terça-feira, 19 de maio de 2015

Santarém é o primeiro município paraense a receber sistema de desinfecção de água poluída

A Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), recebeu, nesta segunda-feira (18/05), duas unidades de purificadores de água, que utiliza raio ultravioleta para a desinfecção de água contaminada de rios. A doação foi feita pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Podalyro Neto, um equipamento será doado nesta terça-feira (19/05) para a comunidade de Jatobá, região do Eixo Forte, a 25 km de Santarém. A comunidade está dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) de Alter do Chão. O outro equipamento será doado na quinta-feira (21/05) para uma comunidade situada na Bacia do rio Arapiuns.

“Recebemos a tecnologia para testar esse novo modelo, a princípio em duas comunidades. Depois há a possibilidade de levar para outras comunidades menores, considerando que água tratada é uma necessidade, é uma questão de saúde e o sistema pode tratar a água para o uso imediato”, salientou Podalyro.

O equipamento que será implantado na comunidade Jatobá beneficiará aproximadamente 15 famílias. Na comunidade, a maioria das famílias utiliza a água do igarapé e alguns moradores têm poços particulares. A escola da comunidade tem um poço de 36 metros, onde 12 famílias buscam a água para beber e cozinhar.


Segundo o chefe do Núcleo de Apoio a Pesquisa do INPA, Jorge Ivan Rebelo Porto, o equipamento compacto denominado “Ecolágua”, com 13 quilos, purifica até 400 litros de água por hora, utiliza energia solar e bateria, e avida útil da lâmpada ultravioleta é de três anos.

“Santarém é uma cidade pioneira no Pará, em receber a tecnologia. As instalações dos equipamentos serão feitas por técnicos do INPA e também da Prefeitura de Santarém. Os técnicos vão executar a ação com bombas para puxar a água do rio, que vai abastecer a caixa d’água e por sua vez vai passar por purificador que vai ter um painel solar e uma lâmpada ultravioleta para matar todos os germes para tornar a água potável”, explicou.

A tecnologia foi desenvolvida pelo cientista Roland Vetter, com o apoio do INPA, em Manaus. O sistema de desinfecção solar de água já foi instalado em 14 comunidades indígenas do Amazonas, tornando a água potável em poucos segundos.

Fonte: PMS
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive