sexta-feira, 31 de maio de 2013

Celpa energiza novas linhas de distribuição no oeste paraense

O Plano de Investimentos da Celpa, que entre outras melhorias no sistema elétrico prevê a expansão de subestações e de linhas de distribuição, mostra os primeiros resultados na região oeste paraense por meio do Projeto Xingu. Na última terça-feira, dia 28, foi energizada a linha de distribuição que interliga as subestações Altamira e Santo Antônio, esta última na região do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

O investimento total do Projeto Xingu nessa primeira fase de expansão alcança o montante de aproximadamente R$ 11 milhões. Ao todo são 53 quilômetros de linha em tensão de 69 kV.

A Subestação Santo Antônio vai melhorar o fornecimento energia elétrica a diversas comunidades rurais do entorno do projeto Belo Monte e ainda municípios vizinhos, além de dar suporte estrutural para implantação do Programa Luz Para Todos na região.

O Plano de Investimentos da Celpa, cuja primeira etapa do Projeto Xingu está em andamento, permitirá iniciar a execução, ainda este ano, de uma subestação em Anapú. Além disso, uma linha de distribuição em 69kV da Subestação Santo Antônio cruzando o Rio Xingu, chegando até a cidade de Anapú.

Compartilhar:

Alunos do Telecentro de Informação e Negócios são encaminhados para estágio

Os alunos que concluíram o curso de Caixa Informatizado do Telecentro de Informação e Negócios (TIN), do Instituto de Desenvolvimento Sustentável (IDS) vinculado a Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (SEMDE), foram encaminhados para estágio na rede de supermercados do Grupo CR, através de parceria firmada entre o IDS e a empresa.

Segundo a diretora do IDS, Rosemary Fonseca, o estágio será uma complementação do curso de Caixa Informatizado, além de experiência profissional para os alunos, com carga horária de 20 h/aula no período de 28 de maio a 04 de junho de 2013.

Curso
Empresa
Vagas


Caixa Informatizado
CR Turiano Meira
02
CR Mendonça Furtado
04
CR Tapajós
04
CR Galdino Veloso
04
CR Próximo da Rosa Passos
03
Fonte: PMS
Compartilhar:

Ufopa realiza geoexcursão de bicicleta pela orla de Santarém

O Projeto de Extensão “Roteiros Santarenos: história, geologia e turismo” (PROEXT/MEC), da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) em parceria com a Prefeitura de Santarém e o Clube MTB, promove neste sábado, dia 1º de junho de 2013, na cidade, mais uma geoexcursão: “De bicicleta entre a cidade e o rio – Geoturismo em Santarém”.

Buscando incentivar práticas de transporte consciente e sustentável, a atividade consiste em um percurso de bicicleta durante cerca de 3 horas pela orla da cidade, com saída às 8h30 do Câmpus Tapajós. Ao longo do trajeto, serão abordados temas como dinâmica fluvial, o papel da geologia urbana e a ocorrência de inundações em Santarém.

Para participar, basta ter 18 anos ou mais e possuir uma bicicleta. A coordenação da excursão recomenda, ainda, que os participantes tenham equipamento básico de segurança para ciclismo, levem água e usem tênis e filtro solar durante a atividade. (Ufopa)
Compartilhar:

Índios aceitam encontro com governo, mas ocupação continua

Após quatro dias de ocupação do principal canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, as lideranças do protesto indígena aceitaram a proposta feita pelo governo federal. Um grupo de índios viajará a Brasília na próxima quarta-feira (5) para se reunir com representantes da Secretaria-Geral da Presidência da República e dos ministérios da Justiça e de Minas e Energia. Os indígenas, no entanto, permanecerão no interior do canteiro até, pelo menos, o dia da reunião.

A decisão de deixar ou não o local vai depender do resultado da conversa com os representantes do governo. O acordo foi fechado ontem (30) à noite, ao fim de uma reunião de mais de cinco horas. A proposta, que já havia sido apresentada às lideranças em carta, pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, voltou a ser submetida nesta quinta-feira pelo coordenador-geral de Movimentos do Campo e Territórios da secretaria, Nilton Tubino.

O transporte dos índios entre Jacareacanga e Brasília vai ser custeado pelo governo federal. Desde o início da ocupação, os índios exigiam que um representante do Executivo fosse ao canteiro negociar as reivindicações. Entre outras medidas, eles querem a suspensão de todos os empreendimentos hidrelétricos na Amazônia até que o processo de consulta prévia aos povos tradicionais, previsto na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), seja regulamentado. O governo, contudo, argumenta que será mais fácil negociar em Brasília, após o canteiro ser desocupado, pois na capital federal há como consultar outros ministros e membros da equipe.

Ao contrário da vez anterior, os índios ontem aceitaram a proposta com a condição de poderem permanecer no escritório central do canteiro Sítio Belo Monte até o fim da reunião com o governo federal. Com isso, a ordem de reintegração de posse concedida pela subseção da Justiça Federal em Altamira na terça-feira (28) não será cumprida até segunda ordem.

O acordo permite ao Consórcio Construtor Belo Monte retomar as atividades paralisadas por motivo de segurança, o que já está sendo providenciado. A previsão do consórcio é que, até o turno da noite, os trabalhos já tenham sido normalizados. Segundo a assessoria do consórcio, com o acordo, os índios devolveram todos os veículos e radiocomunicadores da empresa. Além disso, os manifestantes liberaram as portarias e desobstruíram todas as rotas de fuga, usadas em caso de emergência.

O acordo entre índios e governo federal foi fechado horas depois de um índio terena ter sido morto a tiros durante a desocupação de uma fazenda localizada na cidade de Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul. A operação foi coordenada pela Polícia Federal e contou com o apoio de policiais militares sul-mato-grossenses. Um inquérito foi instaurado para apurar se houve abuso dos policiais. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, prometeu rigor na apuração. (ABr)
Compartilhar:

Publicado decreto que mantém desconto na luz

O governo publicou em edição extra do "Diário Oficial da União", na quarta-feira (29), o decreto que garante os descontos na tarifa de energia elétrica, que foram anunciados em setembro do ano passado pela presidente Dilma Rousseff. A edição do decreto foi a maneira encontrada pelo governo para manter os descontos previstos na medida provisória 605, que não foi votada pelo Senado e perde a validade no dia 3 de junho.

No início da semana, a MP que garantia os descontos foi aprovada na Câmara, mas o Senado não votou o texto. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que os senadores não vão mais analisar matérias que cheguem ao Senado menos de 7 dias antes de perderem a validade, como era o caso da MP 605.
A estratégia do governo para substituir a medida provisória foi incluir os dispositivos dela em outra MP que tramita no Congresso, a 609. Enquanto a nova MP não é aprovada, o decreto serviria para manter os descontos.

Compartilhar:

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Crítica: Em 'Faroeste caboclo', diretor contraria fãs e 'foge' de videoclipe


Por: Nayara Reynaud, do Cineweb

Não tinha medo o tal René Sampaio, de Brasília. Era o que todos diziam quando ele se meteu a fazer seu primeiro longa-metragem se inspirando em uma das canções mais famosas da música brasileira contemporânea.

Os fanáticos pela banda Legião Urbana talvez não gostem da forma que o diretor encontrou para adaptar o clássico da banda de rock brasiliense, pois o filme "Faroeste caboclo" está longe de ser o videoclipe estendido que os fãs imaginavam.

Sampaio foi corajoso. Mas se o próprio Renato Russo teve o estalo de compor um western de vingança em "Rocky Racoon", dos Beatles, por que o filme também não poderia ser uma livre adaptação da canção que serve de base para o roteiro de Marcos Bernstein e Victor Atherino? Carmen Manfredini, irmã do vocalista, lembra que ela e Renato Russo costumavam ouvir "Rocky Racoon", faixa do "Álbum branco", quando eram crianças.

Com a execução dos mais de nove minutos da música durante os créditos finais da produção, a maioria dos espectadores – que, dessa vez, não terá vontade de sair da sala de exibição até o filme realmente acabar – perceberá as diferenças entre a composição e a sua transposição para o cinema.

Alguns versos são esquecidos, uns são transformados, outros são mantidos e há aqueles que são aprofundados. A opção feita pelo diretor estreante foi focar e explorar a história de amor shakespeariana de João de Santo Cristo (Fabrício Boliveira) e Maria Lúcia (Ísis Valverde) como forma de explicar a motivação do duelo final.

Mesmo assim, René, que já havia discutido questões universais como destino versus escolha em seu curta "Sinistro" (2000), premiado no Festival de Brasília, retomou estes temas em uma crítica social que serve como pano de fundo para o romance trágico.

Foram retratados na tela o poder ilimitado de políticos, representados na figura do senador Ney, no último trabalho do ator Marcos Paulo; a corrupção da polícia; e os traficantes, sem esquecer a classe média consumidora do "bagulho bom" que os sustenta.

Nesse cenário conturbado de Brasília, a câmera na mão, muito próxima de seus personagens, dá a tensão da vida de João na capital. Bem diferente daquela mais contemplativa nos flashbacks um tanto constantes da vida pregressa do protagonista, cuja infância e adolescência no sertão da Bahia não foram nem de longe calmas; mas, ali, o infortúnio dele não gerava apreensão em ninguém.

A música e o longa escancaram o fato de que a seca e a miséria do povo nordestino – representadas na criativa elipse do poço, logo no início do filme – são apenas assistidas pelos governantes e pelo resto da população, se tornando motivo de preocupação somente quando a desgraça vem assombrá-los, como o bandido Santo Cristo, "destemido e temido no Distrito Federal", e sua Winchester 22.

Para representar o mundo e o submundo do crime no Brasil, as sequências de consumo de drogas e violência, apesar de não serem tão sangrentas como as de Quentin Tarantino, não deixam de ser fortes para o público acostumado com o que o cinema comercial nacional tem oferecido nos últimos anos. Por outro lado, as cenas de sexo são poéticas na hora de retratar o amor de João e a menina linda a quem ele prometeu seu coração.

O trabalho na trilha sonora de Philippe Seabra, vocalista da Plebe Rude, juntamente com Lucas Marcier, ajuda a dar esse tom, com as músicas incidentais nesses e em outros pontos do filme.

A compilação de clássicos do rock também exerce função importante em alguns momentos para revelar a efervescência da cena punk que tomava Brasília nos anos 1980, em festas como a Rockonha, que realmente "fez todo mundo dançar", no sentido literal e figurativo do termo.

Outro destaque é o elenco, que conta com boas atuações, como a de Antonio Calloni na pele do policial corrupto e de Fabrício Boliveira encarnando o protagonista, em todas as nuances do anti-herói da famosa letra.

Como o título da produção e da obra que a inspirou revela, o clima de western não podia faltar ao filme, que traz planos bem característicos do gênero, especialmente – perdão, mas o que vem a seguir não pode ser considerado spoiler, pois todo mundo já conhece o final por ter ouvido a música e o próprio longa inicia com esta situação – na cena do duelo entre Santo Cristo e Jeremias (Felipe Abib), mas de um modo bem brasileiro: René coloca os dois em um campinho de futebol, praticamente em uma disputa gol a gol. Tem faroeste mais caboclo que este?
Compartilhar:

Santarenos são presos com 41 quilos de cocaína no porto de Manaus

Um maquinista, de 54 anos, e um contabilista, de 36, foram presos com 41 quilos de cocaína no Porto da Manaus Moderna, em uma embarcação com destino a Santarém, no Pará. A prisão foi feita por policiais da Polícia Federal, na última quarta-feira (29).
A Polícia Federal informou que a droga estava distribuída em 29 pacotes, sendo que 17 estavam na posse do maquinista e 12 pertenciam ao contabilista. Os entorpecentes foram encontrados em caixas de distribuição dos motores geradores de eletricidade. Além da cocaína, a polícia também apreendeu um celular.

Ainda segundo informações da polícia, ambos são naturais de Santarém, mas apenas o maquinista continuava morando na cidade, o contabilista residia em Manaus. Eles foram autuados em flagrante e vão responder por tráfico de droga e associação ao tráfico. A dupla foi encaminhada para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

Os nomes dos acusados não foram divulgados pela PF.

Fonte: G1/AM
Compartilhar:

Santarém sedia encontro dos sociólogos do Oeste do Pará‏

A sociologia surgiu no século 18 para compreender as novas formas da sociedade, suas estruturas e organizações. Estudar e pesquisar comportamentos de grupos étnicos, classes sociais, gênero, violência e instituições têm auxiliado a compreender mais claramente o comportamento dos grupos. Partindo desde principio os sociólogos do Oeste do Pará (SINSOP), realizarão o II encontro da classe.

“Unificação e fortalecimento em trabalho pela criação do sindicato” é o lema do II Encontro dos Sociólogos do Oeste do Pará, que acontecerá dia 1° de junho a partir das 16 horas, na sede do Sindicato dos Urbanitários de Santarém, na avenida Borges Leal esquina com professor José Augustinho.

O evento é destinado a sociólogos, cientistas sociais e estudante de sociologia do oeste do Pará. Durante o encontro os sociólogos irão finaliza e aprovar o modelo (proposta) de minuta do estatuto sindical. Além de elaborar o edital de chamada pública e desenvolver estratégias de preparação para a primeira assembléia geral que acontecerá em agosto de 2013.
A criação do Sindicato dos Sociólogos do Oeste do Pará será um instrumento da categoria na defesa da profissão em beneficio da sociedade.
Compartilhar:

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Índios recorrem de decisão da Justiça Federal

A poucas horas do fim do prazo concedido pela Justiça Federal para que os índios desocupem o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, o advogado da tribo pediu a suspensão da decisão judicial alegando querer evitar um conflito.

Na petição ajuizada na manhã desta quarta-feira (29), na subseção judiciária de Altamira, sudeste do Estado, o advogado Adelar Cupsinski, que também presta serviços ao Conselho Indigenista Missionário (Cimi), pede ao juiz federal Sérgio Wolney de Oliveira Guedes que reconsidere sua última decisão, anunciada na tarde de terça-feira (28).

DESOCUPAÇÃO

A pedido da empresa Norte Energia, o magistrado concedeu um prazo de 24 horas para que a Fundação Nacional do Índio (Funai) providencie a saída pacífica e voluntária do grupo de índios Munduruku que, desde a madrugada de segunda-feira (27), ocupa um dos três canteiros de obra do empreendimento. O prazo legal termina hoje (29) às 17h.

Apontando o risco de eventual confronto entre policiais e índios caso a decisão seja cumprida nesta tarde, o advogado pede que a reintegração de posse seja suspensa até que uma audiência de conciliação seja feita, com a presença de lideranças indígenas e de um representante do Governo Federal.

Segundo a assessoria da subseção judiciária de Altamira, o pedido já foi entregue ao juiz federal, que, de acordo com o advogado, se comprometeu a analisar e se pronunciar sobre a petição o quanto antes.


Compartilhar:

Detento foragido de Cucurunã é recapturado pela PM

Policiais do serviço reservado da Polícia Militar prenderam na manhã desta quarta-feira (29), o detento Samuel Corrêa de Sousa. Ele estava foragido do Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, em Cucurunã, desde a madrugada de hoje.
A prisão de Samuel ocorreu no bairro da Matinha. Ele não resistiu à voz de prisão. Os policiais continuam as buscas pelo detento Wenas Anjos da Costa.
Compartilhar:

Criança morre e família denuncia falta de leitos em Hospital

Do portal No Tapajós

Um bebê de apenas 36 dias, com insuficiência respiratória, pneumonia e sífilis morreu na tarde de terça-feira (28), na maternidade Irmã Dulce, em Santarém, oeste do Pará.

A família acusa a pediatra Nelma Pinheiro de negligência médica. “Imagina uma criança quatro dias com dor. Meu filho não suportou. Meu filho era pra tá vivo. Foi negligência”, conta a mãe Ariane Cruz.
Segundo o pai, a culpa pela morte de Leandro Gabriel Cruz Pereira ocorreu também por falta de leitos nos Hospitais Municipal e Regional da cidade. Ele disse que tentou diversas vezes a transferência do filho, mas não conseguiu.
“Quando nós descobrimos as dores fortes, providenciamos o deslocamento dele para o Hospital Municipal ou mesmo o Regional. A alegação do Hospital Regional é que não havia leito. Assim mesmo no Pronto Socorro”, enfatiza o pai Wanderson de Lima.

No velório da criança, realizado ontem (28), o Conselheiro Tutelar Azomar Jati explicou que acompanhou o caso. “A própria médica que estava assistindo disse que a criança não tinha risco iminente de morte. Então nós fomos ao Hospital Regional. Eu e outro conselheiro e verificamos a UTI pediátrica, a pediatria do Hospital Regional e infelizmente não existia vaga”, afirmou o conselheiro.

O Conselho Tutelar informou que a denúncia será feita ao Ministério Público Estadual (MPE). “A gente vai deixar para que o Ministério Público possa se pronunciar e dá uma resposta a todos”, finalizou Azomar.

Nossa equipe de produção entrou em contato com a direção do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA). Eles informaram que devem se pronunciar ainda nesta quarta-feira (29).
Compartilhar:

Justiça inocenta deputado Hilton Aguiar


O deputado estadual Hilton Aguiar (PSC) foi julgado pelo TRE, na última segunda-feira (28) e considerado inocente das acusações de compra de votos ao qual ele estava sendo acusado.

O deputado Itaitubense foi absolvido por seis votos a zero, acabando de vez com a novela que envolvia o nome do único parlamentar que representa a cidade de Itaituba na ALEPA.

Em conversa ainda pouco por telefone com o Deputado, ele nos falou de sua alegria, e disse que a justiça foi feita. Ele ainda acrescentou que estava confiante no resultado e falou que vai continuar com o seu compromisso com a população do estado do Pará e principalmente com a população de Itaituba e região, que lhe concedeu o mandato de Deputado.

Hilton Aguiar falou que desde que assumiu seu mandato tem trabalhado com seriedade em todo o Estado, visitando cidades e comunidades da zona rural, buscando informações com a população a respeito de seus principais problemas e também trabalhando no sentido de buscar soluções.
A justiça mais uma vez prevaleceu e considerou um dos mais atuantes deputados do estado do Pará inocente de acusações.

Vale ressaltar que apesar do pouco tempo como deputado, Hilton Aguiar é aclamado pela população por onde passa, por ser um político humilde, de bom coração e com pensamentos voltados para o bem estar da população. (Blog do Elias Jr)
Compartilhar:

Mais duas fugas registradas na penitenciária de Cucurunã

Duas novas fugas foram registradas no Centro de Recuperação Agrícola 'Silvio Hall de Moura', em Cucurunã, no município de Santarém, no oeste do Pará. Durante a madrugada desta quarta-feira (29), dois detentos conseguiram fugir de maneira ainda não esclarecida pela direção daquela casa penal.

Wenas Anjos Costa e Samuel Corrêa de Sousa estão sendo caçados pela polícia, porém, ainda não foram localizados. Eles são considerados elementos perigosos.

Quem tiver qualquer informação pode ligar para o Ciop, através do telefone 190. 
Compartilhar:

terça-feira, 28 de maio de 2013

Deputado Claudio Puty tem mandato cassado pelo TRE

O deputado federal Carlos Puty (PT), teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE/PA), durante sessão de julgamento realizada na manhã desta terça-feira (28), em Belém (PA). 

Por 4 votos a 1, os desembargadores do TRE decidiram pela cassação do mandato de Puty. Cabe recurso à decisão do colegiado paraense junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os advogados do deputado petista já estão agindo neste sentido para conseguir uma liminar com efeito suspensivo. 

O ex-deputado estadual Carlos Martins, irmão da ex-prefeita Maria do Carmo, é o suplente de Puty e virtual candidato à vaga na Câmara Federal.

Entenda o caso
O processo contra o deputado Cláudio Puty tramitava em caráter sigiloso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na ação, o Ministério Público Eleitoral (MPE) – por intermédio dos procuradores Alan Mansur e Daniel Azeredo Avelino – pediu a condenação do parlamentar, além de pagar multa. A acusação contra Puty: compra de votos e conduta vedada a agente público. 

Além de Puty, respondem ao processo o ex-secretário estadual de Meio Ambiente, Aníbal Picanço, e o ex-secretário-adjunto também da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Cláudio Cunha.

O caso foi parar na Justiça Eleitoral porque na área criminal já existe um outro processo em andamento na Justiça Federal que apura crimes de corrupção ativa e passiva, fraudes, falsificação de documentos públicos, tráfico de influência, estelionato e formação de quadrilha – onde também figuram Puty, Picanço e Cunha, juntamente com servidores da Sema, intermediários que atuavam no órgão para liberação de planos de manejo em troca de propina, e políticos que se beneficiavam do esquema para auferir vantagens eleitorais.
Compartilhar:

Primeiro aniversário de Santarém sob a gestão tucana

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Santarém (PA), informou nesta terça-feira (28), que, durante uma reunião realizada ontem (27), na sala de reuniões da PMS, com a presença do prefeito Alexandre Von, vice-prefeita Maria José Maia, secretários e coordenadores municipais, foi definido o calendário de eventos e inaugurações que marcarão o aniversário de 352 anos de fundação de Santarém.

O calendário com a programação completa ainda não foi divulgada, mas a programação oficial começa no próximo sábado (1/6), na orla, com o lançamento do programa Vidativa da Secretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer (SEMJEL). 

Segundo a assessoria da PMS, a programação se intensificará na semana do aniversário – de 17/06 (segunda-feira) ao dia 23/06 (domingo) – e incluirá a entrega de novas escolas, inauguração de microssistemas de abastecimento de água e Centros de Saúde. 

Haverá, também, a abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o lançamento da pedra fundamental e expedição da ordem de serviço para construção do Hospital Materno Infantil.

Eventos culturais, esportivos e de lazer serão realizados durante todo o mês de junho.

Com informações da PMS
Compartilhar:

Crime da Mala: Em Manaus, corpos são esquartejados e jogados no rio dentro de malas

Virou moda em Manaus (AM), os bandidos executarem suas vítimas, esquartejá-las e jogar as partes dos corpos em malas dentro do rio Negro. Desde ontem (27), que a polícia amazonense tenta decifrar crimes desta natureza.

A forma brutal deste tipo de crime foi usada na execução do maior traficante de drogas da capital Baré, Frank Oliveira da Silva, o 'Frankzinho do 40'. 

Na manhã desta terça-feira (28), uma mala com um corpo sem cabeça foi encontrada por ribeirinhos. A mala, que estava entreaberta com forte odor, foi localizada nas proximidades da marina do Davi, Zona Oeste da capital.


Segundo informações de policiais militares da 19ª Companhia Interativa de Polícia (Cicom), por volta das 6h, o Disk denúncia 181, recebeu a informação de que havia uma mala com as mesmas características da encontrada ontem, boiando no rio.

Ainda segundo a Polícia Militar, o objeto teria sido encontrado por uma garoto que contou à mãe que encontrou uma mala parecida com a que tinha sido encontrada com a cabeça do traficante conhecido como ‘Frankzinho do 40’.

De acordo com a Polícia Civil, a mala foi encontrada com pedras em seu interior, com intuito de camuflar o crime. A equipe do Corpo de Bombeiros também está no local para realizar os devidos procedimentos.
O corpo será examinado por peritos do Instituto Médico Legal (IML). O delegado Samir Freire, da Delegacia Especializada de Homicídios e Seqüestros (DEHS), informou que a polícia já segue uma linha de investigação sobre o caso, que ainda não pode ser revelada. (Em Tempo).
Compartilhar:

Penitenciária de Cucurunã é uma fábrica de bandidos

O cidadão Mário Gomes, presidente do Centro Comunitário do Bairro São José Operário, procurou o blog Quarto Poder para denunciar a situação caótica nas dependências do Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’. Segundo ele, o presídio de Cucurunã é uma fábrica de bandidos, pois aquela casa penal não segue seus princípios quando se propõe recuperar os presos e reinseri-los à sociedade. A maioria dos detentos sai de lá mais perigoso de quando entrou para cumprir sua pena pelo crime que cometeu.

Mário faz afirmação com base no que acompanha toda vez que visita a penitenciária, todos os finais de semana. Ele tem um parente cumprindo pena no CRASHM e conhece bem a realidade dos apenados. Para ele, o Estado é o principal responsável pelo caos que se estabeleceu nos presídios paraenses, sobretudo, na penitenciária de Cucurunã. Mário faz graves acusações com relação ao tráfico de drogas dentro do presídio. De acordo com ele, a facilidade com que os presos conseguem o entorpecente impressiona a família dos detentos.

Ele contou que toda vez que vai visitar o seu parente presencia o comércio e consumo de drogas em praticamente todos os pavilhões. Além disso, Mário denunciou que muitos são obrigados a se viciar e quem se nega, é agredido pelos chefes do tráfico. O próprio Mário já comunicou à direção do presídio, porém, nada foi feito para acabar com essa prática criminosa dentro daquela casa penal. O cidadão também formulou denúncia à Ordem dos Advogados do Brasil e Ministério Público. Todos, portanto, são conhecedores desses fatos que ocorrem no interior do centro de recuperação.

Ele também denunciou que existem casos de presos que são vítimas de extorsão pelo companheiro de cela. “Além de dinheiro, os presos mais perigosos tomam tudo do preso, inclusive materiais de higiene pessoal. Tudo vira moeda de troca dentro da cadeia”, contou.

Mário faz outra denúncia. Desta vez contra parentes de presos que, segundo ele, facilita a entrada de drogas, celulares, chips e dinheiro. “Não são todos, mas a maioria dos familiares contribui com essa prática delituosa. Tem pessoa que leva droga dentro do tubo de pasta (creme dental). Os agentes prisionais têm conhecimento dos métodos usados pelos traficantes para entrar com droga na cadeia, mas ninguém faz nada para impedir o tráfico no presídio Silvio Hall de Moura”.
Compartilhar:

Estudo prevê nova crise aérea no Brasil em 7 anos

O Brasil passará por um segundo gargalo aéreo na década de 2020, após a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Hoje, os problemas se concentram nos terminais de embarque. Dez dos principais aeroportos brasileiros têm essa estrutura saturada.

Mas mesmo que esse nó seja desatado, o país terá de lidar em seguida com a saturação nas pistas e no tráfego de aviões sobre os aeroportos.

Hoje, já há uma pista sobrecarregada: a do aeroporto de Congonhas. Um novo estudo da FGV aponta que isso vai se alastrar. A pista de Viracopos deve chegar ao seu limite até 2020. A partir daí, a situação se complica: até 2030, mais uma dezena de aeroportos nas principais capitais vão precisar de investimentos em suas pistas.

Isso porque o atual "caos aéreo" brasileiro não é exatamente aéreo, mas terrestre, no embarque. Já o número médio de pousos e decolagens por hora em si é baixo: 38, ante uma média global de 88.

Com o tempo, a tendência é que o número brasileiro se aproxime do internacional.

Em 2002, o Brasil realizou apenas 36 milhões de embarques. Em 2012, já eram 101 milhões, mas para os especialistas esse número ainda é pequeno para um país de 200 milhões de habitantes.

Os EUA, com população de 300 milhões, realizam 650 milhões de embarques ao ano. A FGV estima que o Brasil terá 195 milhões de passageiros em 2020 e 312 milhões em 2030.

Nesse cenário, serão necessários investimentos de cerca de R$ 30 bilhões até 2030 para adequar os aeroportos.

A maior parte desse valor, entre R$ 10,7 bilhões e R$ 14,2 bilhões, terá de ser desembolsada entre 2020 e 2030.

Para Gesner Oliveira, coordenador do estudo, a solução para eliminar esses gargalos é expandir o investimento privado no setor. Nesse sentido, as primeiras concessões, realizadas pelo governo federal em fevereiro de 2012 (Guarulhos, Viracopos e Brasília), devem trazer investimentos de cerca de R$ 16 bilhões.

Para Oliveira, evitar um segundo apagão aéreo após os grandes eventos esportivos dependerá da agilidade nas novas concessões. "Além disso, se só um grupo controlar os principais aeroportos, não haverá concorrência nem melhor qualidade do serviço".

Em evento na Fiesp no começo do mês, o presidente da Agência Nacional de Aviação Civil, Marcelo Guaranys, disse que os estudos prévios para os editais dos aeroportos de Galeão (RJ) e Confins (MG) estão em fase de conclusão. (FSP)
Compartilhar:

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Defesa Civil alerta para fenômeno das terras caídas

Um estudo realizado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) apontou a área ribeirinha de Fátima de Urucurituba como imprópria para ocupação permanente. A comunidade sofre com o fenômeno das terras caídas. De acordo com o estudo, nos dois últimos anos, a situação agravou-se, resultando em perdas materiais significativas para os moradores do local, como a destruição da escola local e algumas moradias. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil informou que está monitorando a situação dos moradores.

De acordo com o estudo, a área constitui uma barra lateral – ou dique – que separa o rio Amazonas do Lago Pacoval, próximo à confluência com o rio Tapajós. O local é via de passagem de embarcações de grande porte que geram turbulência das águas e ondas irregulares, denominadas “banzeiros”.

“A barra que separa o rio da lagoa é formada predominantemente por areia fina e lama (silte e argila) depositadas durante os períodos de cheia. Durante a vazante, principalmente entre setembro e novembro, estes depósitos de areia e lama saturados de água escorregam à medida que o nível d’água vai baixando e geram movimentos de massa subaquosos seguidos de ondas com grande energia e poder de destruição. O fenômeno é acelerado pela ação do banzeiro gerado, principalmente, pela passagem de grandes embarcações. Trincas ou fraturas no solo são os primeiros indícios de movimentação das terras caídas que progridem para degraus de “abatimento” e a consequente redução de área de terra exposta e ocupável temporiamente” explica o relatório.

O estudo aponta algumas sugestões de intervenções como: regulamentação da ocupação das áreas de várzea – por exemplo, permitir somente casas sobre estacas ou pilares. Antes é primordial a realização de estudos hidrológicos e geotécnicos. Outra solução apontada é a construção de moradias mais afastadas das margens, principalmente dos locais onde ocorrem, no solo, trincas de tração.

Apoio - O coordenador Darlison Maia informou que busca apoio da Defesa Civil Estadual e do governo federal para remover os comunitários. Segundo Darlison, as áreas de várzea hoje estão sob a gerência do INCRA, consideradas assentamentos coletivos.

“Infelizmente o município não tem gerência sobre essas áreas. Estamos buscando ajuda do governo do estado e do governo federal e oferecendo alternativas para as famílias”, pondera o coordenador. (PMS)
Compartilhar:

Ufopa recebe oficinas do Plano de Mineração do Pará

A Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração do Pará (SEICOM) e a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), através da Pró-reitoria de Comunidade, Cultura e Extensão (PROCCE), realizarão nos dias 28 e 29 de maio de 2013 a 10ª e a 11ª Oficinas do Plano de Mineração do Estado do Pará. O evento, que visa a subsidiar a elaboração do Plano 2013-2030, será realizado em Santarém, no Auditório do Campus Tapajós, com a presença de representantes do setor mineral de todo o estado.

A 10ª oficina, no dia 28, trará como tema “Levantamento e Pesquisas para a Descoberta de Depósitos Minerais e Ampliação do Conhecimento Geológico do Estado do Pará”. Já no dia 29, a 11ª oficina abordará “Agregados Minerais para a Construção Civil e Argila para a Cerâmica Vermelha”. A programação contará com palestras e atividades de grupos de trabalho nos horários da manhã e da tarde. Confira a programação completa em anexo.

As oficinas em Santarém representam a penúltima etapa de discussões que vêm sendo realizadas em diversos municípios desde 2012 e que servirão para identificar novas potencialidades, ampliar a produção mineral e agregar valor à cadeia produtiva paraense. Os resultados irão auxiliar na construção do Plano de Mineração do Estado do Pará para o período de 2013 a 2030, que deverá atender às demandas do setor, a partir da colaboração de cooperativas minerais, prefeituras, empresários e demais trabalhadores.

Fonte: Ufopa
Compartilhar:

Semsa investiga casos suspeitos de H1N1 em Santarém

Duas pessoas estão internadas no Pronto Socorro Municipal de Santarém com sintomas de gripe H1N1. A informação foi repassada à imprensa na manhã desta segunda-feira (27), pela diretora de enfermagem do PSM, Mirna Malcher, durante coletiva para esclarecer a morte de uma jovem de 15 anos.

A adolescente morreu no domingo (26), com suspeita da gripe H1N1. Exames mais detalhados feitos em Belém, no entanto, deverão esclarecer a causa da morte da paciente, que inicialmente foi tratada como se estivesse contaminada por hantavirose.

A hantavirose é uma doença letal, transmitida pelo contato com as fezes de ratos silvestres. A jovem era de Rurópolis e deu entrada no PMS com sintomas da doença, porém, apresentando sinais também de gripe H1N1 e dengue hemorrágica. 

Ela foi atendida pela médica infectologista Mariana Quiroga. 

A morte da adolescente por hantavirose, portanto, não foi confirmada, já que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aguarda o resultado do exame na amostra de sangue da vítima. Um laboratório de Belém deve encaminhar até o fim desta semana o resultado epidemiológico com a causa da morte da jovem. 

Sobre os casos H1N1 registrados em Santarém, a Semsa informou que quatro pessoas estão com suspeitas de possuírem o vírus da doença no município, sendo que duas mulheres estão internadas no PSM. Uma delas está no centro de reanimação, enquanto que a segunda encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva. 
Compartilhar:

Hoje é o último dia para se inscrever no Enem

Termina às 23h59 de hoje (27) o prazo para as inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados em fazer a prova devem se inscrever pela internet no endereço http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem. Para aqueles que se inscreveram e ainda não fizeram o pagamento da taxa, o prazo para quitação termina na quarta-feira (29). A inscrição só será confirmada após esse procedimento.

Para fazer a inscrição, o candidato deve ter em mãos os números do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e do documento de identidade. Será cobrada uma taxa de R$ 35. Estudantes que concluírem o ensino médio em escolas públicas no ano de 2013 e participantes com renda mensal per capita de até 1,5 salário mínimo estão isentos da taxa de inscrição. Aqueles que solicitarem a isenção deverão dispor dos documentos que comprovem a renda. No caso de isenção, a confirmação da inscrição ocorrerá após comprovados os dados fornecidos.

O participante que precisa de atendimento diferenciado ou específico deverá informar a necessidade no ato da inscrição. O atendimento diferenciado é prestado a pessoas com deficiência visual, auditiva, física e mental, dislexia, déficit de atenção, autismo. O atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e aos sabatistas que, por motivo religioso, não podem ter atividades aos sábados, no período diurno.

Ao finalizar a inscrição, o participante deve verificar se ela foi concluída com sucesso e guardar o número e a senha. É com essas informações que o candidato poderá acompanhar todo o processo, além de consultar e imprimir o cartão de confirmação. Caso esqueça ou perca a senha, o candidato poderá recuperá-la pelo endereço http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem. Alterações nos dados cadastrais, na cidade de provas e na opção de língua estrangeira são permitidas apenas até o fim do período de inscrição.

Após a confirmação da inscrição – com o pagamento ou comprovação das informações que permitem a isenção –, o participante receberá em casa o cartão de confirmação de inscrição, que terá um número, assim como a data, hora, o local de prova, a opção de língua estrangeira e outras informações específicas.

O exame será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro em todos os estados e no Distrito Federal. O Enem tem uma redação e quatro provas objetivas. Cada uma contém 45 questões de múltipla escolha. No primeiro dia, os inscritos farão provas de ciências humanas e da natureza, com duração de quatro horas e 30 minutos. No segundo dia, as provas aplicadas serão de linguagens e códigos, matemática e redação, com duração de cinco horas e 30 minutos.

Os estudantes maiores de 18 anos que ainda não obtiveram a certificação do ensino médio podem fazê-lo por meio do Enem. Eles devem pedir, na inscrição, que o resultado do exame seja usado para a certificação. Também devem indicar uma das instituições certificadoras que constam no edital do exame.

O Enem é voltado para aqueles que já concluíram ou vão concluir o ensino médio até o fim de 2013, mas pode ser feito também quem quer apenas treinar para a prova. O resultado no exame é usado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior. Além disso, uma boa avaliação no Enem é também requisito para participação do estudante nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras e para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: Agência Brasil
Compartilhar:

Índios voltam a invadir canteiro de obras em Belo Monte

Os índios da etnia Munduruku voltaram a invadir o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, sudoeste paraense, por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (27).
A manifestação reúne mais de 100 índios no local. Os índios disseram que só vão sair da área assim que um representante do governo federal negociar com eles. 

Os Munduruku reivindicam que o governo regulamente o mecanismo de consulta prévia sobre as obras que interfiram em terras indígenas e que os estudos nas hidrelétricas nos rios Xingu, Tapajós e Teles Pires sejam paralisadas. (ORM)
Compartilhar:

Avião com militares brasileiros sofre acidente no Haiti

O Boeing 707 que levava mais de cem militares brasileiros, integrantes da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), sofreu ontem (26) um acidente ao decolar no Aeroporto Internacional Toussaint Louverture, em Porto Príncipe, capital haitiana. Não houve vítimas, segundo informações de brasileiros que acompanharam o caso. Atualmente, a Minustah é comandada pelo Brasil.
A aeronave que sofreu o acidente serviu aos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. O avião não é mais utilizado pela Presidência da República.

As informações preliminares são que na decolagem, uma das turbinas do avião explodiu. O piloto conseguiu manobrar e evitar um acidente mais grave. Mas, ao retornar à pista, o trem de pouso do avião quebrou. A área na qual fica o aeroporto da capital haitiana é densamente povoada.

Fonte: Agência Brasil
Compartilhar:

domingo, 26 de maio de 2013

Suspeita de morte por gripe H1N1no PMS em Santarém

Uma jovem de 15 anos, natural do município de Rurópolis (PA), teria morrido no pronto socorro municipal de Santarém, na região oeste do Pará, neste domingo (26), com suspeita de vírus H1N1. A direção do hospital ainda não se manifestou sobre a causa da morte da paciente, porém, a família relatou que ela foi vítima da gripe.

Por medidas de segurança, enfermeiros e médicos estão usando máscaras e uma funcionária foi isolada por suspeita de contaminação pelo vírus. 

Compartilhar:

Banco da Amazônia homenageia profissionais da imprensa em Santarém

Será na tarde desta segunda-feira (27), às 16 horas, no auditório "Pérola do Tapajós", da Superintendência do Banco da Amazônia, a grande homenagem aos profissionais destaque da Imprensa 2013, pela passagem do Dia Nacional da Imprensa.

O evento é uma parceria do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e televisão de Santarém, mais conhecido como Sindicato dos Radialistas, em reconhecimento pelos serviços prestados por estes profissionais a sociedade santarena, através da radiodifusão, televisão e jornal escrito.

No evento serão entregues as premiações a todos os homenageados e será servido um coquetel para os convidados.
Compartilhar:

sábado, 25 de maio de 2013

Botos vão receber R$ 40 mil da Prefeitura de Santarém

A Secretaria de Cultura (SEMC), fará o repasse do recurso financeiro, no valor de R$ 40 mil, à comissão organizadora/coordenadora do Sairé 2013. Será na próxima segunda-feira (27), a partir das 11 horas. 

O montante será dividido, em partes iguais, aos botos Cor de Rosa e Tucuxi. O repasse será realizado nas dependências da SEMC, na rua do Imperador, 640 – esquina com São Cristo, na Prainha. 

De acordo com o secretário Nato Aguiar, os recursos serão repassados em forma de subvenções sociais, para fazer parte às despesas diversas que serão empreendidas na pré-produção e preparação do CD dos Botos do Festival 2013, na vila balneária de Alter-do-chão. Este ano, por decisão da coordenação, o Sairé será realizado de 19 a 23 de setembro. (PMS)
Compartilhar:

Nota da Alcoa sobre audiência pública em Juruti

A Alcoa recebeu com surpresa a carta-convite para participar de reunião pública convocada por representantes do movimento intitulado Acorda Juruti, visto que a Companhia sempre esteve aberta ao diálogo direto com a comunidade Jurutiense e participa regularmente do Conselho Juruti Sustentável (Conjus) – fórum público legitimamente constituído para a discussão de propostas e encaminhamentos concretos para a resolução de questões sociais, econômicas e ambientais do município.

A Alcoa Mina de Bauxita de Juruti foi implantada e opera em total acordo com as exigências legais e cumpre rigorosamente os compromissos voluntários assumidos desde as audiências públicas na etapa de licenciamento do empreendimento. Diante disso, a Companhia reitera que as afirmações contidas na carta não refletem o que de fato ocorre e ocorreu nos anos de atuação desta empresa em Juruti.

Desde o período de implantação do projeto, a Alcoa faz voluntariamente pela região muito mais do que a lei determina, sempre movida pelo respeito às comunidades onde atua e pela crença na coexistência harmoniosa entre a mineração, o meio ambiente e própria comunidade. Alguns exemplos destas ações são:

· Recolhimento de R$ 427 milhões em tributos, impostos e compensações nas esferas municipal, estadual e federal entre os anos de 2006 e primeiro trimestre de 2013;

· Somente ao município de Juruti foram destinados R$ 167 milhões deste total;

· A empresa pagou até o presente momento R$ 18 milhões a título de participação no resultado da lavra aos superficiários das áreas mineradas, por intermédio da Associação das Comunidades da Região de Juruti Velho (Acorjuve), por meio de repasses mensais que continuarão a ser feitos a esta entidade;

· A empresa implementou, em conjunto com a Prefeitura e Câmara Municipal, a Agenda Positiva, que é um conjunto de ações voluntárias para o desenvolvimento do município. Das 54 obras acordadas, 46 já foram entregues, duas estão em andamento e seis serão iniciadas. Até o momento a empresa investiu R$ 69 milhões nesta iniciativa.

É importante qualificar adequadamente o que é responsabilidade da Alcoa e o que é o papel de outros atores da sociedade. Face ao volume extraordinário de recursos financeiros e de iniciativas sociais e ambientais que foram destinados a Juruti por meio de órgãos públicos e associações de natureza civil desde antes da implantação do projeto, entendemos que a questão que se coloca à sociedade jurutiense é a discussão da sustentabilidade do município, englobando a gestão e as políticas públicas, bem como a aplicação dos recursos destinados pela Alcoa às associações de natureza civil.



Desde que a Alcoa iniciou a implantação da Mina de Bauxita de Juruti, a indústria mundial do alumínio se transformou estruturalmente. Existe excesso de produção de alumínio, o que consequentemente tende a reduzir a demanda para a bauxita de Juruti. Independente deste cenário e dos resultados negativos da operação, a Alcoa honrou com todos os compromissos, legais e voluntários, assumidos com a comunidade de Juruti.

Frente ao exposto e por entender que o município já dispõe de um mecanismo legítimo para discussão das questões de sustentabilidade de Juruti, o Conjus, a Alcoa informa que não comparecerá ao evento citado e continuará a participar ativamente do Conselho, que terá sua próxima reunião no mês de junho. Nesta ocasião a Alcoa estará, como sempre esteve, à disposição da comunidade jurutiense para refletir sobre as ações específicas do Poder Público e das instituições da sociedade civil que contribuirão a curto e médio prazos para assegurar a sustentabilidade do município e, ao mesmo tempo, a competitividade e a continuidade das operações da Mina de Bauxita de Juruti.

Por fim, a Alcoa repudia a afirmação de que a empresa “domina os meios de comunicação para impedir qualquer divulgação negativa”. Ao contrário a empresa respeita e incentiva a liberdade de imprensa, por entender que este é um meio democrático para que a sociedade tome ciência da realidade.

Anexamos a carta enviada às lideranças deste movimento, com mais detalhes sobre a atuação da empresa no município.

Fonte: Alcoa/Temple Comunicação
Compartilhar:

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Edson Filho reage à fisioterapia em São Paulo

Boa notícia para familiares e amigos do médico neuropsiquiatra Edson Ferreira Filho. Em tratamento no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, ele reagiu bem à fisioterapia, iniciada no mesmo dia em que ele chegou à capital paulista, na última terça-feira (21). 

Segundo informações, hoje (24), o médico começou a sentir estímulos e conseguiu sentar. 

A família agradece as orações e apoio de todos durante esses dias de aflição. 

Dr. Edson foi baleado no último dia 9, por um homem armado, enquanto exercia atividade médica no Hospital Regional de Santarém, onde foi atendido e submetido a todos os procedimentos cirúrgicos.
Compartilhar:

TSE permite que ficha-suja eleja parente em seu lugar

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu ontem que o ex-prefeito de Paulínia (SP) Edson Moura (PMDB) agiu dentro da lei ao manobrar para eleger em seu lugar Edson Moura Júnior (PMDB), seu filho, na eleição de 2012.

Na prática a decisão do TSE cria jurisprudência e abre brecha para que políticos com a ficha suja coloquem parentes na última hora como candidatos. Essa fórmula foi revelada pela Folha em 13 de fevereiro último.

De acordo com dados apurados pela Folha, em pelo menos 33 cidades candidatos que corriam o risco de ser barrados pela Lei da Ficha Limpa em 2012 desistiram em cima da hora e elegeram filhos, mulheres e outros familiares.

Em alguns casos, os nomes e fotografias dos fichas-sujas continuaram sendo exibidos nas urnas eletrônicas, mas os votos foram computados para as pessoas que os substituíram como candidatos.

A situação em Paulínia se repetiu em outras cidades. Edson Moura foi condenado duas vezes pelo Tribunal de Justiça de São Paulo por improbidade administrativa. Mesmo assim, conseguiu disputar a eleição por força de uma liminar a seu favor.

Ele fez campanha até a véspera da eleição. Renunciou às 18h11 de 6 de outubro de 2012, a pouco mais de 12 horas da abertura das urnas. Na véspera do pleito, o PMDB registrou como candidato o filho de Moura, Edson Moura Júnior, que venceu a disputa.

O sistema de urnas eletrônicas e a Lei Eleitoral no Brasil impedem que os dados do candidato sejam substituídos após uma determinada data. Nesse caso, as urnas mostram no dia da eleição o número, o nome e a foto de um candidato que renunciou. Os eleitores votam nesse político, mas elegem outro que foi colocado no lugar pelo partido.

O segundo colocado em Paulínia, José Pavan Junior (PSB), recorreu: argumentou que Edson Moura sabia que não podia concorrer por causa da Lei da Ficha Limpa. A Justiça Eleitoral de São Paulo deu posse a Pavan.

Agora, com a decisão do TSE, Pavan deverá perder a cadeira. Assumirá a prefeitura Edson Moura Júnior, filho do pai que era ficha suja e fez toda a campanha em 2012. Essa hipótese só não ocorrerá se Pavan tiver sucesso em um eventual recurso ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Votaram a favor da brecha legal para políticos com a ficha suja os ministros Nancy Andrighi, Marco Aurélio Mello, Laurita Vaz, José Antônio Dias Toffoli e Cármen Lúcia. Votou contra a ministra Luciana Lóssio. Henrique Neves declarou-se impedido e não participou desse julgamento.

O argumento dos ministros do TSE para permitir a manobra é que a Lei Eleitoral autoriza a troca de candidatos. Um político pode desistir ou morrer e o partido tem direito de escolher o substituto.

Dias Toffoli fez uma ressalva: disse que Moura Júnior teve pouca participação no processo eleitoral --menos de um dia. "Seja quem for o substituto, não foi submetido ao crivo do debate público. Entendo que esta é a última eleição que o tribunal pode aceitar esse tipo de interpretação da lei", afirmou. (FSP)
Compartilhar:

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Indústria premia profissionais de comunicação no Pará

Reconhecimento e estímulo aos jornalistas que atuam na imprensa paraense. É o que promove o 1º Prêmio Sistema Fiepa de Jornalismo, cujos detalhes e regulamento serão apresentados hoje (23 de maio), durante a XI FIPA – Feira da Indústria do Pará, no Hangar. Lançada em abril, no dia do jornalista, a premiação é a maior do jornalismo na Amazônia.

“O prêmio promove a interação entre setores de grande visibilidade e relevância para a sociedade paraense: setor produtivo e imprensa. Tão relevantes que, caminhando juntos, podem ajudar a construir um Pará mais forte e sustentável”, ratifica José Conrado Santos, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa).

A iniciativa é desenvolvida e coordenada pela Temple Comunicação, agência do Sistema Fiepa. “O que buscamos é incentivar o aprofundamento da cobertura de temas de relevância para toda a sociedade. Inserir no dia a dia das redações do Pará um novo olhar para as questões econômicas que afetem a indústria”, afirma Cleide Pinheiro, sócia-diretora da Temple. Para mobilizar a participação dos comunicadores serão realizadas várias ações ao longo do ano, como campanhas de voto, visitas às redações e encontros para retiradas de dúvidas e troca de informações.

A fim de contemplar trajetórias profissionais e produções de sucesso, o prêmio será dividido em três modalidades distintas. 

Primeiro, o mercado de comunicação (jornalistas, assessores de imprensa, publicitários e a academia) escolherão 13 comunicadores de destaque ao longo do ano por meio de votação online, no site www.premiosistemafiepa.com.br, que estará acessível a partir do dia 24 de maio. As indicações serão feitas pelos veículos. Todo o processo de votação será acompanhado pelo escritório de advocacia Silveira, Athias, Soriano de Mello, Guimarães, Pinheiro & Scaff Advogados.

Além deles, também serão reconhecidas, por meio do Prêmio Especial “Jornalista Raimundo Pinto”, as melhores reportagens que abordem temas da indústria paraense nos meios de impresso jornal/revista; televisão, rádio e web. Raimundo Pinto foi grande aliado na cobertura de pautas econômicas e na divulgação dos temas de maior interesse do estado. A premiação será uma homenagem à sua memória. Poderão participar da disputa quaisquer trabalhos publicados em meios de comunicação do estado entre 1° de agosto de 2012 a 1° de agosto de 2013.

Por fim, o Prêmio Sistema Fiepa de Jornalismo terá ainda uma categoria especial para homenagear a Personalidade de Comunicação do ano. A diretoria da Fiepa dará uma comenda de honra ao mérito para o profissional atuante na área de comunicação que mostrar um trabalho formado por três vértices: qualidade, relevância e ética profissional.

Os vencedores vão receber, além do certificado, um troféu em reconhecimento ao conjunto de seus trabalhos em 2013. Já as equipes vencedoras das categorias Prêmio Jornalista Raimundo Pinto “Melhor Reportagem” recebem R$ 40 mil em prêmios.


A premiação ocorrerá no dia 05 de dezembro, no Hangar, e deve contar com o mesmo público que, há sete anos, participa da Confraternização do Sistema Fiepa com a imprensa. O evento, que estará ainda maior, reafirma anualmente a importância de uma relação transparente entre a imprensa e o Sistema Fiepa formado pelo Sesi, Senai, IEL e os 40 sindicatos de diversas atividades industriais do Pará.

Compartilhar:

Acusado por morte de Dorothy Stang irá a novo julgamento

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) anular a condenação a 30 anos de prisão de Vitalmiro Bastos de Moura por envolvimento na morte de Dorothy Stang, o fazendeiro, c
onhecido 'Bida', irá a novo julgamento no próximo dia 19 de setembro.

A sessão será presidida pelo juiz Raimundo Moisés Alves Flexa, titular do 2º Tribunal do Júri da Capital, em Belém. O réu é acusado de ser o mandante do assassinato da missionária, de 74 anos, ocorrido em 2005, na região de Anapú, no oeste do Pará.

A sessão deverá iniciar a partir de 8h com a leitura do pregão para checagem de testemunhas que prestarão depoimentos, na presença dos representantes da Promotoria de Justiça e defesa do acusado. Vitalmiro Moura está preso cumprindo sentença condenatória em uma penitenciária da Região Metropolitana de Belém.

Quarto julgamento
Este é o quarto julgamento que o fazendeiro é submetido. O primeiro realizado em 15 de maio de 2007, quando foi Vitalmiro Moura foi condenado a 29 anos de reclusão em regime semiaberto. A defesa do réu apelou da sentença condenatória, tendo em vista que à época a lei previa protesto por novo júri para sentença condenatória acima de 20 anos. Novamente, o réu foi julgado em 6 de maio de 2008 e os jurados absolveram o fazendeiro por negativa de autoria.

A promotoria de justiça apelou da decisão e júri foi anulado em razão dos jurados votarem contrário às provas dos autos. No terceiro júri do fazendeiro, em 12 de abril de 2010, Vitalmiro Moura foi condenado a 30 anos, por conta do agravante da vítima ser maior de 60 anos.

Mais uma vez, a defesa recorreu e conseguiu em Brasília anular a condenação. A decisão foi da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), no último dia 14, no entanto, foi mantida a prisão do fazendeiro. O argumento da defesa para pedir a anulação foi de que o defensor público designado para fazer a defesa do réu não teve tempo suficiente para defender adequadamente o réu.

Entenda o caso
A norte-americana Dorothy Stang foi morta a tiros em 12 de fevereiro de 2005, no município de Anapu, no sudoeste paraense. Segundo a Promotoria, ela foi assassinada porque defendia a implantação de assentamentos para trabalhadores rurais em terras públicas que eram reivindicadas por fazendeiros e madeireiros da região.

A acusação sustentou a tese de que Regivaldo foi um dos mandantes do crime, ao lado de Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, condenado, em abril de 2010, a 30 anos de prisão. Regivaldo era dono da fazenda onde Dorothy Stang foi assassinada, mas vendeu a propriedade a Bida antes do crime. O promotor afirmou que os dois mantinham uma parceria na época do crime. (G1)
Compartilhar:

Presidente da CCJ esclarece demora na apreciação de projetos

O vereador Silvio Neto (PSD), esclareceu nesta quarta-feira (22), o motivo pelo qual a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara de Santarém, ainda não encaminhou à mesa diretora, um projeto de autoria do vereador Francisco Sousa (PSDB). 

Segundo o presidente da comissão, todos os projetos encaminhados para 2º Comissão estão em processo de análise, inclusive o projeto do vereador Chiquinho onde trata da redução nas tabelas de ônibus para meia passagem. 

Segundo Neto, o projeto está sendo analisado com maior cuidado por conta deste período onde se discute com os donos de empresas de ônibus sobre aumento nas passagens. 

O parlamentar ressaltou que o objetivo da comissão é a transparência dos fatos, onde jamais vai omitir qualquer projeto encaminhado para análise.
Silvio Neto acredita ainda que realmente todos os estudantes, sejam eles de cursinho ou mesmo de curso técnico, devem ser amparados por lei para terem o direito à meia passagem. 

O presidente da CCJ esclarece ainda que o projeto também será encaminhado para as comissões de Educação e Transporte, a fim de fortalecer sua aprovação. Pediu ao vereador Chiquinho paciência durante as avaliações que são necessárias e que ainda permanecem dentro dos prazos determinados.
Compartilhar:

Banco da Amazônia abre concurso para técnico bancário

O Banco da Amazônia S.A. abriu concurso público para formação de cadastro de reserva para o cargo de técnico bancário. O salário é de R$ 1.520. A jornada de trabalho é de 6 horas diárias, totalizando 30 horas semanais. O concurso abrange os estados de Amazonas, Roraima, Para, Amapá, Acre, Rondônia, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso e São Paulo, além do Distrito Federal.

No site da Fundação Cesgranrio. é possível ver o edital (acesse o edital).

O candidato deve ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio. Não ficará configurada a conclusão do curso de nível médio se o candidato estiver cumprindo período de recuperação ou dependência na época da admissão.

O candidato aprovado terá classificação por polo, de acordo com a sua opção no ato da inscrição e por uma lista de classificação geral, e será convocado em função das necessidades do banco.

A seleção será constituída de avaliação da qualificação técnica dos candidatos, representada por habilidades e conhecimentos aferidos por meio da aplicação de provas objetivas, sendo as provas de conhecimentos básicos de caráter eliminatório e para eventuais desempates e as provas de conhecimentos específicos de caracteres eliminatório e classificatório.

Os candidatos que constam em cadastro do concurso público, anteriormente realizado, terão prioridade na convocação na hipótese de surgirem vagas para o cargo, durante o prazo de validade do referido Concurso Público.

O técnico bancário é responsável por executar atividades relacionadas ao serviço bancário, tais como empréstimos, captação de recursos, atendimento ao público, redação de correspondências, lançamentos contábeis, conferência de documentos e de relatórios, controles estatísticos, participação em planos, em programas e em projetos e elaboração de estudos na respectiva área de atuação. desenvolver atividades de natureza técnica - administrativa voltada aos processos internos da organização.

Haverá programa de assistência médica; auxílio-alimentação no valor de R$ 840,04; auxílio-creche; possibilidade de exercício de função gratificada, a critério do Banco da Amazônia, com um acréscimo na remuneração inicial de R$ 1.059,87, referente ao adicional de função comissionada correspondente; programa de promoções; participações nos lucros ou nos resultados da empresa e possibilidade de participação em plano de previdência complementar.

A inscrição deverá ser efetuada somente via internet, no período de 23 de maio a 17 de junho no site www.cesgranrio.org.br. A taxa de inscrição é de R$ 45. Ao optar por um pólo (veja abaixo), o candidato estará automaticamente vinculado à cidade de provas.

O concurso terá provas objetivas de conhecimentos básicos, com 30 questões, e de conhecimentos específicos, com 30 questões, num total de 60 questões de múltipla escolha.

As provas objetivas terão duração de 3h30, com data prevista para o dia 14 de julho. As provas objetivas e a perícia médica dos candidatos que se declararem pessoas com deficiência serão realizadas nas seguintes cidades: Belém, Boa Vista, Brasília, Cuiabá, Macapá, Manaus, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Santarém/PA, São Luís e São Paulo.

Compartilhar:

Nélio Aguiar pede ida da sessão itinerante para Santarém‏

Com o objetivo de buscar em conjunto com representantes das entidades e órgãos locais, caminhos que reduzam as desigualdades sociais e às violações dos direitos humanos e da defesa do consumidor, além de aproximar o Legislativo do povo, principalmente das regiões mais distantes da capital, o deputado Nélio Aguiar (PMN) deu entrada nesta quarta-feira (22), a um requerimento, solicitando apoio dos pares da Assembleia legislativa do Estado do Pará (Alepa) para que o projeto de Interiorização do Poder Legislativo, denominado “Assembleia junto com o Povo”, se estenda ao Oeste do Pará, com sede no Município de Santarém. 

Ele argumenta que a sessão itinerante da Alepa em Santarém com as mesmas estruturas das sessões realizadas no Plenário “Newton Miranda”, reunirá a população, deputados estaduais, prefeitos municipais, vereadores, autoridades locais e órgãos públicos, discutirá assuntos locais importantes para o desenvolvimento da região. “Outro fator importante é buscar soluções para as demandas locais, como melhorias ao escoamento da produção agrícola, estradas e energia elétrica, reduzindo diferenças, integrando e mapeando os principais entraves ao desenvolvimento social e econômico da Região Oeste do Pará, com as mesmas estruturas”, defendeu o parlamentar.

Nélio Aguiar reforçou ainda que a sessão itinerante da Alepa no Município de Santarém é de suma importância para que os deputados estejamos mais próximos dos cidadãos, “pois, só assim poderemos conhecer melhor seus anseios e ouvir suas reivindicações, tornando-se oportunas, principalmente para aquela região”, disse.

Ajuda aos ribeirinhos - O deputado Nélio Aguiar (PMN) também fez pronunciamento na quarta-feira (22) na Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) solidarizando-se com a população que vive às margens dos rios no Oeste do Pará. “Estive visitando algumas comunidades dos rios Tapajós, Amazonas e Arapiuns no último final de semana e, pude observar de perto o sofrimento destas famílias, que perdem tudo, quando tem suas casas invadidas pelas águas. É necessário que o Governo tome uma atitude definitiva, pois ocorrem todos os anos os mesmos problemas na região”, disse.

O parlamentar defendeu ainda a criação de um auxílio federal, nos moldes do Bolsa Família para as vítimas das enchentes. “Além disso, o Governo Federal, através do Programa Minha Casa, Minha Vida poderia garantir a construção de moradias acima do nível máximo das águas para essas comunidades. O que não pode ocorrer é essas famílias, anos após anos, sofrerem com as enchentes sem o aceno de uma solução definitiva”, defendeu.

O Deputado Nélio Aguiar solicitou ainda a presença do Coronel Almeida, coordenador da Defesa Civil Estadual na região do Baixo-Amazonas, para ver de perto a situação do povo ribeirinho. Ele defendeu ainda uma parceria do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) com o governo do estado para o fornecimento de madeira para levantar as casas alagadas. 

Fonte: Assessoria parlamentar
Compartilhar:

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Projeto altera limites da reserva extrativista Renascer

O Deputado Lira Maia apresentou na Câmara dos deputados o Projeto de Lei nº 5399 de 2013 que exclui área da Reserva Extrativista Renascer, localizada no município de Prainha, no Estado do Pará.

Pela proposta apresentada, os limites da reserva serão alterados para excluir da área da reserva as comunidades de Mato Grosso, Terra Preta e Cipriano.

Segundo o deputado Lira Maia, as Reservas Extrativistas - nos termos da Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza – SNUC -, é uma Unidade de Conservação “utilizada por populações extrativistas tradicionais, cuja subsistência baseia-se no extrativismo e, complementarmente, na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte”.

Ocorre, porém, que o Governo Federal, ao delimitar a Resex Renascer, incluiu dentro dos seus limites produtores rurais que se dedicam, basicamente, à pecuária há mais de 70 anos naquelas localidades. Aqueles produtores rurais estão enfrentando sérias dificuldades para continuar se dedicando à criação de gado em suas propriedades bem com a agricultura, uma vez que esta atividade está proibida dentro de uma Reserva Extrativista o que tem impedido o desenvolvimento de suas atividades de forma legal além de estarem sendo cerceados de obter créditos rurais.

Compartilhar:

Vereador quer vistoria em ônibus escolares

O vereador Dayan Serique (MD) apresentou na última segunda-feira (20), na Câmara de Vereadores de Santarém, projeto de lei que obriga a realização de vistorias e manutenção preventiva semestral em veículos de transporte escolar. 

O objetivo é evitar acidentes ocasionados por falha mecânica e garantir a segurança dos estudantes do município. “Temos uma cultura de fazer apenas depois que a tragédia acontece. Não que isso possa acontecer, mas temos de agir de maneira preventiva. Tenho recebido informações de que alguns transportes escolares não recebem a devida manutenção. Então vamos garantir com essa lei a segurança de nossas crianças”, argumentou o vereador Dayan Serique. 

Segundo o projeto, os veículos destinados ao transporte coletivo de escolares registrados no em Santarém deverão ser submetidos as vistoria e manutenção preventiva semestral obrigatória. 

“As vistorias e manutenção preventiva compreenderão os equipamentos obrigatórios e os de segurança estabelecidos na legislação vigente”, diz o dispositivo legal. 

O artigo 136, II, do Código Nacional de Trânsito impõe a obrigatoriedade de inspeção semestral para a verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança dos veículos destinados à condução coletiva de escolares, sem sacrifício da população e dos condutores. “Por isso tal projeto se, mostra oportuno para segurança principalmente das crianças e adolescentes que se utilizam deste transporte, e para uma educação de qualidade se faz fundamental que estes veículos se encontrem em perfeitas condições de uso para que os alunos cheguem as escolas”, justificou o parlamentar. 

Caso o veículo não passe pela inspeção, dentre o prazo estipulado e ocorrida a sua reprovação, poderá ser novamente inspecionado, em até cinco dias úteis após o termino do período de vistoria determinado, mantendo-se o impedimento do transporte de escolares até o saneamento das irregularidades. 

Os locais responsáveis pela realização da vistoria e manutenção deverão adotar providências para o agendamento com hora marcada para celeridade do serviço.


Fonte: Assessoria parlamentar
Compartilhar:

Atividade turística cresce em Santarém

De acordo com pesquisas realizadas pelo Observatório do Turismo - Fonte: Inventários de Oferta Turística e Pesquisas de Demanda - nos últimos 07 anos, o desempenho da atividade vem crescendo em média 10% ao ano, sendo que de 2011 para 2012, o aumento foi de 12%.

É possível visualizar essa evolução segmentando a atividade, com base no mercado e na oferta turística no município de Santarém. Os setores que mais cresceram foram: Hotéis – 18% em Santarém - e 50% em Alter do Chão – pousadas - 60% em Alter do Chão - locadoras de veículos - 70% em Santarém - e empresas organizadoras de eventos com uma variação de 300% em Santarém.

No segundo patamar estão: Agências emissivas - 48% em Santarém - restaurantes (9% em Santarém). A involução ficou a cargo do número de companhias aéreas (- 43%) e agências de receptivo (- 11% em Santarém).

A pesquisa constatou que até a 1ª quinzena do mês de maio deste ano - incluindo o distrito de Alter do Chão – o município de Santarém possui um 30 empreendimentos hoteleiros e 27 pousadas, totalizando 1157 unidades habitacionais e 2039 leitos. (PMS)
Compartilhar:

DESTAQUE:

MPF pede indenização por desmatamento de mais de mil hectares de floresta na região do Jamanxim

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação contra Joel de Assis por desmatar mais de mil hectares de floresta nativa no munic...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive