Santarém - 356 anos

Santarém - 356 anos

..

..

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Adepará lança em Santarém Campanha Estadual de Vacinação contra a Febre Aftosa

O Governo do Estado do Pará, através da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), lança, no próximo dia 30 de abril, a Campanha Estadual de Vacinação contra a Febre Aftosa/Etapa Maio 2015. O lançamento será no município de Santarém (PA) com a presença de autoridades de governo, sindicatos rurais e produtores. A vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos do Estado será realizada entre 1º e 31 de maio, em todo o território paraense, com exceção do Arquipélago do Marajó e municípios de Faro e Terra Santa.

A Adepará é a responsável pela campanha, que tem importância estratégica para a balança comercial do Estado. Mais de 500 servidores estarão envolvidos e acompanharão o trabalho para garantir que todo o processo de vacinação atenda às metas da Agência, que é alcançar o mais alto índice vacinal.

Segundo o Diretor Geral da Adepará, Luciano Guedes, a comunidade internacional estabelece barreiras comerciais à carne oriunda de regiões onde ainda ocorrem a febre aftosa, o que causa prejuízos econômicos e sociais a muitos países produtores. “O Pará, detentor do quinto maior rebanho do Brasil, após ter conquistado o certificado internacional de área livre de febre aftosa, precisa se manter vigilante, com rigorosa fiscalização em toda a extensão do nosso território, para garantir que as portas do mercado internacional se mantenham abertas para a nossa atividade pecuária”, explicou.

A estimativa é que esta etapa da vacinação abranja, no mínimo, 108.102 propriedades cadastradas pela Adepara em 130 municípios paraenses, sendo que, destas, 2.500 terão a vacinação assistida pela agência. De acordo com o médico veterinário George Santos, da Gerência do Programa de Erradicação da Febre Aftosa da Adepará, o próprio produtor rural compra a vacina e faz a aplicação. “As vacinas podem ser adquiridas em qualquer revenda agropecuária cadastrada na Adepará e os preços variam de acordo com o laboratório da vacina, município e revenda agropecuária. O preço da dose é, em média, R$ 1,60”, disse.

Obrigatoriedade

É obrigatório verificar se as vacinas estão armazenadas na temperatura correta, entre 2º e 8º C. Para isso, a Adepará, por meio de seus médicos veterinários, técnicos em agropecuária e auxiliares de campos, realiza a fiscalização na revenda agropecuária no mínimo duas vezes na semana conforme estabelecido pelo Ministério da Agricultura.

O produtor tem até o dia 15 de junho, para notificar a Adepará da vacinação, devendo comparecer ao escritório da Agência onde sua propriedade é cadastrada, apresentando a nota fiscal de compra das vacinas, e declarando o rebanho conforme espécies, quantidades, sexo e idades.

Para se ter uma ideia das dimensões do rebanho paraense, e da abrangência das ações de defesa sanitária da Adepará, basta considerar que somente o município de São Félix do Xingú é detentor do maior rebanho bovídeo do Estado, tendo cadastrado 5.206 propriedades e 2.214.722 cabeças. “O trabalho da Adepará não se limita a fiscalização da vacinação. Após o término da campanha, inicia-se o processo de busca aos inadimplentes e a Agência fará buscas em todos os municípios, com autuação, multas e vacinações compulsória”, informa George Santos.

Marajó, Faro e Terra Santa

O Arquipélago do Marajó e dois municípios da Zona de Proteção na divisa com o Estado do Amazonas, Faro e Terra Santa, não receberão esta etapa de vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos. O Marajó, que tem especificidades geoclimáticas, terá vacinação de 15 de agosto a 30 de setembro. Já Faro e Terra Santa estão atualmente recebendo vacinação, com a participação do órgão no acompanhamento da Etapa de Combate à Febre Aftosa no Estado do Amazonas. Nos dois municípios a vacinação começou desde 15 de março e segue até 30 de abril.

A Adepará

A Adepará é responsável por cuidar da política de saúde animal e vegetal, e de defesa sanitária do estado do Pará. A Agência atua hoje em todo o território paraense, com capilaridade nos 144 municípios por meio de suas 20 gerências regionais.

A Agência, que assumiu um novo modelo de gestão a partir da nomeação do médico veterinário Luciano Guedes, à frente do órgão desde o início de 2015, tem trabalhado de forma integrada a toda a cadeia produtiva agropecuária, ou seja, produtores rurais, indústrias e fornecedores de insumos e serviços agropecuários, distribuidores, cooperativas, associações e sindicatos, agroindústrias, comerciantes atacadistas e varejistas, importadores e exportadores, empresários e todos os outros operadores do agronegócio ao longo da cadeia de produção.

“Trabalhamos em defesa de todos os agricultores com menos burocracia e mais qualidade de gestão. Precisamos fortalecer ainda mais a classe rural e garantir igualdade de oportunidades para todos”, afirmou Luciano. “Vamos mostrar que podemos dar um passo ainda maior, aprimorando e reorganizando pontos da defesa agropecuária, área tão importante para crescimento do Estado e sua balança comercial”, afirmou o diretor geral. “É necessário reduzir a burocracia em cima dos produtores, mas ser rígidos quando o assunto é fiscalização”, completou.

De acordo com Luciano Guedes, hoje, dentro do foco do Pará, estão diversos projetos e programas, entre eles, a manutenção e ampliação de 100% de área livre da aftosa, combate à mosca da carambola, tornando o Pará a barreira nacional dessa doença, da fruticultura nacional, controle da brucelose bovina, programa de erradicação da anemia infecciosa equina (AIE), a certificação de produtos ligados a segurança alimentar nas áreas do pescado, da avicultura, da suinocultura, e o controle das pragas da soja, principalmente agora com a expansão das áreas de plantio no Pará.

Calendário

A Adepará realiza 5 campanhas contra a febre aftosa ao longo do ano:

15 de março a 30 de abril – etapa de vacinação das Zonas de Proteção de Faro e Terra Santa.

1 a 31 de maio – campanha estadual de vacinação/maio 2015.

15 de julho a 30 de agosto – etapa de vacinação das Zonas de Proteção de Faro e Terra Santa.

15 de agosto a 30 de setembro – etapa de vacinação da Ilha do Marajó (etapa única, em função das condições geoclimáticas).

1 a 30 de novembro – campanha estadual de vacinação/novembro 2015.


Fonte: Ascom/Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Ator Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

O ator e humorista Paulo Silvino morreu na manhã de hoje (17), aos 78 anos, em sua casa na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade d...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive