sexta-feira, 30 de abril de 2010

HRBA: Nota de esclarecimento

O post Descaso no HGBA gerou a seguinte nota enviada pela assessoria do Hospital Regional

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Agradecemos ao leitor Washingtom G. Silva, pela informação.

O Hospital do Baixo Amazonas realizou em 2008 cerca de 160.000 atendimentos. Em 2009, esse número foi ampliado para 412.000 atendimentos. Esse número demonstra um aumento significativo na abrangência da assistência do HRBA para a População do Oeste do Pará. Apesar disso, o Hospital Regional ainda continuava com inúmeras solicitações de melhoria da comunidade pela dificuldade de acesso, lembrando que a responsabilidade pelo envio das solicitações de internação e cirurgias, agendamento das consultas e exames é da Central de Regulação do município de Santarém. Preocupados com essa situação o Hospital Regional, 9ª. Regional da SESPA e Central de Regulação de Santarém fizeram uma parceria e com profissionais da SESPA, montaram uma base da Regulação dentro do HRBA.
O grande benefício gerado para a comunidade foi que o usuário, no caso de novas solicitações de exames e consultas, após o seu primeiro atendimento, não precisa ir mais ao seu Posto de Saúde, ou até mesmo retornar ao seu município de origem para o agendamento, o que agiliza em muito o processo de assistência. 
Essa modificação foi implantada entre os meses de fevereiro e março e o número de reclamações sobre o acesso dos usuários ao Hospital Regional caiu significativamente.
Mas, por outro lado, anteriormente tínhamos todos os agendamentos realizados em locais diferentes, e até mesmo, em municípios diferentes. Agora estão concentrados em um único local (Hospital Regional).
Os meses de março e abril foram experimentais e demonstraram que trazer uma base da Central de Regulação para o Hospital Regional é uma excelente alternativa para resolver a questão de acesso. 
De posse da informação do usuário Washingtom G. Silva estaremos reavaliando o processo para identificar quais os ajustes necessários para resolver o problema da concentração de pessoas e melhorar ainda mais o atendimento à População do Baixo Amazonas.
Assessoria de Comunicação do HRBA
Compartilhar:

Em Itaituba...

Leitor anônimo deixou o seguinte comentário no post Os secretários de Walmir Climaco.

eu Deus do céu.. até aonde o bomcenso do Prefeito..Meu Deus do céu. Até onde o bom senso do Prefeito Walmir chegou. Esse é um time de secretários ou de sanguessugas. Que retrocesso ao município. Só tenho a lamentar. Vamos precisar muito da misericórdia de Deus.
Compartilhar:

Os secretários de Walmir Climaco

O prefeito tampão de Itaituba, Walmir Climaco, que está em Belém, onde participou da solenidade de entrega de máquinas pelo governo do Estado aos 143 municípios do Pará, deve anunciar na próxima semana, o seu tão esperado secretariado.

Fontes próximas ao prefeito informaram que o prefeito já definiu alguns nomes, outros, porém, estão sob rigorosa análise de seu ‘mentor’.

Algumas pastas, no entanto, já estariam definidas e ficariam assim distribuídas:

Chefe de gabinete Eduardo Azevedo (ex-prefeito de Jacareacanga)
Administração: Paulo César Correa
Secretário de Educação: Professor Felipe Melo
Secretária de Bem Estar Social: Antonieta Lima
Secretário de Saúde: Doutor Manuel Diniz
Mineração e Meio Ambiente: Ivo Lubrinna de Castro
Infra-Estrutura: Arquiteto Mário de Miranda
Secretário de finanças: Francimar Aguiar
Diretor de Planejamento: controle interno
Diretor de Esporte: Vivaldo Gaspar.

A assinatura das portarias dos futuros secretários está prevista para a próxima segunda-feira.
Compartilhar:

Presas são recusadas por agentes da penitenciária

A transferência para a penitenciária agrícola das mulheres Luiza do Socorro Castro Ribeiro, 29 anos e Maria do Perpétuo Socorro Castro, 46 anos, presas na quinta-feira, acusadas de tráfico de drogas, ainda vai dar muito que falar. O motivo? É um comunicado que a Superintendência de Polícia Civil do Baixo Amazonas deve fazer à Susipe informando que os funcionários do presídio não quiseram receber as duas mulheres, na madrugada de sexta-feira.

Uma equipe da PC ficou quase duas horas debaixo de forte chuva aguardando que alguém aparecesse para abrir o portão da penitenciária e recebesse as acusadas, porém, ninguém apareceu e os policiais foram obrigados a voltar com as presas para a delegacia. Elas passaram a madrugada acordada e sob vigilância policial, já que na Seccional não há cela disponível para mulheres.

Apesar de terem comunicado com antecedência os funcionários da penitenciária e receberem a autorização para fazerem a transferência das traficantes, os policiais não conseguiram cumprir sua missão. Pela manhã, finalmente, Luzia e Maria foram levadas ao presídio.

O caso promete ganhar repercussão nos próximos dias.
Compartilhar:

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Polícia Civil prende família do pó


Beto Almeida (Portal na Hora)

A Polícia Civil realizou hoje, 29, mais uma operação de combate o tráfico de drogas no município de Santarém. Desta vez, o alvo foi a boca de fumo da Luiza, no Bairro do Vitória Régia. A operação foi comandada pelo coordenador de operações especiais da Polícia Civil, delegado Jamil Casseb.

Durante a operação, a policia prendeu Luiz André Castro Ribeiro, 30 anos, vulgo Moranguinho; Adenilson Ferreira Cardoso, 42 anos; Luiza do Socorro Castro Ribeiro, 29 anos e Maria do Perpétuo Socorro Castro, 46 anos, todos membros da mesma família.

Na residência de Luiza, a polícia apreendeu 65 ‘petecas’ de pasta base de cocaína, aparelhos celulares, balança de precisão utilizada na pesagem da droga e dinheiro. A operação iniciou por volta das 15 horas e após as prisões todos os envolvidos foram conduzidos para a 16ª Seccional de Polícia Civil onde foi lavrado o flagrante.

Luiza e Maria Perpétuo Socorro foram transferidas para a Penitenciaria Agrícola de Cucurunã, enquanto que Luiz André e Adenilson aguardarão posicionamento da Justiça no Setor de Triagem.
Compartilhar:
Citação feita pela ministra Cármen Lúcia justificando sua posição contrária a mudança na Lei da Anistia para casos de tortura e crimes comuns cometidos por civis e agentes do Estado durante a ditadura militar (1964-1985). Cinco dos nove ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram pela rejeição da ação proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que questiona a abrangência da Lei.
Compartilhar:

A crescente valorização do intangível*

Com a virtualização contumaz do mundo, assistimos também a virtualização das grandes empresas e das grandes marcas. Hoje, apenas uma logomarca pode valer muitas vezes mais que a estrutura física das maiores multinacionais do planeta. Fato este que seria impensado em outros tempos. Por que uma marca pode valer tanto? Por que ela traz signos e sinais de uma empresa, atributos a um produto, podendo alavancar investimentos e fundos mundo afora, alicerçada pela globalização que impera atualmente.

É assim que atuam as grandes empresas, na virtualização do presente. Quem poderia dizer que uma empresa que existe apenas na web, ou seja, virtualmente, poderia valer e faturar tanto como uma Google? No entanto ela está aí, ícone de uma época, de um período na história, prestando serviços e contribuindo pela construção de um novo mundo, marcado por novos valores.

Entre as marcas de fabricantes, marcas de varejistas e marcas coletivas, registramos sempre a busca pela criação de um mito, de uma logomarca, tendo ao seu redor produtos chancelados pelo novo ícone, indo desde um carro, até a um relógio de pulso, como é o caso da Ferrari. Onde está a excelência? Simples, apenas na marca, no cavalinho altaneiro. Por isso se investe tanto em publicidade, sempre buscando a criação de símbolo.

Conseguir a excelência desse ou daquele signo é muito mais importante hoje que a busca pela excelência desse ou daquele produto, levando sempre em consideração que a relação signo/produto é sempre uma via de mão dupla. Isso é tão significativo que este signo se desdobra entre extensão de linha e extensão de marca, tendo sempre como guarda-chuva o dístico de um tempo.

Enquanto que 80% dos produtos lançados na atualidade permanecem apenas um ano no mercado, a perenização de uma marca pode atravessar séculos e, em muitos casos, determinar modos e valores de gerações. Por isso ela é tão valorizada e tão cobiçada pelas grandes corporações, que atrelam a ela investimentos incalculáveis, muitas vezes superiores aos investidos em suas sedes e em suas fábricas.

O grande desafio dessas marcas é se manterem atuais, diante de um mercado que é cada vez mais dinâmico e menos fidelizado, tendo como maior concorrente a globalização. Hoje, em muitos casos, grandes empresas trabalham com a construção de seus produtos tendo a internet como ferramenta. Pela net escolhe-se a cor, acessórios e até o modelo de bancos de carros nacionais. Como manter todos os seus valores nesta nova forma de consumo é o grande desafio dessas multinacionais. Isso é o que se busca hoje, o consumidor interferindo e interagindo diretamente com o produto que deseja consumir.

Para as grandes empresas, vão surgindo novas demandas e novas exigências de mercado pela geração que está o dia inteiro conectada, virtualmente, com todas as empresas do mundo, levando, via web, seus desejos e anseios. São os chamados echo boomers que, de sua interação pela web estão reciclando um modelo antigo de comércio, criando novos desafios para as grandes multinacionais, que agora podem descortinar um mercado com características próprias e exigências individuais.

Conseguir se manter neste novo mundo é que será a grande vitória.
 
*Petrônio Souza Gonçalves é jornalista e escritor
Compartilhar:


Improbidade
O ex-titular da secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedurb) do Pará Paulo Elcídio Chaves Nogueira, um integrante da comissão de licitação da secretaria, Heraldo Berthollet Aguiar Grana, e 15 construtoras foram acusados pelo Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) de improbidade administrativa na contratação e acompanhamento de obras de saneamento básico que causaram prejuízo de R$ 41,8 milhões aos cofres públicos.  As sete ações foram encaminhadas à Justiça Federal nesta segunda-feira, 26 de abril.

Que vida boa

A prefeita Maria do Carmo já está afivelando malas rumo à Argentina. A gestora santarena, acompanhada do maridão, passará dez dias longe de Santarém.

Chico da Ciframa
O empresário e vereador cassado Chico da Ciframa, tenta, de alguma forma, manter-se em evidência na política santarena. Para isso, articula uma possível candidatura à Assembleia Legislativa do Estado com o apadrinhamento do deputado Lira Maia.

Pelé em Belterra
O prefeito Geraldo Pastana articula a vinda do Rei do Futebol ao município de Belterra. Pelé recebeu convite para conhecer a Bela Terra e aqui tratar da implantação de uma escolhinha de futebol, que leva o seu nome.

Nepotismo em Curuá
No blog Rastilho de Pólvora, você tem mais detalhes sobre os desmandos administrativos na gestão do prefeito Raimundo Reis, que empregou todos os parentes na Prefeitura. O mau exemplo do gestor é seguido também pelos vereadores, que colocaram seus familiares em vários cargos do Legislativo. Cadê o Ministério Público?

Enquete
O vice-governador Odair Corrêa pulou na frente na enquete promovida pelo Portal na Hora. Em apenas dois dias no ar, pouco mais de cinquenta leitores opinaram sobre quem escolheria para deputado federal se a eleição fosse daqui a 30 dias. Odair está na frente com 41%, seguido pelo deputado Carlos Martins, com 31%, Lira Maia, 22% e Hilário Coimbra, com apenas 6%.

Cursos de Libras

Encerra nesta sexta-feira (30), o curso básico de Libras que está sendo realizado na escola Onésima Pereira de Barros desde a última segunda-feira, 26. A capacitação está sendo ministrada para aproximadamente 40 educadores da rede municipal de ensino.

Arte na Praça
Também nesta sexta-feira, a caravana do Arte na Praça estará na Orla de Santarém. A partir das 18h, crianças e adolescentes poderão participar de diversas atividades lúdicas. O evento finaliza a programação de aniversário do Projeto Arte na Escola da Gente.

Seminário de Energia
O Vice-Governador 0dair Corrêa (PDT), participou na quinta-feira (29) da abertura oficial do Seminário Energia e Desenvolvimento, promovido pela Secretaria de Estado Desenvolvimento Ciência e Tecnologia (Sedect) e o Insituto de Desenvolvimento Social e Ambiental do Pará (Idesp) no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Objetivo
O Seminário que tem como objetivo o debate da matriz energética paraense enquanto ponto de estrangulamento ao crescimento econômico do Estado do Pará.
Compartilhar:

Terra Santa inaugura escola construída pela MRN neste sábado

Está marcada para as 17h deste sábado, 1o de maio, a inauguração da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Edmara Cunha Carvalho, localizada no município de Terra Santa e construída com recursos doados pela Mineração Rio do Norte (MRN), em parceria com a prefeitura local.
A escola atenderá cerca de 500 alunos da rede municipal de Ensino Fundamental e contará com completa infraestrutura para a realização de atividades educacionais, tais como oito salas de aulas, dependências administrativas e espaço de conveniências para uso dos alunos.
Representantes da diretoria da MRN estarão presentes na inauguração, que marca mais uma ação de relacionamento da empresa com o município de Terra Santa. De acordo com Ademar Cavalcanti, gerente de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Relações Comunitárias da MRN, a parceria reforça as práticas da empresa voltadas ao desenvolvimento sustentável da região, com foco na educação. "Contribuir para a garantia de continuidade e permanência do processo educativo na área de influência da empresa, é um das premissas do programa de Responsabilidade Social da MRN", afirma o gerente.(MRN)
Compartilhar:

Descaso no HRBA

O leitor Washingtom G. Silva, do bairro do Maracanã, mandou o seguinte comentário sobre a situação lá no Hospital Regional:

O descaso que acontece no Hospital Regional é revoltante. As pessoas que vão marcar exames, ou fazer confirmação dos mesmos, chegam a ficar 4 horas esperando para serem "atendidos". Muitas vezes, o que é bem comum ficarem todo esse tempo só pra ouvirem que os exames não foram marcados e que têm que retornar outro dia e enfrentar toda essa maratona de espera para ver se tem alguma novidade, visto que ha só uma atendente pra muitas pessoas que vão atrás desse atendimento no hospital. Seria de bom senso que os administradores do hospital vejam esse problema e tentem corrigir.
Compartilhar:

Bruna Jaqueline

Acompanhe aqui, as últimas notícias dos colunáveis em Santarém e região. Gente que faz e acontece é destaque no blog da jornalista Bruna Jaqueline, que assina a coluna de sociedade do jornal Cidade. Vale a pena conferir. 
Compartilhar:

Ministério do Trabalho terá mais quatro auditores fiscais

Para atender a demanda dos trabalhos de fiscalização, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Santarém, deve contar, a partir de julho, com quatro auditores fiscais. A informação foi repassada pelo gerente regional do MTE, Carlos Edilson de Matos Silva, que reconhece a atual carência do órgão, que tem sob sua jurisdição 24 municípios do Oeste do Pará. Atualmente, apenas um auditor realiza o trabalho de fiscalização na região. São mais de 4.700 empresas só em Santarém e mais de 16 mil em todo oeste paraense a serem fiscalizadas.
Por conta dessa carência, algumas empresas passaram a descumprir a legislação trabalhista, desamparando seus funcionários. Por isso, o MTE intensificou as ações no sentido de coibir os atos ilegais dos patrões. “É uma minoria de empresários, que conhecendo nossa deficiência começaram a descumprir a legislação. No entanto, a partir de denúncias feitas pelos trabalhadores e seus sindicatos, o Ministério do Trabalho passou a atuar com mais rigor para punir essas empresas e garantir os direitos dos trabalhadores”, disse.
Durante as fiscalizações às empresas, o MTE verifica a condição do empregado, se ele está com carteira assinada, tem o fornecimento do intervalo para repouso e almoço, além do pagamento de hora extra e cumprimento da jornada diária de trabalho. Também são verificados os pagamentos de 13º salário, FGTS e férias. “Esses são os benefícios dos trabalhadores garantidos por lei, portanto, é imprescindível que os patrões cumpram a legislação e evitem transtornos com a Justiça do Trabalho”, orientou.
Esta semana, três auditores fiscais vindos de Belém fiscalizaram algumas empresas no município. A maioria das denúncias está relacionada ao não cumprimento dos direitos trabalhistas.
No dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, o Ministério do Trabalho ficará com seu plantão fiscal funcionando para verificar se os patrões estão cumprindo o que determina a legislação trabalhista. As empresas só poderão funcionar com os familiares, pois os empregados não têm a obrigação de ir trabalhar neste dia. Quem descumprir será multado em R$ 400 por cada funcionário. Já os empregados de postos de gasolina, bares, restaurantes e similares, além de hospitais e transporte coletivo devem trabalhar normalmente.
Compartilhar:

Restaurante Popular

A prefeita Maria do Carmo, antes de embarcar numa viagem internacional, disse à imprensa que o governo municipal está definindo a programação do aniversário de Santarém, que será marcado por inaugurações de obras, apresentações musicais e entrega de medalhas. Uma das obras que a mandatária do município pretende entregar à população é o Restaurante Popular. Segundo ela, até a data de aniversário da cidade, o restaurante já estará funcionando.
Apesar da afirmação da prefeita, dificilmente o restaurante será entregue na data prevista, já que a empresa que ficará responsável pelo fornecimento das refeições ainda não foi escolhida. A escolha deve acontecer por meio de licitação. Mas, o edital já foi publicado?


Compartilhar:

Obras abandonadas

A cidade está tomada por obras públicas inabacadas. Pelos quatro cantos de Santarém é possível encontrar um canteiro de obras abandonado pelas empresas responsáveis. Cadê o Ministério Público que não vê essa situação?


Compartilhar:

terça-feira, 27 de abril de 2010

Projeto BR:163 promove debate sobre sistemas produtivos sustentáveis em Santarém

Construir estratégias para viabilizar a adoção de sistemas produtivos sustentáveis na região do Baixo Amazonas. É com esse objetivo que será realizado, dias 28 e 29 de abril, o Seminário Regional do Pólo Baixo Amazonas, em Santarém. Ele integra a programação do II Ciclo de Debates Estratégicos para o Desenvolvimento das Cadeias Produtivas do Oeste Paraense. Esse é o segundo evento do ciclo, o primeiro aconteceu em Itaituba, nos últimos dias 14 e 15 e contou com expressiva participação de representantes da comunidade.
 
O encontro, que será realizado no Amazonas Boulevard Hotel (Av. Mendonça Furtado, nº 2946, Bairro de Fátima) será das 9h às 18h. Reunirá agricultores, produtores rurais, assentados, quilombolas, indígenas, representantes de associações, cooperativas, prefeituras, instituições locais entre outros. Além da cidade sede do evento, será debatida a realidade socioambiental de Alenquer, Almeirim,Belterra,Curuá,Faro, Juruti,Mojuí dos Campos,Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná,Prainha e Terra Santa.
 
A idéia é fazer com que as lideranças locais debatam o cenário econômico, social e ambiental e consigam iniciar um planejamento baseado na sustentabilidade, especialmente nas suas principais atividades, como: exploração madeireira, agropecuária, agricultura, pesca e extrativismo. De forma que o seminário terá como produto final uma planilha estratégica de ações.
 
O evento é promovido pelo Projeto BR-163: Floresta, Desenvolvimento e Participação, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e conta com o apoio do Instituto de Tecnologias Sustentáveis da Amazônia (Itesam). O II Ciclo de Debates é composto de três seminários regionais e um final, que também acontecerá em Santarém.

Projeto BR-163
O Projeto BR 163: Floresta, Desenvolvimento e Participação é executado pelo Ministério do Meio Ambiente, com o apoio técnico e a gestão financeira da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (ONU/FAO Brasil) e recursos doados pela Comissão Européia.
Seu objetivo é contribuir para a diminuição do desmatamento na área de influência da rodovia Cuiabá-Santarém, por meio de ações voltadas ao fortalecimento do Distrito Florestal Sustentável da BR-163, à estruturação de cadeias produtivas sustentáveis e ao fortalecimento da sociedade civil.

II Ciclo de Debates Estratégicos para o Desenvolvimento das Cadeias Produtivas do Oeste Paraense – Próximos encontros
• Seminário Regional do Pólo Baixo Amazonas, nos dias 28 e 29 de abril de 2010, em Santarém.
• Seminário Regional do Pólo Transamazônica e Xingu, nos dias 6 e 7 de maio de 2010, em Altamira.
• Seminário Final, dias 27 e 28 de maio de 2010, em Santarém (data a ser confirmada).

Serviço:
Seminário Regional do Pólo Baixo Amazonas
Data: 28 e 29 de abril de 2010
Local: Amazonas Boulevard Hotel
Endereço: (Av. Mendonça Furtado, nº 2946, Bairro de Fátima)
Cidade: Santarém, Pará
Horário: das 9h às 18h

Mais informações:
Joana Faggin, consultora do Projeto BR 163, fone (61) 8151 7179
joana.faggin@mma.gov.br
Clovis Faleiro, da equipe técnica do Itesam, fone (93) 9156 2543 e
93 3592 2722 clovisfaleiro@yahoo.com.br
Silvia Marcuzzo
Assessora de Comunicação
Projeto BR 163: Floresta, Desenvolvimento e Participação
sfmarcuzzo@gmail.com
51. 93416213
Compartilhar:

Arquivado pedido de adiamento do Tribunal do Júri para acusado de matar Dorothy Stang

O ministro Cezar Peluso arquivou, no dia 22 de abril, o pedido de Habeas Corpus (HC 103607) feito pelo fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, acusado de mandar matar a missionária Dorothy Stang.

A defesa dele pedia liminarmente o adiamento do Tribunal do Júri, marcado para 30 de abril, até o julgamento de mérito do HC, cujo pedido é pela nulidade da decisão que levou o processo para a comarca de Belém (PA).
Peluso não viu no caso razão para superar a Súmula 691 – que prevê o arquivamento de HC no Supremo caso o mesmo pedido tenha sido negado liminarmente em tribunal superior e o mérito ainda não tenha sido julgado naquele tribunal.

A defesa de Regivaldo Galvão alegava haver nulidades no processo de desaforamento (mudança do local de julgamento pelo Júri), no Tribunal de Justiça do Pará, cujo acórdão foi publicado em outubro de 2006. Segundo o advogado do fazendeiro, o Tribunal de Justiça paraense deferiu pedido de desaforamento quando ainda se achava pendente recurso contra a pronúncia, sem trânsito em julgado. “Foi prematuro o julgamento dos pedidos de desaforamento”, diziam os advogados no HC arquivado. 

Fonte: STF
Compartilhar:

Pará lança nesta quarta mais uma etapa da vacinação contra a febre aftosa

A primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa deste ano no Pará será lançada às 9 horas desta quarta feira (28), no Parque de Exposição do Entroncamento, com a presença da governadora Ana Julia Carepa. A campanha de vacinação será realizada de 1 a 31 de maio no estado, com exceção da região do Marajó por causa do período de chuvas que deixa grande parte dos campos alagada. O lançamento será transmitido em videoconferência, por meio do sistema Navegapará, para os municípios de Altamira, Itaituba, Santarém e Marabá. (Agência Pará)
Compartilhar:

Liquida Geral Santarém

No próximo dia 29, às 19 horas, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém, Câmara de Ririgentes Lojistas, Sindicato do Comércio Lojista e SEBRAE, acontece a apresentação do projeto "Liquida Geral Santarém", cujo objetivo é criar oportunidades de negócios para as empresas com incremento nas vendas e recuparação de crédito.
Compartilhar:

Erro médico
Está sob apuração deste blog, denúncia de erro médico por um profissional do Hospital Municipal de Santarém, durante o parto de uma jovem, ontem. A moça passa bem, mas a criança está sob observação na UTI. O médico foi totalmente negligente e não tratou com o devido cuidado a paciente, que passou da hora de dar à luz.

Dor de cabeça
O técnico Walter Lima terá dor de cabeça para disciplinar alguns de seus comandados. Ele avisou que não tolerar corpo mole dos jogadores. Waltinho deve, no entanto, ficar atento com alguns jogadores que, ao invés de se dedicar à profissão, passam a madrugada na bebedeira. Ontem, por exemplo, o volante Marcelo Pitbull estava em um bar, em frente à Ulbra, enchendo a cara. Além dele, outros ‘atletas’ fazem a mesma coisa.

Emprego
Altamira e Juruti devem gerar muitos empregos nos próximos dias. A afirmação é do gerente regional do Ministério do Trabalho e Emprego, Carlos Edilson Matos. Segundo ele, a oferta se deve aos projetos da Alcoa e Belo Monte.

Exploração sexual
Alguns donos de bares da cidade estão aliciando menores à prática sexual. É comum perceber, na periferia, que alguns estabelecimentos mantém meninas como forma de aumentar a clientela. Na verdade, esses locais são pontos de prostituição.

Abandono
As praças de Santarém estão entregues à própria sorte. Abandonadas pelo Poder Público, esses logradouros são usados pelos marginais como local para consumo de droga e prática sexual. Os moradores queixam-se também da falta de policiamento. Na praça de São Sebastião, por exemplo, sexo e álcool rola solto nos finais de semana e durante a madrugada.
Compartilhar:

Serra favorável à ZFM

No jornal A Crítica de hoje, a seguinte manchete chama a atenção: José Serra é favorável à ZFM
O pré-candidato a presidente da República, pelo PSDB, ex-governador de São Paulo, José Serra, quer por por terra o mito de que é “inimigo da Zona Franca de Manaus”. Caso seja eleito, em outubro deste ano, Serra promete não somente prorrogar os incentivos fiscais do Polo Industrial de Manaus, mas tornar perene o modelo de desenvolvimento econômico do Estado. O compromisso com o Amazonas foi feito em entrevista à Rede Amazônica de Televisão na capital federal. “O (senador) Arthur Virgílio (PSDB - AM) tem uma emenda constitucional prorrogando de novo a vigência da Zona Franca – de 2023 para 2033. Eu sou a favor, mas no Governo, se eu chegar lá como eu espero, irei mais longe tornando a Zona Franca perene, não precisando ficar renovando constantemente seu período de duração”, declarou Serra. Mais detalhes aqui:
Compartilhar:

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Valmir Climaco assume. Expectativa é pelo anúncio dos secretários

Valmir Climaco e Edir Pires assumiram nesta segunda-feira, a Prefeitura de Itaituba depois de uma semana de ansiedade. A diplomação ocorreu na sede do Cartório Eleitoral e reuniu as principais lideranças políticas do município. Na Câmara de Vereadores, finalmente, o prefeito tampão foi conduzido ao cargo para cumprir mandato de pouco mais de dois anos. 

A expectativa agora é pelo anúncio de seu secretariado. A lista promete surpreender muita gente, principalmente se Climaco tiver que manter os compromissos firmados com um grupo político, que bancou sua vitória nos tribunais. Da base aliada do prefeito tem de tudo de empresários falidos a políticos enrolados. Essa administração promete!
Compartilhar:

O Fantasma sem Ópera*
Não é preciso ser um especialista para saber que já estamos em campanha eleitoral. Ou melhor, para não correr o risco de retaliação é bom dizer o que eles gostam de ouvir, então lá vai: estamos em pré-campanha eleitoral – que na prática não muda quase nada. A mídia foi vociferada com o atual clima pré-eleitoreiro, tendo como a revista Veja trazendo Serra na capa. O jornal Valor Econômico apresentando uma enquete com 142 executivos e que 111 dizem preferir Serra. Enquanto Dilma desta vez inaugura seu site próprio e diversas contas de sites sociais portando seu nome. Sem contar as viagens e as entrevistas em rádios de ambos os lados. No fundo pode ser tudo em vão todo esse barulho, pois no Brasil a grande população quer mesmo é apenas saber qual será a escalação de Dunga para a copa do mundo.

Aos que continuarem lendo meu artigo serão convidados a uma endentação política dos fatos. Como deve ser de conhecimento as pesquisas de intenções de votos andam apresentando controvérsias. Qual a verdadeira? Talvez todas. Talvez nenhuma. Digo por levar em conta a variação de humor do eleitor conforme o dia da pesquisa. Embora que o questionamento sobre a veracidade do Sensus e Vox Populi – por apresentar à pergunta de aprovação do governo antes da pergunta de quem irão votar a presidência –, porventura não é tão primordial, pelo fato de ainda não ter começado as propagandas de rádio e televisão.

Embora que estamos diante de pré-candidatos nada carismáticos, ou seja, dificulta a elevação messiânica nas pesquisas. Reporto que o tema da eleição contribui muito para um aumento nas pesquisas, assim como foi em 1994 tendo a inflação; e no ano 1998 a continuidade do combate a inflação; em 2002 o desemprego e criação de renda e em 2006 a continuação de renda. E em 2010, que tema titubeará o eleitor? E ainda nesta reflexão Fernando Henrique Cardoso e Luis Inácio Lula da Silva serão os fantasmas das urnas. Seus governos serão ressuscitados para revitalizar uma memória que não costuma lembrar-se do passado recente.

Na obra Le Fantôme de l'Opéra de Gaston Leroux publicada em 1910, busquei em seu enredo a inspiração para este artigo. Explico. Os personagens Christine Daaé – inexperiente bailarina –, Visconde Raoul de Chagny e Erik, o Fantasma, não são os nossos políticos. Na história a obstinação do objetivo leva o romance ao horror. Por conseguinte, o objetivo não deve ser em si só o Palácio da Alvorada e, sim um melhor país. Pois os brasileiros ainda precisam de empregos, educação, saúde, moradia e de orgulho para com seus políticos, que continuamente vem manchando suas reputações. Nem tudo é “romance” ou “horror”. Agora se o Brasil “pode mais” ou “está fazendo mais”, são apenas palavras de políticos.

Os nossos fantasmas não são da ópera – quem sabe gostem de samba ou funk. Para os pré-candidatos Serra e Dilma, as imagens de FHC e Lula poderão ser fantasmas. Ou seja, a oposição buscará o argumento que a eleição é de José Serra e Dilma Rousseff. Embora que o governo reconheça que nesse tipo de comparação (Serra e Dilma) sai em desvantagem. Por isso, o PT buscará associar a imagem de Lula em Dilma e FHC em Serra. Se ao menos Dilma tivesse comandado um ministério mais expressivo ao olhar popular, o PT poderia explorar mais. Enquanto isso, aguardo pelo primeiro debate eleitoral na TV, onde os pré-candidatos estarão sem o invólucro e diante dos seus próprios fantasmas.


*José de Souza Júnior escreve para vários jornais brasileiros e passa a partir de hoje ser colaborador do Quarto Poder. 
 Contato: js_junior@yahoo.com.br
Compartilhar:

Projovem Trabalhador será implantado em Santarém

A prefeitura municipal de Santarém, como ente executor, e por meio da  secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social – SEMDES, implementará no município, as etapas do programa PROJOVEM TRABALHADOR – JUVENTUDE CIDADÃ – 2010,  promovido pelo ministério do Trabalho e Emprego  - MTE, por intermédio da secretaria de Políticas Públicas de Emprego.
O objetivo geral do programa é qualificar os jovens em situação de vulnerabilidade social e pessoal, oportunizando seu acesso à qualificação profissional, mediante cursos de capacitação para sua inclusão no mercado de trabalho. As inscrições para o Projovem Trabalhador estarão abertas a partir de quarta-feira (28/04), no prédio da SEMDES e nas escolas municipais Ubaldo Corrêa (bairro Uruará) e Irmã Leodghard (bairro Santarenzinho), no horário de 8h às 13h.
Poderão se inscrever, jovens com idade entre 18 a 29 anos, que estejam em situação de desemprego e sejam membros de famílias com renda mensal per capita de até um salário mínimo, estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental ou médio, e não estejam cursando ou tenham concluído o ensino superior.  As aulas devem começar no dia 27 de maio.
Visando prestar mais esclarecimentos sobre o programa, a secretária Edna Reis, titular da SEMDES, dará uma entrevista coletiva sobre o assunto amanhã, 27 de abril, às 8h00, nas dependências da SEMDES (Av. Curuá-Una, nº 42, bairro Santa Clara – entre Mendonça Furtado e Presidente Vargas). 
Compartilhar:

Serra Pelada inicia seu 2º ciclo do ouro

Fonte: Valor Econômico
Link: http://www.valoronline.com.br/


Daniela Chiaretti
O segundo ciclo de exploração de ouro em Serra Pelada, maior garimpo a céu aberto do mundo nos anos 80, está prestes a começar.  A empresa canadense Colossus descobriu ali um veio de 50 toneladas de minério, sendo 33 toneladas de ouro, 6,7 de platina e 10,6 de paládio.  Só o ouro vale R$ 2,28 bilhões.
Desta vez, a exploração será mecanizada.  Os canadenses formaram uma empresa junto com a maior cooperativa de garimpeiros de Serra Pelada.  A Colossus terá 75% do que for extraído e os garimpeiros, 25%.  Curionópolis, cidade onde está a mina, espera o presidente Lula no dia 7 para a outorga da lavra.  O Planalto ainda não confirmou a visita.
Da estrada que liga Marabá a Parauapebas, no sudeste paraense, dá para ver os sinais da construção de 30 barracos de 6 metros por 80 metros que estão sendo erguidos para abrigar 15 mil garimpeiros.  Há 700 ônibus contratados para trazer a Curionópolis, a cidade que prepara a festa, uma multidão de 40 mil homens em 7 de maio.  Nesse dia, a expectativa é que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregue à cooperativa de garimpeiros a concessão de lavra de uma área de 100 hectares.  Se isso ocorrer, será o início do segundo ciclo de exploração de ouro em Serra Pelada, o lugar que nos anos 80 ficou conhecido como o maior garimpo a céu aberto do mundo.
A empresa canadense Colossus pesquisou nos últimos três anos o solo de uma área muito próxima à famosa cava de Serra Pelada e descobriu ali um veio de 50 toneladas de minério.  Dessas, 33 toneladas são de ouro, 6,7 de platina e 10,6 de paládio.  Ninguém sabe exatamente quanto ouro foi extraído do imenso buraco onde 100 mil homens trabalharam em frenesi de 1979 a 1994, indo e vindo, num gigantesco formigueiro humano.  Números oficiais falam em algo próximo a 40 toneladas, naquela ocasião.  A mina que a Colossus pretende explorar agora significa R$ 2,28 bilhões - só em ouro.
O Planalto não confirma ainda a vinda do presidente Lula.  O Ministério das Minas e Energia também não bate o martelo sobre a presença do ministro Márcio Zimmermann.  Na verdade, técnicos do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) ainda analisam o processo para ver se está tudo certo, mas a direção da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), que detém a concessão da área, já prepara o palanque junto com a prefeitura de Curionópolis, da qual Serra Pelada é um distrito.  
"Foi o senador Lobão quem conversou com a responsável pela agenda do presidente e está tudo confirmado", diz Gesse Simão de Melo, presidente da Coomigasp, a maior cooperativa da região, com cerca de 40 mil associados.  Ele se refere à ação do ex-ministro das Minas e Energia Edison Lobão.  "O senador gravou um DVD convidando os garimpeiros para a festa.  O DVD está no mundo, rodando para todo lugar", diz Melo.
A visita do presidente Lula seria para entregar a concessão de lavra à Serra Pelada Companhia de Desenvolvimento Mineral (SPE), empresa formada pela cooperativa de garimpeiros e a Colossus.  Vem sendo anunciada há muito tempo, mas continuamente adiada.  Os técnicos do DNPM se debruçam sobre os detalhes de um processo complicado que passa pelo recadastramento dos sócios da cooperativa e pagamento de tributos.  No outro front, o geólogo Heleno Costa, da Colossus Geologia e Participações, diz que o script foi cumprido: depois de comprovada a viabilidade econômica, era preciso ter o plano de exploração da jazida e finalmente a aprovação do Estudo de Impacto Ambiental.  Em 17 de abril, a Secretaria do Meio Ambiente do Pará liberou a licença de instalação (L.I.) que permite a exploração do garimpo de forma mecanizada.
Essa segunda fase de Serra Pelada começou em fevereiro de 2007, quando a Vale, dona de 10 mil hectares na região - onde explora ferro -, devolveu a concessão dos 100 hectares do antigo garimpo ao DNPM.  O órgão, por sua vez, passou a concessão à cooperativa de garimpeiros.  A Coomigasp recebeu um alvará de pesquisa com prazo de três anos para estudar a viabilidade econômica do local.
O ressurgimento de Serra Pelada não será mais por extração manual.  A mineração mecânica ocorrerá a 160 metros de profundidade.  A partir de uma rampa inclinada, com abertura de 4 metros de largura e 1,6 quilômetro de extensão, partirão galerias.  No projeto da Colossus, a previsão é de se criar 520 empregos diretos e 1.200 indiretos na fase de implantação e mais 350 durante a operação da mina.  A empresa prevê investir R$ 120 milhões nos oito anos de exploração da lavra subterrânea.
No desenho atual do consórcio, o dinheiro que virá do garimpo será dividido entre a Colossus, que ficará com 75%, e a Coomigasp, com 25%.  Essa divisão produziu muita polêmica entre os garimpeiros, que se distribuem entre oito cooperativas.  "O governo deveria evitar dar o que é nosso para os estrangeiros" diz Etevaldo Arantes, porta-voz do Movimento de Trabalhadores e Garimpeiros na Mineração (MTM), que se opõe ao projeto.  "Deveria dar o dinheiro para nós, para que os próprios garimpeiros possam financiar a exploração."
Costa, da Colossus, explica como foi feita a arquitetura do negócio.  Pela primeira proposta dos canadenses a Colossus tinha toda a responsabilidade pela pesquisa.  Investiria R$ 6 milhões e teria 51% na sociedade com os garimpeiros.  Mas se a pesquisa necessitasse de mais recursos, ambos teriam que investir outros R$ 12 milhões ou as participações "seriam diluídas."
A Colossus investiu, sozinha, mais de R$ 20 milhões, segundo Costa.  Nesse meio tempo, a direção da cooperativa mudou e assumiu Melo.  Os novos diretores resolveram rever o contrato e alteraram alguns pontos.  A Coomigasp ficaria com 25% de participação mas negociou um prêmio: R$ 1.450,00 para cada quilo de ouro, platina ou paládio vendido.  O preço da platina hoje é superior ao do ouro; o do paládio, bem inferior.  "Se a retirada de paládio for superior ao que imaginamos, eles ganham", diz o geólogo.  Os canadenses ganham se sair mais platina.  As modificações contratuais foram aprovadas em assembleia de garimpeiros.
Se a outorga da concessão de lavra ocorrer em 7 de maio, como esperam os canadenses, a prefeitura de Curionópolis e a Coomigasp, "em junho a gente começa", diz Costa, que preside a SPE.  Ele calcula 1,5 ano para a fase de construção da rampa e galerias, alojamentos e escritório.  Para obter a licença de operação (L.O.) será preciso detalhar o plano ambiental do projeto.  "Fizemos 29 programas ambientais e sociais", diz o geólogo.  "O problema é que ali há um enorme passivo ambiental."
Na vila de Serra Pelada vivem cerca de seis mil pessoas.  Muitos são antigos garimpeiros que nunca saíram de lá.  Todos acreditam que ainda há muito ouro ali.  Alguns garimpam no cascalho ou em buracos nas proximidades da famosa cava - hoje, um grande lago.  "Aqui era um monte, que os garimpeiros trouxeram nas costas", aponta Etevaldo Arantes.  Os garimpeiros parecem ter razão quanto à crença de estarem pisando em ouro.  "A tendência, quando se começa a abrir uma mina, é ela crescer", diz Costa, da Colossus.
Compartilhar:

Terra treme no Amazonas

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) apontou no início da noite de ontem a ocorrência de um terremoto no extremo Oeste do Amazonas. O fenômeno registrou intensidade mediana - atingiu magnitude 4,9 numa escala compreendida entre 0 e 9 - e aconteceu por volta das 18h10 (horário local). Até o fechamento desta edição, não existiam relatos de danos ou feridos nas cidades daquela região, como Atalaia do Norte, Tabatinga ou Benjamin Constant.

De acordo com as informações divulgadas pela instituição norte-americana, o epicentro do tremor estava  a 17 quilômetros de profundidade em território amazonense, a 100 quilômetros noroeste do  município acreano  de Cruzeiro do Sul . O Corpo de Bombeiros do Amazonas, apesar de possuir um posto no município de Tabatinga, não registrou relatos de danos em nenhuma de suas bases no interior. A reportagem não conseguiu contato com a secretaria-executiva da Defesa Civil Estadual para obter detalhes do ocorrido.

De acordo com estudos do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), a Amazônia é a região do país que registra os terremotos mais fortes, que chegam a marcar magnitude 5 na escala Richter. No entanto, esses tremores ocorrem em regiões muito profundas da crosta terrestre e em áreas pouco povoadas e por isso não causam danos nem vítimas. (A Crítica)
Compartilhar:

domingo, 25 de abril de 2010

São Raimundo perde de virada para o Remo

Com gols de Marciano e Marlon, o Clube do Remo venceu o São Raimundo pelo placar de 2 x 1, neste domingo, no estádio Colosso do Tapajós e assumiu a vice-liderança do Campeonato Paraense. Além disso, o Leão também garantiu matematicamente a vaga para as semifinais e para o Campeonato Brasileiro da Série D. O Pantera permanece com os 8 pontos e se complicou na competição. Para avançar para a próxima fase, o alvinegro Mocorongo tem uma missão quase impossível: vencer o Paysandu e torcer por um tropeço do Cametá.
O time do técnico Flávio Barros começou o jogo pressionando o Remo e logo mostrou que daria trabalho ao time azulino. Bem melhor posicionado em campo, o Pantera partiu pro ataque e levou perigo à meta do goleiro Adriano. O Remo pouco ameaçava o gol de Labilá. No primeiro tempo o São Raimundo sobrou em campo, mas não soube aproveitar as chances criadas, além de errar muitos passes. O time criava bem as jogadas, mas pecava nas finalizações.

Do lado do Remo, Landu, isolado no ataque foi pouco eficiente na primeira etapa. Além disso, a defesa alvinegra marcava forte e conseguia desmontar as jogadas azulinas. E foi assim durante todo o primeiro tempo. Mas o placar ficou 0x0.

Na segunda etapa, Flávio Barros colocou em campo, Michel e Pitbul. A mudança deu resultado e o São Raimundo criou várias chances logos no início do segundo tempo. Aos 7 minutos, o meia Michel cobrou escanteio e o zagueiro Filho escorou pra dentro. Pantera 1 x 0 Remo. A partir daí, o time alvinegro pressionou e criou muitas chances, porém, esbarrou nas defesas seguras de Adriano. No contra-ataque, o Remo levava perigo.

O jogo ficou equilibrado a partir dos 20 minutos, quando o Leão se igualou ao adversário. Com uma marcação forte e rápido nos desarmes, o Remo partiu decidido empatar o jogo. De tanto insistir, o time azulino foi premiado com um gol aos 25 minutos, justamente quando os alvinegros mostravam cansaço. Michel, Branco e Ítalo praticamente andavam em campo e não ajudaram seus companheiros na marcação no meio campo. Foi aí que o Remo aproveitou e foi em busca do gol de empate.

Aos 25 minutos, Marlon chuta de fora da área e marca para os visitantes. Cinco minutos depois, Marciano desempata a partida. O gol deixou os jogadores Mocorongos nervosos em campo e a equipe passou a errar muitos passes e ficou vulnerável na defesa. Michel e Branco quase não tocavam na bola e, nas poucas chances criadas, desperdiçaram. O último lance da partida foi uma falta perigosa cobrada por Beto. Adriano fez grande defesa. Fim da partida e vitória de virada do Remo. O próximo jogo do São Raimundo será contra o Paysandu, na Curuzu, no próximo domingo.

Ficha técnica

São Raimundo-Labilá; Leandrinho, Márcio, Filho e João Pedro; Beto, Maurício Oliveira, Daniel (Michel) e Flamel; Ítalo (Hélcio) e Branco. Técnico: Flávio Barros.

Remo - Adriano; Levy, Raul, San e Marlon; Danilo, Otacílio, Gian e Patrick; Samir e Landu. Técnico: Giba.

Árbitro – Cleber Wellington Abade (SP-Fifa); auxiliares – Carlos Berkenbrock (SC) e Marco Antonio Martins (SC).

Compartilhar:

Manaus pode deixar de ser sede do mundial


Se quiser manter a condição de sede da Copa do Mundo de 2014, Manaus tem que demolir o estádio Vivaldo Lima e construir, em seu lugar, a arena multiuso da Amazônia. A afirmação foi feita na última sexta-feira pelo ministro dos Esportes, Orlando Silva, durante o IX Fórum Empresarial Comandatuba, promovido pelo LIDE.
“Não há flexibilidade na questão dos projetos de estádios que receberam a chancela da Fifa. O que vale é o que foi avaliado e aprovado pela entidade. Não há mais como mudar”, disse o ministro quando questionado sobre a recente polêmica em torno do reaproveitamento de parte da estrutura do estádio Vivaldão.
A regra, no entanto, não vale para projetos de mobilidade urbana, que ainda podem ser alterados desde que não se mexa no resultado final: transportar os turistas e torcedores com eficiência e segurança. “Para a Fifa, não interessa se o projeto era de um trem e virou ônibus articulado. O que importa é que a cidade sede seja capaz de oferecer transporte público de qualidade”, explicou.
O ministro ressaltou, ainda, que o Governo Federal não tem mais nenhum papel a cumprir em relação aos estádios da Copa – pois já fez “sua parte” ao estabelecer linhas de financiamento (O BNDES, por exemplo, disponibilizou R$ 400 milhões) para ajudar os Estados que não conseguiriam, de outra forma, viabilizar os planos “carimbados” pela Fifa: “Claro que a possibilidade de exclusão de uma cidade sempre existe, mas não trabalho com esse cenário. Acredito que os Estados serão capazes de resolver seus gargalos a tempo, sejam eles relacionados aos estádios ou questões estruturais”.
Só a Fifa, ainda segundo Orlando Silva, poderá alterar o prazo limite para início das obras, que hoje está fixado em 03 de maio. Mas o ministro ponderou que, nos casos em que possíveis atrasos sejam causados por ações de órgãos legitimamente credenciados para defender a legislação brasileira, como o Ministério Público, a entidade terá que aceitar. “A Fifa vai ter que entender que o Brasil tem leis”, afirmou.
Compartilhar:


Lançamento

***Na próxima terça-feira (27) às 19 horas, o Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará – Dr. Waldemar Penna, através da sua Agência Transfusional, lançará o Protocolo de Indicações e Cuidados Transfusionais.
Zico em Santarém
***A festa organizada para recepcionar o craque Zico é digna de elogios. O Galinho de Quintino e sua seleção foram muito simpáticos com o torcedor santareno.
Odair Corrêa
***O vice-governador Odair Corrêa marcou um gol de placa ao trazer o eterno camisa 10 do Flamengo para um jogo em Santarém, que levou milhares de pessoas ao Colosso do Tapajós. Odair recebeu elogios da torcida pela iniciativa. O evento marcou oficialmente o lançamento da Escolinha do Zico no município.
Competência
***O Quarto Poder destaca também o incansável trabalho feito pelo jornalista Thompson Mota, que não mediu esforços para garantir o acesso da imprensa local com o craque. Pessoalmente, Mota articulou com todos os veículos de comunicação facilitando o trabalho dos jornalistas locais. Parabéns.
Garapeira Ypiranga
***Sucesso absoluto é o Espaço Cultural da garapeira Ypiranga. Todos os sábados, o local tem servido de palco para a apresentação de grandes nomes da música regional.
Chico da Silva
***No último sábado quem marcou presença foi o cantor e compositor Chico da Silva, que cantou seus maiores sucessos. A atração musical levou centenas de pessoas, que fazem da garapeira, a melhor opção aos sábados.
Presença
***Nomes ilustres marcam presença todos os sábados na Garapeira Ypiranga. Luiz Carlos Barra, Mestre Lau, Paulo, Bena Santana, Joãozinho, Pisca, César Brasil, Valdir Lemos, Antônio Von, Ray Brito, Thompson Mota, Osvaldo de Andrade, Orlando, Eduardo Fonseca, Sandro Moreti, e uma dezenas de pessoas amigas fazem daquele espaço a melhor opção das manhãs de sábado em Santarém. Passe lá e confira!
Denúncia
***Um servidor do Estado confidenciou ao blog o possível comércio de medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS) por gente que trabalha na Sespa em Santarém. O Quarto Poder já está apurando a informação.
Obras abandonadas
***A cidade está tomada por obras públicas inabacadas. Pelos quatro cantos de Santarém é possível encontrar um canteiro de obras abandonado pelas empresas responsáveis. Cadê o Ministério Público que não vê essa situação?
Perguntar não ofende
***Mas, alguém sabe dizer para que serve mesmo o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), instalado num prédio comercial na rua Rosa Passos, de propriedade de Dinair Coimbra, alugado pela Prefeitura de Santarém?   
Compartilhar:

Pulseirinhas do sexo*
Recentemente, o noticiário de um estupro ocorrido em Londrina, Paraná, tomou conta de todos os meios de comunicação de todo Brasil, quando uma jovem, por usar uma pulseira indicativa de liberdade para o sexo, foi dominada, sequestrada e estuprada por alguns homens. Daí por diante foi um festival de distorções, da promotora do caso, da imprensa, dos juízes de Direito e de todos os especialistas ouvidos.
Referida promotora, em entrevista à imprensa afirmou que a menina não estaria na idade de sexo, sem dizer qual seria a idade correta. Ora, existe idade protegida por lei para não haver sexo com pessoas maiores de idade.
Isso não quer dizer que uma jovem não possa fazer sexo com quem lhe interesse numa idade próxima, afinal um valor ou conduta meramente de foro íntimo não deve mesmo ser regulamentado pelo estado, mas pelos responsáveis superiores pelos jovens, dentro dos valores éticos, sociais e familiares compatíveis com a própria formação.
Quanto ao uso da pulseira significar estar a fim de determinado ato ligado à sexualidade com quem vier a rompê-la não ultrapassa a esfera de regras sociais de grupos jovens para alcançar um direito inalienável como querem fazer crê aqueles que condenam o seu uso. Qualquer entendimento nesse sentido é uma distorção, pois não existe nenhuma lógica que se aceite o cometimento de um crime bárbaro a pretexto de uma brincadeira.
Depois dessa distorção da promotora, dos especialistas e da imprensa, coube ao Poder Judiciário o maior equívoco ao proibir a venda das pulseirinhas coloridas. Sinceramente, seria muito oportuno que a imprensa passasse a divulgar a fundamentação jurídica de decisões judiciais, exatamente para o público tomar conhecimento e formar juízo de valor sobre determinadas decisões. Neste caso, não se sabe o respaldo jurídico que permite essa proibição. Ora, se a própria prostituição não é crime, não parece razoável que o seja um indicativo de liberdade para o sexo.
Caberia mostrar o embasamento sempre que houver a divulgação de sentenças judiciais. Ainda assim, fica muito claro que os magistrados zeladores da sexualidade foram na onda da pretensa proteção à juventude. Portanto, não caberia à promotoria ensinar idade de iniciação sexual; mas apurar o fato, aplicar a lei aos autores, com um alerta de que o uso das pulseirinhas sequer serve de atenuante. Aos magistrados, punir os autores do crime, e nunca proibir a venda de pulseirinhas, pois a continuar assim, terá que estender a proibição às minissaias, aos shorts curtos e outras vestes que deixam qualquer um heterossexual de dedo em pé.
Todos devem tomar cuidado até onde vão os seus poderes para não extrapolarem as suas funções institucionais. Em nenhuma hipótese deveria haver manifestações no sentido de amenizar a gravidade da ação criminosa dos estupradores. E puni-los é um dever, independente de vontade do Estado.
Promotores e juízes sabem disso.

*Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP
Bacharel em Direito
Compartilhar:

sábado, 24 de abril de 2010

Zico vem a Santarém

O jornalista Thompson Mota confirmou há pouco que está confirmado o jogo entre a Seleção de Máster do Zico e de um combinado local, no Colosso do Tapajós. A comitiva do Galinho de Quintino chega às 14h30.
Thompson confirmou também a presença do craque Zico em Santarém.
Compartilhar:

Odair Corrêa participa de solenidade no comando da 8ª. Região Militar do Exército

Thompson Mota (Assessor da Vice-governadoria)
Vice-governador do Pará Odair Corrêa (PDT), participou na sexta-feira (23), da solenidade de transmissão do cargo de Comandante da 8ª. Região Militar e 8ª. Divisão do Exército em Belém. O General de Brigada Mário Lúcio de Araújo passou o Comando ao General de Divisão Carlos Roberto de Sousa Peixoto. O evento aconteceu no Quartel do 2º. Batalhão de Infantaria e Selva na Almirante Barroso 4531, bairro do Marco. Prestigiaram o acontecimento várias autoridades civis e militares.
Compartilhar:

Brasileiro Alain Belda deixa Alcoa após 40 anos

A saída do brasileiro Alain Belda da presidência do conselho de administração da Alcoa, uma das maiores produtoras de alumínio do mundo, foi anunciada nesta sexta-feira. Belda será substituído por Klaus Kleinfeld, de 52 anos, que assumirá além do comando do "board" da companhia o cargo de principal executivo, CEO.
Alain Belda, mais de quatro décadas na Alcoa: processo de internacionalização.

Belda fez parte dos quadros da empresa por mais de 40 anos. Formado em administração pela Universidade Mackenzie, o executivo, de 66 anos, que nasceu no Marrocos e se naturalizou brasileiro, entrou na Alcoa em 1969. Foi presidente mundial da companhia entre maio de 1999 e janeiro de 2001, quando assumiu a presidência do conselho de administração.

Belda já anunciou a intenção de dirigir as operações da Warburg Pinus, fundo de private equity, no Brasil. Além disso, ele continuará mantendo funções de conselheiro no Citibank, IBM e Renault.
 Leia mais aqui:
Compartilhar:

sexta-feira, 23 de abril de 2010

CNJ cria grupo para cuidar de conflitos fundiários

Foi oficialmente constituído no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) um grupo de trabalho para a avaliação e prevenção de conflitos fundiários. Formado por quatro juízes o grupo irá se dedicar inicialmente à análise dos conflitos nos Estados de Pernambuco e Pará. 
A portaria que constituiu o grupo foi assinada na terça-feira pelo presidente da entidade, ministro Gilmar Mendes. Foi um de seus últimos atos no cargo - que passa a ser ocupado a partir desta sexta pelo ministro Cezar Peluso. 
De acordo com Gilmar Mendes, uma das preocupações do grupo é assegurar o direito de propriedade, previsto na Constituição. Os juízes também irão analisar a condução dos processos de reforma agrária. Pernambuco figura com destaque entre os Estados com maior número de invasões de propriedades rurais no País. O Pará, por sua vez, é o que registra a maior incidência de casos de violência decorrentes de disputas pela posse da terra. 
O grupo é constituído pelos juízes auxiliares Marcelo Martins Berthe e Ricardo Cunha Chimenti, que já fazem parte do Fórum de Assuntos Fundiários do CNJ. Os outros dois integrantes são José Henrique Coelho Dias da Silva, de Pernambuco, e Kátia Parente Sena, do Pará.
Compartilhar:

1º hotel flutuante de Porto Velho inaugurado

Pesando cem toneladas e medindo 765 m2, inaugurou na tarde desta sexta-feira, no rio Madeira, o primeiro Hotel flutuante de Porto Velho. O Amazon Ambassador Hotel, pertencente ao Grupo Tucunaré Hotelaria, é um flutuante temático que homenageia a beleza natural da Amazônia, principalmente seus rios e sua fauna aquática.

O Hotel foi trazido do Estado do Pará para Rondônia em 25 dias por dois rebocadores e desde que aportou em águas rondonienses há três meses já foi visitado por pelo menos 10 mil pessoas. A inauguração foi direcionada para a imprensa e alguns convidados.

O Amazon Ambassador, nome dado como homenagem ao peixe Tucunaré, o “Embaixador do Amazonas”, impressiona não só pelo tamanho, mas pelo luxo, requinte e conforto de suas 40 suítes, restaurante e bar. Todas as suas instalações são climatizadas para combater o rigor do verão amazônico.

O hotel fica localizado na Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, 2270, bairro Triângulo. Para chegar a este endereço, o cliente deve ir pela rua Rogério Weber, virar na Estrada do Santo Antônio e, após a Sedam entrar numa estrada de chão onde estão sendo construídos apartamentos da Prefeitura. A sinalização ajudará a encontrar o local.(Fonte: O Observador)
Compartilhar:

PMS vai asfaltar ruas. Dom Frederico está fora

O anúncio feito esta semana pela prefeita Maria do Carmo sobre o reinício da operação tapa-buracos e obras de pavimentação de ruas não agradou uma parte da população santarena, que há mais de seis anos clama por melhorias. Os moradores da avenida Dom Frederico Costa, por exemplo, não ficaram nada satisfeitos em saber que o cronograma de trabalhos da Prefeitura não contemplará aquela via, há anos abandoada pelo Poder Executivo. Construída no governo do ex-prefeito Lira Maia, a estrutura daquela via ficou comprometida devido à precariedade do serviço. Hoje, praticamente toda extensão da avenida está intrafegável por causa dos buracos.

De acordo com informações repassadas pela própria prefeita Maria do Carmo, na última segunda-feira, a situação da Dom Frederico Costa é mais complexa que as demais vias precárias de Santarém. Lá, explicou Maria, é necessário um projeto especifico com serviços de terraplanagem e drenagem profunda. Porém, em virtude da falta de recursos, neste caso, para recuperar a avenida, ela ficará um bom tempo ainda sem receber qualquer tipo de investimento por parte do governo.

A prefeita reconhece a precariedade da Dom Frederico Costa, assim como também de outras vias que estão em condições idênticas. Ela pede, no entanto, compreensão dos moradores e garante que o governo tem se preocupado com toda a cidade indistintamente. As reclamações da população sobre a falta de investimentos na recuperação da malha viária do município e recuperação das ruas principais se acentuam a cada dia, principalmente neste período de chuvas que causa inúmeros transtornos e prejuízos.

Na avenida Dom Frederico, em dias de chuvas, as poças de lama se transformam em ameaças para pedestres e condutores de veículos. Andar pela rua é uma tarefa difícil, pois os riscos de acidentes são grandes. “Passamos por um governo que fez um péssimo serviço e agora estamos com um governo que não se preocupa em pelo menos recuperar os pontos mais críticos”, disse o açougueiro Carlinhos.

Na avenida Dom Frederico Costa a pouca camada de asfalto que ainda existe dissolve a cada chuva que desaba sobre a cidade.
Compartilhar:

Antídoto inaugura primeira loja em Santarém

A Antídoto Cosméticos – rede de franquias de produtos naturais com 10 anos de mercado - começa o mês de abril inaugurando mais uma nova unidade da marca em Santarém, no Pará. O novo espaço está localizado na Avenida Borges Leal, nº 2086, e será administrada pelas franqueadas Kellen Patrícia de Almeida e Maria do Perpétuo Socorro Barbosa.
Atualmente a rede conta com outras cinco lojas da marca nas cidades de Rio Maria, Paraupebas, Marabá, Belém e Ananindeira. “Nosso objetivo é ampliar a capilaridade da Antídoto em todos os estados, principalmente nos mercados onde visualizamos grande potencial de mercado, como é a região Norte”, explica Marcelo Sarpe, gerente de expansão.
A rede possui atualmente 130 lojas em operação e segue em ritmo de expansão. A meta é fechar o ano com um aumento de 30% em número de unidades espalhadas por todo o país. 
Sobre a Antídoto Cosméticos
Rede especializada em cosméticos para banho, corpo e cabelo foi fundada em 1999, em Santo André. Atualmente conta com 130 lojas em 17 estados brasileiros. Oferece mais de 550 linhas de produtos fabricados com alta tecnologia e extratos de flores e frutas, detalhes que garantem experiências únicas aos clientes. 

Texto e foto: Imagem Assessoria de Comunicação
Compartilhar:

Maurício não vai desistir
Causa muito incômodo ao deputado Antonio Rocha a possibilidade real da candidatura do vereador Maurício Corrêa à Assembleia Legislativa do Pará. A insistência da mídia local em afirmar que o sobrinho de Ruy é uma via alternativa no PMDB frustra os interesses políticos de Rocha & Cia, que sonha, na próxima eleição municipal, emplacar sua enésima tentativa de candidatura à Prefeitura de Santarém.
 

Fora, Sandro!
Alguns mototaxistas legalizados de Santarém não escondem sua insatisfação com o secretário de Transportes, Sandro Lopes. Eles querem vê-lo fora da SMT.
 

Pegas
Mauricinhos embriagados em seus carros possantes fazem da avenida Fernando Guilhon, uma pista para a prática de ‘rachas’. Os carros em alta velocidade causam medo nos demais motoristas e pedestres. Os ‘loucos do volante’ realizam manobras e ultrapassagens arriscadas. Todas as noites é possível comprovar essa prática criminosa. Só a SMT e Ptran não veem isso.
 

Remédios vencidos
Na última terça-feira, um cidadão se dirigiu a uma conhecida e renomada drogaria da cidade para comprar um medicamento. Depois de informar à atendente o remédio de sua preferência e se dirigir para pagar pelo produto, percebeu que o medicamento estava com o prazo de validade vencido. Ele voltou ao balcão e comunicou o fato a vendedora, que fez a troca. Porém, para sua surpresa, novamente a funcionária lhe deu outro produto vencido. Depois de muito procurar, a moça finalmente encontrou um remédio bom. Bom? A Vigilância Sanitária deveria fiscalizar drogarias e farmácias da cidade para verificar a venda de produtos vencidos. Os empresários do setor se preocupam tanto em ganhar dinheiro que não se importam com a saúde do consumidor. Fica aqui o alerta. Ah, a drogaria é a Planalto, localizada na Sérgio Henn.
 

Saúde
Órgão da saúde que funciona com verba federal em Santarém funciona de maneira irregular. Há indícios de irregularidade. O Quarto Poder está apurando todas as informações e breve vai trazer à tona toda sujeira que está debaixo do tapete.
 

Falidos, mas confiantes
Políticos e empresários falidos de Itaituba e região aguardam com grande ansiedade a posse de Walmir Climaco na Prefeitura daquele município. Com seus interesses particulares, eles acreditam que vão emplacar seus ‘serviços’ durante o restante do mandato do prefeito tampão. Te cuida, Walmir.
 

Sem juiz
Ainda não será esta semana que o empresário Walmir Climaco assumirá o tão sonhado cargo de prefeito de Itaituba. A cidade está sem juiz para fazer sua diplomação.
Compartilhar:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive