quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Dnit lança aplicativo que monitora rodovias federais

O motorista que rodar pelas estradas federais já pode comunicar, em tempo real, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os problemas encontrados nas rodovias – como buracos e quedas de barreira. Para isso, o órgão desenvolveu um aplicativo para smartphones e tablets que facilita o contato com os usuários: o DNIT Móvel. Sem a necessidade de dar um telefonema e nem ser atendido por um telemarketing, o programa envia o registro da ocorrência direto ao banco de dados do DNIT.

“A localização exata da ocorrência é marcada por GPS. Com isso, pode-se mapear os problemas da malha rodoviária federal, atualizando os dados sobre suas condições”, explica o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Adailton Cardoso Dias. O DNIT Móvel, com a ajuda dos usuários, permite que o reparo nas rodovias federais possa ser feito mais rápido, proporcionando, assim, mais segurança para os usuários.

Além disso, o aplicativo facilita o mapeamento das ocorrências mais constantes em determinada rodovia federal e possibilita o planejamento e a priorização dos trabalhos de manutenção e melhorias. “Isso dá mais eficiência ao uso dos recursos públicos e torna as estradas federais mais seguras”, completa o diretor.

Em pouco mais de um mês de lançamento mais de 10 mil usuários fizeram o download do aplicativo e já foram registradas duas mil ocorrências.


O aplicativo - Utilizar o DNIT Móvel é muito fácil. O primeiro passo é fazer o download gratuito do programa nas lojas do Google Play. Em breve também estará disponível na Apple Store. Com o aplicativo devidamente instalado, o motorista já pode pegar a estrada e caso observe algum problema na rodovia, basta estacionar o carro e iniciar o processo.

O programa permite que a ocorrência seja feita de forma anônima. Caso o motorista queira uma resposta do DNIT, é necessário que o usuário faça um pequeno cadastro. Após abrir o programa, aparecerá um mapa com a localização do GPS. Antes de iniciar o processo, uma mensagem de alerta aparecerá na tela: ‘Você é o condutor?’. Em seguida, o programa chama atenção para que o veículo esteja estacionado. ‘Você só poderá informar uma ocorrência se não estiver dirigindo’. “Não é recomendado o uso de celular enquanto se conduz o veículo”, lembra Adailton Cardoso Dias.

Após essa confirmação, a tela do aplicativo disponibiliza um menu(em formas de ícones ou listagem –, ainformação do GPS), a possibilidade de anexar fotos e os detalhamentos da ocorrência.Odetalhamento será avaliado pela ouvidoria. Caso não tenha o sinal de internet e nem de GPS, é necessário informar o Estado, o número da rodovia e o quilômetro. ODNIT Móvel guarda os dados e envia assim que a comunicação seja restabelecida.

Fonte: Ascom/Dnit
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Aumento no número de idosos reflete nos gastos com aposentadorias no Pará, diz especialista

A expectativa de vida de quem nasce no Pará passou de 71 , 9 anos em 2015 para 72,1, no ano passado. Os dados são do Instituto Brasileiro d...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive