sábado, 28 de fevereiro de 2009

Pará avança na regularização de terras públicas

O governo do Pará, em uma ação inédita, inicia o ordenamento ambiental e regulariza, de forma abrangente, terras públicas do Estado. A área de Limitação Administrativa Provisória (LAP), instalada no ano passado pelo Decreto Estadual nº 1.149/08, para fins de regularização fundiária no conjunto de glebas Mamuru-Arapiuns, no oeste paraense, foi extinta e será destinada a ordenamento ambiental, concessão de terras e novas áreas de conservação. Com isso, os assentamentos agroextrativistas Aruá e Vista Alegre serão regularizados.

A região integra o primeiro Plano Anual de Outorga Florestal do Estado do Pará (PAOF 2008-2010). Cerca de 100 comunidades (que abrangem as glebas Nova Olinda, Nova Olinda II, Curumucuri e Mamuru, equivalentes a 1,3 milhão de hectares) serão beneficiadas com esta ação. O PAOF é um instrumento de planejamento da gestão de florestas públicas estaduais, gerenciado pelo Instituto de Florestas do Pará (Ideflor). (Agência Pará)
Compartilhar:

COMUNICADO AO POVO SANTARENO

Objetivando impedir que especulações e boatos aumentem ainda mais o clima de insegurança política vivido pelo Município de Santarém, a Coligação Santarém Quer Solução comunica que a recente decisão tomada isoladamente pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Carlos Brito, em nada altera a data da eleição para Prefeito e Vice-Prefeito, que continua marcada para o próximo dia 5 de abril.

A Coligação Santarém Quer Solução continua firme no propósito de obedecer a todas às determinações da Justiça Eleitoral e aberta ao debate público para construir uma Santarém melhor para o seu povo.

Santarém, 27 de Fevereiro de 2009.

Alexandre Von
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PSDB

Nélio Aguiar
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PMN

Erasmo Maia
PRESIDENTE MUNICIPAL DO DEMOCRATAS

Valdir Matias Jr.
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PV

Antonio Sousa
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PSDC

Joaquim Hamad
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PTC

Guilherme Taré
PRESIDENTE MUNICIPAL DO PPS
Compartilhar:

Presos membros de bando interestadual em Santarém

A Polícia Civil de Santarém, oeste do Pará, prendeu dois integrantes de uma quadrilha interestadual de assaltantes de banco com atuação em todo Brasil e em parte dos países ligados ao Mercosul. Os presos são o goiano Carlos Leonor de Macedo, de apelido "Perneta", e o paraense Wagner Castro Pontes, conhecido por "Bin-Laden". Eles foram capturados em uma
ação conjunta da Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas, da Seccional Urbana de Santarém e Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), de Santarém.

A prisão da dupla ocorreu depois de uma perseguição policial na área urbana da cidade. Parte do bando foi preso foi preso, em Minas Gerais. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (27).

No Pará, o grupo criminoso era investigado pelos serviços de Inteligência Policial de três Estados brasileiros e pelo Núcleo de Inteligência Policial do Pará (NIP), sob direção do delegado Alberto Pamplona. Os agentes acompanhavam as presenças de membros da quadrilha
em Santarém e em Itaituba. Durante as investigações, as equipes da Polícia Civil localizaram os dois acusados, no interior de um carro modelo Peugeot, placa DTR-9518, que usavam para trafegar em Santarém. Ao perceberem que eram seguidos pelos policiais, eles tentaram fugir.

Os criminosos foram perseguidos pelas avenidas Curuá-Una e Moaçara, até serem interceptados por uma das equipes policiais. Após as prisões, os policiais se deslocaram a uma casa alugada pelos acusados, na avenida Castelo Branco, bairro do Livramento.

Nesse local, os criminosos montaram uma espécie de base com um aparato logístico capaz de dar suporte às atividades da quadrilha em toda região. Os agentes apreenderam, no imóvel, uma rede de telefonia celular; duas caminhonetes para movimentação em estradas vicinais e um carro Celta para movimentação na área urbana. Duas pistolas de calibre 9mm foram encontradas no local.

Entre os objetos apreendidos estão equipamentos de proteção pessoal, roupas, telefones celulares, uma máscara de carnaval usada nos crimes e ferramentas, além de documentos pessoais utilizados na produção de documentações falsas para financiamento de veículos novos, como forma de sustentar as atividades criminosas. Conforme os policiais, o preso Carlos Leonor de Macedo, conhecido por "Perneta", já tinha o nome envolvido em investigações por ser apontado como articulador de assaltos a bancos e a empresários da região.

O outro preso, por ser morador em Oriximiná, na mesma região, fornecia as coordenadas para as atividades da quadrilha. As investigações mostram que Wagner usava o nome falso de Thiago Ribeiro de Jesus. Ele estava em Santarém, há mais de seis meses, para levantar e repassar informações para atuação dos outros integrantes do bando na cidade.

"Todos os bandidos já têm envolvimento em roubos a banco em outros municípios do Pará. Os presos já cumpriram prisão em cinco Estados brasileiros pelos crimes de roubo, sequestro e homicídios. Eles fazem parte de uma grande rede criminosa com ramificações nos Estados do Amazonas, Pará, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Tocantins e Mato Grosso", explicou o delegado Jardel Guimarães, superintendente regional do Baixo e Médio Amazonas.

O policial salienta que, pelas informações coletadas, a previsão era de que os bandidos praticariam um grande roubo na região no período carnavalesco. "Isso foi verificado pelas forças da Segurança Pública, por determinação da Delegacia-Geral e da Diretoria de Polícia do Interior. Assim, foi montada uma força-tarefa integrada com a Polícia Militar, para localizar e desarticular o bando na região, de forma a manter a segurança e a paz para a população", enfatizou.

Fonte: Polícia Civil
Compartilhar:

Ibama já recebeu estudos ambientais sobre Usina de Belo Monte

Sabrina Craide

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) recebeu ontem (27) os estudos ambientais sobre a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do órgão, que adiantou também que os documentos ainda não foram examinados pelos técnicos do Ibama.

O Ibama tem agora 180 dias para analisar os estudos e decidir se irá ou não conceder a licença prévia para a obra. A Usina de Belo Monte será construída no Rio Xingu, e deverá gerar mais de 11 mil megawatts de potência. A conclusão da obra está prevista para abril de 2014, e o investimento estimado é de R$ 7 bilhões. O leilão deverá ser realizado até setembro deste ano.

A Eletrobrás também confirmou a entrega dos documentos ao Ibama. Segundo a estatal, após analisar se as exigências foram cumpridas, o instituto vai analisar o mérito dos estudos e marcar as consultas públicas oficiais com as comunidades da região.

Os Estudos de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) da obra foram realizados pela Eletrobrás, que poderá participar do leilão, que definirá os responsáveis pela construção da usina. Se a estatal não vencer a disputa, ela terá que ser ressarcida pelos empreendedores.

O EIA e o Rima são obrigatórios desde a década de 1980 para a construção e ampliação de empreendimentos que possam interferir no meio ambiente. Os estudos são utilizados para avaliar os efeitos de uma determinada construção sobre um espaço ecológico e para definir programas de acompanhamento e de compensação dos possíveis danos à natureza.

A construção da Usina de Belo Monte foi alvo de polêmica no ano passado, durante uma audiência pública sobre o empreendimento, realizada em Altamira (PA), quando o engenheiro da Eletrobrás Paulo Fernando Rezende foi ferido com um golpe de facão no braço em um desentendimento com índios da etnia Caiapó. (Fonte: Radiobrás)
Compartilhar:

Explosão em sede da PF em Manaus (AM) mata perito e deixa três feridos

Uma explosão no laboratório de perícia na sede da Polícia Federal em Manaus (AM) deixou um perito morto e outros três feridos na tarde desta sexta-feira. Dos feridos, dois foram internados em estado grave no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto.

Ambos passaram por uma cirurgia na noite de hoje. O outro foi levado para o Hospital do Câncer de Manaus.

A explosão, que foi seguida de um incêndio, aconteceu por volta das 17h30 (horário local). O laboratório fica no setor técnico. A carceragem e as salas dos delegados não chegaram a ser atingidas.

A PF investiga o motivo da explosão. Inicialmente, a hipótese é de acidente de trabalho.

Segunda a assessoria de imprensa do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, um dos peritos já chegou morto. Dois foram internados em estado grave.
Compartilhar:

Defesa Civil orienta vítimas enchentes

Representantes dos municípios de Santarém, Alenquer, Curuá, Juruti, Monte Alegre, Prainha, Óbidos e Faro estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira para discutir sobre os procedimentos a serem adotados junto à Defesa Civil do Estado, em casos de situação de emergência e/ou calamidade pública nesse período de chuvas na região.

A reunião foi conduzida pelo Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Pará, Cel. Paulo Gerson, que deu explicações detalhadas sobre a atuação da defesa civil e convênios celebrados entre Estado e Municípios visando o apoio a famílias atingidas com as enchentes. Paulo Gerson falou sobre a importância da aplicação correta pelas prefeituras, dos recursos repassados pela defesa civil, sob pena de responsabilidades administrativas e penas. “Existem prefeituras que até hoje não prestaram contas do dinheiro que receberam no ano passado e isso vai implicar na não renovação de novos convênios. Caberá ao Ministério Público apurar os fatos”, declarou.

Em relação à Prefeitura de Santarém, o Comandante relatou que todos os recursos repassados ao município através dos decretos de emergência no período de seca e cheia dos rios, foram aplicados com o mais extremo rigor e responsabilidade. “Essa atitude dos gestores públicos de Santarém avaliza, de nossa parte, a renovação de novos convênios que serão firmados ainda este ano. Consideramos Santarém como referência nessa área”, concluiu.

O Prefeito Interino, José Maria Tapajós, colocou a Defesa Civil Municipal à disposição dos demais municípios. “A Prefeitura já tem experiência na elaboração de projetos e de como proceder em caso de necessidade. Podemos ajudá-los a esclarecer dúvidas”, falou.

A reunião foi realizada no Centro de Integração Regional (CIR).
Compartilhar:

Ponte do Mojuí

O Prefeito de Santarém autorizou que a empresa Mello de Azevedo retome os trabalhos de construção, em concreto, da ponte que fica na Vila de Mojuí dos Campos e que está, em razão de suas atuais condições, prejudicando o tráfego de pedestres e veículos. A decisão foi tomada após uma visita feita por José Maria Tapajós ao local, na tarde da última sexta-feira. Segundo os engenheiros da empresa, os trabalhos devem ser reiniciados ainda neste final de semana.
Compartilhar:

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Pelo menos 895 municípios devem ficar sem repasse de recursos para a merenda escolar

Amanda Cieglinski (Agência Brasil)

Pelo menos 895 municípios e nove redes estaduais de ensino (Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Roraima, São Paulo e Tocantins) vão ficar sem o repasse financeiro do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) do Ministério da Educação. O mandato dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAE) dessas localidades estão vencidos e por isso não há como apresentar a prestação de contas referente a 2008 até a data limite, 28 de fevereiro. O levantamento é do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pela execução do programa de merenda escolar.

A cada início de ano, estados e municípios devem enviar a documentação para prestação de contas ao CAE, entidade responsável pelo acompanhamento dos recursos para a merenda escolar. Os documentos deveriam ter sido entregues até 15 de janeiro para que os conselhos enviassem um parecer conclusivo ao FNDE até o dia 28.

Em 2009, o Pnae tem um orçamento de R$ 2,02 bilhões para o atendimento dos alunos de educação básica da rede pública. Em 2008, a transferência atingiu R$ 1,49 bilhão chegando a 34,6 milhões de alunos.

O FNDE recomenda aos municípios e estados que ainda não enviaram os documentos para o CAE que o façam o mais rápido possível. Logo que a prestação de contas chegar e for aceita pelo fundo, o repasse é restabelecido. No caso dos municípios que estão sem conselho, uma nova eleição deve ser feita para que os membros possam analisar e dar parecer sobre a prestação de contas. O CAE deve ser constituído por sete membros, entre eles representantes de professores, pais de alunos e da sociedade civil.

A coordenadora-geral do Pnae, Albaneide Peixinho, explica que sem um conselho para aprovar essa prestação o município tem o benefício suspenso.

“O conselho deve observar por exemplo se o número de alunos que o município diz que atendeu bate com o de matrículas, ou se a alimentação oferecida é mesmo aquela especificada. Por isso o processo é feito ao longo do ano e não apenas nesse período, o conselho precisa visitar as escolas. E se o ator [CAE] não existe, como a ação pode ser executada?”, questiona.

Caso o município tenha o benefício suspenso, mesmo que temporariamente, deve arcar com os custos integrais da merenda escolar. “É direito constitucional de todo aluno receber alimentação escolar. Se o gestor não tiver recebido ele precisa bancar, até porque as aulas já começaram”, aponta Albaneide.

Se os municípios comprovarem que mantiveram a alimentação escolar com recursos próprios durante este período, o FNDE pode pagar as parcelas retroativamente a título de ressarcimento. Mais informações no site do FNDE ou pelo telefone 0800 616161.
Compartilhar:

Apesar da derrota, São Raimundo foi melhor

A goleada sofrida para o Paysandu não deve abalar os jogadores e muito menos desestimular a equipe para o jogo deste domingo. O time alvinegro perdeu o jogo depois de ter um jogador expulso e diga-se de passagem de forma infantil. Marcelo Pitbull foi irresponsável e comprometeu toda estrutura armada pelo técnico Walter Lima.

O gol contra também foi um golpe fatal nos alvinegros, mas mesmo assim o time foi melhor durante todo o primeiro tempo. Jogou bem armado, dominou o meio campo e não deixou o Paysando jogar. As melhores chances também foram do São Raimundo. O time santareno teve pelo menos oito oportunidades claras de gol, mas pecou nas finalizações.

E como diz aquela máxima do futebol de quem não faz leva, levou, e três. O Pantera foi melhor sim em todos os aspectos e foi infeliz quando perdeu um jogador e levou o segundo gol. Agora, é manter o foco para o jogo decisivo e tentar reverter esse resultado.

O São Raimundo jogou como um time grande e como tal tem todas as condições de devolver o resultado e quem sabe até virar o placar, conquistando o primeiro turno.

Walter Lima vai poder contar ainda com o retorno de Marabá e do atacante Hélcio, que fez muita falta no jogo de ontem.
Compartilhar:

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Comitiva da SUFRAMA e IDAM conhece o Projeto Curauá

Técnicos e diretores da Superintendência da Zona Franca de Manaus – SUFRAMA e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas – IDAM, acompanhados de membros do Centro de Biotecnologia da Amazônia – CBA e da Secretaria de Estado da Produção Rural do Amazonas – SEPROR, estiveram visitando as instalações industriais e agrícolas da Pematec Triangel em Santarém (PA) para conhecer o Projeto Curauá.

A busca por informações técnicas sobre o Curauá foi o que motivou a comitiva a realizar a viagem, pois as instituições de assistência técnica do Amazonas pretendem implantar no interior daquele Estado um campo experimental para a cultura do Curauá.

A Pematec como forte detentora destes conhecimentos foi a primeira visita que o grupo fez fora do Amazonas. Oportunamente, o diretor da Pematec, Alberico Pasquetto, fez uma exposição histórica sobre o Projeto, seguido das intenções comerciais da empresa para o mercado de fibras naturais. Pasquetto enfatizou a importância do Estado do Amazonas como forte fornecedor de fibras naturais de juta e malva para o mercado têxtil e ficou satisfeito com a intenção do governo amazonense em conhecer mais sobre a cultura do Curauá.

Para o diretor presidente do IDAM, Edson Barcelos, a visita é importante para começar um bom relacionamento entre as partes interessadas, pois assim como o Estado do Amazonas pretende implantar a cultura na região, a Pematec por sua vez precisa de mais fornecedores em potencial para fibras de curauá.

A equipe ficou impressionada com a resistência da fibra de curauá e com a diversidade de aplicações em que pode ser comercializada. Já que o mercado têxtil é imenso para a utilização da fibra de curauá, como afirma o engenheiro florestal da EMATER, Cristovam Sena. O gerente industrial da Pematec, João Penedo Moreira, apresentou o processo de fabricação das mantas agulhadas, passo a passo a comitiva foi conhecendo a transformação que as fibras naturais sofrem até virarem peças automobilísticas e colchoeiras.

A equipe demonstrou interesse em avançar nas pesquisas do Curauá no Estado do Amazonas e finalizou a visita deixando agendados novos contatos entre o IDAM e a Pematec para iniciarem um plantio experimental em um município próximo a Manaus.
Compartilhar:

Fim da aliança

PMDB e PT podem romper o laço político nos próximos dias. Os interesses petistas estão além da indicação de Inácio Corrêa como vice de Zé Antonio. O Partido dos Trabalhadores está pensando em lançar o ex-secretário de Governo como candidato a prefeito.

Antonio Rocha, presidente peemedebista, não vê com bons olhos a iniciativa do PT e já pensa em se oferecer aos tucanos, garantindo com isso, o vice ao partido. Há também fortes comentários de que o PMDB estaria disposto a lançar candidato próprio se realmente se confirmar o fim da aliança com o partido da ex-prefeita Maria do Carmo.
Compartilhar:

É hoje! São Raimundo enfrenta o Papão da Curuzu

Quem não acompanhou de perto as campanhas de São Raimundo e Paysandu na fase de classificação do primeiro turno do Campeonato Paraense-2009 talvez pense que o primeiro jogo da decisão, hoje à noite, a partir das 20h30, no Mangueirão, seja a representação pós-moderna do confronto Davi x Golias. Ledo engano. Tanto a Pantera mocoronga quanto o Papão da Curuzu têm totais condições de erguer a Taça Cidade de Belém, apesar da vantagem de jogar pelo empate conquistada pelos bicolores.

De um lado o Paysandu, invicto na temporada com seis vitórias e dois empates. No único confronto direto com o São Raimundo este ano, o Bicola levou a melhor vencendo por 3 a 0 – jogo válido pela quinta rodada da fase de classificação do primeiro turno. O Papão tem o melhor ataque do Parazão com 24 gols marcados – média de três bolas na rede dos adversários por partida.

Do outro lado, o time da região do Tapajós se orgulha de ter a defesa menos vazada do Estadual. Os santarenos sofreram apenas oito gols nos oito jogos que disputaram até aqui – média de somente um gol sofrido por jogo. Além disso, o São Raimundo se orgulha de ter aplicado a maior goleada da competição até aqui, na abertura do Estadual, ao vencer o Remo em pleno Baenão por 5 a 1.

Entre as armas do Papão para largar na frente na disputa pelo título do primeiro turno, estão o atacante Zé Carlos, co-artilheiro do campeonato com seis gols marcados, além dos meias Zeziel e Rossini, sempre perigosos no apoio ao ataque. Já os santarenos, que não contam com o atacante Hélcio, também co-artilheiro da competição, suspenso, têm no reflexo apurado do goleiro Labilá e na habilidade do meia João Pedro o combustível para surpreender. (Diário do Pará)
Compartilhar:

Novas regras de manejo florestal devem inibir o desmatamento

A partir de agora, os nove Estados da Amazônia Legal vão ter que cumprir o mesmo limite de extração da madeira pelo manejo florestal da região. Antes, as regras de exploração não deixavam claros os critérios para cada local.

De acordo com a nova resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), normas técnicas como a intensidade de exploração da floresta e o diâmetro mínimo para corte terão que ser obedecidas. Com isso, o governo pretende orientar sobre a melhores formas de fazer o manejo florestal e minimizar os impactos ao meio ambiente.

"Antes alguns Estados autorizavam a exploração de mais de 30 metros cúbicos de madeira por hectare. Hoje, não. Essa norma estabelece qual o tamanho e prazo máximo que pode retirar a madeira", explica o diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas do Ibama, Antônio Carlos Hummel.

A mudança nas regras de manejo florestal foi definida a partir de sugestões de segmentos envolvidos na atividade, como madeireiros, empresários e as secretarias estaduais de meio ambiente. Hummel ressalta que ter uma norma geral para todos os Estados da Amazônia também é importante para o desenvolvimento econômico da região.

As novas normas de manejo florestal estão previstas na lei de crimes ambientais e quem não cumpri-las está sujeito a penalidades.
Compartilhar:

Amazônia à beira do abismo

Fonte: IPS-Inter Press Service International Association

Mario Osava

A bacia amazônica capta entre 12 mil e 16 mil quilômetros cúbicos de água pro ano e apenas 40% desse volume escorrem pelos rios. O restante se esvai na atmosfera pela evapo-transpiração das florestas e se distribuem pela América do Sul. O desmatamento está reduzindo essa umidade que, viajando no vento, contribui para o equilíbrio hídrico de extensas áreas do continente, além de acentuar a erosão e a drenagem superficial que retira água dessa irrigação natural tanto da Amazônia como de terras agrícolas distantes. Em 2026, uma Amazônia convertida na “última reserva de grãos do mundo”, cruzada por novas estradas e megaprojetos de energia e integração regional, atrai grandes investimentos, mas com redução de florestas e de águas limpas, em uma grave degradação ambiental acentuada pelos impactos da mudança climática.

Este é o cenário “Margeando o despenhadeiro” preparado pelo informe GEO Amazônia, elaborado nos últimos dois anos com contribuições de 150 cientistas dos oito países da região amazônica, coordenados pelo Centro de Pesquisa da Universidade do Pacífico, com sede em Lima. O estudo Perspectivas do Meio Ambiente na Amazônia, patrocinado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e pela Organização do Tratado de Cooperação Amazônica, e divulgado no dia 19 deste mës, define quatro cenários futuros, combinando conhecimentos variados.

O mais otimista, “Amazônia emergente”, prevê para 2026 melhor gestão ambiental e controle das atividades produtivas, sob o conceito “quem contamina paga”, mas ainda com insuficiência em tecnologias ecoeficientes e em aproveitamento da biodiversidade. Em outro cenário, “Luz e sombra”, a região continua buscando caminhos de desenvolvimento sustentável, com ênfase em ciência, tecnologia e inovação, e tentando frear atividades produtivas prejudiciais. “O inferno ex-verde” indica o futuro mais dramático, com “perda irreversível da riqueza natural e cultural”, mais pobreza e mais desigualdade.

A metodologia GEO (Global Environment Outlook), desenvolvida pelo Pnuma, é interessante, pois oferece uma visão de conjunto e aponta “situações possíveis condicionadas por diferentes fatores e incertezas” para orientar as decisões, disse Marcos Ximenes, diretor do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), que contribuiu para o informe. O grande desafio é que esse amplo conhecimento seja “levado a sério pelos que tomam decisões”, disse Ximenes ao Terramérica, recordando sua experiência em outros informes GEO que não alcançaram resultados práticos. De todo modo, esse processo de conhecimento global deve ser permanente, com mais recursos e promoção junto aos que decidem, acrescentou. Este primeiro informe foi preparado com escassos fundos e contribuições voluntárias, lamentou.

Os dados e as análises do GEO Amazônia não são novidade nem atuais ou completos, e reuni-los em uma visão sistêmica representa um avanço, inclusive por compreender toda a região, e não apenas suas partes nacionais, disse Adalberto Veríssimo, do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). Pela primeira vez, apresenta-se a área desmatada de toda a bacia, embora esteja “seguramente subestimada”, porque os países, com exceção do Brasil, ainda não desenvolveram sistemas de medição adequados, afirmou Veríssimo ao Terramérica. A área desmatada acumulada, segundo o informe, era de 857.666 quilômetros quadrados em 2005, equivalentes a 17% de toda a Amazônia. A expansão do desmatamento atingiu 27.218 quilômetros quadrados como média anual entre 2000 e 2005.

O desmatamento já deve afetar mais de 18% de toda a Amazônia, e ao Brasil correspondem cerca de 15%, estimou Veríssimo, que sistematicamente monitora esse processo na porção brasileira. Em sua opinião, também é “conservador” o balanço das ameaças à biodiversidade, refletidas em 26 espécies já extintas, 644 em “perigo critico” e 3.827 em “perigo” e “vulneráveis”, pois se baseia em informações que já existem há alguns anos. Porém, o GEO Amazônia cumpre um papel positivo, de induzir todos os países a melhorarem sua capacidade de pesquisa e monitoramento, orientando estudos e assinalando prioridades, afirma o pesquisador.

A atualização constante é necessária. O informe não reconhece, por exemplo, a redução da área desmatada no Brasil no ano passado, que contrariou uma correlação tradicional até agora de que quando os preços agrícolas subiam no mundo se desmatava mais terras, observou Paulo Barreto, também do Imazon. De fato, o desmatamento brasileiro vem caindo desde antes da crise econômica mundial, quando os preços da soja e da carne bovina ainda estavam muito altos, fatores da expansão agropecuária amazônica, explicou. O quadro histórico e atual, sintetizado no informe, não alimenta otimismos. A pecuária bovina, a atividade que mais desmata, passou de 34,7 milhões de cabeças em 1994. Para 73,7 milhões em 2006 na Amazônia brasileira e se expande aceleradamente também nas áreas boliviana e colombiana.

A soja, a extração de madeira e minérios, os grandes projetos hidrelétricos brasileiros e outros da Iniciativa para a Integração da Infra-estrutura Regional Sul-Americana (IIRSA), considerados prioritários pelo governo brasileiro, constituem outras pressões econômicas sobre a floresta e a biodiversidade amazônicas. A pressão demográfica se manifesta em uma população que cresce mais do que as médias nacionais. Os pouco mais de cinco milhões de habitantes de 1970 se multiplicaram por seis, chegando a 33,5 milhões em 2007, isto é, 11% do total populacional dos oito países amazônicos.

Dividido em sete capítulos, o informe GEO Amazônia cobre desde aspectos territoriais até a situação de hoje e os cenários futuros. As conclusões indicam uma degradação crescente do ecossistema e a necessidade de maior participação da sociedade local nas discussões para definir “linhas de ação”, como construir uma visão integrada, harmonizar políticas públicas, desenhar estratégias conjuntas e promover a valorização econômica dos serviços ambientais.
Compartilhar:

Luís Pagot culpa empreiteiras por atrasos em obras rodoviárias

Fonte: 24 Horas News

A grande maioria das empreiteiras a serviço do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) está fazendo corpo mole para tocar as obras. Caso não mudem de atitude, elas correrão risco de, em maio, perder o contrato com o governo. As declarações foram feitas pelo diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot.

“A grande maioria das empreiteiras nacionais está sem resolubilidade. Elas estão mobilizadas, têm contrato, recursos e ordens de serviço, mas não andam no canteiro de obras por problemas decorrentes de competência, de falta de gerenciamento e de empenho das diretorias, e também por causa do excesso de obras que assumiram”, disse Pagot.

Segundo ele, a desculpa da crise não cola, porque os setores de construção pesada e da construção civil têm sido alvo de muitos investimentos. “A crise não afetou em absolutamente nada estes setores. Aliás, não existe crise para eles. Até porque, com o PAC [Plano de Aceleração do Crescimento] da Habitação, eles estão recebendo uma quantidade extraordinária de novos recursos. Nem no melhor dos sonhos as empreiteiras nacionais imaginavam um dia receber tanto dinheiro.”
Compartilhar:

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

PT anuncia Inácio Corrêa como opção

Os cabeças pensantes do PT e aliados governistas reuniram na tarde de hoje para anunciar que o nome do ex-secretário Inácio Corrêa está à disposição para disputar o pleito eleitoral. No próximo domingo, o Partido dos Trabalhadores realiza nova convenção para decidir se vai lançar chapa própria ou apenas trocar o vice de Zé Antonio.

O deputado Antonio Rocha mantém firme sua decisão, ou seja, não abre mão da condição de candidato majoritário.
Compartilhar:

Enchente ameaça comunidades ribeirinhas

Até agora, nem a Defesa Civil e muito menos o Poder Executivo de Santarém se pronunciaram sobre possíveis ações a serem aplicadas durante a cheia que promete causar danos às comunidades ribeirinhas do município. A Prefeitura já deveria se preparar para socorrer as famílias que residem nas localidades mais distantes, pois as chuvas prometem ser mais rigorosas nos próximos dias.
Compartilhar:

Entidades desaprovam projeto do governo que ameniza pena para rádios irregulares

Sabrina Craide (Agência Brasil)

Um projeto de lei do governo federal que prevê que a operação de rádios irregulares deixe de ser crime não agradou nem as rádios comerciais, nem as comunitárias. Por um lado, o temor é de que a proposta possa estimular a disseminação de rádios que funcionam sem licença. Por outro, a crítica é contra o endurecimento das penas para quem causar interferências que coloquem em risco a segurança, como na comunicação de aviões ou no funcionamento de equipamentos médicos.

O coordenador executivo da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), José Soter, explica que as interferências são geralmente causadas por problemas técnicos, que poderiam ser resolvidos em âmbito administrativo. Para ele, o projeto vai legalizar a repressão contra as rádios comunitárias. “Agora, a Polícia Federal, a Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações] e o Judiciário passam a ter uma base legal para justificar a ação de repressão”, argumenta.

A Abraço reconhece os avanços do projeto, como o fim da tipificação da radiodifusão irregular como crime e a proibição de arrendamentos e do proselitismo nas rádios comunitárias, mas também critica a proibição de publicidade nas rádios comunitárias. “O projeto tira a Polícia Federal de cima das emissoras que não têm autorização, mas inclui todas as emissoras, inclusive as com autorização, na lei para justificar a repressão”, diz Soter.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) também diz que está preocupada com as conseqüências do projeto. “O fato de ter uma rádio sem estar devidamente licenciada não é um assunto grave para o governo. Esse projeto sinaliza que o governo tem simpatia pela causa e não está muito a fim de acabar com esse excesso de rádios”, critica o diretor-geral da entidade, Flávio Cavalcanti Jr.

Segundo ele, o Brasil tem hoje cerca de 15 mil rádios funcionando de maneira irregular, que prejudicam a freqüência das emissoras outorgadas. Para a Abert, ao amenizar as punições, o projeto pode funcionar como um estímulo à prática delituosa.

Tanto a Abraço quanto a Abert prometem trabalhar para aperfeiçoar o Projeto de Lei 4573/09, enviado recentemente ao Congresso Nacional. “Vamos tentar convencer os parlamentares de que essa não é a melhor solução”, diz Cavalcanti.

O secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Pedro Abramovay, explica que a intenção do governo com o projeto é tirar a discussão sobre as rádios do âmbito do direito penal e passar para o âmbito administrativo. “Certamente não deve ser crime a mera emissão de uma onda de rádio fora dos regulamentos da Anatel”.

Segundo o secretário, atualmente a Polícia Federal tem mais de mil inquéritos para investigar rádios clandestinas. “Isso não faz nenhum sentido, a polícia tem que cuidar de crime organizado, ir atrás de corrupção, do tráfico de drogas, não pode ficar entrando em regiões de periferias da cidade atrás de uma rádio que está funcionando sem autorização”, diz.

Abramovay admite que existe um desvio de recursos da Polícia Federal para uma área que, segundo ele, não está entre as principais preocupações da população. Flávio Cavalcanti Jr, da Abert, critica a justificativa. “O governo não consegue tirar as rádios irregulares do ar e acha que a solução mais simples é descriminalizar”, afirma.

Pela legislação atual, a emissão de material radiofônico sem autorização é crime, de acordo com o Código de Processo Penal, com pena prevista de dois a quatro anos de reclusão. O projeto de lei do governo substitui a prisão por punições administrativas como apreensão de equipamentos, multas e a impossibilidade de se candidatar ao processo de habilitação de rádios comunitárias. No entanto, a proposta aumenta as punições no caso de interferências, com reclusão de dois a cinco anos.

O projeto de lei será analisado primeiramente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, depois será encaminhado à Comissão de Ciência e Tecnologia.
Compartilhar:

INSS retoma amanhã pagamentos de fevereiro

A Previdência Social vai pagar até o dia 6 de março 26 milhões de benefícios relativos à folha de fevereiro. A partir de amanhã (26), começam a receber os segurados que ganham até o piso nacional (um salário mínimo) e que têm cartão com final 4.
Compartilhar:

Polícia apreende 87 Kg de cocaína em Rondônia

JARU - Oitenta e sete quilos de cocaína foram apreendidos pela Polícia Militar na madrugada desta quarta-feira (25) na área rural de Jaru, a 250 quilômetros de Porto Velho.

A operação de busca no local que levou à apreensão da droga partiu de uma denúncia anônima. Ninguém foi preso.

Segundo as autoridades, a droga teria sido jogada de um avião na última segunda-feira (23). As investigações continuam para descobrir a origem da droga. Todo o material apreendido doi levado para a Polícia Federal de Ji-Paraná.
Compartilhar:

São Raimundo contrata mais três reforços

O São Raimundo contratou mais três reforços para o Campeonato Paraense 2009. Trata-se dos meias Coach (Ex-Nacional do Suriname), Diego e Kleberton (Ex-Ananideua). A possível contratação do atacante Torrô está completamente descartada em virtude do goleador já ter realizado mais de três jogos neste mesmo campeonato, o que não é mais permitido pelo regulamento.

As contratações foram todas nomeadas pelo técnico Valter Lima que já conhece a qualidade desses jogadores. Diego e Kléberton, que só fizeram dois jogos pelo Ananideua, já estão devidamente regularizados, podendo inclusive já atuar contra a equipe do Paysandu caso Valtinho opte.

A outra grande novidade, o meia Coach, que estava defendendo o Nacional do Suriname ainda aguarda a liberação junto a FPF. Além dessas contratações o São Raimundo ainda pode realizar mais 06 inscrições até o início do Segundo Turno. Ainda nessa semana, novos nomes poderão ser divulgados.

Hélcio e Marabá - Foi confirmado ontem pela FPF que além do zagueiro Marabá, o artilheiro Hélcio também está suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo na última partida diante do Clube do Remo. Com os desfalques, Válter Lima estuda a possibilidade de lançar o recém contratado Kléberton para o lugar de Marabá, e Garrinchinha para o de Hélcio.

Outra preocupação para Válter Lima são os jogadores pendurados com dois cartões amarelos, que são eles: Fite, Marcelo Pitbull, Trindade e Garrinchinha. Valtinho deverá ter uma conversa franca com estes jogadores para que o São Raimundo não ganhe novos desfalques para a partida decisiva.

Com a aproximação do primeiro jogo da decisão, novos problemas vão aparecendo, como por exemplo a falta de campo para treinamentos. Ontem a deleçagão alvinegra se deslocou para a cidade de Ananideua, e os jogadores tiveram que treinar num campo encharcado com muita lama.

Como se não bastasse, o Pantera Negra ainda tem que se submeter a pressão psicológica vinda da imprensa da capital do Estado e também da própria FPF com a escalação de trio de arbitragem com histórico duvidoso. Porém, para o experiente Técnico Válter Lima, a ordem para o plantel alvinegro é esquecer os problemas extra-campo e focar unicamente para o jogo contra a equipe do Paysandu. (Fonte: site do São Raimundo)
Compartilhar:

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Infecção hospitalar mata 198 pessoas no Pará

A infecção hospitalar ameaça os pacientes dos hospitais do Pará. Ano passado, 7.323 pacientes contraíram o mal no Pará, uma média de 20 por dia. Desse total, 2,7% morreram, num total de 198 óbitos. Os números - quando comparados com os de 2007 - mostram um aumento em 60 mortes, uma vez que, no ano retrasado, faleceram 138 pessoas. Isso representa, na ponta do lápis, um aumento de 30% em óbitos causados pela ameça invisível da infecção hospitalar.

Os índices oficiais, divulgados pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sespa), apontam incidência de 1,95% de infecção hospitalar sobre a média de 360 mil internações por ano. O mais grave é que esses números estão muito abaixo da realidade, por causa das subnotificações, da falta de informações prestadas por muitos hospitais e de uma fiscalização insuficiente pelos órgãos de vigilância sanitária, regulados pelas normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para se ter uma ideia, dos 290 hospitais do Pará, somente 169 implantaram a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), número que representa pouco mais da metade (58,2%) dos hospitais paraenses. Mas o dado não é animador, porque menos da metade presta informações. Em 19% desses hospitais que contam com as CCIH, elas só existem no papel. São 32 comissões que não prestam nenhum tipo de informação ao Estado ou à Anvisa, e, portanto, colocam em risco as vidas dos pacientes. (Portal ORM)
Compartilhar:

Mate do Louco

Como um enxadrista estratégico, que observa atentamente os movimentos do adversário, à espera de um erro para movimentar seu Rei e vencer o jogo com um xeque-mate magistral, Lira Maia aguarda o momento certo para posicionar suas peças no tabuleiro e decidir a partida.

Ao mesmo tempo em que vê suas chances melhorarem a cada ação do seu opositor, o democrata se mantém pensativo e bastante concentrado. Para ele existem dois caminhos: manter o “Peão” à frente, garantindo o apoio político necessário para garantir a vitória tucana e com isso fortalecer sua base para a eleição de 2010 ou entrar diretamente na disputa, se o inimigo trocar o vice do PMDB.

Neste caso, se houver realmente uma substituição de nomes, Lira Maia estaria pronto para entrar na briga e desta vez com chances reais de vitória.

No jogo de estratégias políticas, vence quem souber analisar o movimento de cada jogador. Lira sabe que o PMDB segue as diretrizes jaderistas e, portanto, não pode se precipitar. A melhor defesa nem sempre é o ataque. Explico: há especulações de que para frustrar os interesses de Lira Maia, o cacique peemedebista faria Rocha recuar e abrir para Helenilson Pontes, que por sua vez, traria Nélio Aguiar a tira-colo. Alexandre, portanto, ficaria praticamente fora da disputa, já que seu vice, neste momento, tem um nome bem aceito pela maioria dos eleitores. Ao contrário de Zé Antonio cujo vice não reflete satisfação popular.

Se o PMDB movimentar-se nesta direção manteria com o PT o direito de indicar o vice, desde que não fosse o Milton Peloso. Aí, Inácio Corrêa seria um bom nome. Com as peças posicionadas para a disputa de 5 de abril, Lira Maia então entraria para combater o front inimigo.
Compartilhar:

Pantera não terá o time completo

O São Raimundo não terá seu time completo no jogo de quinta-feira, contra o Paysandu. Além do atacante Hélcio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Válter Lima dificilmente terá a sua disposição o zagueiro Clécio Macapá, que viajou para sua cidade de origem sem deixar a certeza de que retornará ao clube.

O atleta estaria insatisfeito em função de pendências financeiras no clube. Para o lugar de Hélcio, o treinador deverá optar por Wanderlei, enquanto Preto marabá é o mais cotado para compor o miolo de zaga. (Amazônia Jornal)
Compartilhar:

Greve ameaçada

O juiz Silvio Maria determinou que os professores da Rede Municipal retornem às salas de aulas sob pena de serem multados em R$ 100 reais. O sindicato da categoria deve recorrer da decisão do magistrado.
Compartilhar:

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Inquéritos policiais mais rápidos

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) não precisarão mais pedir autorização judicial para dar prosseguimento aos inquéritos. A determinação é da corregedoria-geral da Justiça Federal (JF) na 1ª Região e vale para os inquéritos em trâmite nas 13 unidades da federação onde o Tribunal Regional Federal da 1ª Região exerce jurisdição (Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins), o que representa 80% do território nacional.
Compartilhar:

Apuí (AM) sonha com novo Eldorado do Juma

Poucos meses após a confirmação da existência de uma enorme reserva de minérios, no Garimpo do Juma, ao sul do Amazonas, a 400 quilômetros de Manaus, outra descoberta de ouro coloca o município de Apuí novamente no centro das atenções. Desta vez, o ouro foi encontrado na fazenda de propriedade do prefeito do município, Antônio Marcos Maciel Fernandes, a 25 quilômetros da sede. Ontem, o prefeito estava na fazenda apurando e na segunda-feira deverá anunciar quais providências irá adotar.

Por enquanto, a preocupação maior é conter a invasão da área. A secretária Municipal de Meio Ambiente do município, Cristiane Vieira Maciel da Silva, confirmou que na última terça-feira aproximadamente 400 pessoas ocuparam a fazenda do prefeito, depois da notícia de que um morador havia encontrado ouro. Mas, segunda a secretária, poucas pessoas permanecem hoje no local, decepcionadas com os resultados da garimpagem. “Foram encontradas 20 gramas em um barranco e 25 gramas em outro”, disse.

Cristiane disse que, desde a descoberta do garimpo do Juma, os moradores de Apuí dormem e acordam sonhando com um novo eldorado. “Não é a primeira vez que isso acontece”, afirmou. A secretária disse que o prefeito deverá anunciar, na segunda-feira, se vai adotar alguma ação administrativa em relação ao caso. (Fonte: www.emtempo.com.br)
Compartilhar:

Às escuras

Essa Celpa é mesmo de morte! Basta uma chuva para que vários bairros da cidade fique às escuras. No último sábado, por exemplo, os moradores dos bairros do Diamantino, Interventoria, Nova República e Aeroporto Velho ficaram pelo menos cinco horas sem energia. O problema só foi resolvido depois das 22 horas.
Compartilhar:

Agente da Polícia Federal é preso em Altamira

Humberto L. de O., agente federal lotado na Delegacia de Polícia Federal de Altamira, foi preso nesta segunda-feira, acusado de agressão. De acordo com informações fornecidas pela polícia daquele município, o agente da PF, teria agredido com um soco o médico Fabiano C. Ainda de acordo com essas informações, o motivo da agressão teria sido ciúmes.

A polícia disse ainda que após as festas do domingo de carnaval, Humberto foi até uma lanchonete com a namorada. No local, Fabiano teria assediado a namorada de Humberto e este teria reagido com a agressão. A Polícia Militar foi acionada e precisou intervir na briga.

De acordo com testemunhas, Humberto parecia estar embriagado. No momento da prisão, o agente ameaçou um vereador do município - irmão da vítima-, além de ter desacatado os policiais. 'Ele disse que era policial federal e não poderia ser preso, resistindo à prisão', contou o delegado Luiz Nicácio, da Superintendência Regional do Xingu. Ele também teria ameaçado as pessoas que estavam na lanchonete com uma pistola. A arma de fogo foi apreendida pela Polícia Civil.

O médico agredido está internado no Hospital Regional da Transamazônica, em Altamira. Ele já foi submetido ao exame de corpo de delito e deve passar por uma cirurgia ainda hoje, pois teve ossos da face fraturados. O delegado Luiz Nicácio informou que vai solicitar o exame toxicológico de Humberto, para verificar se o agente estava embriagado.

O agente federal está preso na Superintendência Regional do Xingu à disposição da Justiça. Ele vai responder por lesão corporal grave, ameaça e desacato. Humberto deve ser transferido em breve, pois tem curso superior. 'Não temos cela especial para estes casos aqui em Altamira. Por isso, aguardamos a disponibilização de uma vaga pela Susipe', disse o delegado Nicácio.

De acordo com o delegado da Polícia Federal Jorge Eduardo, o procedimento administrativo disciplinar já tem autorização para ser instaurado. 'A PF aguarda apenas a conclusão da confecção do auto de flagrante da Polícia Civil, para com base nas informações do TCO, abrir o procedimento, que pode ou não culminar com o afastamento do servidor', explicou o delegado. (Com informações do Portal ORM)
Compartilhar:

Senador defende votação do projeto que cria estado do Gurguéia

Senador João Vicente (PTB-PI)O senador João Vicente Claudino (PTB) informou que o processo para a criação do Estado do Gurguéia vai ser agilizado no Congresso Nacional. João Vicente que é o segundo secretário da mesa diretora informou que o presidente José Sarney tem interesse em dar celeridade ao processo que prevê a criação do estado do Maranhão do Sul.

Leia mais aqui:
Compartilhar:

Gasolina mais barata

O preço da gasolina no mercado brasileiro vai cair este ano, segundo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Ele afirmou que isso será possível, “se o preço do petróleo continuar como está”. No mercado internacional, a cotação da matéria-prima vem registrando quedas seguidas desde setembro do ano passado, quando explodiu a crise financeira mundial. Em meados de 2008, o preço médio do barril de petróleo chegou a US$ 131,22 — em julho, o barril atingiu o pico de US$ 147. Este mês, a média está em US$ 41,85. Ontem, pelo Índice Nymex, de Nova Iorque, o contrato do petróleo para março foi cotado a US$ 39,48.
Compartilhar:

CPI da Pedofilia interroga figurões no Pará

Deu no Cláudio Humberto: A CPI da Pedofilia no Senado já marcou para o dia 4 os depoimentos do deputado estadual Luiz Affonso Seffer (DEM) e de João Carlos Carepa, irmão da governadora do Pará, como esta coluna antecipou. Eles são acusados de crimes sexuais contra adolescentes. A CPI vai ouvi-los em Belém, assim como a outras seis pessoas, inclusive uma das vítimas, a delegada e o médico que atendeu as adolescentes vítimas dos abusos.
Compartilhar:

Mulheres estão mais vulneráveis às DSTs no carnaval

O comportamento permissivo e o uso excessivo de álcool e drogas são a combinação perfeita para o sexo sem proteção no carnaval. O cenário é ainda mais perigoso para as mulheres, aponta Maria Helena Vilela, diretora do Instituto Kaplan, especializado em sexualidade humana. Segundo a especialista, o próprio corpo feminino facilita o desenvolvimento de infecções.

“As mulheres são mais vulneráveis tanto ao contágio de doenças, quanto à gravidez. Ela tem muito mais possibilidade de infecção do que o homem porque o aparelho genital interno favorece isso”, alerta Vilela. Além dos fatores fisiológicos, há também as barreiras culturais. A não-popularização da camisinha feminina, por exemplo, torna as mulheres ainda mais vulneráveis na hora de exigir o uso do preservativo.

“A camisinha feminina é muito nova, muita gente nunca nem viu. Ela ainda tem uma anatomia de difícil colocação, agora saíram modelos mais novos que simplificaram e a gente espera que facilite o uso. A mulher seria mais independente porque nem precisaria negociar com o parceiro, ela mesma se encarregaria da proteção”, aponta a especialista.

De acordo com Maria Helena, o uso de álcool e de drogas, comuns durante o carnaval, são dois fatores que contribuem para o sexo sem proteção e o conseqüente contágio por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). (Fonte: ABr)
Compartilhar:

Campanha da Fraternidade

Para a Igreja Católica, a Quarta-feira de Cinzas (25) marcará o início da reflexão e dos debates sobre a segurança pública no país. Nesta data será lançada, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a Campanha da Fraternidade de 2009.
Compartilhar:

PF vai investigar denúncias sobre venda de bebida alcoólica a indígenas de Envira

Nos próximos dias, a Polícia Federal (PF) no Amazonas vai instaurar inquérito para investigar as denúncias apresentadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) a respeito da venda indiscriminada de bebida alcoólica a centenas de indígenas que vivem no município de Envira. A cidade está localizada a cerca de a 1.200 quilômetros de Manaus, na divisa entre o Amazonas e o Acre.

Segundo a assessoria de comunicação da PF, a investigação atenderá a um pedido feito pela Funai, depois que um jovem, não-índio, de 21 anos, foi brutalmente assassinado dentro da aldeia indígena Cacau, em Envira.
Compartilhar:

Nada de Carnaval... São Raimundo vive clima de Decisão


Longe da agitação das festividades de Carnaval, o time do São Rimundo permanece em constante concentração para decisão do primeiro turno que inicia nesta quinta-feira diante da equipe do Paysandu.

A delegação alvinegra seguiu para cidade de Castanhal em virtude da tranquilidade e facilidade para encontrar campos para a prática dos treinamentos.

Para o Técnico Válter Lima que não poderá contar com jogador Marabá, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo, a tarefa de encontrar o substituto do xerife alvinegro não será fácil, e dependerá de quem melhor se encaixar no sistema tático são raimundino.

Outra preocupação enfrentada por Valtinho são os jogadores pendurados com dois cartões amarelos, dentre eles estão: Fite, Marcelo Pitbull, Hélcio e Luís Carlos Trindade. O comandante alvinegro que também é acadêmico de Psicologia deverá trabalhar o lado emocional desses jogadores para que o Pantera não sofra desfalques importantes para o último jogo da decisão.

Como se não bastasse, saiu o trio de arbitragem para quinta-feira, que será encabeçado pelo polêmico Domingos de Jesus Viana, acusado pela torcida alvinegra de ter levado o último do confronto de Paysandu e São Raimundo à rumos diferentes, ao não marcar um pênalti claro em Hélcio e por ter anulado um gol legítimo do Pantera.

Espera-se que Domingos De Jesus Viana, que segundo uma emissora de TV chegou a reconhecer algumas falhas no jogo, se retrate fazendo uma arbitragem digna de quem tem uma larga experiencia não só no futebol paraense como no cenário brasileiro.

A diretoria alvinegra ainda encontra-se em negociação com a diretoria do Paysandu em relação a definição dos locais dos jogos. A hipótese de se ter o primeiro jogo em Santarém é mínima, em virtude de não ter sido realizada vistoria do Barbalhão em tempo hábil. A inspeção está marcada para o dia 26/02, ou seja, somente depois do encerramento das festividades do Cristoval. (Fonte: Site do São Raimundo)
Compartilhar:

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Morre o empresário e ex-deputado Sérgio Naya

O empresário e ex-deputado Sergio Naya, 66 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (20), em Ilhéus, no litoral da Bahia. Naya foi vítima de um infarto agudo do miocardio, segundo o médico legista que fez a necrópsia.

Naya era proprietário da Sersan, empresa responsável pela construção do edifício Palace II, no Rio, que desabou em 1998 e provocou as mortes de oito pessoas e deixou 120 famílias desabrigadas.

Ele foi encontrado morto em um quarto do hotel Jardim Atlântico, onde estava hospedado. G1
Compartilhar:

Papão quer finais na curuzu

Amazonia Jornal

O presidente do Paysandu, Luiz Omar Pinheiro, revelou, ontem, que fez proposta ao São Raimundo para que os dois jogos da final do 1º turno do Parazão, envolvendo as duas equipes, sejam disputados na Curuzu e não no Mangueirão, como marca a tabela do campeonato. A alegação do dirigente foi a de que jogando no estádio estadual as equipes voltarão a amargar prejuízos, como ocorreu nos jogos contra o Remo e o Castanhal, respectivamente. 'Jogando na Curuzu os gastos serão menores e o torcedor, com toda a certeza, vai comparecer em maior número por ser um estádio mais central', comentou o cartola.

Luiz Omar tenta convencer a direção da Pantera de que a possibilidade de transferência do local das partidas não iria beneficiar o Papão, que, neste caso, jogaria em seus domínios. 'O São Raimundo não venceu o Remo dentro do Baenão?', indagou. 'Por que não pode nos vencer jogando na Curuzu?', completou.


Recusa - A idéia de Luiz Omar foi recebida com uma contraproposta do adversário, que sugeriu levar o jogo de quinta-feira, o primeiro da final, para Santarém, com a segunda partida acontecendo no Mangueirão. A sugestão dos alvinegros não foi bem recebida pelo dirigente alviazul, pois segundo ele, demandaria gastos com a viagem do Papão até a cidade do Baixo-Amazonas.
Compartilhar:

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Polícia apreende arma de uso do Exército

Policiais militares lotados no destacamento da vila de Curuai, no Lago Grande, apreenderam na última terça-feira, uma metralhadora de uso exclusivo do Exército. A arma estava de posse de Adson de Sousa Farias, morador daquela comunidade. Ele foi preso em flagrante, por volta das 23 horas, quando tentava vender a arma. O rapaz, segundo relato de moradores, estava embriagado e exibia a metralhadora, que estava com munição. As pessoas ficaram bastante assustadas e denunciaram o acusado à polícia.

O cabo Siqueira, que efetuou a prisão, informou que Adson tentou vender a arma em um bar e ainda em uma mercearia. Ao ver os agentes, o acusado fugiu, mas foi capturado logo em seguida.

Levado para a delegacia de Polícia Civil, o rapaz contou ao de-legado Herbert Farias que encontrou a arma escondida entre toras de madeiras na serraria onde trabalha em Santarém e que pretendia vendê-la por R$ 100.

De acordo com o delegado Herbeth Farias, o acusado será enquadrado por porte ilegal de arma restrita sendo que sua situação foi agravada uma vez que a metralhadora é de uso do Exército.

Adson afirmou que a arma pertence ao dono da madeireira, identificado apenas pelo apelido de Tabajara.

A Polícia investiga o caso e possivelmente os proprietários serão chamados para averiguações.
Compartilhar:

Fábrica de perfis de alumínio

O Grupo Priori e a Alcoa inauguraram na quinta-feira a T-ink, empresa de pintura eletrostática para perfis de alumínio com acabamento pintado do Grupo Priori, utilizados na construção civil, para os mercados do Norte e Nordeste. O lançamento da linha de pintura será na fábrica da Alcoa em Itapissuma-PE.

Nos mercados do Norte e Nordeste os perfis pintados serão desenvolvidos em parceria pelas duas empresas. Nas demais regiões do País a Alcoa já possui outras parcerias para oferecer esses produtos ao mercado.
Compartilhar:

Fortalecimento

A chapa encabeçada por Alexandre Von e Nélio Aguiar ganha força junto às principais lideranças comunitárias do município. Líderes políticos também ajudam a fortalecer a dupla, que já caiu na preferência popular.
Compartilhar:

Chapa do governo não muda

Pelo menos é que afirmam os principais líderes políticos dos partidos da base governista que afirmam categoricamente que vão continuar apoiando a chapa encabeçada pelo advogado José Antonio Rocha e Milton Peloso. Mudança, segundo eles, só na cabeça dos adversários.
Compartilhar:

Revolta

Aliados da ex-prefeita Maria do Carmo e lideranças comunitárias, além de cabos eleitorais e amigos que ajudaram a reeleger a candidata do PT foram abandonados pelo governo. As promessas recebidas durante a campanha não foram cumpridas. Nas horas mais difíceis é que se percebe o quanto vale a palavra de um político.
Compartilhar:

Carnaval na Orla terá início hoje

Será logo mais, a partir das 19h na Orla da cidade, a abertura do carnaval santareno. Antecedendo aos blocos de empolgação filiados à LIBES, desfilarão pela avenida Tapajós os blocos de programas desenvolvidos pela Prefeitura de Santarém (Bloco do PELC/Assessoria de Esporte e Lazer e Secretaria Municipal de Cultura; Bloco da Camisinha e Bloco Serrote, da Capitania dos Portos).

Às 21h, começa a apresentação dos blocos da Liga Independente, Garotos da Coroa, Alô Dada, Sorrisso Aberto Folia, a Fogueteira, Cheiro do Periquito da Amazônia, Fissura e Vermelho e Preto.

Amanhã, 21 de fevereiro, desfilarão à partir das 21h os blocos filiados à Associação Santarena das Agremiações Carnavalescas (ASAC): Tô na Onda, Unidos de Aparecida, Mocidade da Turiano Meira, Cruz de Malta, Pulga, Linguarudo, Zueira, Olha eu Aqui.

Na terça-feira, 24, a programação inicia às 19h na Orla, com a apresentação dos melhores blocos de cada entidade.
Na vila balneária de Alter do Chão, a Prefeitura é responsável por dois dias da programação de carnaval: domingo, 22 e segunda-feira 23 de fevereiro.

A programação começa às 18h.
Compartilhar:

PAGAMENTO

O Prefeito José Maria Tapajós confirmou para a próxima sexta-feira, 27 de fevereiro, o pagamento do salário do referido mês a todos os servidores públicos municipais. Segundo o Prefeito, a Secretaria Municipal de Administração (SEMAD) irá trabalhar até amanhã, 21, para fechar a folha.
Compartilhar:

PONTO FACULTATIVO

Nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro, em virtude da quadra carnavalesca, o Prefeito Interino de Santarém facultou o ponto nas repartições públicas municipais, com exceção dos serviços essenciais de limpeza e saúde pública. O atendimento ao público nas Secretarias e Coordenadorias Municipais volta ao normal na quinta-feira, 26 de fevereiro.
Compartilhar:

Virou bagunça

Estão suspensas as campanhas dos candidatos a prefeito em Santarém desde ontem. A Justiça Eleitoral marcou para março, o início da propaganda eleitoral no município conforme nova resolução do Tribunal Regional Eleitoral. O juiz Silvio César deve decidir hoje se os adesivos dos veículos com propaganda dos candidatos deverão ser retirados ou não.

Os candidatos reclamam que a situação política do município ficou mais complicada e que eles temem que vão amargar prejuízos já que as medidas judiciais impetradas pelo PT podem atrapalhar ainda mais o novo processo eleitoral.
Compartilhar:

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Só Projetos

Alcançou mais de um milhão de acessos (IP único), o site www.soprojetos.com.br de propriedade do arquiteto Ary Rabelo. A página recebe milhares de visitas diárias alcançando números expressivos por mês. Ary Rabelo, cujo sucesso profissional tem reconhecimento internacional, tem inúmeros projetos realizados em diversos países. Sua clientela é maior no Sul do país.
Compartilhar:

Esquema

Dublê de empresário dono de locadora de veículos e cuja riqueza se avolumou com esquema de madeira é alvo de inúmeras denúncias e brevemente será personagem de uma reportagem exclusiva sobre lavagem de dinheiro em Santarém. A locadora de veículos é apenas fachada.
Compartilhar:

Eleição será dia 5 de abril

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu marcar nova data para a realização da eleição municipal em Santarém. Acatando pedido feito pelo Partido dos Trabalhadores, o TRE paraense marcou para o dia 5 de abril a data do pleito, que escolherá o futuro prefeito do município.

Portanto, muda tudo, de novo. Os partidos podem realizar novas convenções partidárias (de 28 a 1º de março) para apresentar seus candidatos ou confirmar os nomes daqueles já apresentados.

De acordo com o TRE, a campanha eleitoral terá início no dia 20 de março e termina um dia antes da eleição.
Compartilhar:

AEL divulga relação dos contemplados com o Bolsa Atleta

A Assessora de Esporte e Lazer (AEL) da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), professora Rita Peloso, divulgou a lista dos aprovados para o Programa Bolsa Atleta para este ano. São 20 atletas contemplados nas categorias A e B.

O bolsa atleta dá uma bolsa de incentivo aos atletas para que estes possam investir em preparação física para as competições esportivas em nível local, regional e nacional.

O lançamento do programa será no mês de março.

Abaixo, a relação dos aprovados:
Oriane Jean (Atletismo)
Hiel Gesã (Canoagem)
Valmir Baia (Ciclismo)
Helem Leal (Natação)
Gisele Marinho (Natação)
Bruno Rego (Karatê)
Franciane Moura (Atletismo)
Izequiel Márcio (Atletismo)
Roger Muler (Atletismo)
Winderson Patrick (Canoagem)
Márcio Picanço (Futvôlei)
Marcelo Picanço (Futvôlei)
Carlos Merabet (Natação)
Rafael Francisco (Natação)
Flávio Ricardo (Natação)
Igor Costa (Natação)
Carlos Fernando (Karatê)
Sean Santos (Karatê)
Jonas Batista (Taekwondo)
Wilson Júnior (Taekwondo)
Compartilhar:

PMS repassa verba para São Raimundo

Foi repassado na tarde de hoje a membros da diretoria do São Raimundo Esporte Clube, recursos financeiros disponiblizados pela Prefeitura de Santarém, no valor de R$ 30 mil.A assinatura do contrato entre o Executivo Municipal e o Clube Esportivo de Santarém foi realizada na sala de reuniões do Palácio Jarbas Passarinho, na presença do Prefeito Interino, José Maria Tapajós, dos Secretários de governo Everaldo Martins (Planejamento) e Rosilane Evangelista (Finanças), e da Assessora de Esporte e Lazer, Rita Peloso. Jardel Guimarães disse que a ajuda recebida pelo clube dará um suporte não só ao São Raimundo, mas ao esporte de forma geral.

“O São Raimundo é a única equipe que está representando o Oeste do Pará no campeonato estadual. Esse apoio financeiro é de grande importância para nós”, agradeceu o membro da diretoria ao receber das mãos do Prefeito o cheque.

José Maria Tapajós afirmou que o governo acredita no esporte local e que o resultado que o São Raimundo está apresentando hoje, é fruto de organização. “Temos visto uma diretoria comprometida e envolvida com as causas do Clube. Ajudar ao São Raimundo é incentivá-lo a alcançar melhores resultados”, falou.

Jardel Guimarães esteve presente à Prefeitura, com mais dois membros da diretoria do Clube
Compartilhar:

Pantera na final do primeiro turno

O São Raimundo mostrou ontem à noite porque é o segundo melhor time do Parazão 2009. Em dois jogos contra o Clube do Remo, o time comandado pelo competente Walter Lima não se intimidou e transformou o Leão em um gatinho. Os azulinos estavam tímidos em campo e sem nenhuma qualidade técnica. O Pantera mostrou mais agressividade e só não saiu com um resultado melhor por causa da arbitragem, que tentou ofuscar o brilho da equipe santarena. Que venha o Papão!
Compartilhar:

Servidores fantasmas

Funcionários fantasmas lotados em várias secretárias e que engordam a folha de pagamento da Prefeitura, estão indignados com alguns membros do governo. O motivo é a retenção dos contracheques dos titulares pelos responsáveis pela ‘admissão’ dos ‘servidores’. O dinheiro não está caindo mais na conta dos ‘funcionários’, mas o nome deles ainda consta na relação de pagamento da Prefeitura, trocando em miúdos, alguém está recebendo esse dinheiro. Muitos desses ‘fantasmas’ ameaçam abrir o bico e contar como foram parar nas folhas de várias secretarias caso seus ‘salários’ não retornem às suas contas bancárias.
Compartilhar:

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Polícias do Brasil e Bolívia contra o crime organizado

Foi assinado nesta quarta-feira, dia 18 de fevereiro, o Termo de Estratégia de Cooperação Policial para o ano de 2009 entre a Polícia Federal do Brasil e a Polícia Nacional da Bolívia. No documento, as forças policiais dos dois países se comprometem a executar uma série de ações visando o combate ao crime organizado, principalmente o tráfico de drogas, tráfico de armas e lavagem de dinheiro, além de outros delitos conexos.

Dentre as ações destacam-se o apoio logístico em operações, capacitação de policiais e troca de informações de inteligência. O Termo, assinado pelo Diretor Geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, e pelo General Wilge Abel Obleas Espinoza, Diretor Nacional de Planejamento da Bolívia, terá validade de um ano, e poderá ser prorrogado. A elaboração do documento teve o acompanhamento de representantes dos Ministérios de Relações Exteriores dos dois países.

Intercâmbio de informações e investigações conjuntas

Segundo o termo assinado, policiais dos dois países irão trocar informações para o combate do crime organizado. Estão planejadas visitas técnicas e missões para incremento das investigações conjuntas sobre organizações criminosas de maior potencial ofensivo. Os dois países também vão trocar dados referentes à legislação penal e processual penal específica para o combate do tráfico de drogas, tráfico de armas, lavagem de dinheiro e destinação de bens apreendidos.

Está prevista também a realização de um estudo entre a PF e a PNB para analisar a possibilidade de indicação de policiais federais brasileiros para atuarem como Oficiais de Ligação junto a Força Especial de Luta contra o Narcotráfico.

Operações de erradicação de cultivos ilícitos

Pelo acordo, a Bolívia se compromete a realizar operações de erradicação de maconha e excedente de plantas de coca no seu território. Para isso, contará com o apoio logístico de policiais brasileiros. A Bolívia também participará de um estudo técnico-científico desenvolvido pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal batizado como Projeto Pequi, que visa elaborar o perfil químico de drogas para produção de dados de inteligência estratégica.

Ainda no campo da perícia criminal, os profissionais brasileiros, que já visitaram nas últimas semanas os laboratórios de criminalística da Bolívia, irão elaborar relatórios com propostas de aprimoramento. Por sua vez os profissionais bolivianos também terão a oportunidade de estagiar nos laboratórios da PF.

Capacitação - A capacitação dos policiais também é um dos pilares do termo assinado. A Polícia Federal irá disponibilizar para os policiais bolivianos vagas em cursos realizados pela Academia Nacional de Polícia nas áreas de interesse. Também são oferecidas vagas no curso de formação de perito criminal federal. Já a Bolívia vai disponibilizar aos policiais brasileiros vagas no curso Garras de Valor, que é um treinamento de combate em área de selva realizado pela FELCN.

Reunião de Ministros do Mercosul - O termo é resultado de entendimentos dos Ministros da Justiça dos dois países ocorrido durante a Reunião de Ministros da Justiça e Ministros do Interior do Mercosul e Estados Associados, realizada em novembro de 2008 na cidade de Porto Alegre (RS).

O documento assinado tem como diferencial o estabelecimento de metas e prazos a serem cumpridos pelas duas polícias. O texto também prevê a realização de uma avaliação das ações. Este exame vai servir para a definição de novas metas no momento da prorrogação do acordo.
Compartilhar:

"Hidrelétricas funcionam como fábricas de metano", diz Fearnside

Bruno Calixto (amazonia.org)

Philip Fearnside é um dos nomes mais citados na comunidade científica quando o assunto é Amazônia e mudanças climáticas. O pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) está no Brasil há mais de 30 anos estudando a floresta amazônica e os impactos de grandes empreendimentos, como estradas e usinas hidrelétricas, ao bioma.

Em uma conversa de uma hora com o site Amazonia.org.br, Fearnside mostrou preocupação com a medida do governo do Pará de reduzir a Reserva Legal no entorno da BR-163, criticou a abertura de estradas na Amazônia e defendeu a tese de que usinas hidrelétricas não são fontes de energia limpa, já que os reservatórios liberam grande quantidade de metano.

Para Fearnside, a floresta amazônica presta serviços ambientais que valem mais do que o desmatamento. O pesquisador propõe que se elabore um sistema para remunerar esses serviços. "Temos que ter mecanismos para transformar esse valor ambiental em fluxo financeiro, que vai sustentar a população de forma sustentável sem destruir a floresta".

Leia aqui a íntegra da entrevista
Compartilhar:

Relatório da ONU revela que desmatamento na Amazônia já levou 26 espécies à extinção

Documento divulgado pelo Pnuma traz dados sobre a inviabilidade do modelo atual de exploração da floresta e suas conseqüências para a vida do bioma.

Flávio Bonanome

Segundo um relatório publicado nesta quarta-feira (18) pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o desmatamento da Amazônia já provocou a extinção de 26 espécies de animais e plantas e colocou outras 644 em risco. O documento foi divulgado durante o 24° encontro do Pnuma, que acontece em Nairóbi, Quênia até sexta-feira (20).

O balanço tem como foco o período até 2005 e leva em conta os dados do desmatamento e a demanda de mercado por produtos oriundos da floresta. Segundo o estudo, só neste período, a floresta já perdeu cerca de 857 milhões de quilômetros quadrados (17% de sua vegetação original), uma área equivalente a 94% do território da Venezuela.

O Pnuma destaca no documento diversos diferentes fatores para o aumento do desmatamento, divididos em internos, desencadeados pelo próprio país que abriga a floresta, e externos, relativos a demais fatores ambientais.

Dentre os fatores internos, destaca-se o crescimento urbano da região amazônica. Segundo o relatório em quatro dos nove países estudados, mais de 50% da população amazônica está alocada em áreas urbanas. Além disso, o documento mostra que o crescimento das populações da região, em todos os países que abrigam a floresta, supera a média nacional de cada um dos Estados.

No quesito de fatores externos, o documento coloca o aquecimento global como principal causa para o desbalanceamento do regime de chuvas na região, prevendo uma savanização de 60% do território da floresta ainda para este século.

Questão Econômica Além dos dados relativos ao desmatamento e preservação da floresta, o relatório do Pnuma faz uma análise aprofundada dos fatores sócio econômicos de produção na região e como eles poderiam aliar-se com a conservação. Segundo o documento, uma redução de 5% nas taxas de desmatamento durante 30 anos, poderia render até U$ 6,5 bilhões para os países que abrigam a floresta.

Focando nesta questão, o Pnuma ainda traz dados que revelam a inviabilidade da manutenção do atual sistema de exploração da floresta em desarmonia com a preservação de seus recursos. A continuidade do atual sistema produtivo poderia representar a perda de 55% de toda a cobertura vegetal da Amazônia, sendo que 30% de área desmatada já seria suficiente para desorganizar de maneira fatal o regime de chuvas na região.

Finalmente, o relatório concentra sua parte conclusiva na sugestão de políticas e metodologias para combater o avanço dos dados criticados por ele mesmo. Entre as medidas sugeridas está a melhoria das políticas governamentais com a alocação de mais recursos para o setor ambiental, o aumento da presença do Estado na região e a elaboração de uma legislação ambiental mais racional, cuja qual, segundo o relatório, exigiria plena participação da sociedade civil na construção.

O relatório completo você confere aqui.
Compartilhar:

Vice-líder do Parazão, São Raimundo enfrenta o Remo

O São Raimundo faz esta noite em Belém, no estádio Olímpico, o seu jogo mais importante nesta primeira fase do Campeonato Paraense de Futebol. Vice-líder do Parazão, a equipe santarena precisa apenas um empate contra o Clube do Remo para garantir vaga na final do primeiro turno.

O adversário de logo mais foi goleado pelos mocorongos no jogo de estréia e entra em campo com o clima de revanche e sonhando com a classificação. Para tanto, deve ir a campo com sua força máxima.

Já os alvinegros devem reforçar a marcação no meio-campo e jogar nos contra-ataques, já que um empate basta para garantir a vaga na final.
Compartilhar:

Aposentados: Sarney encaminha pedido por aprovação de projetos

Em resposta a apelo do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), o presidente do Senado, José Sarney, informou nesta terça-feira (17) que já comunicou ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, as solicitações dos senadores pela apreciação e aprovação dos projetos que tramitam naquela Casa tratando de modificações nos cálculos dos benefícios de aposentados e pensionistas.

- Eu já remeti ao presidente da Câmara um expediente no sentido de que ele ouvisse as solicitações dos senadores e, ao mesmo tempo, me solidarizando com as reivindicações dos meus eminentes colegas - disse.

Pouco antes, durante a sessão plenária desta terça, Flexa Ribeiro havia pedido que Sarney solicitasse a Michel Temer a inclusão na pauta de votações dessas proposições, que já foram aprovadas pelo Senado. Nos últimos dias, os senadores Paulo Paim (PT-RS) e Mário Couto (PSDB-PA) fizeram a Sarney pedido semelhante.
Compartilhar:

Pará ainda tem 500 mil analfabetos

A secretária de Educação do Pará, Iracy Gallo, informou que o Estado tem 500 mil pessoas analfabetas e que o Fórum de Secretários Municipais deve se articular para apoiar a campanha contra o analfabetismo, lançada nesta quarta-feira (18), em Belém, no Hangar - Centro de Convenções.

Ela disse que só com a colaboração de toda a sociedade é possível superar o analfabetismo no Estado. "Ainda temos cerca de 500 mil pessoas analfabetas no Pará e, para isso, precisamos de muita colaboração, e o fórum é o local ímpar para que isso aconteça", disse a secretária.
Compartilhar:

Governo reforça Navegapará em Santarém

Técnicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Sedect) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa) estão em visita de campo em Santarém, onde realizam encontros com gestores e monitores dos infocentros do programa Navegapará instalados naquele município.

As visitas técnicas também contam com a colaboração do diretor de Inclusão Digital da Secretaria Municipal de Educação de Santarém, Jader Gama, e do técnico da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) em Santarém, Hamilton Feitosa.
De acordo com a pedagoga Lianny Araújo, da Sedect, esta ação serve para que a equipe do Navegapará tenha uma visão real do maior programa de inclusão digital do Brasil, motivo pelo qual um relatório destes encontros será apresentado ao presidente da Prodepa, Renato Francês, e ao secretário-adjunto da Sedect, João Crisóstomo Weyl, gestores do Navegapará.

“É uma visita de acompanhamento, na qual verificamos as instalações dos infocentros, as suas reais condições de funcionamento e, ainda, as pendências destes espaços, de forma a garantir a melhor estrutura deste tipo de serviço público", afirma Lianny.
Natasha Veloso, da Sedect, diz também que nestas visitas se estabelece contatos com lideranças de movimentos sociais interessadas em instalar infocentros nas suas comunidades.

As visitas começaram na segunda-feira (16), na Colônia de Pescadores Z-20, Escola Padre Manoel Albuquerque, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Associação dos Moradores do Bairro da Conquista.

Na terça-feira, 17, os técnicos visitaram a Escola Conceição Figueira e as organizações não-governamentais Fundac, Projeto Saúde Alegria e a
Federação das Associações de Moradores e Comunidades de Santarém (Fancos).

Neste último, os técnicos da Sedect mantiveram uma reunião com lideranças comunitárias que estão pleiteando infocentros às suas comunidades. Eles responderam a várias perguntas dos líderes comunitários e anunciaram que já foi dada a partida para a instalação do infocentro de Fancos.
Compartilhar:

Operação "Carnalegria Pará 2009"

A Polícia Militar do Pará com o objetivo de executar, nos diversos municípios que compõem a área de atuação do Comando de Policiamento Regional 1, o policiamento em suas diversas variáveis (ações preventivas, e eventualmente repressivas), proporcionando segurança aos foliões do oeste paraense, através da garantia da Ordem Pública realizará de 20 a 25 de Fevereiro a operação "CARNALEGRIA PARÁ-2009".

O efetivo será empregado nas diversas cidades onde ocorrem festas carnavalescas, as cidades são: Santarém e Alter do Chão, Belterra, Alenquer, Curuá, Monte Alegre, Almeirim, Prainha, Oriximiná, Óbidos, Faro, Terra Santa.

Na operação de carnaval serão empregados nos locais das festas em Santarém aproximadamente 120 policiais por dia no trabalho.

Serão disponibilizados para reforçar o policiamento na região 144 policiais que devem se deslocar para diversos municípios.
Compartilhar:

Ibama apreende quatro arraias que iriam para Nova York, EUA

Na noite da última segunda-feira, dia 16, fiscais do Ibama apreenderam quatro arraias que iriam para Nova York, nos Estados Unidos da América, no terminal alfandegado do Aeroporto Internacional de Belém. As arraias foram apreendidas por estarem sendo transportados em desacordo com a licença ambiental e, agora, estão sob a guarda do Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Norte (Cepnor), que fica em Belém, Pará.
Compartilhar:

Ainda sonham

Dirigentes petistas e pessoas ligadas ao grupo político da ex-prefeita Maria do Carmo ainda acreditam que ela retorne ao cargo. Toda semana, os advogados do governo dizem que na quinta-feira, a população terá uma surpresa. O problema é que já se passaram tantas quintas-feiras e nada dessa surpresa chegar.
Compartilhar:

Príncipe Charles quer discutir Amazônia em visita ao Brasil

O príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, quer usar sua viagem ao Brasil em março para promover a discussão sobre a preservação da Floresta Amazônica, de acordo com a assessoria de imprensa da família real.

Durante a visita de quatro dias, Charles deverá se reunir com líderes empresariais para discutir ações contra o aquecimento global.

No ano passado, uma reunião semelhante no Japão resultou na formação de um fórum permanente de empresários locais.

Charles virá acompanhado de sua mulher, Camilla Parker Bowles, e o casal também deverá visitar comunidades auto-sustentáveis na Amazônia.

Parceria

Além da questão ambiental, o Príncipe de Gales deverá anunciar uma parceria de sua instituição Youth Business International - que ajuda jovens a entrar no mercado de trabalho em 37 países - com a ONG Conexão, no Rio de Janeiro.

Charles também fará uma palestra sobre mudanças climáticas e ainda participará de um evento com líderes políticos em Brasília.

Essa será a quarta visita do príncipe de Gales e a primeira de Parker Bowles ao Brasil.

Além do Brasil, Charles vai visitar o Chile e o Equador pela primeira vez.

O casal vai começar a visita pelo Chile, em 8 de março, e depois seguirá para o Brasil e o Equador.

Charles e Camilla também vão visitar o arquipélago de Galápagos, no Equador, como parte das comemorações do bicentenário do nascimento de Charles Darwin.
Compartilhar:

Laboratório do Sono começa a funcionar em Porto Trombetas

Começam em março as atividades do Laboratório do Sono do hospital de Porto Trombetas. A fim de melhorar a qualidade de vida e saúde de seus empregados, a Mineração Rio do Norte (MRN) inicia a segunda etapa do seu Programa de Medicina do Sono e Fadiga. As instalações do hospital passaram por adequações físicas e equipamentos de polissonografia foram adquiridos para a realização de exames.

"Antes, só era possível realizarmos esse tipo de exame em Belém. Trouxemos o que há de mais moderno no mercado. Com esse investimento, vamos cuidar do sono de nossos empregados", explica o gerente de Saúde Ocupacional da MRN, Dr. Paulo Mendonça.
Atualmente, o sono é uma das principais preocupações da MRN com a saúde de seus empregados, já que a qualidade do sono está diretamente ligada ao desempenho das pessoas quando acordadas. O sono aumenta a possibilidade de erros na operação e é, reconhecidamente, fator de aumento no risco e na gravidade de acidentes. Através do programa, devem ser identificadas e tratadas desordens respiratórias do sono, sonolência diurna, insônia, desordens da neurologia e psiquiatria que afetam o sono.

Em 2008, a MRN passou a usar a luz (fototerapia ou luxterapia) para combater a sonolência no ambiente de trabalho, especialmente com empregados que trabalham em turnos e na operação de máquinas como tratores, locomotivas, escavadeiras e caminhões. A luz inibe a produção de melatonina, hormônio que induz ao sono, produzido à noite. Assim, foram implantadas nessas máquinas lâmpadas com capacidade de 2.000 LUX e baixa emissão ultravioleta, que acendem gradativamente para não ofuscar o operador.

Ainda em 2008, uma enfermaria do hospital recebeu tratamento acústico para a realização de exames polissonográficos - em que o paciente dorme no hospital sendo monitorado através de uma câmera que registra imagens em DVD. A adequação na estrutura foi implementada em parceria com a Pró-Saúde, empresa que administra o hospital de Trombetas. A polissonografia fará parte dos exames periódicos de todos os empregados da empresa.

Também serão realizadas ações de correção nutricional e orientações de adequação das condições no ambiente doméstico (higiene do sono), como, por exemplo, a adequação dos colchões usados para dormir segundo a norma NBR 13579 - que indica a densidade adequada da espuma em relação ao perfil biofísico do usuário. "Não adianta tratar o sono no trabalho, se a pessoa chega em casa e não consegue dormir por causa de barulho, do mofo que causa alergia ou do colchão inadequado", avalia o gerente.

Para boas noites de sono - De acordo com o médico Sérgio Barros, especialista em Medicina do Sono, a privação do sono pode afetar diretamente a saúde das pessoas, aumentando, por exemplo, os níveis açúcar e colesterol no sangue. "Algumas substâncias são produzidas apenas durante o sono, como o hormônio do crescimento e da sensação de saciedade", avalia o especialista, pesquisador do Hospital de Dieu, na França.

Dentre os distúrbios mais comuns, estão a insônia crônica e a apnéia do sono – que tem o ronco como sintoma. "Esse problema é muito mais comum do que se imagina, já que 40% da população ronca". Esse distúrbio pode levar à pressão alta, derrame cerebral e infarto. "Uma pessoa que faz apnéia aumenta em até oito vezes as chances de se envolver em um acidente", ressalta.

Noites mal dormidas alteram também o comportamento e afetam as relações sociais em casa e no trabalho. "Mau humor, irritação e ansiedade são alguns dos sinais", enfatiza. O especialista lembra ainda que bebidas alcoólicas induzem ao sono, mas um sono de má qualidade. A sugestão é não ingerir bebidas alcoólicas nem alimentos de digestão difícil antes de dormir. "Além disso, as pessoas precisam atentar para seu sono. Se você acorda repousado e bem disposto para começar o dia, você dorme bem. Mas se você tem dificuldades para levantar, acorda de mau humor, desejando que fosse feriado para dormir até mais tarde, você pode ter algum problema de sono", avalia Barros.

Sobre Saúde Ocupacional - O conceito de Saúde Ocupacional vai muito além dos aspectos de possíveis doenças causadas pelo trabalho. Aspectos sociais, psicológicos, qualidade das relações no trabalho, segurança institucional e perspectivas de futuro influenciam a saúde no trabalho. Dessa forma, todos os aspectos de relações no trabalho influenciam de maneira direta ou indireta a saúde física e psicológica dos empregados.
Compartilhar:

Classe empresarial de Juruti recebe qualificação

“Agora, a vontade de vencer é cada vez maior!”. Com esta declaração, Elielson Pimentel, pequeno empresário de Juruti, comemorou a conquista do diploma do curso de Gestão Empresarial realizado município. “A vitória, com certeza, é grande. O esforço valeu à pena. E agora, vamos dar continuidade ao trabalho que já fazíamos em Juruti, só que com um nível mais elevado, pois tentamos aplicar o que aprendemos durante o curso no nosso dia a dia”.

Elielson está entre os 25 alunos da terceira turma do curso de Gestão Empresarial, que se formaram no último dia 14 de Fevereiro. As aulas foram oferecidas por meio de uma parceria entre Associação Comercial e Empresarial de Juruti (Acej), Instituto Esperança de Ensino Superior (IESPES) e Alcoa.

Segundo Tiniti Matsumoto Jr., Gerente Geral de Desenvolvimento da Alcoa Mina de Juruti, o curso de Gestão Empresarial faz parte um projeto da Alcoa em prol do desenvolvimento da região. “Essa é a oportunidade para os empresários de se reciclarem e aprenderem formas novas e diferentes de enfrentar o mercado. E não somente visando a Alcoa, mas eles estão preparados agora para essa competitividade no mercado de um modo geral”, declara Tiniti.

Antes da cerimônia de formatura, os alunos tiveram a oportunidade de apresentar um plano de negócios na Câmara Municipal de Juruti, como trabalho de conclusão de curso. Cada plano elaborado traçava a missão, visão e valores de uma empresa. De acordo com Gustavo Hamoy, Presidente da ACEJ, é notória a qualidade dos planos apresentados este ano. “Os trabalhos estão altamente coerentes com a nova realidade de Juruti. Também temos de ressaltar o esforço da turma, que aplica o plano de negócio diretamente no dia a dia, mostrando eficiência e eficácia no planejamento”, avalia Hamoy.

Para a terceira turma do curso de Gestão Empresarial, foram abordados temas como planejamento estratégico e gestão, marketing, logística, finanças, relações humanas e interpessoais, e acompanhamento e revisão de negócio. A previsão agora é de que, segundo a organização do curso, a quarta turma de Gestão Empresarial se transforme na primeira turma de Desenvolvimento Gerencial. “Vamos reunir as três turmas formadas no curso de Gestão Empresarial para uma avaliação continuada. Será um grande aperfeiçoamento no aprendizado dos empresários locais”, informa Gustavo Hamoy.
Compartilhar:

Soltura de quelônios movimenta comunidades em Juruti

A comunidade São Sebastião da Ilha de Santa Rita, zona rural de Juruti, no Oeste do Estado, recebeu uma programação especial no último dia 15 de Fevereiro. Educadores, crianças, jovens e moradores da região participaram da soltura de 4.400 filhotes de tartaruga da Amazônia, tracajá e iaçá, promovida pelo Programa de Manejo Integrado de Quelônios (PMIQ), desenvolvido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com o apoio da Alcoa.

Essa foi apenas uma das 13 atividades de soltura em comunidades rurais, que vêm ocorrendo por conta do trabalho de manejo e conservação dos animais iniciado no segundo semestre de 2008. O coordenador do PMIQ, Vítor Hugo Cantarelli, afirma que nesta temporada estão sendo soltos 13.800 filhotes, um incremento de mais de 170% sobre os resultados do ano anterior. “Além de repovoar o ambiente com as espécies, o objetivo é estimular a comunidade a fazer parte do trabalho de conservação. O comprometimento no processo de manejo é muito importante, pois os moradores precisam entender, respeitar e estabelecer mudanças de comportamento, desenvolvendo um modelo de uso sustentável para os quelônios e também para o ambiente onde eles vivem”, explica.

O PMIQ é executado em Juruti pelo ICMBio, por meio do Centro de Conservação e Manejo de Répteis e Anfíbios (RAN), em parceria com a Associação Brasileira para Conservação das Tartarugas (Pró-Tartaruga) e com o apoio da Alcoa. Além do projeto Quelônios da Amazônia, que promove a conservação e manejo das espécies, outro foco do PMIQ é a educação ambiental. O projeto Clubinho da Tartaruga, já estabelecido em Juruti, trabalha em parceria com a rede pública de educação nas zonas urbana e rural do município, incentivando crianças e jovens a participarem do manejo e a multiplicarem boas práticas ambientais no dia a dia.

A coordenadora do Clubinho da Tartaruga em Juruti, Cássia Boaventura, conta que a soltura na comunidade São Sebastião contou com a participação de cerca de 60 crianças engajadas no Clubinho. Elas, inclusive, receberam certificado. “É uma forma de incentivo para que essa atitude seja valorizada e reconhecida como um ato de declaração de amor à natureza. O mais relevante é sensibilizá-los para que possam assumir essa atitude como da comunidade, incorporando e desenvolvendo essa proposta de conservação como um benefício próprio”, explica.

“Há uns anos, isso não existia para nós. Realizar a soltura é uma alegria e um orgulho muito grande para a comunidade”, comemora Edcláudio Pinheiro, de 25 anos, um dos moradores engajados na iniciativa. “Estamos trabalhando há dois anos seguidos e eu acredito que daqui para frente as solturas serão maiores, com mais filhotes. É importante preservar os quelônios porque daqui para frente nós vamos ter a alegria de ver mais bichos na natureza”.

Para a temporada de 2009, que inicia em Agosto, o desafio é manejar 70 mil filhotes de quelônios. “Nós pretendemos fortalecer o manejo, montando grupos de trabalho e intensificando o trabalho de campo, com o objetivo de manter os ovos das espécies no mesmo local onde os animais fizeram os ninhos, o que poderá nos dar um resultado maior ao final da temporada”, explica Vítor Cantarelli.

O gerente de Sustentabilidade e Assuntos Institucionais da Alcoa Mina de Juruti, Mauricio Macedo, ressalta a importância do engjamento dos comunitários nas atividades. “Isso só é possível com a participação das pessoas que moram na localidade, que são responsáveis por gerir o seu próprio destino e o local onde vivem. A idéia é que, futuramente, esse Projeto ofereça um retorno econômico sustentável para os moradores”, ressalta.
Compartilhar:

Carnapauxis

Começa nesta quinta-feira, o mais tradicional carnaval de ruas do Estado do Pará: o Carnapauxis. O prefeito do município, Jaime Barbosa, informou que a cidade está preparada para receber um grande número de foliões.

O palco e as arquibancadas já foram montados e a ornamentação dá um colorido especial às ruas históricas da cidade.


A festa em Óbidos ganhou uma nova denominação em 1997 e passou a ser conhecida como Carnapauxis. A idéia foi resgatar a cultura e a história do povo local.

A denominação é uma homenagem aos primeiros habitantes de Óbidos,os índios pauxis.

A grande atração do carnaval da cidade é o Mascarado Fobó, um boneco gigante que dificilmente passa despercebido pelo multidão.
Compartilhar:

Tímido

Por outro lado, a campanha de José Antonio Rocha ainda é tímida. Apenas alguns carros volantes divulgam o nome do candidato. Márcio Pinto também já está com a campanha nas ruas.
Compartilhar:

Começou a campanha

Começou, de fato, a campanha eleitoral em Santarém. O candidato Alexandre Von foi o primeiro a espalhar faixas e cartazes nas ruas da cidade. Nas esquinas dos principais cruzamentos cabos eleitorais fazem a divulgação do nome do tucano. Carros volantes também estão em peso propagando a chapa formada por Von e Nélio Aguiar.

Logo mais, uma carreata marca oficialmente o início da campanha do PSDB. Na sexta-feira, a começa a campanha eleitoral no rádio e na TV.
Compartilhar:

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

62% das cidades que mais devastaram a Amazônia em 2007 não melhoraram seus índices no ano passado

Aproveitando a ocasião do encontro realizado entre o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e os prefeitos das 36 cidades que mais desmataram a Amazônia em 2007, o Ministério do Meio Ambiente divulgou uma tabela com os dados gerais do desempenho destes municípios na redução do desmatamento em 2008. Mais desanimadores do que o esperado, os resultados refletem a qualidade das políticas de conservação adotadas pelo poder público dos municípios.

O documento mostra que somente 14 municípios dos 36 listados obtiveram alguma melhora no índice desmatado - o que mostra que 62% destas cidades não apresentaram diminuição do desmatamento. Entre os municípios com pior desempenho no combate às infrações ambientais, destaca-se Nova Ubiratã (MT) com um aumento de 618% com relação ao ano anterior.

A antiga campeã de desmatamento, a cidade de Marcelândia (MT), continua ineficiente em sua busca para a redução dos índices. O crescimento no município foi de 123%, o que representa um aumento de 97 Km² de área desmatada.

Apesar das infladas porcentagens, em valores absolutos a situação é um pouco melhor. Durante 2008 houve uma redução de 393 Km² em desmatamentos com relação a 2007, representando uma melhora de 7%. Os municípios de destaque neste quesito foram Porto Velho (RO) com uma melhora de 51%, e Brasil Novo (PA) com 84%.
Compartilhar:

Duas fazendas do grupo opportunity são ocupadas no Pará

Duas fazendas, que pertencem ao grupo Opportunity do banqueiro Daniel Dantas, estão sendo ocupadas no município de Eldorado dos Carajás, no sudeste paraense. Uma dass ocupações já dura 20 dias. Essa é a 7° vez que uma fazenda pertencente ao grupo é ocupada em todo o Brasil, em dois anos. Em julho do ano passado, a Fazenda Maria Bonita também em Eldorado foi ocupada por integrantes do MST. A justiça determinou a reintegração de posse.

A propriedade Cedro é ocupada por invasores que não estão vinculados a nenhum movimento de trabalhador. Já a fazenda Fortaleza, também localizada em Eldorado, é ocupada por integrantes da Fetraf (Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar) há mais de 20 dias.

Os ocupantes alegam que as fazendas foram adquiridas com verba ilegal, oriundas de lavagens de dinheiro e recursos ilícitos.

Cerca de 100 famílias ocupam a fazenda Cedro. O grupo já se organizou em um acampamento. Na propriedade Fortaleza, aproximadamente 63 famílias estão acampadas.

A agropecuária Santa Bárbara, responsável pelas fazendas, já registou Boletim de Ocorrência na delegacia do município. Depois do B.O., a empresa deve entrar com o pedido de reintegração de posse à Justiça.

A Delegacia de Conflitos Agrários deve fazer uma visita as propriedades nesta terça-feira (17) para avaliar a situação.

A Polícia Militar ainda não foi enviada para o local.
Compartilhar:

Receita Federal libera consultas a lote residual do IR 2006

A Secretaria da Receita Federal informou que já estão abertas as consultas a um lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2006, ano-base 2005, por meio de sua página na internet. Os lotes residuais referem-se a contribuintes que caíram na malha fina.

As restituições deste lote estarão disponíveis para saques a partir do dia 26 de fevereiro e terão a correção de 34,17%, correspondente à variação da taxa Selic de 2006 em diante.

Segundo a Receita Federal, constam 115,2 mil declarações no lote. Deste total, 23,3 mil terão imposto a receber, no valor de R$ 59,7 milhões; enquanto outros 80,4 mil contribuintes terão imposto a pagar, no valor de R$ 458 milhões. Ao mesmo tempo, 11,4 mil pessoas não terão imposto a pagar ou a receber. (G1)
Compartilhar:

Pacote de Obama poderá ser questionado pelo Brasil na OMC

Mylena Fiori (Agência Brasil)

O Brasil poderá questionar o pacote norte-americano de estímulo econômico na Organização Mundial do Comércio (OMC). “É uma opção real”, revelou o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, em entrevista ao programa 3 a 1, da TV Brasil, que irá ao ar nesta quarta-feira (18) às 22h.

A versão final do plano de recuperação e reinvestimento na economia, aprovada na última sexta-feira (13) pelo Congresso norte-americano, manteve a recomendação de que o ferro, o aço e os produtos manufaturados utilizados nos projetos do pacote sejam produzidos nos Estados Unidos. A única ressalva é de que a regra seja aplicada de maneira consistente com as obrigações do país sob acordos internacionais – o que significa que deverão ser adquiridos também produtos dos países signatários do Acordo Plurilateral de Compras Governamentais, como Canadá, os da União Européia e o México.

Segundo Amorim, o governo está analisando qual o real impacto da medida sobre as empresas e produtos brasileiros. “Temos que saber se há prejuízo efetivo, é uma coisa que estamos vendo com o setor privado”, disse o chanceler.

O Brasil também estuda o aspecto legal, para verificar se teria o direito de questionar a medida protecionista do governo norte-americano. Alguns especialistas alegam que o Brasil não pode fazer nada pois não é signatário do Acordo de Compras Governamentais. “Estamos examinando isso em profundidade”, disse Amorim.

O ministro explicou que a OMC determinou que acordos plurilaterais, que não incluem todos os países - como o de Compras Governamentais -, deveriam ser firmados sem prejuízo dos direitos e obrigações que os países tinham com o Gatt (Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio que precedu a OMC). “O Artigo 3º do Gatt simplesmente diz que os produtos têm que ter tratamento nacional, a não ser em caso de compras governamentais”, disse.

Segundo ele, o Itamaraty também pesquisa a definição de compras govermamentais. “Não sei se há jurisprudência na OMC sobre o que é uma compra governamental, se é somente uma compra direta do governo ou se vocês têm uma empresa que a subcontrata, que por sua vez, é obrigada a comprar no país. Não sei se isto está coberto pela exceção do Artigo 3º, é uma análise jurídica complexa”, afirmou.

Independentemente dos prejuízos à indústria brasileira, Amorim classifica a medida norte-americana como um "mau sinal. “Mesmo que seja verdade o que dizem, que a inclusão desse aspecto nas medidas de estímulo não vai mudar nada do que já existe, é um mau sinal, é um sinal que não é positivo num momento em que a economia mundial precisa se relançar”, afirmou.
Compartilhar:

Justiça concede liberdade a fazendeiro acusado de matar Dorothy Stang


Fonte: Radiobrás


O acusado de mandar matar a missionária americana, Dorothy Stang, Regivaldo Pereira Galvão, conhecido como Taradão, recebeu ontem(16) um habeas corpus do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Galvão estava preso desde dezembro de 2008, por grilagem e estelionato por apropriação de terras públicas.

De acordo com a nota do Tribunal, o principal fator levado em consideração pela 3ª Turma do TRF-1 na decisão foi o extenso prazo para a conclusão do inquérito policial. Com a decisão, Galvão deve aguardar em liberdade a conclusão das investigações que devem terminar em 60 dias.

O processo será encaminhado ainda para Procuradoria Regional da República da 1ª Região para que um procurador analise a possibilidade de entrar com um recurso contra a decisão.

Em 2006, o Galvão conseguiu um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) depois de ficar preso por mais de um ano pela morte da missionária.

Galvão responde ainda a outras ações por trabalho escravo, crimes ambientais e fraudes contra a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).
Compartilhar:

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Governo dará destino a 1 milhão de hectares no Pará

Fonte: Amazonia.org.br

O governo do Pará vai decidir amanhã qual será o destino de uma área de 1,3 milhão de hectares no oeste paraense. A área é rica em minérios - ouro e bauxita - e apresenta floresta praticamente intocada. Estão interessados nessa área mineradoras, madeireiros, grileiros, índios e 105 comunidades ribeirinhas.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a governadora Ana Júlia Carepa deve criar uma área de concessão florestal e uma estação ecológica. O estado também deve beneficiar os ribeirinhos da região e não interferir na área pretendida pelos índios.

Segundo o presidente do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Heder Benatti, em entrevista à Folha, o principal conflito na região é entre madeireiros e as comunidades locais. Mm 2007 um líder indígena foi sequestrado por denunciar invasões de madeireiros. Benatti acredita que cinco cooperativas de madeireiros da região devem ser expulsas, mas existem outros madeireiros em lotes que dificilmente serão retirados.

Mineração - Com a regularização da região, os moradores e comunidades locais passarão a receber royalties pagos pelas mineradoras, e vão poder pedir indenizações caso sintam-se prejudicados pela atividade de mineração.

Praticamente toda a região já foi requisitada no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) para lavra ou pesquisa mineral. A Companhia Vale do Rio Doce, por exemplo, tem 21 autorizações para pesquisa nas glebas da região, e a mineradora Alcoa já trabalha na construção de uma mina de bauxita.
Compartilhar:

Luis Alberto já comanda CDU

O ex-vereador Luis Aberto foi empossado como o mais novo titular da Coordenadoria de Desenvolvimento Urbano de Santarém (CDU). A solenidade foi presidida pelo Prefeito Interino de Santarém, José Maria Tapajós, que não poupou palavras ao falar da indicação à pasta.

“Sem demérito aos que por lá passaram, a experiência de Luis Alberto como servidor público vai contribuir com nossa administração. Não tenho a menor dúvida de que sua ligação com comunidades rurais e urbanas vai facilitar a implementação de ações eficazes no que corresponde ao trabalho da CDU”, resumiu.

As boas vindas ao Coordenador foram dadas pelos secretários municipais Everaldo Martins (Planejamento) e Valéria Lima (Infraestrutura); pelo presidente interino da Câmara, Emir Aguiar e por lideranças ligadas ao partido político do qual Luis Aberto faz parte. “

Sinto-me honrado pelo apoio e confiança a mim dispensado. Este é mais um desafio que recebo com muito carinho. Sou servidor do município há 27 anos e conheço um pouco do funcionamento da CDU. Tenho certeza um plano de trabalho que pretendo desenvolver, vai dar certo”, enfatizou.
Compartilhar:

DESTAQUE:

Homem é preso por ejacular em passageira em voo de Belém a Brasília

Um homem de 51 anos foi preso na manhã desta sexta-feira, 8, por se masturbar e ejacular em uma passageira durante um voo da Gol que fazia ...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive