Santarém - 356 anos

Santarém - 356 anos

..

..

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Cai o índice de acidentes envolvendo população e a rede elétrica



O número total de acidentes envolvendo a população brasileira e a rede de energia elétrica vem caindo nos últimos anos. Desde que começou a fazer o monitoramento, em 2001, a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) revela queda gradual, ano a ano, atingindo 26%. O percentual de ocorrências de maior gravidade, com episódios fatais, caiu mais ainda: 37% nos últimos 16 anos, sendo que desde o ano passado, a redução foi de 9%.

A menor taxa de incidências revela o resultado das campanhas de conscientização que as distribuidoras têm feito junto à população, com o reforço em ações focais direcionadas às principais causas. Este ano, a XI Semana Nacional da Segurança/Campanha de Uso Consciente de Energia Elétrica chama a atenção para cinco situações do dia a dia das pessoas que têm sido as principais razões dos incidentes: construção/ manutenção predial; ligações clandestinas; pipas; instalações de antena de TV e poda de árvore.

No total, foram registrados pelas distribuidoras 773 acidentes em todo o País, no último ano (7 a menos do que em 2015). Destes, 240 foram de maior gravidade, em situações que ocasionaram a morte das vítimas (no ano anterior, haviam sido registrados 23 casos a mais). As distribuidoras apontaram na pesquisa 14 tipos diferentes de ocorrências provocadas pelo contato das pessoas com a fiação elétrica, além dos principais já mencionados acima.

Assim como nos anos anteriores, o principal responsável pelas mortes ocasionadas pelo contato com a rede de energia é a construção/manutenção predial, com 33% dos casos no último ano. Já as ligações elétricas clandestinas, o famoso “gato”, é a segunda maior causa de mortes em acidentes com a rede.

Em relação aos acidentes fatais, entre 2015 e 2016, dentro das situações abrangidas pela campanha, foram registrados 80 casos motivados por construção/manutenção predial; 20 por ligação elétrica clandestina; 13 podas de árvore; 8 em instalações de antena de TV; e 5 em brincadeiras de empinar pipa.

DADOS DO PARÁ – De acordo com um levantamento feito pela Celpa, que contabiliza os dados do ano passado, no Pará aconteceram 38 acidentes entre a população e a rede elétrica. Desse total, dez foram fatais e as maiores casas de acidente estão relacionadas a procedimentos irregulares junto a fiação elétrica. Situações graves, que não resultaram em morte, mas acarretaram enormes prejuízos físicos, registraram oito ocorrências.

O executivo da área de Manutenção da Celpa, Clécio Tabaranã, reforça os cuidados que se deve ter com a energia elétrica. “É importante a gente destacar e orientar que a rede elétrica só deve ser manuseada por profissionais habilitados autorizados para tal função. Em toda e qualquer situação, deve ser mantida distancia da fiação elétrica. Os transtornos causados por este tipo de acidente podem ser irreversíveis na maioria dos casos”, finaliza Clécio.

Fonte: Divulgação/Celpa
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Curso vai reunir em Santarém especialistas nacionais e internacionais em neurocirurgia pediátrica

Durantes os dias 10, 11 e 12 deste mês, os maiores especialistas nacionais e internacionais em neurocirurgia estarão reunidos em Santar...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive