sexta-feira, 24 de março de 2017

Sespa intensifica ações contra febre amarela no oeste do Pará

Já estão em Alenquer, no oeste do Pará, as equipes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) para colocar em prática o plano emergencial contra a febre amarela na região, que inclui maior cobertura vacinal na zona rural, borrifação contra o mosquito Aedes aegipty e ações de educação em saúde entre os moradores e profissionais de saúde. Nesta sexta-feira (24), reunião na Secretaria de Saúde local alinha o trabalho, que envolve técnicos do Estado e do município.

Saiu de Alenquer a primeira morte por febre amarela confirmada no Estado este ano. A vítima foi um menino de 11 anos de idade, morador da zona rural, que morreu semana passada, no Hospital Regional de Santarém. Após a confirmação, a Sespa anunciou medidas emergenciais para combater a enfermidade nos cinco municípios sob influência direta da doença na região (Curuá, Óbidos, Oriximiná, Monte Alegre e Alenquer).

Na quinta-feira (23), no 9º Centro Regional de Saúde da Sespa, em Santarém, foram alinhadas as ações anunciadas pelo secretário de Saúde, Vitor Mateus, em entrevista coletiva no dia anterior na Sespa. Segundo o coordenador do Grupo de Trabalho de Zoonoses, Fernando Esteves, a prioridade é garantir a vacinação imediata na zona rural, já que a febre amarela é uma doença silvestre, não urbana.


"Estamos com equipes de técnicos reforçando junto às comunidades a importância de se vacinar. Também temos a borrifação feita ao redor das casas, para combater o mosquito Aedes. E as equipes das unidades básicas estão sendo treinadas para fazer o manejo clínico e a abordagem dos pacientes com possíveis sintomas. É uma frente de trabalho integrada para conter a doença na região", afirma o coordenador.

Duas outras mortes de moradores da zona rural de Alenquer ocorridas nesta semana - uma criança de 10 anos e um rapaz de 23, ambos internados no Regional de Santarém - são considerados casos suspeitos de febre amarela. A confirmação ou descarte virá do Instituto Evandro Chagas, que faz a análise do material recolhido. O município é um dos quatro (ao lado de Belém, Marituba e Rurópolis) onde foram registradas este ano mortes de macacos que tinham a doença. Foram seis no total.

O secretário de Saúde, Vitor Mateus, chega a Alenquer neste sábado (25), juntamente com o diretor do Controle de Endemias, Bernardo Cardoso, para acompanhar o trabalho. Segundo dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, do Ministério da Saúde, nos últimos dez anos, o Pará registrou 11 casos de febre amarela, com cinco mortes.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive