sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Polícia reabre investigação sobre morte de madeireiro

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil em Santarém vai reabrir a investigação que apura a morte do empresário madeireiro Céser Busnello, crime ocorrido no dia 11 de outubro de 2012. A vítima foi executada a tiros, quatro no total, disparados por Hamilton Uericson de Freitas Peixoto, principal suspeito de matar o empresário. A morte pode ter sido encomendada, motivada por uma suposta quebra de acordo de uma área de manejo florestal. Busnello foi morto quando chegava em casa. Após a absolvição de Hamilton, a polícia decidiu reabrir o caso. De acordo com a investigação policial, a vítima chegava em casa, localizada na rua Angélica, no Santíssimo, e foi surpreendida pelo pistoleiro que efetuou vários disparos, acertando quatro tiros no empresário, que morreu na hora.

Hamilton foi preso no dia 1º de janeiro de 2013, juntamente com Daniel Silva de Souza, no município de Altamira, sudoeste do Pará. Naquela ocasião, a dupla estava foragida do Centro de Recuperação Agrícola ‘Silvio Hall de Moura’, em Cucurunã. Eles estavam sendo procurados pela autoria do assassinato de um homem identificado por "Testa", no bairro da Brasília, na periferia de Altamira. Durante a apresentação deles na delegacia daquele município, os investigadores constataram que havia um mandado de prisão contra Hamilton pela morte do empresário Céser Busnello. O delegado Cristiano Nascimento deu voz de prisão a Hamilton pelo crime ocorrido em Santarém. O delegado contou que ele e Daniel mataram com cerca de 20 facadas o desafeto "Testa" poucos minutos depois da virada de ano.

Ainda de acordo com a investigação policial, Busnello estava sofrendo ameaças há aproximadamente 15 dias antes do crime e as primeiras informações coletadas na época apontaram que havia um contrato entre o empresário e um sócio, para a exploração de um plano de manejo florestal.

Absolvição – O julgamento de Hamilton Urecson ocorreu na semana passada. Ele foi absolvido por unanimidade por falta de provas. Durante o julgamento, ele disse que não teve nenhuma participação neste crime, apesar de responder por vários outros. O depoimento da principal testemunha do crime, a esposa de Busnello, foi fundamental para que ele fosse absolvido. Ela contou que não reconhecia Hamilton como sendo o assassino do empresário.


Com a reabertura do caso, a polícia espera identificar o verdadeiro autor do assassinato e possíveis envolvidos neste crime, que teve ampla repercussão em Santarém.

O delegado Germano do Vale disse que a polícia vai reunir documentos, novos elementos e colher novos depoimentos para embasar o inquérito policial com o objetivo de identificar os autores desse crime.
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive