapa da "Operação Almoxarife", desencadeada pela PF, que revelou a existência de um esquema de tráfico de cocaína que envolvia o servidor Ocivaldo Moreira da Silva, um ex-presidiário mantido há anos com cargo comissionado no Poder Judiciário, e Cleodilson Macambira, que fora cedido à insitutição pela Assembléia Legislativa.

Os dois facilitavam o tráfico de cocacína em carros oficiais. Presidiários que cumpriam pena em regime semi-aberto e prestavam serviço no almoxarifado do Tribunal de Justiça usavam os carros para transportar cocaína adquirida em Cobija, capital do departamento de Pando, na Bolívia. As placas brancas dos carros inibiam a fiscalização.

O Tribunal de Justiça se mantém ciente da "Operação Almoxarife" e tem colaborado com a PF quando solicitado, prestando as informações necessárias à apuração dos fatos. Foi o que aconteceu nesta semana, quando Marcela, mulher de Ocivaldo, tentou várias vezes ter acesso ao almoxarifado do Tribunal de Justiça.

"Suspeitamos da insistência dela e decidimos solicitar que a Polícia Federal vistoriasse o depósito. Com certeza o delegado encarregado do inquérito pedirá ao juiz da Vara de Entorpecentes a prisão da mulher por associação ao tráfico", disse ao blog o juiz José Augusto Fontes, titular do 1º Juizado Criminal de Rio Branco.
Compartilhar:

PF prende 10 traficantes

A prisão aconteceu na manhã de hoje, no Centro de Santarém, no Oeste do Pará. 10 pessoas foram presas acusadas de pertencerem a uma quadrilha internacional de tráfico de drogas. Cinco dos elementos estavam hospedados no Rios Hotel, no centro da cidade. Os demais estavam em uma embarcação, no porto localizado no final da avenida Mendonça Furtado. Eles estavam abastecendo uma geleira, usada pelo bando para transportar o entorpecente.

A PF apreendeu cerca de 60 quilos de pasta base de cocaína e uma arma. Os traficantes foram levados algemados para a sede da Polícia Federal, na avenida Cuiabá e autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e formação de quadrilha.

O nome dos traficantes ainda não foi divulgado pela polícia.
Compartilhar:

segunda-feira, 4 de junho de 2007

Maria do Carmo: "Investimento em tecnologia é construir pessoas"

No último sábado, 02 de junho, a Prefeita Maria do Carmo participou, às 9 horas, no Barão Center Hotel, da solenidade de lançamento do Site Oficial da Prefeitura Municipal de Santarém. O www.santarem.pa.gov.br traz informações sobre o governo Cidade da Gente, projetos em andamento, prestação de contas, serviços, links exclusivos de cada Secretaria, atrativos turísticos, informações culturais e notícias gerais.

Na oportunidade, após o lançamento da página, foi realizada a assinatura de um Convênio de Cooperação Técnica entre o Governo do Pará, por meio da Secretaria Estadual de Indústria, Comércio e Mineração (SEICOM), Processamento de Dados do Estado do Pará (PRODEPA), e a Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN). O acordo, que garantirá o compartilhamento serviços que visem à universalização do acesso à inclusão digital no Estado, consiste na implantação de Infocentros e a interligação dos órgãos da administração municipal à Internet.

A solenidade contou com a presença de Maurílio de Abreu Monteiro, Secretário de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (SEDECT), do Deputado Estadual Carlos Martins, do Diretor de Tecnologia do PRODEPA Cláudio Alex Rocha, do Vice-Prefeito Delano Riker, do Vice-Presidente da Câmara Municipal Luis Alberto, dos Secretários Municipais Everaldo Martins (Planejamento) e Inácio Corrêa
(Governo) e demais convidados.

Segundo Maurílio Monteiro, o Governo Estadual já tem definidos outros projetos para Santarém no setor tecnológico. “Ainda este ano iremos dar mais um passo para interligar Santarém a uma rede de fibra óptica que vai permitir uma rápida transmissão de dados. A partir deste convênio, já estamos promovendo uma verdadeira revolução na comunicação”, disse.

Para a Prefeita Maria do Carmo, a verdadeira inclusão digital só é possível se houver acesso à Internet. “Nós estamos construindo pessoas e isso é uma opção de governo. Ao lançarmos nossa página virtual provamos que a transparência é um referencial nosso; e ao assinarmos esse acordo de cooperação técnica damos mais um passo para que Santarém venha a transformar-se em um pólo tecnológico.
Precisamos explorar a modernidade administrativa e consolidar as parcerias para que todos possam ter acesso a informações instantâneas e de qualidade”, completou.
Compartilhar:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em razão de matéria entitulada “Prefeitura quer reaver R$ 2 milhões”, divulgada na imprensa Santarena e através da Internet, assinada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santarém, venho prestar os seguintes esclarecimentos:

1.Jamais o Ex-Prefeito e atual Deputado Federal Joaquim de Lira Maia autorizou que o BASA aplicasse os recursos destinados ao pagamento do décimo terceiro salário dos funcionários da Prefeitura no Banco Santos e desafia que documento desta natureza seja apresentado;
2.A Prefeitura, mediante a ação proposta pelo então Prefeito Joaquim de Lira Maia, ganhou na justiça em primeira instância, o direito de indenização dos recursos aplicados indevidamente pelo BASA no Banco Santos.
3.O Banco da Amazônia, mediante a derrota em primeira instância, como é de sua obrigação e mediante decisão desfavorável aos seus interesses, recorreu para segunda instância.
4.Segundo Informação da Prefeita Maria do Carmo, durante reunião com o Presidente do BASA, ele sugeriu que a prefeitura entrasse com ação contra a massa falida do Banco Santos. Ao nosso ver, a Prefeitura de Santarém não tem qualquer ligação com o Banco Santos, até porque nunca aplicou recursos naquela instituição e, movendo uma ação desta natureza, a Prefeitura irá convalidar com uma irregularidade praticada, sem autorização, pelo BASA.
5.Cabe ao BASA indenizar a Prefeitura Municipal de Santarém e acionar judicialmente a massa falida do Banco Santos. Não podemos seguir a orientação equivocada do Presidente do BASA, prejudicando a população de Santarém.

Acima de qualquer disputa política, devemos preservar o patrimônio público e os interesses de Santarém, por isso, me sinto na obrigação de me manifestar sobre o assunto e rogar à Prefeita Maria do Carmo para que constitua Advogado visando o acompanhamento e a boa defesa do processo nas instâncias superiores, sendo este, o mais correto procedimento a ser tomado para reaver estes recursos, pois trata-se de direito líquido e certo.

Me coloco a disposição da Prefeita e do povo Santareno para que juntos, possamos reaver estes recursos recolhidos aos cofres da Prefeitura que, se bem aplicados, certamente irão gerar benefícios a todos os Santarenos.

Joaquim de Lira Maia
Compartilhar:

DESTAQUE:

Anselmo Colares se afasta da vice-reitoria e assume candidatura independente na eleição para reitoria da Ufopa

Professor Pós-Doutor em Educação Anselmo Colares lançará chapa independente. Foto: Blog do Jeso O professor e pós-doutor em Educaçã...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive