quarta-feira, 5 de abril de 2017

Sete municípios vacinam contra febre amarela após registrar mortes de macacos




As equipes de saúde seguem mobilizadas no combate à febre amarela nas localidades que registraram mortes de macacos, o sinal para apontar onde deve ser feita a vacinação. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), neste ano houve mortes de primatas causadas pela doença em sete municípios paraenses: Belém, Marituba, Rurópolis, Concórdia do Pará, Alenquer, Oriximiná e Monte Alegre. No Baixo Amazonas, onde quatro pessoas morreram com a enfermidade, o governo do Estado põe em prática um plano emergencial.

“As mortes de macacos sinalizam os locais onde o vírus pode estar circulando. Em um raio de dois quilômetros de onde essas mortes foram registradas, independente do resultado ser positivo ou não para febre amarela, estamos fazendo o bloqueio vacinal, isto é, imunizando as pessoas que ainda não são imunizadas, conforme determina o protocolo do Ministério da Saúde”, explica o diretor do Departamento de Controle de Endemias da Sespa, Bernardo Cardoso.

Para garantir que a vacina chegue às localidades mais distantes da cidade, agentes de saúde do Estado reforçam o trabalho junto aos municípios, que também receberam novo aporte de vacinas. Somente para o oeste do Pará, o governo já destinou cerca de 50 mil doses, para imunizar, prioritariamente, as populações da zona rural, onde as mortes dos macacos ocorrem. O maior reforço foi para os municípios de Alenquer, Curuá, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná.


Sentinelas

Muitos relatos de mortes de macacos têm chegado à Sespa nas últimas semanas. Em alguns casos, é possível coletar material dos animais para envio ao Instituto Evandro Chagas, que faz a análise para confirmar (ou não) a febre amarela; noutros, são encontradas apenas as carcaças, já em decomposição. Em muitas comunidades rurais, encontrar primatas sem vida é novidade.

O veterinário Fernando Esteves, que coordena o Grupo de Trabalho de Zoonoses da Sespa, admite que muitos primatas encontrados na zona rural – pelo menos 57 municípios já relataram essas ocorrências – podem estar morrendo de febre amarela, mas é possível também que alguns estejam sendo mortos por pessoas que, erroneamente, acreditam serem os macacos os grandes vilões da febre amarela – um engano tão perigoso quanto irresponsável.

O diretor do Controle de Endemias, Bernardo Cardoso, afirma que é preciso alertar a população, sobretudo a que mora nas áreas de floresta, que os macacos são sentinelas, não transmissores da febre amarela. Eles cumprem a função de mostrar onde a vacinação deve ser feita primeiro. “Não se deve matar o macaco, pois ele é tão vítima quanto nós, seres humanos. O vírus da febre amarela é transmitido pelos mosquitos, não pelos primatas”, reforça Bernardo Cardoso.

Os mitos e verdades envolvendo a febre amarela serão abordados por campanha que será lançada na próxima semana nas redes sociais pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom). Perguntas e respostas serão ilustradas para ajudar a esclarecer a população sobre as particularidades da doença, que não é registrada em centros urbanos no Brasil desde 1942. “É importante que as pessoas saibam onde e como a endemia é transmitida e quais as formas de prevenção, para que, junto do trabalho feito nos municípios, esse mal possa ser controlado”, conclui o diretor.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive