segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Operação Perfuga: Justiça autoriza divulgação de conversas telefônicas



Atendendo um pedido feito pelo delegado de Polícia Civil, José Kleidson de Castro, nos autos do processo de número 0002422.32.2017.8.14.0051, solicitando a autorização judicial para a divulgação de trechos de áudios interceptados pela polícia durante a Operação Perfuga, o juiz Rômulo Nogueira Brito, autorizou tornar público os grampos telefônicos envolvendo alguns dos investigados na operação. O alvo central dessa investigação é o vereador Reginaldo Campos (PSC), que encontra-se preso por ordem da Justiça.

Na sua decisão em autorizar a divulgação de parte das gravações, o juiz considerou que 'o poder exercido pelos agentes políticos é de titularidade do povo, o qual tem direito de conhecer os autos vinculados aos ofícios públicos, levando ao cabo o princípio constitucional da publicidade, o qual deve ser o cerne dos atos públicos. No caso em que comento, averiguo que manter sigilo sob informações, que versem sobre informações de interesse público, seria retirar do povo um direito fundamental, indo além, digo que seria aforar uma regressão de direitos. Assim sendo, defiro o requerido, para autorizar a divulgação de trechos de áudios interceptados, mencionados nos autos circunstanciados", decidiu o juiz.

O blog Quarto Poder recebeu os áudios e a transcrição de alguns trechos das conversas que envolvem principalmente o vereador Reginaldo Campos e os servidores Samuel Fernandes, assessor parlamentar, e Andrew Oliveira da Silva, funcionário do RH, além do sogro do vereador, Mário Francisco Fialho Cabral.

A partir de agora, você confere os áudios na íntegra destes trechos autorizados pela Justiça.
Abaixo, a transcrição na íntegra destes trechos autorizados para a divulgação pela Justiça.



Acompanhada durante as investigações, REGINALDO liga para o chefe de recursos humanos da Câmara, ANDREW, a fim de saber quais de seus assessores foram beneficiados com férias. ANDREW informa que os servidores VALDIERENE FERNANDES LOPES e MÁRIO FRANCISCO FIALHO CABRAL tiveram o adicional de férias incluídos na folha de pagamento do mês de março. Quanto as férias da servidora identificada apenas como “VANI” ou “VANIA”, não haviam sido creditadas. (ÁUDIO 1)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Andrew - Reginaldo pergunta de quem foi as férias de seu pessoal que saiu. Andrew diz que saiu da Valdirene e do Mário.

Transcrição

Reginaldo: Bom dia, Andrew!

Andrew: Oi, vereador. Bom dia!

Reginaldo: Querido! O... verifica aí o que aconteceu, parece que o Wilson não recebeu. E o... o Zé não saiu as férias dele, né?

Andrew: Não, porque o Esequiel disse que era só para pagar só o que estava lá já, pois estava muito alto, não sei o que, ficou só para o mês que vem.

Reginaldo: Tá. Tu lembra de qual foi do meu pessoal que saiu?

Andrew: Da Valdirene e do Mário.

Reginaldo: Da Vâni não saiu não?

Andrew: De quem?

Reginaldo: O da Vâni.

Andrew: Não.

Reginaldo: Não tinha pedido dela lá não.

Andrew: Não. Só tinha do... do... do Mário e da Valdirene.

Reginaldo: Tá. Quando tu puder, puxa lá pra mim quem tem direito do meu pessoal, tá?

Andrew: Tá.

Reginaldo: E o do Wilson, o que aconteceu?

Andrew: O do Wilson, acho que deve tá lá naquela conta salário, pois só teve três recusados e nome dele não tava lá.

Reginaldo: Ah! Conta Salário? Mas é a conta dele normal, aquela...

Andrew: Não, porque é a primeira, a primeira vez e geralmente quando é conta... que a câmara faz o salário.

Reginaldo: Como é que ele faz pra ele saber?

Andrew: Tem... No aplicativo da de ver.

Reginaldo: Pois é, mas ele já viu e não tem. Conta Salário? Tem que procurar na conta salário, então?

Andrew: É.

Reginaldo: É?

Andrew: É.

Reginaldo: Eu vou ligar pra ele de novo.

Andrew: Eu vou dar uma olhada lá, deixa só eu chegar na câmara que vou dar uma... ele me ligou aqui e eu disse que ia dar uma olhada lá e retornar pra ele.

Reginaldo: Ele te ligou o Andrew? O Wilson?

Andrew: Ligou. O Wilson

Reginaldo: Tá. E o... mas tu me mantem informado, primeiro. Antes de tu ligar pra ele. Tá bom?

Andrew: Tá legal.

Reginaldo: Saiu o do Mário e o da Valdirene?

Andrew: Do Mário e da Valdirene. Foi.

Reginaldo: Tá bom.

Andrew: Tchau.


Imediatamente após falar com ANDREW, o vereador REGINALDO liga para MÁRIO comunicando que o dinheiro já caiu e que está precisando para pagar um cartão de crédito. Pede para Mário passar com a mulher que chama de “VANI” ou “VÂNIA” para pegar o dela também. Somente neste diálogo é possível depreender que REGINALDO apropria-se do valor integral do salário de MÁRIO e VANI, seus assessores. (ÁUDIO 2)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Seu Mário - Reginaldo diz que saiu um dinheiro a mais, e que está precisando pagar um cartão, e pergunta se dá para ele sacar.

Transcrição

Mário: Alô!

Reginaldo: Bom dia, seu Mário.

Mário: Bom dia.

Reginaldo: Seu Mário, saiu um dinheiro a mais lá tá, esse mês.

Mário: Ãh!

Reginaldo: Eu tô precisando pagar um cartão... se o senhor puder sacar, tá bom? Aí o senhor só tira o seu, tá. Aí deixa para a gente pagar depois a luz e a escola lá. Tá.

Mário: Tá bom?

Reginaldo: Aí se o puder, ligue pra Vani pra ela pegar o dela também. Se ela pode pegar ainda hoje, tá?

Mário: Tá ok.

Reginaldo: Se der. Peça pra ela que a gente tá precisando para cobrir um... um cartão que tá muito alto lá no banco, tá?

Mário: Tá.

Reginaldo: Obrigado, seu Mário. Assim que o senhor tiver, o senhor em liga, tá?

Mário: Tá OK.

Neste mesmo dia, foi captada outra conversa entre REGINALDO e MÁRIO em que o parlamentar pergunta se este já foi ao banco e, mediante sua confirmação, diz que vai passar para pegar o dinheiro que, pelo valor, trata-se do pagamentos integral do assessor que foi repassada a REGINALDO. (ÁUDIO 3)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Mário - Hoje foi pagamento da Câmara. Reginaldo liga pergunta para Mário se esse já foi no banco e está com dinheiro.

Reginaldo diz que vai passar para pegar.

Transcrição

Reginaldo: Aí, seu Mário?

Mário: Oi!

Reginaldo: Tu já foi no banco?

Mário: Já. Tô aqui em casa.

Reginaldo: Já tá com o dinheiro?

Mário: Tô. Mas o da Vani só a tarde, só marquei lá pras quatro horas.

Reginaldo: O senhor está com quanto aí.

Mário: Eu tô... E tô com três mil. É quatro mil... Se vim aqui eu te digo.

Reginaldo: Tá. mas já dá... já dá pra pagar. Vou passar aí pra pegar.

Mário: Tá.

Reginaldo: Tá bom. Obrigado. Tchau,
Consta em outra ligação, diálogo que evidencia novamente que REGINALDO apropria-se na integralidade do pagamento de MÁRIO, uma vez que este afirma ter depositado outra parte de seu pagamento em um conta indicada por REGINALDO e o pouco que restou, lhe entregou em mãos. (ÁUDIO 4)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Mário - Reginaldo pergunta se deu tudo certo? Seu Mário disse que depositou R$5.500,00. Reginaldo pergunta se sobrou alguma coisa. Seu Mário diz que sobrou R$320,00. Combinam de se encontrar para Reginaldo pegar o dinheiro. Do mesmo modo que ocorreu com MÁRIO, o vereador REGINALDO AMPOS liga para SAMUEL FERNANDES, seu assessor, informando que já foi depositado o pagamento de sua irmã, que confirmamos tratarse de VALDIERENE FERNANDES LOPES, bem como o adicional de férias, pedindo para que SAMUEL pegue esse valor e lhe repasse, para que possa saldar dívidas que, ao que tudo indica, sejam pessoais. (ÁUDIO 5)

Resumo do Diálogo
Comentário: Reginaldo x Samuel - Reginaldo diz que as férias de Samuel vai sair só mês que vem, mas que saiu as férias da irmã de Samuel e é para ele pegar esse dinheiro e lhe repassar, pois precisa acertar com a mulher dos salgados.

Transcrição

Samuel: Oi, Regi!

Reginaldo: Bom dia, Samuel.

Samuel: Oi, Regi. Bom dia!

Reginaldo: Mano! É... vai sair as tuas férias só mês que vem, tá?

Samuel: Tá, ok.

Reginaldo: Aí vai passar... vai mudar o nome tá... aí esse mês saiu da menina, da tua irmã, as férias, aí eu quero que tu pegue essas aí, as férias, né? Aí tu me passa que eu quero acertar um negócio lá com a mulher dos salgados, que ela não para de me ligar, tá?

Samuel: Tá. Tá, ok.

Reginaldo: Aí a outra que sair mês que vem e a tua, já está tudo certo.

Samuel: Tá bom, mano. Tu sabe quanto foi que entrou mais ou menos?

Reginaldo: Não, tu vê aí. Mas acho que é em cima do valor do salário dela, eu acho que vai dar quase mil reais.

Samuel: Não chega a dar... não deu não, isso.

Reginaldo: Ãh. É por aí. Vê aí quanto é que vai dar. Eu acho que...

Samuel: Tá. Tá bom. Eu vou verificar e te aviso. Tá ok, Tchau, tchau.

Reginaldo: Dá uns oitocentos, por aí...

Samuel: Tá beleza. Eu vou dar uma olhada, eu ainda não olhei, eu vou dar uma olhada.

Reginaldo: Aí mês que vem é o teu, tá? Já vai mudar pro teu nome, já.

Samuel: Tá beleza, irmão.

Em depoimento, VALDIRENE FERNANDES, devidamente acompanhada por seu advogado, informou que nunca trabalhou na câmara e quem nem sabia que seu nome estava inserido na folha de pagamento da casa legislativa.

No dia seguinte, visivelmente contrariado, REGINALDO liga para SAMUEL reclamando, pelo fato deste ainda não lhe haver repassado o valor do adicional de férias referido anteriormente (pago em nome de VALDIRENE). O resumo do diálogo, abaixo, não deixa pairar quaisquer dúvidas de que REGINALDO vem ser apropriando de vencimento e vantagens de seus assessores. (ÁUDIO 6)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Samuel - Reginaldo reclama porque Samuel ainda não lhe repassou o dinheiro das férias depositadas na conta de sua irmã. Reginaldo pergunta se já viu sua encomenda. Samuel diz que já viu o extrato mas diz que deu pouco e é para ver com o Andrew, pois deu quinhentos e pouco. Reginaldo diz que vai passar o telefone do Jonas para passar R$ 500,00 para ele.

Um fato curioso que chamou a atenção em duas conversas mantidas entre REGINALDO CAMPOS e seu assessor, SAMUEL, no dia 22/03/2017 REGINALDO descobre que a esposa de SAMUEL, identificada como “NICE”, que também é sua assessora, mas cujo salário ele, REGINALDO, se apropria integralmente, pede emprego para o presidente da câmara, vereador ANTONIO ROCHA. Para manter ambos sobre seu controle, REGINALDO apresenta a seguinte solução: passará a ficar com a metade do salário de SAMUEL e pagará, em contrapartida, a metade do salário que é devido à NICE, como forma de valorizá-la, alegando que achava que pagando o salário de SAMUEL e se apropriando do de NICE, estava ajudando a ambos. Mas como isso não ocorrera, iria pagar a metade do salário para cada um, arrematando que caso “NICE” fosse trabalhar com ANTONIO ROCHA, não iria mais querer os serviços de SAMUEL, em suma, iria demiti-lo. (ÁUDIO 7)

Resumo do Diálogo

Comentário: Reginaldo x Samuel - Reginaldo sugere que, em vez de ficar com o todo o salário da mulher de Samuel (Nice), que é sua assessora, faria o seguinte, ficaria com a metade do salário de Samuel e a metade do salário da mulher deste, para ela se sentir valorizada, pois diz que quando está ajudando Samuel, está ajudando a família e, caso a esposa de Samuel passe para o lado do Antônio Rocha, não vai mais querer Samuel do seu lado. Diz que se não der, irá procurar outro, como o Cleber fez. Na outra conversa, REGINALDO complementa a anterior, admitindo que se “NICE” não recebe seus vencimentos como assessora, é porque estão passando por um momento difícil, como forma de justificar sua atitude.

Resumo do Diálogo


Comentário: Reginaldo x Samuel - falam acerca da esposa de Samuel que está querendo trabalhar com Antônio Rocha. Reginaldo diz que está contrariado. Reginaldo diz que é para Samuel falar com a esposa, pois se ela tem um assessoria e não está recebendo, é porque estão passando por um momento difícil.
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Defesa Civil interdita, de forma preventiva, trecho da orla de Santarém

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), interditou, de forma preventiva, um trecho da orla da cidade que fica em frente à R...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive