Santarém - 356 anos

Santarém - 356 anos

..

..

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Moradores de sete comunidades do Rio Amazonas participam de capacitação para manejo do Pirarucu

Curso será realizado na comunidade Tapará Grande no próximo sábado (05) e deve reunir cem pescadores da região

Por: Samela Bonfim*


Nas comunidades Santa Maria, Pixuna e Tapará Mirim, em Santarém, no Oeste do Pará, há pelo menos 15 anos, os moradores desenvolvem as atividades pesqueiras com o monitoramento e controle do recurso pesqueiro seguindo modelo de gestão consciente, pensando na conservação da espécie.

O cumprimento do acordo de pesca tem inspirado outras comunidades da várzea, como Tapará Grande, Costa do Tapará, Santana do Tapará e Boa Vista do Tapará, que devem participar do curso que tem por finalidade elaborar propostas para construção de um plano de manejo comunitário do pirarucu.

“A idéia é avaliar as experiências de manejo realizadas na região. Estimular e sensibilizar outras comunidades que vão estar presentes na oficina a adotarem processos de uso sustentável do recurso da pesca na região” – explicou o coordenador da Sociedade Para pesquisa e Proteção do Meio Ambiente (Sapopema) e organizador do curso, Antônio José Bentes.

Os comunitários estão mobilizados para ouvir dos pescadores que já desenvolvem o manejo as experiências que deram certo e o que não deram ao longo dos anos na atividade manejada da pesca.

Além de fortalecer a cadeia produtiva do pirarucu manejado, a capacitação vai possibilitar a avaliação para melhorar o processo realizado no Rio Amazonas, que é acompanhado pela Sapopema.

De acordo com levantamento, no ano passado [2016] foram contados 1.225 peixes em 5 lagos na comunidade Pixuna - região do Tapará que tem o maior registro da espécie na região devido a atividade conservação. Os moradores protegem os recursos naturais, com a utilização racional, garantindo a sustentabilidade e existência para as futuras gerações.

Porém, os comunitários enfrentam dificuldades com pouco retorno financeiro e furtos dos pirarucus nos lagos por parte de invasores.

Bentes ressalta ainda a importância de promover o encontro entre os moradores das sete comunidades: “Melhorar a qualidade de vida da comunidade que mora na região ribeirinha. Queremos discutir a produtividade e a rentabilidade da atividade de pesca no manejo do pirarucu para que os moradores obtenham maior produtividade, produzindo com mais qualidade e tendo maior retorno pra viver com dignidade nas suas regiões” – finaliza.

*É jornalista e assessora de comunicação do projeto Sapopema

Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Ator Paulo Silvino morre aos 78 anos no Rio

O ator e humorista Paulo Silvino morreu na manhã de hoje (17), aos 78 anos, em sua casa na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade d...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive