quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Catavento comemora seis anos em Barcarena

Prazer pela leitura, interação entre os colegas e professor em sala de aula e criatividade nas produções. Esse é o saldo do projeto Catavento, que comemora seis anos de atividades, em Barcarena, no nordeste do Pará. Cerca de 1400 alunos das Ilhas do Macaco e da Onça, região ribeirinha do município, são beneficiados pela iniciativa, conduzida pela Alubar, fabricante de vergalhões de liga e cabos elétricos de alumínio e cobre, em parceria com Secretaria Municipal de Educação e Desenvolvimento Social (Semed).

Para incentivar nos alunos a descoberta e o hábito da leitura, as escolas recebem um baú com livros e jogos educativos e participam da “Ciranda dos Baús de Letras”, que estimula a troca de baús entre as instituições de ensino. Nas cirandas, os alunos têm a oportunidade de apresentar o tema trabalhado ao longo do ano por meio da música, peça teatral, danças e poemas. Este ano, foi escolhida a Dramaturgia, com foco nas fábulas, para o desenvolvimento desse trabalho. A próxima Ciranda será em dezembro, em Barcarena.

O Catavento também promove oficinas de formação para os professores, que aprendem com um arte-educador a como contar histórias, utilizando técnicas teatrais, como montagem de cenário e confecção de máscara. Além disso, são orientados sobre os cuidados com os livros fornecidos pelo projeto.


“O projeto é muito bem avaliado pelos professores e pela própria Secretaria de Educação. Os alunos apresentam resultados muito positivos, com melhores notas em sala de aula e isso reflete na melhoria do desempenho no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB). Outro ponto é o interesse pela leitura espontânea, que contribui para uma produção de melhor qualidade”, destaca Márcia Campos, coordenadora de Projetos Sociais da Alubar.

Roberto Carlos dos Anjos, técnico da Semed, ressalta que o projeto é uma referência educacional para o país. “O Catavento tem dado orgulho aos professores e alunos. O projeto traz todo um acervo de livros e a formação completa para o professor. Isso permite com que o educador realize com muita qualidade o trabalho em sala de aula”, avalia.

O professor Marinaldo Souza trabalha em duas escolas no interior de Barcarena. Está desde o início do projeto. Para ele, o Catavento foi um divisor de águas na educação do município. “Quando o aluno começa a ler, ele entra no universo da leitura e, obviamente, que todo esse processo educacional influencia na questão de produção, na forma de se comunicar e de expor ideias. A iniciativa é maravilhosa e tem contribuído de forma significativa na vida dos alunos”, acredita.

Esmeralda Nascimento, diretora da escola Piramanha, na Ilha das Onças, destaca que o projeto trouxe riqueza de conhecimento e apoio pedagógico para as escolas. “Com a chegada do Catavento, tivemos mudança na forma de ensinar o aluno. Antes era aquela pedagogia tradicional, com textos decorados. Hoje, motivamos o aluno a refletir, interpretar e a produzir com criatividade. O aluno pensa e participa”, afirma.

Fonte: Temple Comunicação

Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive