sexta-feira, 12 de junho de 2015

Pará integra força-tarefa mundial sobre clima e florestas



Com o avanço do debate sobre sustentabilidade, é cada vez maior a força no cenário mundial da necessidade de criação de mecanismos que gerem receitas aos Estados que conseguem, através de políticas públicas, ampliar as ações de proteção das florestas e diminuição das taxas de desmatamento, que interferem no clima.

Na próxima semana, um grupo de 26 Estados e províncias de sete países, que juntos são detentores de mais de 25% das áreas de florestas do planeta, irão debater novos avanços e medidas que devem ser tomadas em conjunto nas áreas de florestas tropicais.

Entre os dias 15 e 18 de junho, em Barcelona (Espanha), será feita a Reunião Anual do GCF (Governors’ Climate and Forests Task Force). Esta é a primeira reunião do grupo, criado em 2008, a ocorrer na Europa, onde o interesse pelo financiamento e cooperação com políticas ambientais é crescente. A discussão será, também, em torno da meta de se reduzir o desmatamento em 80% até 2020, condicionado ao recebimento de financiamento internacional.

A programação inclui discussões envolvendo governadores, ministros, secretários de meio ambiente e especialistas em meio ambiente do Brasil, Peru, México, Indonésia, Nigéria, Espanha e Estados Unidos. Serão expostas atualizações sobre os avanços dos estados e províncias no combate ao desmatamento e a adoção de medidas que garantam geração de renda para comunidades locais.

Também serão feitas sessões temáticas sobre os tópicos de maior prioridade, tais como as redes estaduais e estratégias de financiamento público e privado para o desenvolvimento de baixas emissões e desmatamento reduzido. O grupo ainda prevê debates sobre maior integração e cooperação dos países do hemisfério sul com os programas de financiamento de países da União Européia.

Resultados - Nos últimos sete anos o Pará se tornou referência na Região Amazônica com ações de sucesso, como o Programa Municípios Verdes (PMV) e ações da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), que contribuíram efetivamente para a diminuição do desmatamento. Desde o lançamento do PMV, o Pará reduziu em 39% o desmatamento (de 3.008 km² para 1.829 km²), enquanto que a redução média na Amazônia foi de 24% (de 6.418 km² para 4.848 km²).

Entre as medidas adotadas pelo Governo Estado nos últimos anos está o ICMS Verde, criado a partir de regras inovadoras que beneficiam os municípios que estão reduzindo o desmatamento e que possuem maior percentual de CAR e de áreas protegidas. Em 2014, primeiro ano de repasse, o governo repassou mais de R$ 36 milhões aos municípios, baseados em critérios ambientais. Em 2017 serão 8% do total do repasse do ICMS, o que totalizará cerca de R$ 140 milhões.

Nos últimos anos, outras medidas foram lançadas pelo Governo do Estado com o intuito de avançar no combate ao desmatamento e também de estimular o ordenamento ambiental rural e a produção sustentável, como a Lista do Desmatamento Ilegal (LDI), Protocolo Verde dos Grãos e a Segunda fase do Plano de Prevenção,Controle e Alternativas ao Desmatamento. Algumas dessas iniciativas serão apresentadas pelo governador Simão Jatene durante o evento, tendo como objetivo consolidar o Pará como referência ao tema e buscando investimentos através de fundos internacionais.


Um deles é o chamado Fundo Verde para o Clima, que deverá operar a partir de 2016 e possui recursos que já ultrapassam US$ 10 bilhões de dólares. Além do governador do Pará, confirmaram presença outros governadores de Estados brasileiros, com Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Tocantins. Também estarão presentes chefes de governos locais dos Estados Unidos, Espanha, Peru, Nigéria, México e Indonésia.

O Pará é um dos membros fundadores da Força-Tarefa de Governadores para o Clima e Florestas (GCF),criado em 2008, para traçar estratégias comuns para a manutenção do clima e florestas do mundo. Composto por 26 estados e províncias no Brasil, Indonésia, México, Nigéria, Peru, Espanha e Estados Unidos comprometidos com a redução do desmatamento tropical, com a proteção do sistema climático global, melhoria dos meios de vida rurais e redução da pobreza.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive