segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Os alemães vieram conhecer o turismo de Santarém

Por: Emanuel Júlio Leite*

Quando operadores de turismo e jornalistas se interessam em visitar um destino é sinal de que existe coisa boa no ar. Ainda mais quando essa turma é proveniente de um país rico, como a Alemanha, que é um dos principais mercados emissores de turismo da Europa. Neste momento, em função da desvalorização do real em relação às moedas fortes, como euro e dólar, o destino Brasil está em alta. 

Em outras palavras, está barato para o turista estrangeiro conhecer o país que vai promover os próximos Jogos Olímpicos. E o Brasil está em alta, depois de ter promovido a última Copa do Mundo, quando houve uma das promoções mais maciças que o país já se envolveu. De uma maneira geral, o país, de norte a sul, se expôs para a mídia do mundo inteiro. Mesmo que as cidades não estivessem entre as cidades-sede da Copa. Por isso, investe-se de importância a visita dos alemães à Santarém, neste fim de 2015. 

Em linguagem técnica, o município, mais do divulgar as suas potencialidades, promove os seus atrativos junto a um público mais do que pretendido. Colocaremos na prateleira o que temos de mais comercial no quesito turismo. 

Estão em destaque, a Floresta Nacional do Tapajós e suas comunidades, Pindobal, Alter do Chão, o encontro das águas e os passeios de barcos pelo entorno da cidade e a Serra Piroca, numa das trilhas mais prestigiadas a partir da vila balneária. Há ainda as pontas do Cururu e Muretá, que ganham sempre a preferência entre os que visitam nossas terras. 

Em Santarém, existe já um city tour bastante oferecido aos visitantes. Mirante do Tapajós, Igreja da Matriz, Centro Cultural João Fona, Mercadão 2000, Terminal Fluvial Turístico e o Cristo Rei – Centro de Artesanato do Tapajós. Ou seja, existe muito a ser mostrado para quem se interessa em conhecer a Amazônia, em sua porção Oeste do Pará.

E o turista alemão tem uma vinculação forte com a cidade de Santarém. Tudo em função do Crucifico de Von Martius, o botânico alemão que passou por Santarém no século 19, e se livrou de um naufrágio bem em frente à sede do município. Por ter se livrado da morte, mandou produzir uma cruz com o Cristo ainda vivo (em tamanho natural), sendo a única no mundo com tal característica. Todo guia de turismo sabe que o alemão, em especial, conhece essa história toda vez que pisa em terras tapajônicas. Eles podem vir.

Santarém tem histórias para contar para eles.

*É produtor audiovisual, autor de dois livros - Turistificando um Caminho da Amazônia (2001) e Amazônia no Tapajós, uma abordagem turística (2004), ambos pela Editora Ícone (SP) e pós-graduando MBA Gestão Empresarial (FGV).
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Anselmo Colares se afasta da vice-reitoria e assume candidatura independente na eleição para reitoria da Ufopa

Professor Pós-Doutor em Educação Anselmo Colares lançará chapa independente. Foto: Blog do Jeso O professor e pós-doutor em Educaçã...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive