terça-feira, 5 de abril de 2016

Área para instalação do Distrito Industrial desapropriada pelo Estado

A desapropriação de um terreno localizado no quilômetro 11, da rodovia Curuá-Una, para a implantação do Distrito Industrial de Santarém, no oeste do Pará, pautou o pronunciamento do vereador Valdir Matias Jr. (PV), durante a sessão ordinária desta terça-feira (5), na Câmara Municipal. O decreto de número 1.523, de 1º de abril de 2016, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição da última segunda-feira (4), e objetiva a criação e implantação do polo industrial do município, demanda reivindicada há vários anos pelo setor produtivo. Valdir Matias Jr. lembrou que durante o tempo em que esteve à frente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo (Semdetur), participou de inúmeras reuniões com representantes de diversos setores, como o ceramista e madeireiro, por exemplo, e os empresários sempre ressaltavam a importância de um local apropriado para esses segmentos. Os encontros ocorreram durante as reuniões do Grupo de Gestão Integrada de Desenvolvimento Regional Sustentável (GGI), que trata das propostas para o fortalecimento das cadeias produtivas de Santarém.

O vereador lembrou que o município já presenciou por algumas vezes, diversas tentativas de instalação do DI, porém, as propostas nunca se efetivaram de fato. Desta vez, o governo do Estado sinaliza de forma positiva para a criação e implantação do distrito com a desapropriação da área, que pertence ao senhor Antonio Ferreira da Cunha. A próxima etapa para efetivação deste importante projeto para o município, segundo Matias Jr., é a emissão de posse, com o pagamento da área ao proprietário do imóvel. 75% do valor sairá dos cofres do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (CODEC) e os outros 25% serão pagos pela Prefeitura, parceira do governo estadual na implantação do DI, cujo principal objetivo é fomentar novos investimentos, como forma de trazer benefícios à economia por meio da agregação de valor à cadeia produtiva e, em especial, da oferta de empregos. “O município dá um importante passo para a implantação deste que, sem dúvida alguma, será um importante polo de desenvolvimento da economia local, proporcionando aos empresários de diversos setores, segurança e apoio para que eles possam continuar promovendo a geração de emprego e renda para o município com suas atividades. O DI é uma proposta que já vinha sendo debatida dentro das reuniões do GGI e agora torna-se uma realidade com a desapropriação da área para abrigar este polo industrial”, disse o vereador em seu pronunciamento.

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará adotará as medidas administrativas e a Procuradoria-Geral do Estado as medidas judiciais que se fizerem necessárias à desapropriação da área e efetiva implantação do Distrito Industrial de Santarém.

“O primeiro segmento que será instalado na área é o cerâmico, setor importante para a construção civil e que oferta inúmeros postos de serviços no município”, finalizou o parlamentar.
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive