segunda-feira, 30 de abril de 2012

Inscrições para seminário de marketing político continuam

Devido a grande variedade de temas que cada palestrante pretende discutir, uma acirrada corrida para conseguir um lugar no evento já começou, e pretende não durar muito tempo. 

Segundo informações da organização do III Seminário de Marketing Politico do Baixo Amazonas, metade dos 200 lugares disponibilizados ao evento no auditório da ACES já foram preenchidos. Inscrições pelo site:www.d2comuncacaodigital.com.br
Compartilhar:

Vale prorroga inscrições de pós-graduação para engenheiros e geólogos

A Vale prorrogou até 10 de maio as inscrições para o Programa de Especialização Profissional 2012. Este ano, o programa oferece pós-graduação em três modalidades distintas: Mineração, Ferrovia e Porto. São 103vagas, divididas em quatro turmas, que terão início em julho. As inscrições podem ser feitas pelo site www.vale.com.br/oportunidades.

Para se candidatar, o profissional deve ter se formado entre julho de 2009 e julho de 2012 em alguma das seguintes Engenharias: Elétrica, Mecânica, Produção, Ambiental, Civil, entre outras. Para a pós-graduação em Mineração também serão aceitas inscrições de profissionais formados em Geologia.

"O objetivo do programa é especializar profissionais recém-formados nas áreas de negócio da Vale para suprir a crescente demanda por mão de obra especializada. Para os jovens engenheiros e geólogos, é uma excelente porta de entrada para a empresa, onde terão apoio para se desenvolver e crescer profissionalmente", afirma Renata Romeiro, gerente de Recrutamento e Seleção da Vale.

As vagas estão abertas para profissionais de todo o Brasil, que precisam ter disponibilidade para morar nos locais onde acontecerão as aulas teóricas e práticas, além de nível de inglês intermediário. Haverá turmas de Mineração em Belém (PA), dedicada a metais básicos (cobre e níquel), e em Ouro Preto (MG), para minério de ferro. As turmas de Ferrovia e Porto serão realizadas em São Luís (MA).

É a primeira vez nos cinco anos do programa que a Vale oferece uma especialização em metais básicos. A empresa tem minas de cobre e ferro-níquel em operação no Pará.

Os selecionados receberão uma bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 4,3 mil durante os três meses do curso e, caso sejam aprovados e haja vaga disponível, serão contratados pela empresa.

A Vale formou mais de 660 alunos no programa desde 2008 e nos últimos três anos o índice de contratação foi de quase 100%. A empresa pretende contratar ao longo de 2012 mais de 800 engenheiros e 40 geólogos em todo o país.

Compartilhar:

Falta de fiscalização adequada compromete o trânsito em Santarém

Carissa Lima*

A grande carência no número de agentes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) tem sido um dos motivos de preocupação por parte do chefe de fiscalização do órgão, Darlison Maia. A falta de gente especializada para fazer o trabalho de fiscalização nas ruas pode ser apontada como um dos fatores que contribuem negativamente para o aumento dos acidentes em Santarém. Essa afirmação, no entanto, é contestada pelos gestores dos órgãos fiscalizadores do município, que apontam a imprudência dos condutores como a principal causa pelas mortes trágicas ocorridas no trânsito violento da cidade. De acordo com Darlison Maia, foram contratados dez profissionais, mas hoje apenas sete agentes atuam no Detran, sendo que um está atuando como examinador, outro afastado por motivo de saúde e um terceiro servidor foi cedida para a Assembleia Legislativa.

O chefe de fiscalização informou ainda que o Ministério Público Estadual (MPE), solicitou à diretoria do órgão em Belém, que fossem enviados cinco fiscais para atuarem no município de Juruti, ficando, portanto, em Santarém, apenas dois servidores, número insuficiente para atender a demanda de serviços. Para piorar ainda mais esta situação, o chefe do órgão recebeu um novo pedido para mandar mais agentes para atender aos municípios de Medicilândia, Brasil Novo e Altamira. Ele tem até o dia 24 de maio para encaminhar esses profissionais para essas cidades.

Por causa da falta de profissionais para uma fiscalização eficaz, Darlison Maia comunicou à direção do Detran em Belém relatando ser impossível realizar as atividades em Santarém, já que o órgão não dispõe de fiscais suficientes para executar o trabalho nas ruas.

Com base nessa situação estão sendo realizadas reuniões com o Ministério Público para solucionar esse problema. Darlison reconhece que é preciso criar convênios com vários órgãos públicos como a Secretaria Municipal de Transporte (SMT), Pelotão de Trânsito (Ptran), Polícia Rodoviária Federal juntamente com o Detrn para que sejam feitas fiscalizações mais efetivas nas vias da cidade. Ainda de acordo com Darlison, hoje, apenas dois agentes do Ptran e Detran são encaminhados para realizar o trabalho.


Convênio entre Detran e Ptran também dificulta fiscalização

O convênio que existia entre o Pelotão de Trânsito da Polícia Militar (Ptran) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) expirou e não tem previsão se será renovado. O chefe de fiscalização do órgão explicou que apesar de não existir mais esse convênio, os órgãos integram o sistema de segurança pública do Estado e o trabalho de fiscalização continua sendo feito normalmente. Ele explicou que o pessoal do Ptran deve atuar junto com os agentes do departamento para não esbarrar em possíveis ilegalidades. Com o convênio devidamente firmado, o Pelotão de Trânsito passa a exercer as mesmas competências do Detran, de maneira isolada e como determina o Código Brasileiro de Trânsito.

Para a diretora do Detran em Santarém, Roberta Merabeth, o aumento significativo no número de acidentes não está relacionado ao fim do convênio, mas a outros fatores como a imprudência dos condutores e ao crescimento expressivo dos números de veículos que trafegam no município, principalmente motos. Segundo ela, tem muito condutor de motocicleta que dirige sem a carteira de habilitação.

“As lojas não são obrigadas a vender veículos somente para quem tem habilitação. O estado democrático do direito permite ao cidadão fazer tudo o que quiser desde que não exista uma lei dizendo o contrário”, esclarece Roberta Merabeth.

Segundo ela, uma reunião foi realizada com a PM para fazer reajustes em relação às clausulas do convênio. Antes o convênio só atingia Santarém. O objetivo dessa mudança é para incluir também os outros 13 municípios da região da Calha Norte, pois o número de agentes da PM é suficiente para fiscalizar não só Santarém, mas as demais cidades. A proposta já foi encaminhada para Belém.

A diretora acredita que a demora na assinatura de renovação do contrato está na mudança frequente de diretores no Departamento de Trânsito do Estado do Pará. Em apenas um ano já passaram quatro diretores pelo órgão. O atual, que iria assinar o convênio, deixou para o próximo que irá assumir a direção do departamento. A previsão para a renovação do convênio é para o mês de junho. “Com o convênio renovado será marcado uma audiência pública para conhecer os problemas da sociedade criando um cronograma de fiscalização. Mas com apenas sete fiscais fica impossível desenvolver esse trabalho”, afirma a diretora do Detran.

*É jornalista
Compartilhar:

Santarém deve ter 196 eleitores aptos a votar em 2012

Marcos Bentes*

O cartório eleitoral em Santarém esta atendendo cerca de 500 pessoas por dia, e pouco menos da metade envolve as operações de alistamento e transferência de domicílio eleitoral. Parte do atendimento se dá em função da solicitação de segunda via do título de eleitor e revisão de cadastro. Com a divisão das zonas eleitorais e criação da 104ª Zona Eleitoral houve mudanças nos cadastros que pertenciam à 20ª a 83ª Zonas Eleitorais. Dados que pertenciam a estas zonas foram remanejados para a 104ª ZE, com a nova zona os números de seções também se alteraram apesar do local de votação continuar o mesmo.

Para o chefe do cartório eleitoral, Marcio de Aires de Mendonça, pelas estatísticas da Justiça Eleitoral, não há a possibilidade de se atingir os duzentos mil eleitores este ano. “Mas temos cerca de 193 mil eleitores no município aptos a votar no pleito deste ano”, disse. Segundo Márcio, houve aumento no número de transferências de domicílio eleitoral, isso por conta do novo município de Mojuí dos Campos. “Hoje, com a possibilidade de as pessoas votarem nos seus pares em uma comunidade de origem nordestina com laços culturais muito fortes e de comércio muito grande, esses eleitores estão requerendo transferência para aquele município para que possam votar em candidatos de Mojuí, tanto para vereador e candidatos do executivo. Trata se de uma operação entre municípios apesar de pertencerem à mesma zona, a 20ª ZE. A 104ª ZE abrange os municípios de Santarém e Belterra. Em função da divisão, há pouca possibilidade de se alcançar 200 mil eleitores em Santarém. Eu acredito que consigamos atingir cerca de 196 mil eleitores aptos a votar nessas eleições”, explicou.

A procura dos jovens tem sido efetiva, pois todos querem realizar o alistamento e ficarem aptos para exercerem seu dever de cidadão no dia 7 de outubro. A lei permite que o jovem menor de 18 anos, que em ano de eleição, tendo 15 anos, mas que complete 16 até a data da eleição pode requerer o seu alistamento. O cartório eleitoral de Santarém tem um cuidado de auxiliar o Tribunal Regional Eleitoral no repasse das informações de forma concisa. Quanto à logística de transporte de pessoas para trabalharem no pleito quanto na de urnas para as localidades afastadas do município.

O chefe do cartório informou também que poucos cartórios eleitorais enviam presidentes de mesa para as localidades mais distantes. É uma forma de evitar que o mesário que mora no interior tenha uma carga onerosa de custeio de passagens, pois quando ele é convocado se desloca até o cartório para receber treinamento e teria que voltar novamente para receber o material, ou seja, seriam duas viagens que ele teria que fazer em caso de um turno. Só em dois turnos seriam quatro vezes. “Então para evitar que este mesário tenha essa despesa toda, nós mandamos daqui. Isso facilita o serviço e evita qualquer possibilidade de fraude. Não estou dizendo que os mesários assim o fazem. Mandando alguém aqui da sede sem compromisso com os políticos locais, a eleição ocorrerá tranquilamente”, disse.

Ainda segundo Marcio, a Justiça Eleitoral escolhe pessoas que tenham conhecimento de informática, porque a urna eletrônica trabalha com software e é um custo muito grande para trabalhar desta forma. “Não é aceitável que um equipamento de problema de fácil reparo que seja necessário apenas reiniciar a máquina e os mesários por falta de conhecimento passem para votação manual o que seria um retrocesso. O mesário que cometer qualquer delito será punido”, ressaltou.
Compartilhar:

Conjus visita prédio de Hospital‏

A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), responsável pela gestão do Hospital 9 de Abril, em Juruti, recebeu membros do Conselho Juruti Sustentável em visita monitorada no último dia 24, às estruturas do novo hospital. 

Representantes da Câmara Municipal de Juruti também já conferiram de perto as instalações, cuja construção e fornecimento de todos os equipamentos são resultado da Agenda Positiva, conjunto de ações voluntárias assumidas pela mineradora Alcoa em parceria com a Prefeitura e a Câmara de Vereadores. 

Enquanto isso, a SPDM realiza os preparativos para o hospital entrar em funcionamento com os testes nas instalações e a contratação de profissionais. O primeiro processo seletivo para contratações já foi concluído com sucesso, e os aprovados estão sendo chamados gradativamente para assumir os postos de trabalho. A próxima seleção está programada para acontecer nos próximos meses. Os detalhes do processo serão divulgados em breve.‬

Compartilhar:

domingo, 29 de abril de 2012

25% dos professores do ensino básico do país não têm ensino superior

Cerca de 25% dos professores que trabalham nas escolas de educação básica do país não têm diploma de ensino superior. Eles cursaram apenas até o ensino médio ou o antigo curso normal. Os dados são do Censo Escolar de 2011, divulgado este mês pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).

Apesar de ainda existir um enorme contingente de professores que não passaram pela universidade --eram mais de 530 mil em 2011-- o quadro apresenta melhora. Em 2007, os profissionais de nível médio eram mais de 30% do total, segundo mostra o censo.

Para o presidente da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), Roberto Leão, os números são mais um indicativo de que o magistério não é uma carreira atraente.

"Isso mostra que as pessoas estão indo lecionar como última opção de carreira profissional. Poucos profissionais bem preparados se dedicam ao magistério por vocação, uma vez que a carreira não aponta para uma boa perspectiva de futuro. Os salários são baixo, e as condições de trabalho ruins", explica.

A maior proporção de profissionais sem formação de nível superior está na educação infantil. Nas salas de aula da creche e pré-escola, eles são 43,1% do total. Nos primeiros anos do ensino fundamental (1º ao 5º ano), 31,8% não têm diploma universitário, percentual que cai para 15,8% nos anos finais (6° ao 9º ano).

No ensino médio, os profissionais sem titulação são minoria, apenas 5,9%.

Compartilhar:

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Santarém notificou 509 casos de dengue

De 1º de janeiro a quarta-feira (25), o Pará notificou 13.565 casos suspeitos de dengue de todos os tipos, dos quais foram 4.707 confirmados. São 4.679 registros de dengue clássica, 21 de dengue com complicação, seis de febre hemorrágica da dengue e um de síndrome do choque do dengue. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (26) pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do Informe nº 15, da Situação da Dengue no Pará.

Os municípios com maior número de notificações continuam sendo Belém (2.354), Parauapebas (2.020), Marabá (1.119), Ananindeua (736), Altamira (690), Santarém (509) e Marituba (445). Em relação às confirmações, os municípios com mais casos são Parauapebas (1.083), Belém (516), Altamira (351), Ananindeua (235), Marabá (219), Marituba (209) e Santarém (196).

O Estado do Pará mantém a redução de 34,91% nos casos notificados de dengue em relação ao mesmo período do ano passado. São 13.565 notificações este ano contra 20.838 em 2011. Também há redução nos casos graves de dengue. Foram confirmados 21 casos este ano contra 138 em 2011, e apenas seis casos de febre hemorrágica este ano contra 31 ano passado. Continuam confirmados dois óbitos por dengue no Estado, ocorridos nos municípios de Parauapebas e Altamira.
Compartilhar:

Belterra sedia última Audiência Pública sobre Cargill

Belterra sediou durante toda a manhã de ontem, 26, a última audiência pública sobre o funcionamento legal do Porto Graneleiro da Cargill. O debate foi voltado para a apresentação do estudo de impacto ambiental (Eia-Rima) e levantou a discussão sobre a possibilidade de fechamento do porto da multinacional que hoje exporta mais de 1,2 toneladas de grãos, sendo 95% oriundas do Mato Grosso e apenas 5% da produção local de grãos.

A audiência aconteceu na Sede do Belterra e reuniu representantes de órgãos ligados a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPE), Organizações Não-Governamentais (ONG) e sojicultores.

Segundo o procurador federal Maciel Mesquita, o debate é necessário por envolver as questões ambientais. “O papel constitucional do Ministério Público Federal é defender o meio ambiente e a próxima etapa agora será feita pela Sema, que irá conceder ou negar o licenciamento”, falou.

O gerente de Portos da Cargill, Clythio Buggenhout, falou que a expectativa da empresa é positiva quanto a avaliação da Sema e que as audiências públicas são necessárias. “Esse é o final de uma etapa que consolida esse processo de analise. E, a partir desse processo a Sema irá, do ponto de vista técnico se posicionar sobre esse assunto”, informou.
Compartilhar:

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Santarém recebe consulta para a Carta da Amazônia‏

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e o Programa Municípios Verdes (PMV) comunicam a realização de reuniões públicas para a formatação da Carta da Amazônia,criada para mostrar ao mundo os compromissos e as demandas da sociedade amazônica. O documento será apresentado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável , Rio+20, em junho deste ano.

Após a elaboração preliminar da Carta, o Pará e os outros oito Estados que compõem a Amazônia Legal optaram pela realização de consulta pública, uma forma democrática de inclusão popular para dar legitimidade ao documento.

 A participação efetiva das populações do Pará será por meio de quatro reuniões públicas, que acontecerão nos municípios de Santarém, Altamira, Marabá e Belém. Diferentes segmentos sociais participarão ativamente da elaboração da Carta da Amazônia com a proposta do Estado.A Carta da Amazônia será finalizada em Manaus, dias antes da Rio+20, evento que acontecerá de 13 a 23 de junho, no Rio de Janeiro.

Santarém será o primeiro dos quatro municípios do Pará a participar das consultas públicas que formarão a Carta da Amazônia. Os interessados poderão comparecer à Faculdade Integrada do Tapajós (FIT), a partir das 8h, nos dias 3 e 4 de maio. Durante os dois dias, diversos segmentos da sociedade santarena decidirão de que forma a região contribuirá com a Carta.



Compartilhar:

Investigação da PF aponta possível envolvimento de bicheiros com policiais


A exploração de jogos de azar por meio de máquinas caça-níqueis e o jogo do bicho são atividades criminosas que ocorrem há vários anos em Santarém sem que os responsáveis pelo fomento dessas práticas delituosas sofram repressão mais rígida por parte das autoridades policiais. E por que isso não acontece? Talvez pela suposta ligação de alguns policiais civis e militares com esses contraventores. É o que afirmou o juiz federal José Airton de Aguiar Portela em seu despacho autorizando a Polícia Federal a proceder com a busca e a apreensão de equipamentos e produtos de crime nas residências e estabelecimentos comerciais de propriedade dos bicheiros Reginaldo de Paiva Lima, Railson Rabelo Chagas e Celso Augusto Crespo Rattes, presos ontem (25), durante uma operação simultânea realizada pela PF e Polícia Civil. A prisão deles é temporária com prazo de cinco dias. Geraldino Alves de Lima, que também é citado no inquérito policial foi preso em flagrante, porém, depois de pagar fiança de 10 salários mínimos foi colocado em liberdade.

Durante a ação policial, foram apreendidas máquinas caça-níqueis, num total de 100 equipamentos eletrônicos, R$ 170 mil em dinheiro, duas armas de fogo, documentos e computadores. Tudo apreendido nas propriedades dos contraventores.

De acordo com a polícia, há dez meses que essas pessoas estavam sob investigação. Os passos dos bicheiros eram acompanhados de perto pelos investigadores da Polícia Federal, que obteve filmagens e fotos mostrando toda movimentação dos acusados no fomento de suas atividades criminosas. Toda a investigação tem autorização da Justiça.

O processo de número 11471020124013902, que tramita sob sigilo na Justiça Federal de Santarém, investiga possíveis crimes de contrabando, crimes contra a economia popular, corrupção ativa e passiva.

Na decisão do magistrado, ele acentua que a PF identificou cuidadosamente a conduta e os círculos de atuação de cada um dos indivíduos investigados, reunindo fotografias, filmagens, relatórios que mostram intensa movimentação ilícita por parte dos envolvidos.

O que chamou a atenção do juiz federal é o possível envolvimento de policiais civis e militares com os bicheiros. À página 3, do mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal, por exemplo, o magistrado destaca que "Railson Rabelo Chagas teve sua atuação registrada por investigações preliminares, acentuando sua prática ilícita, além de manter contato com delegado da Polícia Civil (o nome do delegado não foi divulgado pela Justiça). Fato que faz surgir a possibilidade de que sobre este exerça influência para que se abstenha de reprimir suas práticas criminosas. A investigação mostra também que Railson mantém ligações com o também investigado Reginaldo”.

Na página seguinte, o outro investigado, Celso Rattes, também teve seus passos monitorados pela PF. A investigação policial mostra que o bicheiro “mantém forte relacionamento com autoridades cuja missão é a de reprimir atividades ilegais. Tanto é que policiais militares são vistos com frequência entrando no estabelecimento Loteria Paratodos, que possivelmente pertence a Celso. Há inclusive elementos que comprovam já ter sido condecorado pela Polícia Militar local”.

O juiz José Airton de Aguiar Portela diz ainda em seu despacho que verificou indícios de autoria e materialidade em relação aos crimes de contrabando, em vista de que as máquinas caça-níqueis têm a maior parte de seus componentes contrabandeados, já que é proibida sua importação, crime de quadrilha ou bando, já que há robustos elementos que revelam a participação de um grande número de pessoas na empreitada criminosa tais como funcionários dos investigados, pequenos comerciantes, servidores públicos, além do relacionamento entre alguns dos investigados. O magistrado afirma ainda que é possível também cogitar a prática de crime contra a economia popular e até mesmo de corrupção ativa e passiva, em razão da possível participação de policiais civis e militares.

Ainda segundo o despacho do juiz federal, ele destaca que os empresários têm forte poder intimidatório sobre seus subordinados e associados na empreitada criminosa, além de possivelmente contarem com o apoio de policiais.

A Polícia Federal continua investigando outras pessoas, inclusive policiais civis e militares.

As pessoas detidas pela Polícia Civil prestaram depoimento e depois assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Elas deverão ser chamadas para prestar esclarecimentos à Justiça Federal.

O mandado de busca e apreensão foi expedido pela Justiça Federal no dia 9 de abril.

Leia também:

Compartilhar:

Reitor da Ufopa é nomeado membro de Conselho do INPA

O Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp, nomeou o reitor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Prof. Dr. José Seixas Loureiro, como membro do Conselho Técnico Científico (CTC) do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA). 

Além dele, também foram nomeados o secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará, Alex Fiúza de Mello, e o presidente da Associação Comercial do Amazonas, Gaitano Anatonaccio, todos representando a comunidade científica, tecnológica ou industrial, atuantes em áreas afins às do INPA.

Presidido pelo diretor do INPA, Adalberto Luís Val, o Conselho é composto por 11 membros, nomeados pelo ministro, com mandato de 2 anos. A designação dos novos membros foi realizada através da Portaria Nº 178, do dia 7 de março de 2012, publicada no Diário Oficial da União. (Comunicação/UFOPA)
Compartilhar:

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Juízes levam projeto de cidadania à região do Lago Grande

Centenas de famílias da região do Lago Grande terão a oportunidade de receber, neste final de semana, serviços gratuitos de atendimento judiciário, expedição de documentos diversos, além de atendimentos médicos, de forma itinerante. 

O Projeto Justiça, Saúde e Cidadania é uma realização das 3ª e 5ª varas cíveis da Comarca de Santarém, que têm à frente os juízes Laércio Oliveira Ramos e Cosme Ferreira Neto, respectivamente, e que foram autorizados pela presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargadora Raimunda do Carmo Gomes Noronha.

O projeto terá como base dos trabalhos a vila de Curuai, no Lago Grande, nos dias 27 e 28 de abril.

Segundo o juiz Cosme Ferreira Neto, um dos coordenadores do projeto, haverá parceria com outros órgãos como Prefeitura, Ministério Público, faculdades FIT e Iespes, Incra, Ceplac, Núcleo Regional da Sejudh - Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Cartório Lourido e Comunidade de Vila Curuai. "Nossa intenção é oferecer esses serviços para as quase 20 mil pessoas que residem em toda a região do Lago Grande e que encontram dificuldades de locomoção até à cidade", diz o juiz Cosme Neto.

A programação prevê a realização dos seguintes serviços:

1) Na escola municipal Tiago Sisto de Aragão: Serviços jurisdicionais como divórcios, ações de alimentos, reconhecimento de paternidade, retificações de registro de nascimento e óbitos, homologações de acordo, interdições e ações consensuais; -Expedição de 2ª via de Identidade, Carteira de Trabalho, CPF, Título de Eleitor e cadastramento no Bolsa verde;

2) No Centro de Saúde e Barco Abaré II: Consultas com médicos e enfermeiras, farmácia básica, exames laboratoriais básico, serviços odontológicos, coleta preventiva, vacinação, teste de glicemia, anti HIV, pressão arterial e cadastro no Bolsa Família e Cartão SUS;

3) No Barracão da Igreja: Casamento comunitário às 16h00 do dia 28/04.

Fonte: J. Ninos 
Compartilhar:

UFPA abre concurso público para cargo de professor

Estão abertas as inscrições para dois editais de concurso público para o cargo de professor da carreira do magistério superior, para o quadro permanente da Universidade Federal do Pará (UFPA).

O Edital 85/2012 prevê o preenchimento de 22 vagas, distribuídas no Campus de Belém, no Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas, Instituto de Letras e Comunicação, Instituto de Ciências da Saúde, Instituto de Ciências Jurídicas, Instituto de Ciências da Arte, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Instituto de Educação e Instituto de Geociências, e nos Campi Universitários de Abaetetuba, Altamira, Breves, Castanhal e Marabá.

A prova será realizada em quatro etapas: escrita, didática, memorial e julgamento de títulos. A inscrição será, exclusivamente, via internet, no endereço eletrônico www.ceps.ufpa.br. Para a classe adjunto, o período para se inscrever será de 23 de abril a 16 de maio; para a classe assistente, de 21 de maio a 14 de junho; e para a classe auxiliar, do dia 20 de junho até o dia 16 de julho.

Compartilhar:

Operação policial combate jogos de azar e jogo do bicho em Santarém

Celso Rattes foi preso
60 máquinas caça-níqueis apreendidas.
35 pessoas detidas.
04 empresários presos.

Estes são os números parciais da operação ‘Caça e Caçador’ que está sendo realizada simultaneamente pelas polícias Civil e Federal nesta quarta-feira (25), em Santarém.

A operação visa combater os pontos de exploração de jogos de azar e o jogo do bicho no município, além de tentar quebrar os tentáculos dos grupos que fomentam essa atividade criminosa na cidade.

À Polícia Civil coube a responsabilidade pelo cumprimento das ordens judiciais para a apreensão dos equipamentos eletrônicos e a detenção de comerciantes que mantêm máquinas caças-níqueis em seus estabelecimentos.

Policiais federais ficaram responsáveis pelo cumprimento dos mandados de prisão temporária e busca e apreensão.

Até o momento foram presas as seguintes pessoas. Celso Augusto Crespo Rattes, Railson Rabelo Chagas, Reginaldo de Paiva Lima e Geraldino Alves de Lima.
Compartilhar:

Programa Formação Profissional da Vale oferece mais de 180 vagas no Pará

A Vale oferece 183 vagas para jovens paraenses no Programa Formação Profissional (PFP). Os candidatos podem ser inscrever a partir desta terça-feira, 1º de maio, até o próximo dia 10 pelo site www.vale.com.br/oportunidades . Com o programa, a Vale pretende formar jovens para suprir a demanda por profissionais qualificados nas áreas de atuação da empresa e, ao mesmo tempo, fomentar o desenvolvimento local nas regiões por meio do acesso à educação, emprego e renda.

Os selecionados passarão por treinamento teórico a partir de agosto de 2012 e em seguida realizarão atividades operacionais de auxiliar de produção e operação de usina nas cidades de Parauapebas e Canaã dos Carajás, onde a Vale desenvolve projetos de ferro e cobre, respectivamente.

Para concorrer a uma das vagas, os interessados devem ter no mínimo 18 anos e ensino médio completo. Durante as etapas de seleção, os candidatos passarão por análise curricular, prova online, dinâmica de grupo, entrevista técnica, avaliação psicológica e exames médicos.

Compartilhar:

Deputado é favorável a projeto que garante parceria público privado

O deputado Nélio Aguiar (PMN), defende, projeto do Governo do Estado que estabelece parceria público privado como forma de garantir melhorias no sistema de abastecimento de água em todo o Pará. 

O projeto entraria em pauta nesta quarta-feira, 25, na Assembléia Legislativa do Estado do Pará, mas a votação foi adiada por falta de quorum. “Sou contra a privatização de qualquer órgão público, mas sou favorável á abertura dos órgãos públicos, como a Cosanpa, para receber investimentos da iniciativa privada, pois está claro que nem o governo do Estado, nem o Federal tem recursos suficientes para investir de forma a garantir que a água portável chegue às casas dos cidadãos paraenses”, defendeu.

Durante a abertura da sessão só estavam presentes o deputado Nélio Aguiar e outro dois parlamentares.

O deputado Nélio Aguiar disse ainda, que o Estado não pode ficar omisso diante do grave problema da falta da água, que historicamente deixa a população sem água há várias décadas, pois o projeto não trata de venda das empresas públicas, mas sim da abertura para parceiras, envolvendo a iniciativa privada. “É um absurdo estarmos em cima do maior lençol freático do mundo, em Alter do Chão em Santarém e, a própria cidade sofrer com falta de água”, disse. (Assessoria Parlamentar)

Compartilhar:

terça-feira, 24 de abril de 2012

Comédia ‘A Vizinha Não Vai Nos Separar’ será reapresentada nesta sexta‏

A companhia de Teatro Caras e Caretas apresenta o espetáculo teatral ‘A Vizinha Não Vai Nos Separar’ na próxima sexta-feira (27). O espetáculo poderá ser conferido no auditório da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), no campus Rondon, às 21 horas.

Com boa dose de humor e diversão, a peça aborda um tema considerado tabu na sociedade: a sexualidade. As personagens colocam o assunto em cena de forma descontraída, de modo que incentive a reflexão do público.

A atração é uma parceria com o Diretório Central Estudantil (DCE) e é voltada para jovens e adultos. Para prestigiar, os interessados terão que comprar uma rifa no valor de R$ 5,00 que contará como ingresso e dará direito a um prêmio surpresa.

A peça é de autoria de um dos membros da cia, Diego Alano Pinheiro.

Compartilhar:

A um passo da qualificação profissional

Realizar o sonho da casa própria, viajar, planejar o futuro. Coisas aparentemente banais, que só podem ser realizadas a partir da conquista de um lugar no mercado de trabalho. No Pará, o setor que mais oferece vagas é o da mineração: de acordo com informações da Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), em 2011, o setor registrou a criação de mais de 2.400 vagas de emprego formal, ajudando o Pará a liderar o ranking da geração de empregos entre os estados da região Norte.

Mas, para ocupar uma das vagas abertas anualmente pelo setor é preciso qualificação. Em Juruti, no Oeste paraense, área de atuação da mineradora de bauxita Alcoa, a população local tem prioridade para se inscrever em cursos de capacitação, ofertados todos os anos pela Companhia em parceria com a unidade local do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

“Este ano, foram criadas três turmas para cursos técnicos, sendo duas em mineração e uma em eletromecânica, às quais concorrem tanto os funcionários da Companhia, quanto a comunidade em geral. No total, 90 vagas foram oferecidas”, explica Célia Oliveira, consultora de Educação da Alcoa Juruti.

A mecânica Marciellen Nunes trabalha há quase dois anos na Alcoa. Quando começou, era auxiliar de manutenção. Se o atual posto foi conquistado graças às experiências do dia a dia, ela vê na qualificação o passaporte para chegar ainda mais longe: “Ingressei no curso de Técnico em Eletromecânica. Com isso, vejo a possibilidade de crescer ainda mais na Companhia”, afirma.

Situação compartilhada também pelo amostrista especializado Isaac Souza, que faz parte da equipe laboratorial da Mina de Bauxita de Juruti. De olho no futuro, ele acaba de ingressar no curso de Técnico em Mineração. “Com o curso, quero alçar novos desafios e crescer em minha área de atuação. Como jurutiense, meu sentimento é de satisfação pelas conquistas e oportunidades”, conta.

Compartilhar:

Júri absolve réu por crime ocorrido em 1988

Em Santarém, o tribunal do júri absolveu Francisco Nobre do Amaral, o “Camaleão”, da acusação de crime de homicídio ocorrido em 1988. A sessão, à revelia do réu, foi marcada pelo curto debate, de apenas 20 minutos, entre acusação e defesa.

Os jurados acataram a tese de insuficiência de provas defendida pelo Ministério Público, por sua promotora de justiça Eliane Moreira, e pela Defensoria Pública, representada pelo defensor público Elton Ribeiro. O juiz Gerson Marra Gomes presidiu a sessão.

O réu não compareceu à sessão. “Camaleão” mora no Ceará, segundo informações, sob tratamento de doença mental. Em 1988, então com 26 anos, ele foi acusado de esfaquear Edmar da Conceição, na vila de Mojui dos Campos.

Após quase 24 anos do crime, uma única testemunha compareceu ao júri e não conseguiu acrescentar informações para condenar Francisco. O Ministério Público e a Defensoria debateram por apenas 20 minutos e concordaram não haver nos autos, provas suficientes para a condenação, o que foi seguido pelos jurados que absolveram o réu. (Com informações do MPE)
Compartilhar:

Abertas as inscrições para professor adjunto da Ufopa

A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) abriu, nesta segunda-feira, dia 23, o período das inscrições do concurso público de provas e títulos para o provimento de cargo de professor da carreira do magistério superior. As inscrições podem ser feitas no sítio da universidade até as 18 horas do dia 13 de maio de 2012, no endereço eletrônico http://www.ufopa.edu.br/concursos/professor2012/. O edital publicado no dia 20 de abril foi retificado e sua retificação pode ser conferida na página http://www.ufopa.edu.br/pdf/Edital_2-2012-UFOPA_Retificacao_2012-04-23.pdf.

O valor da inscrição é de R$100,00. Serão aceitas as inscrições apenas de candidatos portadores de diploma de doutor. Ao todo deverão ser preenchidas 101 vagas, no regime de trabalho de dedicação exclusiva, distribuídas nas seguintes unidades acadêmicas: Centro de Formação Interdisciplinar (CFI); Instituto de Biodiversidade e Florestas (IBEF); Instituto de Ciências da Educação (ICED); Instituto de Ciências da Sociedade (ICS); Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA); e Instituto de Engenharia e Geociências (IEG).

Provas - Todas as quatro fases do concurso – prova escrita, prova didática, prova de defesa de memorial e prova de julgamento de títulos – serão realizadas na cidade de Santarém, no período de 11 a 22 de junho de 2012. As informações sobre temas dos concursos, requisitos para investidura no cargo, números de vagas e pontos para as provas estão explicitadas no Anexo I do edital.

Como a universidade possui um projeto pedagógico diferenciado, a estrutura acadêmica da UFOPA é formada por cinco institutos temáticos e um Centro de Formação Interdisciplinar. No anexo do edital, a estrutura e o percurso acadêmico são explicitados. Ainda de acordo com as informações contidas no edital, os candidatos aprovados serão lotados no campus-sede da universidade, em Santarém, podendo ainda atuar nos municípios de Alenquer, Itaituba, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná, de acordo com a necessidade da instituição. (Ufopa)
Compartilhar:

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Santarém, Mojuí e Belterra ficarão sem energia nesta terça-feira

Uma hora. Este será o tempo que durará o apagão programado pela Celpa para 26 bairros de Santarém nesta terça-feira (23). No horário das 6 às 7 horas, a concessionária realizará serviços de manutenção na linha de transmissão Rurópolis-Tapajós, no Oeste do Pará. 

Por meio de nota, a empresa explica que 'para execução do serviço e por questões de segurança tanto da equipe envolvida no trabalho como dos moradores do entorno, será necessário realizar um desligamento emergencial em Santarém, Mojuí dos Campos e Belterra'.

Em Mojuí dos Campos e Belterra, o desligamento atingirá esses municípios em sua totalidade. 

Em Santarém, serão afetados os seguintes bairros: Santana, São José Operário, Urumary, Jutaí, Pérola de Maicá, Maicá, Jaderlândia, Vigia, Mararu, Urumanduba, Livramento, Uruará, Área Verde, Liberdade, Mapiri, Salé, Vitória Régia, Floresta, Nova República, São Francisco, Santo André, Saubal, Cambuquira, Santarenzinho, São Cristovão, Amparo e Mojuí dos Campos. Além de parte das rodovias PA-370, PA-431, PA-433, PA-445 e BR-163.

A manutenção tem o objetivo de evitar desligamentos intempestivos da linha e se tornou necessária devido a avarias provocadas pelas fortes chuvas que incidem sobre a região, com ventos fortes e descargas atmosféricas, que danificaram alguns equipamentos. (Com informações da Celpa)

Compartilhar:

Crime ocorrido há mais de 23 anos vai a julgamento

A morte por esfaqueamento ocorrida no dia 11 de agosto de 1988, do jovem Edmar da Conceição, à época com 21 anos, num bar da vila de Mojuí dos Campos, será julgado pelo Conselho de Sentença da 10ª Vara Criminal, privativa do Tribunal do Júri, nesta terça-feira (24), a partir das 8 horas.

O acusado do crime é Francisco Nobre do Amaral, conhecido por "Camaleão", hoje com 50 anos. Segundo os autos do processo, "Camaleão", que à época do crime tinha 26 anos, já tinha uma rivalidade antiga com a vítima e ao encontrá-la num bar esfaqueou-a com uma faca peixeira vindo esta a falecer em seguida, enquanto o acusado fugiu do local. 

Seu crime foi tipificado no artigo 121, §2º, inciso I (Homicídio Qualificado por motivo torpe), cuja pena máxima é de 30 anos.

Francisco não deverá comparecer ao júri, já que mora no Ceará e atualmente estaria sob tratamento por doença mental. Entretanto será julgado assim mesmo, pois não foi diagnosticada tal doença à época dos fatos. Atuarão no júri a promotora de Justiça Eliane Moreira e o defensor público Elton Ribeiro, sob a presidência do juiz Gerson Marra Gomes. (J. Ninos) 
Compartilhar:

Ufopa adquire área para implantação do Núcleo Tecnológico em Aquicultura


A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) já adquiriu área onde será construído o prédio que abrigará o Núcleo Tecnológico em Aquicultura (NTA), resultado de parceria de cooperação técnica com a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM).

Nesta semana, o coordenador de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação da SUDAM, Hélio Marinho de Azevedo Júnior, vistoriou a área e os equipamentos adquiridos para a instalação do NTA. “A área é apropriada para a execução do projeto, já que fica às margens do Rio Tapajós. Verificamos também que pelo menos 50% dos equipamentos já foram adquiridos pela UFOPA”, finalizou.

Pelos termos do acordo, a Sudam ficará responsável pelos serviços e insumos e ainda pela aquisição de parte dos equipamentos. Já a UFOPA, além de construir o prédio, deverá também adquirir parte dos equipamentos para implantação da fábrica de ração. 

Compartilhar:

Seis deputados do Pará não assinaram CPI do caso Cachoeira



Seis deputados paraenses não assinaram a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar o caso Cachoeira. Os parlamentares do Pará estão entre os 125 deputados que não assinaram o requerimento que criou oficialmente a CPI. São eles: Elcione Barbalho, José Priante e Vladimir Costa (PMDB); Josué Bengtson (PTB); Lúcio Vale (PR) e Zequinha Marinho (PSC).

A lista traz alguns parlamentares que são réus no processo do mensalão e outros políticos envolvidos em escândalos.

Além disso, políticos investigados nos processos gerados pelo escândalo do Mensalão também deixaram de assinar o requerimento.

A CPI terá por objetivo investigar informações fruto de escutas telefônicas obtidas pela Polícia Federal (PF) durante a operação Monte Carlo, a qual apurou o envolvimento do empresário com jogos de azar, mas que acabou desencadeando uma série de indícios de envolvimento com membros do governo federal e políticos da base aliada da presidente Dilma Rousseff. O último a aparecer nas escutas foi o ministro da saúde, Alexandre Padilha, mas, o tipo de envolvimento não ficou claro.

No link abaixo, a relação completa dos parlamentares que se recusaram a assinar a CPI.

Compartilhar:

Nélio defende interiorização do médico

O deputado Nélio Aguiar (PMN) participa do XVI Congresso Médico Amazônico, que, nesta edição, irá debater os Desafios Amazônicos na Gestão da Saúde Pública: Médico. O evento acontecerá até o dia 25 deste mês, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazõnia. 

Especialista em otorrinolaringologia, o parlamentar, que clinica em Santarém e Itaituba conhece bem a realidade da falta de médicos para atender a população que vive no interior do estado. “A proporção médico/paciente no norte está muito aquém do desejado e nem salários compensadores seduzem os profissionais que rejeitam as ofertas de colocação em face da ausência de infraestrutra social em grande parte do nosso interior”, detalha.

A proporção médico por habitante recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) já ultrapassou o nível crítico e é uma das piores do mundo no norte do Brasil. Hoje, cada médico que vive no interior do Estado atende em média 4,5 mil habitantes, enquanto a OMS recomenda que a proporção seja de um médico para cada grupo de mil habitantes.

Nélio diz que a escassez já levou a sociedade à buscar soluções extremadas, entre elas, a de validar o diploma de médicos formados fora do Brasil. “Mas o receio da má-qualificação acadêmica comprovada em exames para o reconhecimento profissional de bacharéis de outros países é visto com reservas pelo governo”, alerta.

Compartilhar:

domingo, 22 de abril de 2012

UBAM alerta gestores sobre o último prazo para registro da frequência escolar

O secretário geral da União Brasileira de Municípios (UBAM), Marconi Santana, alertou os gestores de todo país para o último prazo que eles terão para registrar a frequência escolar das 16,2 milhões de crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos, que se encerra no próximo dia 28 de abril.

Marconi informou que até o início do mês quase 50% dos estudantes, entre 6 e 15 anos e 38,2% dos de 16 e 17 anos, tiveram registrada sua frequência escolar referente ao período de fevereiro a março de 2012. Esses dados se inserem num monitoramento que chega a oito milhões de crianças e adolescentes atendidos pelo Programa Bolsa Família, do governo federal.

A União Brasileira de Municípios (UBAM), segundo o secretário geral, teme que crianças de até 15 anos não venham a frequentar o maior período, além dos jovens de 16 a 17 anos, não podendo assim manter o benefício do Bolsa Família. O Programa intenciona forçar a ida às aulas, como forma de diminuir significativamente os índices de analfabetismo e exclusão escolar e social.

Compartilhar:

sábado, 21 de abril de 2012

Estado auxilia municípios atingidos pelas cheias no oeste paraense

Até o início de maio, o nível dos rios Amazonas e Tapajós, no oeste paraense, deverá atingir 8 metros, ultrapassando cerca de 50 centímetros da cota de alerta. A previsão é da Defesa Civil do Estado, que monitora diariamente a situação em todos os municípios do Pará durante o período chuvoso na região. 

O órgão auxilia cinco cidades que já declararam situação de emergência por causa da cheia dos rios. Equipes verificam as necessidades de cada município, para encaminhar recursos do Estado e solicitar ajuda ao Ministério da Integração, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil.

De acordo com o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel José Almeida, do Corpo de Bombeiros, o órgão enviou técnicos para auxiliar a Defesa Civil dos 14 municípios, que estão sofrendo com as cheias no oeste. Desse total, somente cinco declararam, até agora, situação de emergência. 

“Porto de Moz, Almeirim, Alenquer, Monte Alegre e Óbidos são os municípios em situação de emergência, e por isso estão recebendo maior atenção. Os nossos técnicos estão dando apoio às cidades, verificando a infraestrutura necessária para atender a população”, informou.

Compartilhar:

Adepará muda data de vacinação para realizar estudo sobre aftosa no Estado

O Pará se prepara para ficar 100% livre da febre aftosa. Este é o objetivo do Estudo Epidemiológico que está sendo realizado nas áreas de vigilância da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) nas regiões do Baixo Amazonas e Arquipélago do Marajó (Área 3) e Nordeste (Área 2).

“Para uma área ser considerada livre de aftosa é obrigatório passar por esta pesquisa”, confirma André Reale, gerente de aftosa da Adepará. 

O estudo é feito em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Governo do Pará pretende conquistar o certificado internacional fornecido pela Organização Internacional de Epizootias (OIE) a entidade internacional da saúde animal. 

O Pará já possui este certificado na região produtora do Sul e Sudeste (Área 1). Esta área reúne a maior porcentagem do rebanho bovídeo do Pará, quase 77% do gado e búfalos criados no território do Estado, e está oficialmente livre de aftosa desde 2007.

Compartilhar:

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Ufopa abre concursos para professor adjunto

Foi publicado nesta sexta-feira (20), no Diário Oficial da União, o edital 2/2012 da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), que torna pública a abertura de inscrições e determina as normas dos concursos públicos de provas e títulos para provimento de cargo de professor da carreira do magistério superior. Os candidatos para o cargo de professor adjunto deverão ser portadores de diploma de doutor.

Ao todo deverão ser preenchidas 101 vagas, no regime de trabalho de dedicação exclusiva, distribuídas nas seguintes unidades acadêmicas: Centro de Formação Interdisciplinar (CFI); Instituto de Biodiversidade e Florestas (IBEF); Instituto de Ciências da Educação (ICED); Instituto de Ciências Sociais (ICS); Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA); e Instituto de Engenharia e Geociências (IEG).

Os candidatos aprovados serão lotados no campus-sede da universidade, em Santarém, podendo ainda atuar nos municípios de Alenquer, Itaituba, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná, de acordo com a necessidade da instituição.

Compartilhar:

Doze mortos em acidentes de trânsito em quatro meses em Santarém

Carissa Lima*

Na primeira quinzena do mês de abril deste ano seis pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em Santarém. De acordo com os dados fornecidos pelo Pelotão de Trânsito da Polícia Militar (Ptran), em abril de 2011 foi registrada apenas uma morte. Esse aumento significativo no número de vítimas preocupa os órgãos responsáveis pela fiscalização no trânsito no município, pois os dados estão cada vez mais alarmantes. Nos quatro primeiros meses de 2012 foram registrados 151 acidentes com 12 mortes. Neste mesmo período do ano passado, por exemplo, seis pessoas morreram de forma trágica. 

Este ano, só o mês de abril registrou seis óbitos, ou seja, em quatro meses de 2012 já se contabilizou o dobro de vítimas comparado à mesma época de 2011. No ano passado, ainda segundo os números fornecidos pelo Ptran, o total de mortos foi de 28 pessoas. A tenente Marnilza Moita, comandante do Ptran, informa que os índices de acidentes são crescentes por causa da imprudência dos condutores, sobretudo motociclistas, que desrespeitam as leis de trânsito. O álcool também é apontado como um dos principais fatores para que os acidentes continuem ocorrendo e ceifando vidas inocentes no município.

Marnilza Moita explica que o principal fator para a causa da maioria dos acidentes é a imprudência de alguns condutores que desrespeitam as leis e fazem manobras e ultrapassagens não permitidas. Para ela, é preciso que os motoristas se conscientizem e passem a tomar mais cuidado quando estiverem ao volante.

De acordo com as estatísticas de janeiro a março deste ano foram registrados 151 acidentes com seis mortes, envolvendo 118 motos e 109 carros. Já no ano passado neste mesmo período houve 156 acidentes com oito vítimas envolvendo 110 carros e 133 motos.

Falta de fiscalização contribui para que acidentes aconteçam

A reportagem do Portal na Hora também procurou o chefe da Divisão de Trânsito da Secretaria Municipal de Transporte (SMT), Manuel Pantoja. Ele calcula que cerca de 80% dos acidentes de trânsito ocorridos na cidade são causados por motos. Segundo ele, até o final do ano passado trafegavam em Santarém aproximadamente 59,665 mil veículos sendo 28,884 motos e 30,775 carros. Esse número, no entanto, já se igualou aos de carros.

Ele explica que o aumento da frota transforma algumas vias em pistas de risco. Nesse primeiro trimestre, de acordo com os dados fornecidos pela SMT, a avenida Fernando Guilhon foi a via onde mais se registrou acidentes de trânsito, sobretudo no trecho compreendido entre o viaduto até a entrada do bairro Maracanã. Em segundo lugar aparece a avenida Cuiabá, no trecho que vai da Fernando Guilhon até à avenida Tapajós. A Sérgio Henn, que até então liderava essa estatística, é a terceira via mais perigosa da cidade.

A tenente Marnilza ratifica as informações dadas pela SMT e mostra preocupação com os números cada vez mais frequentes. De acordo com ela, faz-se necessária maior fiscalização e rigor nas punições, diante do código de defesa da lei de trânsito a responsabilidade é do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e do município. Ele explica que a Polícia Militar pode fiscalizar de maneira rigorosa e que esse trabalho é feito por meio de um convênio com o Detran, porém, esse convênio expirou e ainda não foi renovado.

A PM está trabalhando nas funções de sua competência. Já a SMT atua nas fiscalizações que competem ao município como a questão de estacionamento em local proibido entre outros. “Com o fim do convênio os acidentes estão aumentando. A diretora do Detran se manifestou com interesse em renovar, mas até então não há data determinada para que ele seja renovado, enquanto isso os acidentes só crescem”, enfatiza a tenente Marnilza.

No levantamento feito pelo Pelotão de Trânsito, em 2011 foram notificados 549 acidentes com 28 óbitos. Em 2012 de Janeiro até os primeiros 15 dias do mês de abril já foram registrados 12 vítimas. Essa estatística desperta uma discussão imediata sobre a situação no trânsito de Santarém que a cada ano tira a vida de inúmeras pessoas.

*É Jornalista
Compartilhar:

Falta de farmacêutico prejudica consumidores

A lei federal 5.991, de 17 de dezembro de 1973, determina que todo estabelecimento que comercializa medicamentos deve possuir um farmacêutico durante o horário de funcionamento. Mas apesar dessa determinação legal, muitas drogarias e farmácias em Santarém não estão mantendo esse profissional à disposição dos clientes e isso tem gerado muitos transtornos, pois para comprar determinados medicamentos, sobretudos aqueles que necessitam de receita, como os controlados, a venda só é permitida com a presença do farmacêutico. 

As principais redes de farmácias do município possuem o profissional e não permitem que sejam vendidos medicamentos de uso controlado sem a apresentação da receita, porém, não é sempre que o farmacêutico está de plantão para o atendimento aos consumidores, que são obrigados a ficar sem o remédio. Uma denúncia recebida pela reportagem, no entanto, revelou que, em determinados casos, não é difícil conseguir um medicamento de ‘tarja preta’ sem receita ou mesmo sem a presença desse profissional.

A denúncia foi feita por um consumidor que ficou bastante indignado no último dia 12, à noite, quando ele percorreu alguns estabelecimentos tentando comprar seu remédio de uso controlado. Nas drogarias por onde passou, ele não encontrou o farmacêutico. Mas de tanto insistir e reclamar com os funcionários nas farmácias, ele acabou conseguindo comprar o medicamento. E detalhe: sem a apresentação da receita. 

A reportagem esteve no estabelecimento citado pelo consumidor e lá a gerente afirmou que sempre as vendas de medicamentos de ‘tarja preta’ só são efetuadas mediante a apresentação da receita e de um documento de identificação. Ela informou que não teve conhecimento de alguma venda feita no estabelecimento neste dia sem que os critérios estabelecidos por lei fossem desrespeitados por algum funcionário.

Na maioria das farmácias e drogarias visitadas pela reportagem, todos os balconistas exigiram a apresentação da receita. Mas a constatação feita pelo Portal ratificou a outra denúncia feita pelo consumidor: A ausência do farmacêutico. Pelo que se verificou, não é sempre que este profissional está disponível nos estabelecimentos 24 horas e isso acaba por provocar transtornos aos clientes. Esse assunto inclusive foi tema de uma enquete em uma emissora de rádio local dada sua importância, uma vez que muita gente que usa medicamentos controlados só pode comprá-los com a presença desse especialista, mas ele nem sempre é encontrado nos momentos que mais as pessoas precisam.


Farmacêutico deve cumprir oito horas de trabalho

Para entender o motivo da ausência do farmacêutico nas drogarias de Santarém, a reportagem procurou o representante do Conselho Regional de Farmácia (CRF), Dr. Marcos Castello Branco. Segundo ele, existem situações específicas em que o CRF pode atuar. A primeira delas é a farmácia sem a presença do farmacêutico e a segunda a farmácia com o farmacêutico, e o profissional está ausente na hora da compra do medicamento. Dentro dessas duas situações existe ainda o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que determina que o farmacêutico deve cumprir oito horas de trabalho na farmácia.

Segundo Marcos Castelo Branco, o CRF vai cumprir o acordo estabelecido pelo TAC feito com os donos de farmácia e a partir do ano que vem todas as farmácias vão ter que possuir em seu quadro de funcionários o farmacêutico. A farmácia que funcionar 24 horas terá que ter esse profissional em tempo integral. Outra clausula TAC diz que nos finais de semana não haveria fiscalização.

Compartilhar:

Ambulância está quebrada há 40 dias em Mojuí

O vereador Jailson Costa (PSDB), voltou a reclamar da omissão do Poder Público com a saúde pública com as comunidades da região de Mojui dos Campos. Quase toda semana, o parlamentar faz uso da Tribuna da Câmara para se queixar do descaso do governo municipal que não providência um serviço de qualidade à população. 

Na última quarta-feira (18), por exemplo, Jailson denunciou que a ambulância que atende aquela região está quebrada há mais de 40 dias, sem que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) providencie o reparo, apesar de o órgão já ter sido informado do problema. Segundo ele, por consequência, quem sofre são os moradores que necessitam serem transportados para as unidades de saúde e não podem, pois o veículo que deveria prestar esse atendimento está quebrado.

Jailson fez menção também à situação da escola localizada na comunidade de Castanheira, no planalto santareno. O vereador foi procurado por professores e pais de alunos, que denunciaram a situação lastimável na qual se encontra aquele educandário. Os estudantes e professores correm riscos, pois a estrutura do prédio está em condição precária. Neste período chuvoso, a possibilidade de acidentes é maior. 

O parlamentar informou que essa escola, de acordo com as informações repassadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), seria construída com quatro salas de aulas, porém, esse investimento jamais aconteceu. “Eu gostaria que a Semed retomasse esse projeto e garantisse mais conforto e segurança para os alunos e professores”, disse Jailson Costa.
Compartilhar:

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Manaus: inscrição para concurso da Semsa é prorrogado

O concurso para o preenchimento de 1.390 vagas para Especialista em Saúde (Nível Superior) e Assistente de Saúde (Níveis médio, médio técnico e fundamental), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em Manaus (AM), teve seu prazo de inscrição prorrogado para 25 de abril. 

Segundo a Secretaria Municipal de Administração (Semad), a modificação se deu em função de alterações no edital que rege o certame. 

As alterações atingiram principalmente os subitens referentes aos requisitos para os cargos de Especialista em Saúde/Auditor do SUS Farmacêutico e de Especialista em Saúde Farmacêutico. 

As modificações no calendário foram especificadas no Anexo V. O edital de retificação contendo as novas informações foi publicado no Diário Oficial do Município de ontem (18), e também está disponível no site www.cetroconcursos.org.br.

As inscrições para todos os 1.390 cargos disponibilizados pelo Edital nº 008/2012 poderão, então ser efetuadas até 22 horas e 59 minutos do dia 25 de abril, observando o horário oficial de Manaus. 

De acordo com as novas regras, os candidatos podem participar tanto do concurso para nível médio quanto para o de nível superior. (Portal Amazonia)
Compartilhar:

Código Florestal deixa de ter regra para margem de rio

O relator do projeto de reforma do Código Florestal, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), apresentou nesta quinta-feira (19) seu parecer sobre o projeto, com votação marcada para a próxima terça (24) no plenário da Câmara. Ele retirou do texto aprovado no Senado percentuais mínimos de recuperação das áreas de preservação permanente (APPs) desmatadas nas margens de rios localizados dentro de propriedades rurais.

A recomposição, segundo esta última versão da proposta, dependeria de novo projeto de lei ou medida provisória, e incluiria a participação dos estados. A definição seria feita em até dois anos, dentro do Programa de Regularização Ambiental (PRA). As regras gerais deste programa seriam estabelecidas pelo governo federal em até 180 dias após a aprovação da lei, mas as condições específicas ficariam a cargo dos estados.

"Caberá ao Poder Executivo, na definição dos critérios e parâmetros que nortearão o Programa de Regularização Ambiental, a fixação dessas faixas de proteção considerando as particularidades ambientais, sociais e econômicas de cada região", diz o relatório.

A mudança feita no relatório se aplica apenas às regras para quem precisar reflorestar as áreas de beira de rio, e que tenham sido desmatadas até julho de 2008. A recomposição é uma possibilidade de anistiar as multas aplicadas aos produtores que desmataram as APPs.

Na semana passada, a presidente Dilma Rousseff suspendeu as multas por mais dois meses. O projeto do novo Código Florestal estabelece que, após a sanção e posterior definição das regras para as APPs, os produtores assinem termo para a recomposição. Caso não reponham a vegetação num determinado prazo, deverão pagar multa. As multas ficam suspensas a partir do momento da sanção.

Já para as propriedades que não tenham que realizar a recomposição, por manterem a mata nativa, por exemplo, ficaram mantidos o mínimo de 30 metros e o máximo de 500 metros como tamanhos para as faixas de preservação, variando de acordo com a largura do rio.

Compartilhar:

Inscrições para Programa de Estágio se encerram no domingo

O próximo domingo (22), é o último dia para se inscrever no Programa de Estágio da Vale. O Pará tem 80 vagas disponiveis para estudantes do ensino técnico e superior, de um tgotal de 600 vagas abertas para os estados de Minas Gerais, Maranhão, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, São Paulo e Goiás. As inscrições podem ser feitas pelo site www.vale.com.br/oportunidades.

O objetivo do programa é preparar estudantes do ensino técnico e superior de diversas áreas para responder aos desafios diários da profissão por meio de experiências práticas na empresa. O estagiário recebe acompanhamento periódico e participa de atividades que estimulam o desenvolvimento de futuros talentos.

Para os universitários serão oferecidas vagas para cursos de diferentes áreas, como Engenharia, Administração de Empresas, Economia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Pedagogia, Comércio Exterior, Comunicação Social, Logística, Análise de Sistemas, Biblioteconomia e Psicologia, entre outros. A lista completa e a divisão de cursos, por estado, estão disponíveis no site.

Também terão a oportunidade de se inscrever estudantes de nível técnico de mais de 20 cursos, entre eles Segurança do Trabalho, Edificações, Eletromecânica, Mecânica, Eletroeletrônica, Informática e Química.

Para participar do processo seletivo, os universitários devem ter a conclusão do curso prevista para o período entre julho de 2013 e julho de 2014, além de ter conhecimentos de inglês e de informática. Para os candidatos de nível técnico, a exigência é que tenham formatura prevista até julho de 2013 ou que sejam formados na parte teórica, desde que não tenham cumprido toda a carga horária de estágio obrigatório e ainda estejam matriculados na instituição de ensino.

Compartilhar:

Mudança na Cerpa

Cumprindo os anos que foram acordados com os acionistas para estar nos trabalhos de recuperação da empresa, o executivo Ibrahim Dahás entrega a diretoria da Cerpa com todos os objetivos alcançados, entre eles, maior participação regional com presença nacional dos produtos lançados nos últimos anos pela indústria, hoje com cervejas,refrigerantes e energético. 

Ibrahim continua atendendo a Cerpa na Dahás Comunicação nos serviços de propaganda, promoções e eventos, além de atuar no mercado com consultoria empresarial.
Compartilhar:

REDES lança guia Pará Investimentos em Santarém

O estado do Pará receberá R$ 130 bilhões em novos investimentos até 2016 e deverá gerar mais de 160 mil novas vagas de trabalho. A informação está contida no guia Pará Investimentos 2012-2016 será lançado hoje (19) em Santarém, oeste do estado, pela Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA) através da Rede de Desenvolvimento de Fornecedores em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), no Hotel Amazônia Boulevard, às 19h30.

De acordo com o presidente da federação, José Conrado Santos, apesar de a economia mundial gerar um cenário de incertezas, o estado do Pará vem recebendo maior atenção dos investidores nacionais e internacionais, que estão aplicando recursos na ampliação, diversificação e modernização da produção do estado. “Considerando o curto período em que se darão estes investimentos (de 2012 a 2016), me arrisco em dizer que este é o maior volume de recursos já registrados pelo estado em toda a sua história”, ressaltou.

Os novos investimentos, provenientes em 100% da iniciativa privada, serão injetados em todas as regiões do estado. Dos R$ 130 bilhões, a região de Carajás - onde se concentram grande parte dos projetos minerais - deverá ficar com 53% desse total. Já a região do Tapajós, onde será construída a hidrelétrica de Belo Monte, receberá 24% dos investimentos e a região da Grande Belém, onde se destacam os projetos de ampliação nas plantas industriais de Barcarena e do Porto de Vila do Conde, ficará com os outros 23%. 

Compartilhar:

Ufopa tem 485 alunos inscritos no Jovens Talentos para a Ciência

No próximo dia 29 de abril será realizada em todo o Brasil a prova de seleção para o Jovens Talentos para a Ciência, programa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

Ao todo, a UFOPA inscreveu 485 alunos no programa, que oferecerá 6.000 bolsas de iniciação científica para calouros de Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) do país. Os contemplados receberão o valor mensal de R$ 360,00 por um ano, a partir de agosto de 2012. 

O número de bolsas por instituição será proporcional ao número de inscritos. A iniciativa é destinada a estudantes de graduação de todas as áreas do conhecimento e tem como objetivo inserir precocemente os estudantes no meio científico.

Segundo a assessora da Reitoria e ex-diretora do Centro de Formação Interdisciplinar (CFI), Profa. Dóris Faria, a UFOPA teve o melhor número relativo de inscritos do Brasil. Cerca de 40% dos 1.300 calouros da universidade são candidatos às bolsas. 

Compartilhar:

MPF denuncia madeireiros ilegais em assentamento de extrativistas assassinados

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça Federal em Marabá (PA) as empresas Tedesco Madeiras Ltda, Madeireira Eunápolis Ltda e Madeireira Bom Futuro Ltda pela exploração ilegal dos recursos florestais do assentamento Praialta Piranheira, em Nova Ipixuna, Pará, onde foram assassinados no ano passado os extrativistas Zé Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo. Também foram denunciadas seis pessoas, entre assentados que favoreciam o madeiramento ilegal e os proprietários e administradores das empresas citadas na denúncia.

As investigações começaram em 2008, após denúncias do casal e outras pessoas, tendo sido encerradas no final do ano passado, quando a Polícia Federal concluiu as investigações. Nesse meio tempo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) fez quatro operações de fiscalização no assentamento a pedido do MPF em Marabá e flagrou o comércio ilegal de madeira, principalmente castanheiras, árvore ameaçada de extinção com derrubada proibida por lei federal. Os acusados podem ser condenados a até quatro anos de prisão pelos crimes

“Verifica-se que as empresas e seus respectivos administradores à época, bem como alguns colonos do projeto de assentamento em questão, promoviam atividades ilegais e lesivas ao meio ambiente”, resume a denúncia assinada pelo procurador da República Tiago Rabelo.
Compartilhar:

Dia do Índio


"...Quem me dera ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado por ser inocente..."
Compartilhar:

Belo Monte: trabalhadores decidem parar na segunda

Os trabalhadores da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, no Pará, decidiram entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (23). A decisão foi tomada ontem (18), durante uma assembleia. 

A decisão, segundo o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada do Estado do Pará (Sintrapav), foi tomada pela “quase totalidade dos trabalhadores”.

De acordo com o Sintrapav, a greve só será suspensa, caso o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) apresente uma nova proposta, já que a proposta final da CCBM foi rejeitada pelos trabalhadores. 

Ela previa, entre outras medidas, manter o período de intervalo das baixadas [período em que os trabalhadores podem visitar as famílias] em 180 dias, mas aumentando a duração de nove para 19 dias.


Compartilhar:

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Grupo chinês é investigado por fraudar licitação da Floresta Nacional de Saracá-Taquera



O Grupo empresarial chinês 
Sustainable Forest Holdings Limited – SFH (Susfor), está sendo investigado pela Polícia Federal por crimes ambientais, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e uso de empresas fantasmas para fraudar licitação florestal da Floresta Nacional de Saracá-Taquera, nos municípios de Oriximiná, Faro e Terra Santa, na região oeste do Estado, com 429 mil hectares.

A Flona Saracá-Taquera é a primeira floresta pública licitada no Estado e a segunda do Brasil.  

De acordo com a PF, no Estado do Pará, o grupo chinês, que tem atuação em várias partes do mundo, teria montado empresas de fachada e fraudado documentos para participar da licitação. 

Na última terça-feira (17) , em Santarém, o delegado Gecivaldo Vasconcelos Ferreira ouviu uma testemunha no inquérito iniciado na Superintendência da Polícia Federal de Rondônia, porém, ele não quis dar detalhes por não presidir o caso.

Início - Após constatar indícios de irregularidades na documentação apresentada pela empresa Universal Timbers Resources do Brasil (UTR) – braço brasileiro da Susfor -, no ano de 2010, o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) desclassificou a empresa do então processo licitatório.

Um deles, foi uma certidão negativa da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Belém, sem o selo de autenticidade.

No processo de licitação da Flona Saracá Taquera, o Serviço Florestal Brasileiro fez uma análise contábil das empresas concorrentes e descobriu que a UTR cometeu uma fraude contábil. O parecer de análise das demonstrações financeiras feito por especialista contábil do Serviço Florestal Brasileiro aponta uma superavaliação do Patrimônio Líquido da UTR.

O saldo correto seria R$ 7,6 milhões, contra os R$ 99 milhões declarados pela empresa.

No Acre - Em março de 2010, a Secretaria de Estado de Floresta do Acre enviou à holding chinesa um documento alertando para a disseminação de informações falsas no mercado financeiro. Segundo o governo do Acre, as informações do "Conference Press" enviado aos acionistas da Susfor como oportunidades de negócios não eram reais.

O governo do estado do Acre desmente uma suposta operação envolvendo a compra da indústria de pisos Triunfo, já que a venda da empresa não poderia ser realizada sem a anuência do governo, pois a mesma possuía contratos de concessão florestal com o governo estadual. A “compra” da empresa teria sido mais uma operação de fachada.

Em Rondônia - O que pode ser o maior golpe do grupo chinês aplicado no Brasil aconteceu em Rondônia. A Susfor é acusada de comprar contratos milionários de extração e aquisição de madeira nas usinas hidrelétricas que estão sendo construídas em Porto Velho, não cumprir os contratos e de ter usado esses contratos apenas para levantar recursos de investidores na China.

A Susfor comprou a empresa Brasileira VP Construtora, que detinha os contratos de supressão vegetal e de aquisição de toda a madeira que seria retirada das áreas dos reservatórios das usinas de Santo Antonio e Jirau, em Rondônia.

Porem, a empresa nunca pagou pela VP, não cumpriu os contratos e, após dois anos, alegou um prejuízo de cerca de 200 milhões de dólares em seu balanço anual causado pela operação em Rondônia para sair do Estado e deixar um rombo de mais de R$ 30 milhões em dívidas trabalhistas.

No Brasil, quem preside a UTR é Fábio Vidigal, que foi contatado por email e no seu telefone celular, mas não foi encontrado e não retornou nenhum esclarecimento sobre as denúncias. (Com informações do Jornal Diário do Pará)
Compartilhar:

Ampliação de leitos do HR vai permitir realização de cirurgia cardíaca em Santarém

O deputado Nélio Aguiar (PMN) esteve em audiência com o secretário Executivo de Estado de Saúde Pública (Sespa), Hélio Franco, nesta quarta-feira (18), para tratar do início das obras de ampliação para 20 do número de leitos de UTI adulto no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, que hoje tem apenas 7 leitos.

O número de leitos da UTI infantil também devem passar de 7 para 20. Atualmente o HRBA tem 21 leitos, contando com os 7 da UTI neonatal. 

O anúncio do aumento do número de leitos foi feito, em junho do ano passado, pelo governador Simão Jatene, em visita àquele município. “Há uma carência muito grande de leitos de UTI na região. A ampliação da UTI irá possibilitar a implantação da cirurgia cardíaca no HRBA, tirando os pacientes da fila do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e permitindo, que os pacientes tenham a recuperação pós-operatório perto da família”, disse.

A assessoria de imprensa da Sespa informou que as obras de ampliação do Hospital Regional de santarém iniciam dentro de e 30 dias. O prazo de conclusão dos trabalhos será em 90 dias. A obra de ampliação dos leitos de UTI está orçado em R$ 2 milhões.
Hospital Regional de Itaituba - Outra questão levantada como titular da Sespa pelo deputado Nélio Aguiar diz respeito à preocupação na demora da doação do terreno para a construção do hospital regional de Itaituba, que só atrasa o início da obra. “Solicitei a Sespa que envie a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), com a máxima urgência, o projeto do hospital' para que a SPU possa instruir o processo de doação do terreno para o Estado. Estarei pessoalmente acompanhando o andamento do processo do processo e, não sossegarei enquanto ela não acontecer de fato”, afirma Nélio Aguiar.

Fonte: Assessoria Parlamentar
Compartilhar:

Juruti: Projetos aumentam renda no assentamento Socó I

As famílias das comunidades que compõem o Assentamento Socó I, em Juruti, encontraram em atividades como a meliponicultura, o artesanato reaproveitando resíduos florestais, e o cultivo de mudas de açaí para recuperação de áreas degradadas, formas de complementar a principal fonte de renda local, a produção de farinha de mandioca. Instaladas desde novembro passado, as ações são parte do Programa de Gestão Florestal desenvolvido pelo Instituto Vitória Régia (IVR) como ação de compensação socioambiental da Alcoa, que possui um empreendimento mineral na região.

Os projetos são atividades da Matriz de Compensação Coletiva (MCC) do Assentamento Socó I, uma contrapartida oferecida pela Alcoa devido à instalação de uma ferrovia para o transporte da bauxita minerada no município, e das melhorias realizadas em trechos das rodovias PA 257 e 192 na área do assentamento. Estas e outras 30 ações da MCC foram definidas através de diálogo com a participação da Prefeitura de Juruti, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Associação de Produtores Rurais do Assentamento Socó I (Apras), Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Juruti (STTR) e Alcoa.

Apesar de, há pouco tempo implantados, os projetos já apresentam resultados, como a venda das primeiras coletas de mel e a produção de 2.400 mudas de açaizeiro. “Estamos acompanhando esses projetos com otimismo. Já detectamos avanços como no projeto do meliponário na comunidade Nova Vida, que já está em produção”, declara Raimundo Santos, secretário de Produção de Juruti.

Compartilhar:

Exposição apresenta objetos arqueológicos tapajônicos

A Universidade Federal do Pará (UFPA), através do Programa de Pós-graduação em Antropologia, em parceria com a Inside Consultoria Científica Ltda., apresenta a exposição "Um Porto, Muitas Histórias - Objetos Arqueológicos do Porto de Santarém e seus Contextos", de 18 de abril a 20 de maio de 2012, em Santarém. 

Com curadoria da Profa. Dra. Denise Schaan e de André dos Santos, a exposição é resultado de escavações realizadas no Porto de Santarém por arqueólogos da UFPA desde 2009.

A mostra traz artefatos pertencentes ao povo tapajós, que habitou a região onde hoje se localizam os municípios de Santarém e Belterra e cuja ocupação remonta ao século X. Registros fotográficos das escavações também fazem parte da exposição, que conta parte da história indígena na região, ainda pouco conhecida devido a acontecimentos históricos e à falta de registros escritos.

Os arqueólogos encontraram fragmentos de vasilhas decoradas, estatuetas, objetos líticos, como lâminas de machados (para derrubar árvores), rodelas de fuso (para fiar) e calibradores (para fazer hastes de flechas), pingentes, alargador de orelha, contas de cerâmica e muitos outros objetos, além de um muiraquitã, pela primeira vez encontrado em uma escavação arqueológica.

A abertura da exposição "Um Porto, Muitas Histórias" está marcada para esta quarta-feira, 18 de abril, às 19h, no Museu João Fona, localizado na Avenida Adriano Pimentel, na Prainha. A entrada é gratuita. (Fonte: Ufopa)
Compartilhar:

PF apreende 10 kg de cocaína no 'Cisne Branco'



A Polícia Federal do Pará apreendeu 10 quilos de pasta base de cocaína que estavam sendo transportados no navio Cisne Branco que vinha do estado do Amazonas. A droga que estava escondida sob o assoalho da sala de máquinas, saiu de Manaus na última sexta feira (13) e teria sido entregue no porto por um homem não identificado, para Rosalvo Borges dos Santos, 47 anos, chefe do setor das máquinas do navio, como se fossem CDs, que deveriam ser trazidos para Belém.

12 HORAS

A operação da PF durou aproximadamente 12 horas e no final da tarde de terça-feira (17), o navio que faz a rota Manaus / Belém, foi cercado no porto da CDP, no bairro Umarizal.

De acordo com informações da PF, a apreensão foi realizada em conjunto com a polícia de Manaus, que também repassou informações sobre a existência do entorpecente no navio.

Rosalvo não falou com a imprensa sobre o caso, mas ainda segundo a PF ele negou envolvimento no transporte do entorpecente e ressaltou que a mercadoria foi entregue a ele como CDs virgens. O acusado foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. (Diário do Pará)
Compartilhar:

DESTAQUE:

Agentes prisionais facilitavam entrada de celular, bebidas e drogas na penitenciária de Cucurunã

Os agentes prisionais  Rafael Efigênio Rocha e Abraão Neto,  lotados no Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, em Cucur...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive

PUBLICIDADE: