quinta-feira, 29 de junho de 2017

Parlamentares aprovam e Pará pode ganhar "Dia Estadual do Açaí"



“O açaí é um produto que compõe a identidade do povo paraense. Fortalece seu sentimento de pertença, união e amor pelo Pará. É com esta concepção que compreendemos a importância da valorização da fruta, seja na perspectiva econômica, na cultural ou na simbólica”, afirmou o 2º Secretário da Alepa, deputado Fernando Coimbra (PSL), ao ser aprovado, nesta quarta-feira (28), o Projeto de Lei, de sua autoria, que institui 05 de setembro como o “Dia Estadual do Açaí”. A escolha da data não é por acaso, nela é também comemorado o Dia da Amazônia e setembro é o melhor período de safra do açaí.

Se a proposta for sancionada pelo Poder Executivo, o Dia Estadual do Açaí integrará o calendário oficial de eventos do Estado do Pará. “Esta Casa aprovou algum tempo atrás um projeto, que foi sancionado pelo Governo do Estado, instituindo o Açaí como fruta símbolo do Estado do Pará. Agora, acreditamos na relevância de instituir um Dia Estadual do Açaí com objetivo de demarcar sua importância na vida dos paraenses”, explicou Coimbra.

FRUTO - Açaí e açaizeiro são as denominações populares da palmeira Euterpe oleracea Mart., símbolo gastronômico da Amazônia e, em especial, do Estado do Pará. Açaí é um termo de origem tupi e significa literalmente “palmeira de água”. O suco feito com a polpa é conhecido como “vinho de açaí”. Consumido geralmente com farinha de tapioca, faz parte da alimentação local. É apreciado em toda a região amazônica. Mas já há algum tempo desponta na dieta de consumidores dos estados do Sul e Sudeste do Brasil, principalmente por quem pratica esporte.

O açaí vem chamando a atenção do mundo, nos últimos anos, devido às suas propriedades para a saúde e juventude, que o transformaram em produto de exportação. O Pará é o maior produtor nacional do fruto, com 90% do mercado. Constam na lista de municípios campeões na geração do açaí: Ponta de Pedras, Anajás, Afuá, Igarapé-Miri, Abaetetuba, Bujaru, Cametá e Limoeiro do Ajuru. Em 2015, as vendas externas do fruto injetaram mais de R$ 225 milhões na economia estadual.

Segundo estudiosos, a utilidade do açaizeiro é integral: dos frutos se produz o “vinho de açaí”, considerado um alimento básico na dieta alimentar e importante fonte de renda para os moradores ribeirinhos da região. O açaí com farinha de mandioca acompanhado de uma proteína animal (carne, peixe e camarão fritos ou moqueados) constitui-se ainda na principal refeição das populações mais pobres do mundo urbano e rural na Amazônia. Com açúcar ou adoçante é um delicioso suco, ingerido como sobremesa ou lanche. Cozido com arroz, tapioca ou pasta de farinha puba é um nutritivo componente do café da manhã. Ainda há os sorvetes, os cremes, mousses, pudins, licores e bebidas alcoólicas como a cachaça e o vinho fermentados à semelhança da uva.

O caroço (endocarpo e amêndoa), após a decomposição, é empregado como adubo orgânico. A estipe seca (tronco) tem sido utilizada para construções e como lenha. As folhas são aproveitadas para coberturas de casas e outras formas de abrigos, para o fechamento de paredes e, quando trituradas, podem ser usadas como adubo orgânico ou para produzir celulose. A base da copa, constituída pela reunião das bainhas no ponto terminal da estipe, fornece palmito de ótima qualidade, procurado desde o final da década de 60 pelas indústrias alimentícias. As bainhas, após a separação do palmito, são utilizáveis como ração para bovinos, suínos e equinos; e decompostas servem também como adubo orgânico. A palmeira do açaizeiro, por sua beleza, vem sendo utilizada como ornamentação em praças, prédios e outras edificações. De suas raízes se produz vermífugos.
Fonte: Ascom/Alepa
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Defesa Civil interdita, de forma preventiva, trecho da orla de Santarém

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), interditou, de forma preventiva, um trecho da orla da cidade que fica em frente à R...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive