segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Resultado de mapeamento participativo aponta conflitos em nove regiões do Baixo Amazonas


Levantamento feito com representantes de onze municípios revelou que Invasões de Geleiras e pesca fora das regras dos acordos firmados nas comunidades que fazem manejo de pirarucu tem comprometido a atividade pesqueira na região

Durante quatro meses pescadores participaram de oficinas de mapeamento para diagnóstico da situação da pesca nos onze municípios da região. Nos encontros, os representantes dos núcleos de base indicaram nos mapas de cada área, peculiaridades como situação da pesca e principais conflitos vivenciados pelos moradores.

Após análises e tabulações, foram evidenciados problemas em 65 comunidades de nove regiões do Baixo Amazonas: Tapajós, Arapiuns, Arapixuna, Lago Grande, Aritapera, Urucurituba, Ituqui, Maicá e Tapará.

Todas as comunidades apontaram a Invasão de Geleiras vindas de outros estados como maior dificuldade enfrentada para realizar a atividade pesqueira com ênfase na pesca sustentável.


O resultado preliminar faz parte do Plano de Desenvolvimento Sustentável da Pesca realizado pela Sociedade Para Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente – SAPOPEMA. Para o coordenador, Antônio José Bentes “O Plano se propõe a ser referencia porque aqui nós temos muitos problemas relacionados aos lagos na área urbana e na região do Tapará, por exemplo, temos grandes problemas com invasão dos lagos. O que ocorre é que existe a presença de terceiros que tentam quebrar os acordos da comunidade e trazer fragilização” – conclui.


A ameaça tem preocupado pesquisadores que monitoram a atividade pesqueira na região. Segundo a professora da Universidade Federal do Oeste do Pará – Ufopa, Socorro Pena a situação “É preocupante. Todo período do defeso e verão acontecem invasões nos lagos. Desde 2015 esses conflitos vem se agravando inclusive com arma de fogo nessas comunidades que promovem o manejo de pesca e que tem acordos definidos com portaria e instrução normativa aprovadas pelo IBAMA. Essas comunidades estão vulneráveis e não estão conseguindo mais fazer sozinhas fazer a fiscalização dos lagos” - lamenta.

Os dados prévios foram apresentados em uma assembléia na Colônia de Pescadores Z-20 realizada no ultimo dia 15. Representantes de 90 comunidades participaram do encontro que também contou com a presença de órgãos ligados ao Meio Ambiente: Policia Ambiental, Secretarias de Meio Ambiente Estadual e Municipal, Comissão Pastoral da Pesca - CPP e Sapopema.
A previsão de finalização do Plano é Novembro.

Fonte: Ascom/Sapopema
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive