sábado, 31 de julho de 2010

Falsos peemedebistas

A ausência dos vereadores Maurício Corrêa e José Maria Tapajós, ontem, na festa de lançamento da campanha do PMDB em Santarém, na sede do Veterano, revela a insatisfação da dupla com o comando municipal do partido.

Ao perceber que alguns de seus desafetos não se encontravam no salão, Rocha disparou: “São falsos peemedebistas”.
Compartilhar:

NOTA CELPA

A Celpa esclarece que a nova lei para tarifa social de energia elétrica foi aprovada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).  Mas, as concessionárias terão um prazo para se adequar à nova lei. Enquanto isso, continuam valendo as regras definidas pelas resoluções anteriores. Desse modo, a Celpa solicita aos beneficiados da tarifa social que aguardem as orientações da empresa. 

(Ansleiria Rodrigues/Celpa)
Compartilhar:

Transamazônica: 40 anos de abandono

No novo e totalmente repaginado site do jornal Crítica, você acompanha uma os bastidores de uma reportagem que revela 40 anos de abandono na Transamazônica.

Uma equipe de reportagem do jornal A CRÍTICA está percorrendo toda a extensão da rodovia BR 230, a Transamazônica. Essa aventura vai cruzar sete Estados e mais de quatro mil quilômetros de uma das mais lendárias e abandonadas rodovias brasileiras.

Compartilhar:

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Novos chefes do Detran em Santarém

Waldomiro Vasconcelos de Varvalho
Gerente da Regional de Trânsito de Santarém – DAS-04

Raimundo Trindade
Assessor da Regional de Trânsito de Santarém – DAS-04

Jorge Thomaz Ferreira
Gerente da Agência de Trânsito de Santarém – DAS-03


José Solivandro Pereira Franco (Zequinha Franco)
Secretário da Regional de Trânsito de Santarém – DAS-02
Compartilhar:

Aniversário de Carajás

Localizada no sudeste do Pará, a maior província mineral do planeta, Carajás, completa 43 anos de descoberta neste sábado, 31 de julho. Pouco mais da metade desse tempo está em operação o que hoje é a maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, com a operação simultânea de quatro minas. Hoje a produção anual de Carajás ultrapassa os 100 milhões de toneladas do mais puro minério de ferro do mundo, com teores que chegam a 66% de pureza.
Compartilhar:

Entrevista com ex-prefeito Ronaldo Campos

Amanhã (31), às 9h30, no canal 12, TV Santarém (Bandeirantes), o programa Canal in Foco apresenta uma entrevista exclusiva com o ex-prefeito, Ronaldo Campos, um dos ícones da política do Estado do Pará.

Ronaldo Campos foi eleito vereador pela primeira vez quando tinha apenas 17 anos. De lá prá cá sempre esteve envolvido com a política.

Exerceu mandatos de deputado estadual e federal, além de ter sido presidente da Companhia Docas do Pará e da Enasa.

O programa Canal in Foco é apresentado por Silvio Marcos.

Vale a pena conferir.
Compartilhar:

'Fute' volta pra cadeia

'Fute' voltou pra cadeia
Durante os últimos dois meses, Manoel de Oliveira Pereira, mais conhecido pelo apelido de 'Fute', resistiu à tentação e ficou longe do mundo do crime. No último dia 21 de julho, 'Fute' foi personagem de uma reportagem assinada pelo jornalista Manuel Dutra. Naquela oportunidade, o ex-presidiário afirmou: "Sei que, se eu der bobeira, vou voltar pra pagar tudo, a dívida inteira". 

Na madrugada desta sexta-feira (30), 'Fute' deu bobeira e foi preso, acusado de ter praticado crime de roubo contra um cidadão, no centro de Santarém, onde trabalhava como flanelinha. 'Fute' foi apresentado na 16ª Seccional Urbana de Santarém e autuado em flagrante pelo crime.

Nas décadas de 80 e 90, 'Fute' aterrorizou as cidades de Santarém, Alenquer e Monte Alegre, praticando vários roubos e até estupro, chegando a ser condenado a mais de vinte anos de prisão.

'Fute' foi liberado há poucos meses da Penitenciária de Americano, em Belém/ onde cumpria pena.
 
Com informações do blog do Hitamar
 
Compartilhar:

MPE é favorável à cassação de Maria do Carmo

Prefeita pode ter mandato cassado

O Ministério Público Eleitoral, por intermédio de seu procurador, Daniel Avelino, deu parecer favorável, no último dia 28/06, ao pedido de cassação de diploma da prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins (PT), feito pelo diretório municipal do Democratas (DEM) no município, referente a supostas irregularidades cometidas em sua primeira gestão (2005-2008).

Na ação, Maria é acusada de abuso de poder político por ter usado da propaganda institucional do município para fins de captação de votos; por ter doado 127 lotes de terras da prefeitura de um total de 6.000 lotes e de captação ilícita de votos por doação de 200 cestas básicas em Alter do Chão nos 15 dias anteriores a eleição. O parecer será apreciado pelo pleno do TRE-PA nas próximas semanas. (Diário do Pará)
Compartilhar:

Alunos de informática da Ambasluz visitam a MRN

Grupo de visitantes da Ambaluz
Oferecer a jovens e adultos a oportunidade de conhecer o processo produtivo da Mineração Rio do Norte é o objetivo do programa de Visita de Comunidades, que atende os municípios localizados na área de influência da empresa, como Oriximiná, Terra Santa, Faro, Óbidos e Santarém.

No dia 28 de julho, foi a vez de um grupo de 35 alunos do curso de informática da Ambasluz (Associação dos Moradores do Bairro de Santa Luzia), de Oriximiná, conhecerem as instalações da MRN. “A Ambasluz visa a inclusão digital dos jovens de nosso bairro, além de realizar projetos relacionados à educação, saúde e esporte”, destacou Pedro Glória, presidente da Associação, durante a visita. “É muito bom poder estar aqui com nossos alunos”.

Evandro Soares, coordenador de Projetos Comunitários da MRN, destacou a importância da Visita de Comunidades e a parceria entre a empresa e a Ambasluz. “Os jovens que só ouvem falar de nossa empresa podem entender melhor o que fazemos e conhecer o nosso processo de extração de minério e práticas socioambientais”, afirmou Evandro. “A Ambasluz é uma de nossas importantes parceiras em seu trabalho de inclusão digital desde 2004 e a MRN já doou mais de 30 computadores para seus cursos”, concluiu o coordenador.

Joelma Alvarenga/MRN
Compartilhar:

Justiça mantém demarcação de lote realizada pelo Incra‏

A Justiça Federal manteve a demarcação de lote realizada pelo Incra no ano de 2005. O trabalho era contestado por uma agricultora do assentamento Moju I e II, residente na comunidade Igarapé do Aracuzinho, em Santarém (PA). A decisão do juiz federal Francisco de Assis Garcês Castro Júnior, da Subseção Judiciária de Santarém, foi proferida em audiência de instrução e julgamento, realizada no dia 22 deste mês.

"Tenho como infundada a presente demanda, sobremodo porque a distribuição de lotes em projetos de assentamento configura exercício de política pública cuja interferência se submete a rígido controle jurídico de legalidade", afirmou o juiz em sua decisão, que consta em ação anulatória de demarcação de terra.
 
O magistrado acrescentou que a assentada, ao provocar o Judiciário a determinar nova demarcação de seu lote, não comprovou a falta de idoneidade e legitimidade do Incra no trabalho inicialmente realizado. Ela reivindicava uma área maior que a demarcada.

Na contestação apresentada no processo, o Incra alega que a demarcação, executada por uma empresa contratada por meio de licitação, considerou os limites de respeito entre as famílias que já residiam no local onde foi criado o assentamento e os previstos em norma técnica vigente na época.

Ratificada a demarcação realizada pelo Incra em 2005, a assentada permanece com um lote de 93 hectares.

Assessoria de Comunicação
Jornalista responsável: Luís Gustavo
Compartilhar:

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Poluição sonoraA Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), assim como fez com as bandas e fanfarras de Santarém, deveria baixar uma portaria proibindo que os filhos dos poderosos utilizem o som de seus veículos em locais de grande fluxo de pessoas, como a orla, por exemplo. Na frente do Centro Cultura João Fonna, os jovens se reúnem para se exibirem com suas aparelhagens infernais, que perturbam a ordem pública. O titular da pasta precisa mostrar sua imparcialidade e agir com rigor para garantir o sossego da sociedade.

BarulhoTambém não seria mais que a obrigação do secretário Marcelo Corrêa mandar que os fiscais de sua secretaria impusessem respeito à lei que proíbe que donos de carros volantes façam propagandas em áreas próximas a escolas e órgãos públicos. Além disso, o horário também precisa ser respeitado. Ninguém aguenta mais tanto barulho. Os propagandistas circulam dia e noite, e a qualquer hora.

FumaçaA granja Avis Pará continua causando aborrecimento e incomodo à vizinhança. As reclamações se acumulam e nem a empresa e, muito menos, os órgãos ambientais se apressam em fazer alguma coisa para acabar com aquele fedor insuportável, que tanto mal causa às pessoas. A fumaça negra e com cheiro podre é lançada todos os dias no ar que respiramos. Apelar pra quem?

Licença
A direção da Avis Pará aguarda ansiosa pela resposta do secretário de Meio Ambiente de Santarém, Marcelo Corrêa, sobre o pedido de renovação feito pela empresa ao município. A licença ambiental está vencendo e até agora a empresa não conseguiu se instalar em Belterra, onde lá pretendia transferir seu abatedouro e acabar com esse transtorno à população santarena. A Semma ainda não deu a resposta, mas...
Compartilhar:

Bastidores do jogo São Raimundo x Fortaleza – Parte I

Imprensa barrada
O presidente do Sindicato dos Radialistas de Santarém, Minael Andrade, tentou barrar, ontem, durante o jogo do São Raimundo e Fortaleza, no Colosso do Tapajós, a entrada de parte dos profissionais de imprensa, que faria a cobertura do jogo. Com um ar indiferente e esbanjando autoritarismo, Minael impôs condições para que a imprensa tivesse acesso ao gramado.

Alguns dias antes do jogo, a diretoria do clube, juntamente com Minael Andrade, convidou para uma reunião, representantes emissoras de rádios e televisão, porém, esqueceu de chamar o pessoal dos jornais impressos de Santarém. Só teve acesso quem é amigo do radialista.

Na área de acesso da imprensa no estádio, os porteiros exigiram uma série de documentos dos profissionais, funcionários de jornais impressos: carteiras do Sinjor, Fenaj, Aclepa, carteirinha de radialista, diploma de jornalista, carteira de vacinação, certidão de batismo, atestado de bons antecedentes, CPF, RG, santinho de candidato, contracheque, IPTU, IPVA e ofícios da Federação Paraense de Futebol e da Confederação Brasileira de Futebol.

Nem os ofícios assinados por um dos milhares de diretores do Pantera apresentados pelos repórteres teve validade.

O pessoal da diretoria do São Raimundo afirmou que, por decisão unânime, apenas profissionais com registros da Fenaj, do Sinjor, da Aclepa e do sindicato dos radialistas, teriam acesso livre ao Colosso do Tapajós.

O curioso nisso tudo é que boa parte dos profissionais que atuam na imprensa santarena não possui nem registro no sindicato dos jornalistas e muito menos na Fenaj. Além disso, em Santarém não existe representação que ampare profissionais de jornais impressos, desprezados pela diretoria do São Raimundo e também pelo Minael Andrade, que exige a sindicalização desses profissionais no sindicato dele.

Nota do Blog: O Quarto Poder tem sido defensor da exigência do diploma de jornalistas, inclusive divulgando as ações dos representantes legais da categoria no município. No entanto, há ainda muita gente que está nas faculdades concluindo o curso de comunicação social, outros aguardam a próxima turma para dar início à sua formação acadêmica. Alguns dos primeiros jornalistas santarenos, formados nas primeiras turmas, e que assim como muitos colegas, levaram muito tempo para hoje esbanjar o canudo e gritar que são JORNALISTAS FORMADOS, deveriam ter mais respeito com os estes profissionais e não tratar com total desprezo aqueles que ainda lutam pela qualificação.
Compartilhar:

João Paiva defende renovação na Alepa


“A nova cara da política paraense”. Com este lema, o PCdoB lançou chapa própria formada por 61 candidatos na sua tentativa de retornar à Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) depois de quatro anos. Sem contar com nenhum representante na Alepa, o partido passou os últimos anos definindo novas diretrizes e discutindo seu projeto de renovação, que é sua plataforma de campanha nestas eleições. A maioria dos postulantes ao cargo de deputado é oriunda da região metropolitana de Belém e do Sul do Pará. Do oeste paraense, apenas um nome: João Paiva, bacharel em Direito, ex-vice-diretor do Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, e atual presidente municipal do PCdoB em Santarém.

João Paiva explica que sua candidatura não foi uma decisão individual e sim o acordo unilateral que propôs que o Oeste do Pará necessitava de um representante na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa. O PCdoB possui o segundo maior conglomerado de candidatos nesta eleição e, portanto, com chances reais de vitória nas urnas. O partido compõe a coligação ‘Para o Brasil seguir mudando’, que tem como candidata à Presidência da República, a ministra Dilma Rousseff. No Pará, o PCdoB faz parte da coligação ‘Frente Popular Acelera Pará’ cuja candidata é a governadora Ana Júlia, que tenta a reeleição. Para deputado federal, o partido está na coligação ‘Cresce Pará’.

Segundo João Paiva, com sua chapa puro sangue, o PCdoB pretende valorizar os candidatos que há muito tempo militam no partido e possuem experiência política. “Nosso objetivo é eleger nossos representantes e defender os interesses da sociedade paraense na Assembleia, com projetos de leis que garantam melhor qualidade de vida do nosso povo”, observou o candidato, ressaltando que a legenda se apresenta como um ‘fato novo’, com propostas e ideias inovadoras, mudando toda a face existente na Alepa, lutando pelo povo de todas as regiões do Pará.
Compartilhar:

30° Festa das Flores e Morangos de Atibaia (SP)

A Festa das Flores e Morangos de Atibaia (SP) completa 30 anos de tradição. Todos os anos, em setembro, mais de 120 mil visitantes são atraídos pela cidade anfitriã para apreciar a beleza e o sabor que a natureza e os produtores oferecem. Isso só é possível devido à aliança profissional da Associação Hortolândia de Atibaia, a Pró-Flor e o Sindicato Rural, além do apoio da Prefeitura.

Os 11 dias de Festa contam com uma programação variada focada em apresentações internacionais de dança e música, brincadeiras educacionais, exposição e venda de flores e morangos produzidos na região, demonstrando a união entre as riquezas naturais e a criatividade humana.

O sucesso é atribuído a cultura, costumes e tradições de todas as pessoas envolvidas: colônia japonesa, agricultores e colaboradores. A dança típica japonesa Bon Odori, que é um agradecimento pela boa colheita, inicia o circuito cultural que traz grupos interativos da Croácia, Bolívia, Estados Unidos, Espanha, Chile, Alemanha, Rússia, Itália e Lituania com hábitos diferenciados que agregam valores ao povo brasileiro.
Compartilhar:

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Atraso

Em julho de 2008, o governo do Estado deu início às obras de construção do novo hospital municipal de Santarém. Dois anos depois, a unidade ainda não ficou pronta e nem tem data para ser concluída.
Compartilhar:

Odair recebe seleção paraense de Taekdondo

O Vice-governador do Pará Odair Corrêa (PDT) recebeu em seu gabinete nesta terça-feira (27) atletas da Seleção Paraense de Taekdondo que participaram do Campeonato Brasileiro realizado em Uberlândia (MG). Os atletas Yuji Horiguchi, Darul Maltez e Juan Oliveira conquistaram Medalhas de Bronze que contam para o ranking nacional. 
A delegação paraense contou com 12 integrantes, além dos técnicos Orlando dos Anjos e Geane Martins, que continuam fazendo história na modalidade olímpica visando as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. TAEKWONDO é o atual nome da Arte Marcial que vem mantendo sua existência independente e peculiar na Coréia por um espaço de mais de vinte mil anos. 
O propósito principal do TAEKWONDO é defender e atacar o inimigo como meio de defesa própria usando livremente as mãos. Todas as atividades do TAEKWONDO estão baseadas em táticas defensivas, pois este esporte nacional se desenrola como defesa própria contra o ataque inimigo. Cada movimento do TAEKWONDO é desenhado cientificamente com um propósito específico de desenvolver a crença de que o sucesso é possível a cada um. A constante repetição ensina a paciência e a resolução de transpor obstáculos. 
O tremendo poder mente/corpo desenvolve a autoconfiança para enfrentar qualquer adversário em qualquer lugar e qualquer situação. Nos tempos antigos, a vida social causava uma carência de forças físicas e agilidade corporal de toda gente. 
O TAEKWONDO assegura boa saúde, beleza física, agilidade e serenidade mental de quem o pratica. 
Odair Corrêa parabenizou toda delegação desejando sucesso e que continue levando o nome do Pará em todo Brasil, sempre com grandes vitórias.

Assessoria de Comunicação da Vice-governadoria.

Thompson Mota (DRMT-844/SINJOR-PA 677) 
Foto: Silvio Fernandes.
Compartilhar:

terça-feira, 27 de julho de 2010

Ingressos a venda para São Raimundo x Fortaleza

Nesta terça-feira (27) iniciam as vendas de ingressos para o jogo do São Raimundo diante do Fortaleza. O Jogo marca o reencontro do campeão Brasileiro com a sua torcida neste segundo semestre, e mais uma vez a expectativa é de casa cheia.

Na terça-feira os ingressos serão vendidos no Panterão, na quarta-feira no Panterão e no Colosso do Tapajós.

Arquibancada central R$ 30,00
Arquibancada coberta R$ 20,00
Arquibancada descoberta R$ 10,00
Os ingressos para estudantes serão vendidos na quarta-feira ao valor de R$ 10,00.

(Assessoria de Impresa)
Compartilhar:

AM: Wallace tem morte cerebral

O ex-deputado Wallace Souza sofreu uma infecção generalizada na noite de ontem. Fígado, pulmão e rins pararam de funcionar. Ele teve morte cerebral.

O tratamento do ex-parlamentar, no hospital Bandeirantes, em São Paulo, foi difícil. A presença constante da polícia agravava o seu quadro de saúde e os médicos se irritavam com a presença de agentes federais. 

No dia 8 de junho o cirurgião Tércio Genzini chegou a encaminhar carta ao Ministério Público Federal, dizendo que o quadro do paciente era grave e o "constrangimento pelo qual passavam"- corpo médico, funcionários e paciente - era grande. 

Blog do Holanda 


Wallace Souza ficou internacionalmente conhecido depois que uma Força Tarefa descobriu o envolvimento dele com o crime organizado em Manaus (AM).

Ele foi acusado de comandar, junto com os irmãos, Carlos e Fausto, além do filho Raphael Souza, uma quadrilha que atuava com tráfico de drogas na capital amazonense, responsável por uma série de crimes bárbaros que chocaram a sociedade. Muita gente morreu desde que Wallace teve a prisão decretada pela Justiça amazonense.
Compartilhar:

Moradores preocupados com 'pegas'

Moradores residentes na travessa Professor José Agostinho, no bairro do Santíssimo, estão preocupados com os constantes acidentes ocorridos naquela via. A prática de ‘rachas’ também têm sido muito comum depois das 19 horas. Todos os dias, relatam os populares, motoristas e motociclistas promovem ‘pegas’ e colocam em risco a vida das pessoas, que nem dentro de casas se sentem protegidas.

Na quarta-feira passada (21), um Corsa Sedan, depois de colidir com uma Kombi, por pouco na foi parar dentro de um salão de beleza, que fica na esquina da rua. O veículo, que vinha em alta velocidade, foi lançado contra uma barreira de proteção e foi parar quase cem metros depois, na frente de outra residência.

As pessoas ficaram apavoradas com a violência da batida do veículo.

Ao volante, um rapaz, filho do ex-vereador Otávio Macedo, completamente embriagado. O passageiro também estava bêbado. A mãe do motorista irresponsável não demorou a aparecer para socorrer a cria. A mulher preencheu um cheque e entregou ao dono da Kombi, que foi embora sem falar nada.

O caso não chegou ao conhecimento da Polícia.
Compartilhar:

Programa Bravo! contribui para o desenvolvimento de instituições em Juruti

Na escola em que ministrava aulas, algumas vezes Pedro Leite chegava um pouco atrasado. Mesmo assim, encontrava uma turma ansiosa para aprender as difíceis fórmulas de física e matemática - o que lhe parecia estranho algumas vezes, afinal essas disciplinas geralmente não são as favoritas dos estudantes do Ensino Médio. Até que ele colheu os frutos de seu trabalho voluntário. “Minha maior gratificação foi, no final de 2009, ser abordado por uma das minhas alunas, que disse que, graças às minhas aulas, ela e seus colegas tinham conseguido passar de ano”.

Pedro é um dos bravistas da Mina de Juruti. Ao unir pessoas dispostas a ajudar a quem precisa, o programa Bravo! estimula há oito anos práticas de voluntariado em diversas instituições. Incentivado pelo Instituto Alcoa, o programa é praticado entre os funcionários da Companhia nos 31 países onde está presente. Desde 2005, quando foi implantado no município, cerca de 45 colaboradores da Mina já participaram.

Esta semana, quatro entidades beneficiadas pelo Bravo! em 2009 foram homenageadas. Uma cerimônia no Auditório da Secretaria Municipal de Saúde de Juruti simbolizou a entrega de cheques a conselhos escolares e associações comunitárias para futuros investimentos nas próprias entidades. Segundo José Carlos Vieira, Gerente Geral de Operações da Mina de Juruti, a ocasião foi o momento de homenagear as instituições que receberam os bravistas e também os próprios voluntários que, mesmo com suas demandas diárias, utilizam seu tempo para compartilhar conhecimentos com a comunidade.

s trabalhos voluntários foram realizados durante todo o ano passado, mas os resultados continuam vivos. Durante a cerimônia, a diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria da Saúde Pinheiro Cunha, Eleonora Silva, agradeceu aos bravistas em nome de todas as instituições beneficiadas. “Os bravistas são muito importantes porque, além da disposição e do tempo que dedicam, eles trazem o conhecimento deles. Eles pensam em soluções com os funcionários das escolas. Por isso, nós estamos de braços abertos para continuar recebendo os bravistas”, declarou.

Para comemorar o sucesso dos trabalhos, estiveram presentes representantes do poder público, instituições parceiras, representantes da Alcoa e alguns membros do Conselho Juruti Sustentável. As instituições que receberam o cheque foram o Conselho Escolar da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Vereador Raimundo de Sousa Coelho, Conselho Escolar Deputado Américo Pereira Lima, Associação Beneficente do Bom Samaritano da Assembléia de Deus e Associação Comunitária dos Moradores do Bairro Santa Rita.

Raphaella Marques.
Temple Comunicação
Compartilhar:

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Receita pra aprender fazer Sairé

Prato do dia: Sairé à La Festribal

Este ‘prato’ é ideal para quem nunca conseguiu fazer um Sairé decente. Tente prepará-lo com a ajuda de familiares e amigos mais próximos durante as férias. É delicioso e não custa muito é só pegar uns ‘trocadinhos’ e ter um pouco de paciência que dá certo!

Vamos à receita?

Ingredientes:

De um grupo de ‘notáveis’, selecione os mais ‘capacitados’ e conhecedores das atividades ‘artísticas’ e culturais do município:

01 (uma) secretária de Cultura.
01 (uma) assessora de Esporte e Lazer.
01 (um) secretário de Transportes e dono de boate.
01 (uma) assessora da Seminf e irmã de secretário.
01 (um) advogado e mestre de cerimônia nas horas vagas.

Viu? Foi moleza conseguir os ingredientes.

Muito bem. Passemos então à próxima etapa.

Modo de preparo: Faltando pouco mais de 40 dias para a festa do Sairé, junte os cincos ‘notáveis’ selecionados, convoque à imprensa e misture tudo com justificativas descabidas. Depois, pegue a imprensa e reserve numa bandeja ao lado. Você vai precisar muito dela, principalmente se a verba publicitária estiver em dias.

Em seguida, calcule os custos de passagens aéreas e hospedagens, e mande todos para Juruti, onde lá, o governo municipal realiza o Festival das Tribos com grande competência. Unte uma travessa com azeite de oliva, se não tiver, use óleo de peroba, que neste caso, é mais indicado. Reserve.

Ah, coloque também dez colherinhas de desculpas esfarrapadas. Misture bem.

Salpique com um pouquinho de esperteza (a gosto) e tempere com um pouco de burrice, incompetência, negligência e gotas de desmandos.

Importante: não se esqueça, antes levar ao forno, coloque duas xícaras de recursos públicos em grande quantidade, principalmente se o ‘prato’ for ‘servido’ para muita gente.

Rendimento: Um Sairé meia-boca
Grau de dificuldade: Sei lá, é a primeira vez que este ‘prato’ é feito.
Tempo de preparo: 2 mandatos

Receita cedida por: Maria do Carmo

Observação: Se não ficar do seu agrado, chame o Emanuel Júlio e o Lira Maia.
Compartilhar:

É isso mesmo, companheiro!

Grande parte da sociedade santarena não ficou nada satisfeita com a informação dada pela própria prefeita Maria do Carmo, na manhã de hoje (23) de que ela vai dedicar-se, de corpo e alma, à coordenação da campanha de Dilma Rousseff à Presidência da República no Estado do Pará.

A prefeita pensa até em largar o cargo ‘por alguns dias se for preciso’.

Não dá pra aceitar que, diante da situação lamentável em que a cidade de Santarém se encontra, a pessoa, eleita para administrar o município e que jurou defender os direitos dos cidadãos, garantindo, sobretudo, a melhoria da qualidade de vida de seus munícipes, esteja mais preocupada com o seu futuro político e com seus interesses partidários do que com o povo que a elegeu. 
Maria, agora, vira as costas para aqueles que acreditaram em suas promessas de campanha.

Hoje, o povo santareno vive um de seus piores ciclos administrativos. Várias obras estão paradas e inacabadas por toda cidade. Outras precisas ser refeitas. Os serviços públicos oferecidos pelo governo municipal são de péssima qualidade. As ruas estão em condições deploráveis com buracos, matos e lixo por todos os lados.

No Uruará, as casas construídas com o dinheiro do programa de desaceleração do crescimento estão com várias rachaduras e ameaçam desabar antes mesmo de ficarem prontas. 

As disparidades são muitas.

Enquanto o brasileiro não tomar consciência e não aprender a escolher seus governantes, viverá sempre à mercê dos interesses particulares dos maus gestores.
Compartilhar:

Faminto, Restaurante Popular quer mais dinheiro

O que este espaço profetizou aconteceu. O Restaurante Popular, considerada a obra mais demorada do governo municipal, não será mais inaugurado no dia 28 deste mês como garantiu a prefeita Maria do Carmo há alguns dias atrás.

Hoje (23), a gestora municipal disse que a unidade deve ser entregue à população de baixa renda em dezembro, isso se até lá reparar os ‘pequenos’ ajustes condenados pelos técnicos do MDS.

Se o povo faminto estivesse dependendo do restaurante do governo para saciar a fome já teria morrido de fome, essa que é a verdade.

Inaugurado de mentirinha no dia 21 de junho, por conta do aniversário da cidade, o Restaurante Popular abocanhou uma fortuna em verbas públicas federais e, ainda assim, não ficou pronto, apesar de ter começado há mais de dois anos.

De quem é a culpa pelos erros encontrados após a conclusão dos trabalhos? 

Da empresa RG Tolentino, da Prefeitura de Santarém ou do Ministério Público, que se omite diante de tantos desmandos administrativos no município?
Compartilhar:

Celpa fará desligamentos na rede em 14 cidades

A Celpa divulgou nesta sexta-feira uma série de interrupções no abastecimento de de energia elétrica para manutenções na rede em Belém e mais 13 cidades do Pará. Leia mais aqui:


Santarém está na lista de municípios das cidades que sofrerão com a interrupçaõ de energia. 
Mas apenas o bairro do Maicá será afetado
Horário: 08h50 às 14h10.

Vias: Ruas "A", "B", E "C", todas entre Avenida Curuá-Una e Travessa Sete; Ruas "D", "E" E "F", todas entre Avenida Curuá-Una e Travessa Dois; Travessas Um, Dois e Três, todas entre as ruas "A" E "F; travessas Quatro, Cinco, Seis e Sete, todas entre es ruas "A" e "C".

Serviço executado: manutenção na rede de distribuição.
Compartilhar:

Maurício desiste de candidatura

O vereador Maurício Corrêa (PMDB) saiu derrotado na queda de braço com o deputado Antonio Rocha. O parlamentar ambicionava disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, mas, por imposição do presidente do partido em Santarém, foi lançado candidato a deputado federal.

Na manhã de hoje, o sobrinho do Ruy, o anunciou que não vai participar do pleito deste ano.

E nada mais foi dito.
Compartilhar:

Mudanças no Detran

"Muda tudo". 

A frase acima é do presidente municipal do PDT, secretário Osmando Figueiredo, respondendo questionamento do blog Quarto Poder sobre a indicação do partido dele para ocupar o Detran em Belém. 

Atualmente, o órgão é chefiado em Santarém pelo PMDB, do deputado Antonio Rocha.
Compartilhar:

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Bandas, fanfarras e o meio ambiente

O secretário Marcelo Corrêa decidiu ‘disciplinar’ o horário de ensaio de bandas e fanfarras em Santarém. A portaria foi baixada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente que acatou denúncias por possíveis ‘abusos’ praticados pelos membros de bandas.

A portaria prevê punições e multas para quem descumprir as normas estabelecidas pelo titular da pasta.

Os representantes das bandas, grêmios estudantis e alunos não gostaram nada da decisão e justificam dizendo que há muitos anos os ensaios são realizados e nunca tiveram problemas com a vizinhança dos locais onde os estudantes se reúnem para ensaiar com todos os participantes.

A portaria estabelece que os ensaios devem ser feitos durante três dias da semana, de segunda a sábado, e não podem durar mais de duas horas, cumprindo o seguinte período: 08 horas e 12 horas ou 14 horas às 19 horas.

Os concursos de bandas e fanfarras também têm prazo para ser realizados, conforme a portaria da Semma: 30 de setembro.

Nota do Blog - Há quem questione essa decisão do secretário de Meio Ambiente, que ao invés de impedir um movimento antigo, que historicamente reúne estudantes de todas as classes sociais do município em uma atividade saudável, deveria se preocupar em disciplinar os abusos cometidos pelos carros de propaganda volante, que não cumprem a lei e causam poluição sonora às vistas das autoridades municipais, que se omitem diante de tanta irregularidade.

O secretário Marcelo Corrêa também precisa mostrar rigor em suas decisões contra aqueles que provocam sérios danos ao meio ambiente. As grandes serrarias da cidade estão poluindo o ar que a gente respira e ninguém faz nada. 

Outro exemplo de omissão da Secretaria é com a granja Avis Pará cuja fumaça que exala diariamente de suas caldeiras provoca um fedor insuportável.

A granja está tentando a renovação de sua licença ambiental. Não será nenhum espanto se a secretaria conceder a autorização para que a empresa continue causando mal estar à população. 


A lei deve servir para todos e não apenas contra aqueles que não têm voz para se defender.
 
Compartilhar:

Carta de Santarém - Pela valorização do diploma de jornalista

Os profissionais de comunicação e acadêmicos dos cursos de comunicação social de Santarém presentes ao I Seminário de Jornalistas do Oeste do Pará, realizado nos dias 25 e 26 de junho de 2010, no auditório das Faculdades Integradas do Tapajós – FIT, e promovido pelo Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor), deliberaram, ao final do encontro, na presença de parte da diretoria do Sinjor, a necessidade de lutar pela valorização da categoria em Santarém e apoiar o movimento nacional pela exigência de diploma de jornalista, em contrariedade à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Foi registrado durante o encontro o avanço na formação dos profissionais que atuam na área da comunicação em Santarém, com a graduação da primeira turma de jornalistas em janeiro deste ano, ressaltando-se, inclusive, que grande maioria já está alocada no mercado de trabalho. Além disso, novas turmas de jornalistas diplomados já estão sendo preparadas pelas faculdades locais, reforçando a tradição de Santarém na Comunicação Social em todo o Estado.

E para fortalecer a parceria entre a categoria, as empresas de comunicação e os órgãos públicos que atuam nos municípios da região Oeste do Pará, os participantes do encontro entenderam que os espaços de trabalho destinados aos profissionais da comunicação devem ser ocupados por jornalistas diplomados e com o piso salarial da categoria garantido por Lei, bem como a garantia dos direitos básicos a todos os jornalistas, sem prejuízo aos profissionais que trabalham há décadas sem diploma. Para tanto, faz-se necessário que, neste momento, os órgãos públicos que atuam na região sejam os primeiros a valorizar os esforços empreendidos pelas faculdades santarenas em colocar no mercado de trabalho, profissionais graduados nesta área, contratando profissionais diplomados, em Jornalismo, ou acadêmicos em formação, para suas respectivas assessorias.

Nós, jornalistas de Santarém, acreditamos no princípio do respeito ao trabalhador, à vida em sociedade onde homens e mulheres não precisem se humilhar para ter acesso à saúde, à educação e a direitos considerados básicos. E que tudo isso possa ser garantido por meio do trabalho que os profissionais de comunicação desenvolvem junto às empresas locais. Reiteramos nossa luta em defesa de melhores salários e de qualidade de vida ao trabalhador da imprensa da região.

Reafirmamos nossas bandeiras em defesa do jornalismo de qualidade, da ética na profissão, da liberdade de imprensa, da democratização dos meios de comunicação, baseados no respeito aos leitores, ouvintes, telespectadores e a coletividade de modo geral, bem como uma política definida pelas empresas de comunicação que facilite a formação dos profissionais que trabalham sem o diploma de jornalista.

Estamos avançando no processo de formação de nossos jornalistas e nesse momento, conclamamos a sociedade para que se una em defesa dos direitos conquistados, bem como pela formação de nossos profissionais que ainda não têm diploma. Isso representa uma conquista significativa e necessária a todos que atuam nos meios de comunicação de Santarém e do Oeste do Pará, e também à sociedade que terá profissionais ainda mais capacitados na produção da boa informação, direito fundamental de todos.

Santarém, junho de 2010.
Acadêmicos e jornalistas de Santarém
Compartilhar:

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Perguntar não ofende

Será que a Prefeitura de Santarém terá competência para construir 2.600 casas populares através do Programa Minha Casa, Minha Vida?

O governo ainda não conseguiu concluir as habitações no Porto dos Milagres, no Uruará, através do PAC, que aliás, estão sendo depredadas. 

As casas apresentam várias rachaduras.

Compartilhar:

Manaus: Prefeitura lança editais para 1.645 vagas na Semed e Semdej

Conforme foi anunciado antecipadamente pela Secretaria Municipal de Administração (Semad), a Prefeitura de Manaus lança nesta quarta-feira (dia 21) mais três editais para concurso público, disponibilizando um total de 1.645 novos cargos, distribuídos entre as Secretarias Municipais de Educação (Semed) e de Desporto e Lazer (Semdej). Os documentos, na íntegra, serão publicados no Diário Oficial do Município (DOM) que circula nesta quarta-feira e tem sua versão virtual disponível no site da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br).

A Semed irá lançar dois editais: um específico para professor e pedagogo e outro para os demais cargos administrativos, totalizando 1.565 vagas, sendo 806 para nível superior e 759 para nível médio. As vagas de nível superior são para os cargos de analista municipal, professor e pedagogo; as de nível médio são exclusivas para técnico municipal que irão atuar como assistente de administração, geoprocessamento, hardware/redes e sistema AutoCAD.

A faixa salarial oferecida pela Semed varia entre R$ 1.245, para os cargos de nível médio e R$ 2.075 para os cargos de nível superior – com exceção dos cargos de professor e pedagogo – cujo salário é de R$ 929,69, por 20 horas semanais trabalhadas.

A Secretaria Municipal de Desporto e Lazer lança seu edital para o concurso com um diferencial: o órgão vai oferecer vagas apenas para profissionais de nível superior. Serão 80 vagas para o cargo de analista municipal, sendo 20 vagas para profissionais com especialidade em orientação de atividades desportivas I e 60 vagas para orientadores de atividades desportivas II. No primeiro caso o salário oferecido será de R$ 1.660,00 por 40 horas semanais trabalhadas; na outra faixa salarial o subsídio será de R$ 902,60 por 20 horas semanais de jornada.

Segundo o titular da Semad, José Antônio de Assunção, após o lançamento do edital, o Instituto Movens – empresa executora dos certames – prevê para o mês de setembro a realização das provas. “Recomendamos mais uma vez aos interessados para que intensifiquem o ritmo de estudos, pois o desempenho no último concurso promovido pela Prefeitura Municipal deixou a desejar”, aconselha o secretário. (Fonte: Amazonas em tempo)
Compartilhar:

terça-feira, 20 de julho de 2010

MPF instaura inquérito administrativo contra Prefeitura de Santarém

A Prefeitura de Santarém e Defesa Civil têm trinta dias para apresentar explicações ao MPF sobre os recursos públicos aplicados em diversas obras inacabadas no município que estão sob suspeita de fraude.

O Procurador da República Marcel Brugnera Mesquita, do Ministério Público Federal, instaurou inquérito administrativo nº 1.23.002.0001.92/2010/64 , contra a prefeita Maria do Carmo para apurar possíveis irregularidades que possam ter ocorrido em relação à aplicação das verbas públicas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Santarém. 

O inquérito administrativo contra a PMS é fruto de uma ação movida por entidades de classes. 


Há ainda outro procedimento tramitando no MPF contra o Município.
Compartilhar:

Vozes Caboclas


Na próxima sexta-feira, 23, no Terminal Turístico na Orla, a partir das 21h, o grupo apresenta um show com músicas regionais, dança e poesia, valorizando nossa literatura, músicos, compositores, com ênfase no carimbó.
Compartilhar:

Justiça torna prefeita Maria do Carmo inelegível

No Portal No Tapajós

A ação ajuizada pelo Partido dos Democratas em 2009, em face da prefeita Maria do Carmo e do vice José Antônio Rocha, foi sentenciada no último dia 15 de julho, declarando a inelegibilidade da prefeita, devido o reconhecimento, por parte da justiça, da prática de abuso de autoridade.

‘Mas a sentença afastaria a Prefeita se ela tivesse a candidatura cassada, não assim fazendo ela permanece no exercício do cargo. ’ Comentou Eder Coelho, advogado da Prefeita.

O processo ainda não fora finalizado, de acordo com o advogado da prefeita, as partes têm um prazo de cinco dias para recorrer da decisão.

‘A possibilidade de recorrer existe. O ministério Público vai avaliar se existe improbidade, se houve duplicidade de condenação, é uma prerrogativa deles. Nós vamos nos preparar para a defesa e demonstrar que a Prefeita não tentou se beneficiar com o ocorrido. Nós não concordamos, mas respeitamos. ’ Afirmou Eder Coelho.
Compartilhar:

Gargalhadas e descaso

Em alguns órgãos públicos municipais, os titulares passam a maior parte do tempo de conversa furada com seus assessores e amigos, que esquecem que estão ali para atender o cidadão. Na manhã desta terça-feira, Jorge Eymar, chefe da Divisa, estava às gargalhadas com algumas belas servidoras (outras nem tanto), que não atendeu um repórter que aguardava há mais de meia hora na ante-sala por uma entrevista.
Compartilhar:

Fechado

Qual não foi a surpresa de um grupo de ‘atletas’ da Melhor Idade, no final da tarde de ontem (19), quando foram fazer ginástica na academia de musculação do parque da Cidade e encontraram o local, que é cercado por grades, fechado. Uma placa informava que os instrutores estavam de férias e, portanto, não haverá atividades nos próximos dias. É mole?

Compartilhar:

CPEA rebate acusações do MP

A empresa  CPEA, empresa responsável pelo EIA/RIMA do Terminal de Grãos da Cargill, divulgou nota debatendo as acusações feitas pelo Ministério Público sobre supostas de fraude na elaboração dos estudos de impactos ambientais do porto graneleiro da multinacional. Confira o que diz a empresa:

Em respeito aos colaboradores, clientes e à sociedade santarena, em especial àqueles que, democraticamente, participaram da Audiência Pública do EIA/RIMA do Terminal de Grãos da Cargill Agrícola, realizada no último dia 14 de julho em Santarém, a CPEA, empresa responsável pelo estudo, vem a público afirmar que: 1. Refuta inteiramente a denúncia de suspeição de fraude na elaboração do mencionado EIA/RIMA, apresentada pelo Ministério Público do Estado do Pará - MPE-PA, ao final da Audiência Pública.

2. Em seu pronunciamento gravado na audiência, antes mesmo da referida denúncia, a CPEA já havia se disposto a encaminhar em curto prazo para a SEMA e ao Ministério Público todos os esclarecimentos sobre os pontos controversos apresentados pelo MPE.

3. A empresa já solicitou formalmente ao MPE os esclarecimentos sobre os pontos do estudo que, na visão do próprio MPE, poderiam ter sido objeto de fraude, acompanhados das respectivas justificativas de tais suspeitas.

4. A CPEA solicitou à SEMA-PA, responsável pelo processo de licenciamento, que convoque uma reunião entre as equipes técnicas do EIA/RIMA e da SEMA com os assistentes técnicos do MPE para esclarecer todos os pontos levantados e afastar definitivamente quaisquer suspeitas de fraude que possam pairar junto ao Ministério Público, bem como dar conhecimento à comunidade de Santarém sobre os fatos apurados.

5. A equipe técnica da CPEA é constituída por profissionais isentos e especializados, e que tem a convicção de ter elaborado um estudo independente, tecnicamente bem embasado e com ampla consulta às lideranças comunitárias de Santarém.

Compartilhar:

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Pulando fora

Três secretarias municipais de Santarém devem ficar com os cargos vagos nos próximos dias.
Compartilhar:

Ministério Público abre inquérito policial contra Cargill

Em 14/7/2010, no Iate Clube da cidade de Santarém foi realizada audiência pública organizada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), para discutir com a comunidade o processo de licenciamento ambiental do Porto Graneleiro da Cargill. Na ocasião foi apresentado o EIA-Rima como base para o licenciamento daquela obra de infra-estrutura.

Após a realização da audiência, diante de fortes indícios de crime contra a Fé Publica e contra a Administração Ambiental, o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal requisitaram, em atuação conjunta, ao delegado Marcos Lemos, da Delegacia de Ordem Administrativa da Divisão de Investigações de Operações Especiais, a abertura de Inquérito Policial para apurar possível manipulação, distorção ou alteração de dados ou apresentação de informações inverídicas no Estudo de Impacto Ambiental (EIA-Rima) do Terminal Fluvial de Granéis Sólidos da Cargill Agrícola S.A., em Santarém, oeste do Pará.

O inquérito policial deverá apurar as responsabilidades da empresa Cargill, da empresa CPEA – Consultoria Paulista de Estudos Ambientais, que realizou os estudos, e agentes públicos integrantes da Secretaria de Meio Ambiente-SEMA, uma vez que há fortes indícios da prática do crime de falsidade ideológica, tipificado no artigo 299 do Código Penal e de crime contra a Administração Ambiental, tipificado no artigo 69-A da Lei n. 9.065/98.

Durante a audiência, a equipe técnica do grupo empreendedor explanou os dados sobre o estudo de impacto ambiental. Após esse momento, o Ministério Público também apresentou suas reflexões acerca desse estudo apresentado à Sema. A partir daí a comunidade se manifestou abertamente, por meio de perguntas.

O Ministério Público do Estado, está enviando à Sema e a empresa Cargill, documentos que comprovam os questionamentos da instituição sobre os dados apresentados.

Assinaram a requisição de abertura de inquérito policial, a Promotora de Justiça Janaina Andrade de Sousa e o Procurador da República Marcel Brugnera Mesquita.

Também foi instaurado, no âmbito do Ministério Público do Estado, através das Promotoras de Justiça Cível e de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Histórico e Cultural de Santarém, Lílian Regina Furtado Braga e Janaina Andrade de Sousa, um Procedimento Administrativo Disciplinar, para apurar a possível manipulação dos dados, já que caso seja confirmada a falsidade e manipulação dos dados do EIA-RIMA, haverá conseqüência direta na concessão de qualquer licença à empresa Cargill.

Atenciosamente,
________________________________
Assessoria de Imprensa do MPE/PA
Compartilhar:

Hilário Coimbra desiste de candidatura

O ex-secretário da Secretaria de Organização Portuária de Santarém e presidente do PR no município, Hilário Coimbra, confirmou na manhã desta segunda-feira, ao Portal na Hora, que não é mais candidato a deputado federal nas eleições de 3 de outubro. A desistência deveu-se pelo fato de o partido dele ter coligado com o PT para concorrer a vaga de deputados federais. 

Mais informações aqui:
Compartilhar:

NOTA CELPA

Um carro colidiu em um dos postes da Rede Elétrica da Celpa, na madrugada do domingo,18, na Rodovia Santarém Cuiabá, causando sérios prejuízos à Rede de Distribuição. 
Equipes de Manutenção da Celpa foram acionadas e com apoio da Polícia Rodoviária e da SMT, conseguiram normalizar a energia elétrica, tendo que recompor cerca de 200 metros de cabos e mais 04 postes da alta tensão. 
O acidente provocou o desligamento da Vila de Alter do Chão, Grande área do Santarenzinho, Maracanã, Aeroporto Wilson Fonseca e comunidades do entorno da Rodovia Everaldo Martins.

Celpa registra aumento no número de acidentes com postes
Entre os meses de abril de 2009 e abril de 2010 foram registradas 1.042 ocorrências de postes danificados por acidentes de trânsito. São registradas, por dia, quase três colisões entre veículos e poste de energia elétrica no Pará. Os dados são do levantamento da Celpa, que tem um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões e meio de reais por ano. Segundo o gerente de Serviços Técnicos da Celpa, Carlos Persinoti, os prejuízos não só para a empresa, mas para o consumidor, com o poste danificado, tem que gastar dinheiro para recompor o sistema, o que também leva tempo. Dados do DETRAN, revelam que 90 a 95% dos acidentes, decorrem da ação do comportamento do ser humano.

Persinoti, ainda chama atenção, para a parte elétrica: "é muito perigoso porque os cabos de energia ficam expostos a contatos com os ocupantes do veículo ou com terceiros que estejam no local naquele momento. E a falta de energia é o prejuízo principal para a população que é penalizada por conta da imprudência de alguns motoristas, pois, em uma situação dessa, equipes são deslocadas para o lugar do acidente quando poderiam estar resolvendo outras situações, como desligamentos intempestivos, por conta de chuva, árvores que caem na rede, o que temos visto muito também".

Em Santarém, só este ano, já foram registrados 33 abalroamentos em postes da rede elétrica, por veículos. Em janeiro, foi a maior incidência, 17 acidentes. O gerente regional, Alexandro Freitas, também reforça que os prejuízos são inúmeros, e em muitos casos a população fica sem energia e desconhece o problema.
 
Outro dado importante é que além dos transtornos e prejuízos, ainda há a questão ambiental, os postes quebrados e os restos de cabos e fios, não podem ser jogados em qualquer lugar. Depois de substituídos, os postes danificados são reciclados pela Celpa. O ferro que sustentava a estrutura do poste é vendido para empresas siderúrgicas e o concreto é quebrado e reutilizado para pavimentação de áreas internas da concessionária, que desenvolve suas atividades dentro do Sistema de Gestão Ambiental - ISO 14001.

(Leíria Rodrigues | Comunicação |Celpa)
Compartilhar:

E na Caverna havia uma Mosca*
Cada um de nós possui algumas certezas e incertezas também. E se tratando de hábitos, seja qual for, por exemplo, dificilmente trocamos o local onde costumamos fazer nossos lanches, ou ainda, mudar nosso tradicional pedido. Doravante, um menino do campo, com os seus conhecimentos infinitos onde mora e limitado na cidade e quando chega ao meio urbano, entre o medo e a vergonha seus olhos descobrem um novo mundo. Numa eventualidade que esse menino venha residir nessa nova civilização, provavelmente mudará seu modo de se comunicar, de se vestir, de pensar e até mesmo de brincar.

Agora, gostaria que pensasse no seu caso. Você é receptível a mudanças? Parece que o ser humano contemporâneo continua com o medo do novo. De escolher ir de ônibus e não de avião – desconsiderando o fator econômico e levando em conta a coragem. Será que nos falta ousadia? Coragem? Ou somos acomodados? Portanto, pensamos então em eleições; quais são os nossos critérios para elegermos um candidato? Como costumo dizer: religião é fé; futebol é paixão e política é consciência. E não adianta misturar os três. Ou seja, para votar temos que ter, sobretudo, consciência e não a mesmice de querer continuar naqueles que visam dinheiro ou poder. E o poder é como a picada da mosca azul, de Machado de Assis. Nunca se esquece.

Há muitas elucidações que podem nos mostrar que é possível abrir nossos olhos. Em Platão, com o Mito da Caverna, ele procura mostrar que após ver as imagens verdadeiras não vamos querer mais ver as sombras. Por conseguinte, quando realmente presenciarmos o desenvolvimento, trabalho e salários dignos, não vamos querer voltar às promessas. Imaginamos, se hoje os impostos fossem reduzidos, sentiríamos saudades dos atuais elevados impostos? Às vezes continuar o que alguém começou pode ser uma estagnação na economia. Já que com Lula crescemos menos que com FHC.

Para os desgostosos, o que dizer da China que numa década se tornou numa potência e o Brasil em oito anos começou como uma nação emergente e está terminando como emergente. Quando uma crise imobiliária não nos afetou é porque estávamos longe de grandes investimentos. De imobiliária só nos restou aqui o vergonhoso plano Minha Casa, Minha Vida. As pessoas que não tem um lar merecem muito mais do que uma esmola do governo. E aos que enxergarem longe, pode parecer ridículo, embora que devemos pensar num Estado menos centralizador. Que quiser um Estado forte pegue sua trouxa e vá morar com Hugo Chaves. O Brasil precisa crescer. Não em planos sociais, que tem finalidade apenas de votos.

Depreendo dizendo que é hora de um novo passo. Continuar com populismo e sobrevivendo com a política social, não vamos ser um país de todos. Os diversos movimentos sociais são essenciais, só que estão virando um câncer num Estado que querem fortalecer. Ou seja, as ONG´s, entidades entre outros, fazem tudo e o governo cruza os braços. É certo? Construir um país por mãos solidárias? E onde estão os nossos políticos? Inaugurando os PAC´s, qual foi o último número mesmo? PAC 4 ou PAC 5? Ah! Foi o PAC 2, como se fizesse diferença.

*José de Souza Júnior
js_junior@yahoo.com.br
Compartilhar:

sábado, 17 de julho de 2010

Comunidades de Santarém sofrem impactos da instalação da Cargill

Comunidades que vivem em Santarém e nos arredores ainda estão sofrendo as consequências da instalação “num processo atropelado” do terminal de grãos da Cargill, gigante do setor industrial. A obra, anunciada em 2000, ficou pronta três anos depois, antes mesmo da elaboração do Estudo de Impactos Ambientais (EIA). O documento, que prevê a viabilidade socioambiental do projeto, é regra legal básica para que um empreendimento desse porte saia do papel.

De acordo com o procurador federal Felício Pontes Jr., do Ministério Público do Pará, o terminal é um “absurdo jurídico”. É a primeira vez no Brasil que um EIA é produzido depois da obra pronta. Ele não poderia estar operando”, afirmou. Depois de um emaranhado de recursos e liminares, em 2007 a Justiça obrigou a Cargill a produzir o documento. Ele está pronto, e foi discutido em audiência pública na última quarta-feira.

Análise técnica feita pelo MP em cima do estudo conclui que o problema está longe de ser resolvido: “O EIA não aborda as verdadeiras soluções e, principalmente, não aborda com profundidade as mitigações que devem diminuir os impactos locais do projeto”, acrescenta Felício. Segundo ele, os impactos não são poucos. Com capacidade para 60 mil toneladas de grãos, o terminal provocou verdadeira corrida por território para o plantio de soja.

“Terra virou uma mercadoria caríssima. Os sojicultores chegavam, ofereciam dinheiro e compravam nossas terras”, diz Raimundo de Lima Mesquita, presidente do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município (STTR). Ele diz que, com o terminal, vieram conflitos fundiários. “Teve grilagem, intimidações, ameaças de morte, redução da população nas comunidades rurais e até a extinção de algumas delas”.
Compartilhar:

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Prefeitura faz nova convocação de aprovados em concurso público

Candidatos aprovados e classificados no concurso público da prefeitura municipal de antarém, para os cargos efetivos do Grupo do Magistério para o Pólo Várzea, estão sendo convocados pela secretaria municipal de Administração (SEMAD), para apresentarem os documentos exigidos no edital do certame, no período de 16 a 23 de julho.

A documentação deve ser entregue na Divisão de Recursos Humanos da SEMAD, que funciona no prédio da prefeitura de Santarém, na Avenida Dr. Anysio Chaves, bairro Aeroporto Velho, no horário de 8h às 14h.

Posse - A administração municipal também publicou edital convocando parte dos candidatos habilitados na área de saúde para tomarem posse no cargo para o qual foram classificados, no período de 30 de julho a 06 de agosto deste ano, na Divisão de Recursos Humanos da SEMAD, no horário de 9h às 14h.

Todas as informações inerentes a esta fase do concurso estão disponíveis no quadro de avisos da Prefeitura de Santarém e nos endereços eletrônicos: www.santarem.pa.gov.br e www.cetapnet.com.br. (Ascom/PMS)
Compartilhar:

Energia normalizada em Altamira

O fornecimento de energia elétrica em Altamira e mais quatro cidades foi normalizado três horas depois da pane que deixou os municípios sem luz. A Celpa ainda não divulgou nota informando o problema que causou o blecaute naquela região.
Compartilhar:

Movimentos sociais ingressam no MPF contra Prefeitura de Santarém

Está em poder do Ministério Público Federal (MPF) uma farta documentação que embasa um pedido de abertura de representação popular contra a prefeita Maria do Carmo Martins Lima por supostas irregularidades na execução de várias obras em andamento no município de Santarém. O documento é assinado por associações de moradores, entidades estudantis e movimentos sindicais. O ofício, protocolado no dia 5 de julho, às 14 horas, na Procuradoria da República, é subscrito pelas associações de moradores dos bairros do Aeroporto Velho e Império do Tapajós, Sindicato dos Profissionais em Educação Pública do Pará (Sintepp), União dos Estudantes de Ensino Superior de Santarém (UES) e Diretório Central dos Estudantes da Ufopa.

Substanciam as denúncias feitas pelas entidades de classes, informações sobre inúmeras obras que foram iniciadas pela Prefeitura e até que hoje não chegaram a ser concluídas. Fotos ilustram o pedido de explicações exigido do governo municipal pelo movimento popular, através do MPF. 

Conforme consta no documento que chegou às mãos dos procuradores da República, no ano de 2008, por exemplo, a prefeitura iniciou, nos bairros do Mapiri e Uruará, a construção de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e que estão paradas há vários meses. As entidades informaram que o governo federal liberou R$ 45.143.686,88 para a construção e melhorias de unidades habitacionais, implantação de rede de energia elétrica, esgotamento sanitário, pavimentação de ruas e drenagem desses bairros, contudo, com o prazo de execução das obras se esgotando, os serviços ainda não estão nem na metade.

O movimento popular esclarece ainda que todas as denúncias contra a Prefeitura são de conhecimento público, uma vez que parte da imprensa veiculou as possíveis irregularidades no PAC em Santarém. Recentemente, a Controladoria Geral da União (CGU) divulgou relatório onde confirma inúmeras irregularidades na aplicação do dinheiro público destinado a vários programas sociais no município, que é apontado como uma das cidades que superfaturou obras públicas, segundo verificou a fiscalização feita pelos fiscais da CGU.


MPF elogiou iniciativa dos movimentos em Santarém

Os líderes dos movimentos sociais que encabeçam o pedido de explicações sobre as obras que não foram concluídas pela Prefeitura de Santarém disseram que um procurador elogiou a iniciativa das entidades e que ele garantiu que o procedimento será imediatamente instaurado caso seja detectado indícios de irregularidades. O movimento popular não tem dúvida que isso não ocorra, já que a farta documentação é composta por fotos, números, datas e dados precisos sobre toda verba destinada aos cofres públicos municipais para execução das obras nos últimos anos. Além disso, eles apresentaram cópias de extratos dos valores liberados pelo governo federal bem como os prazos de execução das obras.

As entidades também citam que os bairros que deveriam ser beneficiados com os investimentos estão até hoje à mercê dos problemas de falta de infraestrutura, uma vez que todo trabalho permanece parado e sem previsão para ser retomado. No caso dos bairros do Mapiri e Uruará, os recursos liberados deveriam ter sido aplicados para socorrer às famílias que sofreram com a enchente do ano passado e que certamente este ano passarão pelo mesmo drama, já que nenhum dos empreendimentos iniciados foi concluído pelo atual governo.

O movimento popular afirma no documento que “não se pode fechar os olhos às várias denúncias de superfaturamento das obras. Os serviços estão paralisados sem que o Município apresente qualquer justificativa convincente à população santarena, especialmente às pessoas que seriam beneficiadas com os programas do governo federal.

As associações e entidades de classe solicitaram da Procuradoria da República que investigue as possíveis irregularidades que possam ter ocorrido em relação à aplicação das verbas públicas do PAC em Santarém. Eles sugerem ainda que os procuradores deem a devida atenção ao clamor popular, uma vez que a sociedade se sente desamparada dos mecanismos legais que possam garantir o direito do cidadão.

Marcos Santos
Compartilhar:

Altamira sem energia

O leitor Felype Adms informa que toda a região de Altamira e mais quatro cidades estão sem energia. O blecaute foi causado por causa de uma pane na subestação da Celpa. A gerência da concessionária informou que não tem previsão para regularizar fornecimento.

Vitória do Xingu (12 Mil habitantes), Souzel (15 mil habitantes), Altamira (55 mil habitantes), Brasil Novo (18 mil habitantes) e Anapu (17 mil habitantes) estão sem energia elétrica.
Compartilhar:

Sem qualidade

A TV Tapajós bem que tenta se enquadrar no padrão Globo de jornalismo, mas seus profissionais são tão fraquinhos que dá dó vê-los durante a programação dos telejornais produzidos pela emissora em Santarém.
Compartilhar:

Medo

Viaturas da Polícia Federal circulam por várias ruas de Santarém. A PF tenta cumprir mandado de prisão no município. Tem gente que não colocou a cara para fora da janela desde ontem.
Compartilhar:

Terreno da Moaçara é do município

Nesta sexta-feira, às 17 horas, na sede do CAEC, acontece a solenidade de entrega dos documentos referentes à doação do imóvel pertencente à União, localizado na avenida Moaçara, à Prefeitura de Santarém.
Compartilhar:

quinta-feira, 15 de julho de 2010

O duelo das tribos vai começar em Juruti

Os últimos ajustes estão sendo feitos no Tribódromo para a 16ª edição do Festribal. O Festival das Tribos de Juruti, reconhecido desde 2008 como Patrimônio Cultural do Pará, reúne fãs de Munduruku e Muirapinima e turistas de diversas regiões para torcer ao som de toadas que agitam o público. O aquecimento fica por conta de cada tribo, que lança novo CD a cada edição do festival.

Este ano, os tons azul e vermelho dos muirapinimas vão brilhar ao som de “Nosso Amor”, enquanto os mundurukus, amarelo e vermelho, anteciparam em CD um pouco de sua “Pajelança”, que promete agitar a arena entre 30 de Julho e 1º de Agosto, data do festival. A festa recebe apoio do Governo do Estado, da Prefeitura Municipal e de empresas contratadas da Mina de Juruti e Alcoa, que pelo sexto ano consecutivo incentiva o Festribal. (Temple/Alcoa)


Compartilhar:

Relatório da CGU: Números surpreendem

O blog faz um minucioso levantamento no relatório divulgado pela Controladoria Geral da União (CGU) apontando inúmeras irregularidades na administração municipal de Santarém. 

Os números apresentados pelos fiscais são surpreendentes.

Nas páginas do relatório, constam todas as informações sobre possíveis fraudes cometidas por várias secretarias do governo petista.
Compartilhar:

Sesi realiza festival de música às margens do Rio Tapajós, em Santarém

O Serviço Social da Indústria (SESI/PA) realiza, pela segunda vez no município de Santarém, oeste do estado, o Festival SESI Música, etapa municipal. Serão 07 trabalhadores que representam os mais diversos segmentos do setor industrial. Eles se apresentarão neste sábado, 17, a partir das 21 horas na Praça do Mascotinho, as margens do Rio Tapajós. O público também poderá assistir aos shows de artistas locais como Sebastião Tapajós e Nato Aguiar.

No Festival SESI Música, os trabalhadores disputam em duas modalidades: interpretação não inédita e composição e interpretação inédita. O trabalhador da indústria poderá escolher qualquer estilo musical brasileiro para se apresentar.

O SESI, há 61 anos, assumiu um compromisso com a responsabilidade social e reconhece a importância das manifestações artísticas para a formação da sociedade. Pensando nisso, desenvolveu o projeto SESI Música, que objetiva a integração e o estímulo das habilidades musicais do trabalhador, favorecendo seu desenvolvimento profissional e pessoal.

De acordo com o gerente de cultura, esporte e lazer do SESI Pará, Éder Palheta, o festival é uma grande oportunidade para os trabalhadores das indústrias mostrarem o seu talento para a música. “O festival é mais um palco para a descoberta de novos talentos. O evento é uma oportunidade para os trabalhadores das indústrias mostrarem seu potencial como músicos, compositores e intérpretes. Além disso, o trabalhador inspirado ajuda a aumentar a produtividade da empresa”, afirma Éder.

Este ano, o SESI vai contar com a participação de dez integrantes da banda de música da Universidade Federal do Estado do Pará (UFPA). Desses dez, três serão jurados do Festival. Além de se apresentarem junto com os trabalhadores, os músicos estarão ministrando oficinas e ainda ensaiando com os trabalhadores-artistas para que tudo esteja afinado no momento da apresentação.

Cizinho, além de ser professor da Escola de Música da UFPA, é o coordenador e arranjador da banda. Ele conta que muitos músicos não têm oportunidade para mostrar o seu talento. “No Brasil e no Estado do Pará temos muita gente boa, mas muitos não têm oportunidade para mostrar o seu potencial. Esta oportunidade que o SESI está ofertando é fundamental para que possam surgir novos talentos na música paraense”.

O Festival SESI Música será realizado ainda nos municípios de Paragominas, Marabá, Belém/Barcarena, Ananindeua e Castanhal. O vencedor das etapas municipais, de cada categoria, além de premiação em dinheiro, estará classificado para participar da etapa estadual que acontecerá, em Belém, nos dias 26, 27 e 28 de agosto deste ano.

Ainda no mês de julho, o festival irá acontecer em mais dois municípios. Em Paragominas, no dia 24 de julho. Em Marabá, o festival acontecerá no dia 31. Já no mês de Agosto, o Festival SESI Música continua em Belém e Barcarena no dia 07, Ananindeua dia 14 e Castanhal no dia 21. (Ascom/Sesi)
Compartilhar:

DESTAQUE:

Dica Frazão, a artesã que encantou o mundo

Morreu na tarde desta sexta-feira (19), em Santarém, no oeste do Pará, uma das mais importantes artesãs paraenses, Dica Frazão, 96 anos. ...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive

PUBLICIDADE: