quinta-feira, 12 de maio de 2016

Governo intensifica ações em Monte Alegre, atingido por enchente

Atingido por fortes chuvas no último dia 2 de maio, o município de Monte Alegre, no oeste paraense, vive situação de emergência, reconhecida pelo Estado. O decreto já foi encaminhado também ao Governo Federal, através do Sistema de Defesa Civil, para que a situação seja reconhecida também em esfera nacional.

De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros do Estado, Bruno Freitas, que permanece no município, depois de fazer o reconhecimento e a homologação da situação de emergência, foi possível identificar que a enchente resultou em oito casas destruídas e 42 danificadas, além de 30 famílias desabrigadas e 13 desalojadas.

A partir da próxima segunda-feira, 16, as ações do Governo Estadual serão intensificadas no município. Engenheiros e assistentes sociais serão enviados pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab) para entrevistas com as famílias atingidas, para que possam traçar o perfil sócio-econômico e, assim, atendê-las com o Cheque Moradia. O Governo deve, ainda, doar cestas básicas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) às famílias afetadas.

“Estamos trabalhando em conjunto com o município para minimizar as consequências desse desastre. As três esferas do Governo estão se complementando”, disse o coordenador adjunto da Defesa Civil Estadual, tenente coronel Francisco Cantuária Junior, responsável pela prevenção e preparação das ações em riscos de desastre.


Desde o dia seguinte à enchente, o Governo do Estado enviou militares do Corpo de Bombeiros para dar auxílio à prefeitura do município no apoio às vítimas. Como ação de resposta ao desastre, técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) estiveram em Monte Alegre para o direcionamento de reestabelecimento do cenário atingido. A Secretaria de Estado de Transportes disponibilizou três tratores e caçambas para desobstruir as vias. Durante a enchente, também foram atingidos 10 poços de abastecimento, mas a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) já recuperou o sistema.

Não existe outro município em situação de emergência, apesar de outras localidades, como Juruti, Prainha, Ajuruteua e Crispim apresentarem áreas de risco por estarem situados em locais montanhosos. Com o fim do período das chuvas, que vai de janeiro até maio, a Defesa Civil Estadual trabalha agora para prevenir as queimadas, que ocorrem principalmente no sul e oeste do Pará, devido ao clima mais seco. “Queremos fazer uma campanha de conscientização junto aos moradores dessas áreas rurais para evitar as queimadas”, concluiu o tenente coronel Cantuária.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Homem é preso por ejacular em passageira em voo de Belém a Brasília

Um homem de 51 anos foi preso na manhã desta sexta-feira, 8, por se masturbar e ejacular em uma passageira durante um voo da Gol que fazia ...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive