segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Instituto Alcoa apoia estudantes de Juruti em primeira experiência empresarial

Estudantes da Escola Estadual Vereador Raimundo de Sousa Coelho, em Juruti, no oeste paraense, estão arregaçando as mangas para gerenciar sua própria empresa. A experiência está sendo proporcionada pelo programa Miniempresa, realizado pela Alcoa como parte de suas ações de responsabilidade social do empreendimento de mineração de bauxita no município. A iniciativa conta com o apoio do Instituto Alcoa e da Junior Achievement, e visa agregar à educação formal a vivência prática de organização e operação de uma empresa.

Durante 15 semanas, 25 estudantes têm a oportunidade de comandar uma minifábrica de cabides de alumínio. Eles levantam o capital necessário para iniciar o empreendimento com a venda de ações, organizam a administração elegendo um presidente e seus diretores para as áreas de Recursos Humanos, Produção, Finanças e Marketing, compram matéria-prima, produzem e vendem buscando o máximo de produtividade e rentabilidade, pagam salários e recolhem encargos e impostos que serão doados a instituições assistenciais. Os jovens aprendem a administrar sua miniempresa com o apoio de funcionários da Alcoa que são conselheiros voluntários.

As atividades ocorrem no contraturno de aulas da escola. A cada semana, os estudantes elaboram um demonstrativo dos resultados e ao final do programa, apresentarão um relatório final com todos os resultados do empreendimento.

Affonso Bizon, diretor da Alcoa Juruti, ressalta a importância da iniciativa para o futuro da juventude jurutiense. “O programa Miniempresa ajudará a abrir um novo horizonte para esses jovens no mercado de trabalho. A partir do entendimento de como funciona uma empresa de fato na prática, eles poderão decidir o futuro profissional e as áreas em que desejam atuar”, avalia o diretor.

O estudante Weverton Albuquerque, 15 anos, diz que está muito feliz por ter sido selecionado para participar do programa. “Acredito que o programa vai proporcionar conhecimento e experiências novas, além de abrir futuras oportunidades para estágios e me deixar mais preparado para o mercado de trabalho”, afirma.

Cissa Domingues da Silva, engenheira de Britagem na Alcoa Juruti e conselheira voluntária do programa, também está feliz em integrar o programa Miniempresa. “Como trabalho na parte de produção, vou levar um pouco dessa realidade para eles, explicando o passo a passo da cadeia produtiva, como se chega a um produto final e noções sobre demanda e oferta. Estou muito feliz pela oportunidade de ser voluntária no programa”, declara a engenheira.

Fonte: Temple Comunicação
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Aumento no número de idosos reflete nos gastos com aposentadorias no Pará, diz especialista

A expectativa de vida de quem nasce no Pará passou de 71 , 9 anos em 2015 para 72,1, no ano passado. Os dados são do Instituto Brasileiro d...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive