domingo, 24 de setembro de 2017

Sairé: Botos encantam visitantes em noite de muitas surpresas



Um espetáculo de cores, magia e muita beleza. A noite de sábado (23) superou todas as expectativas de quem foi prestigiar o Festival do Sairé, na vila de Alter do Chão, em Santarém, no oeste do Pará. O público que não foi visto nas noites anteriores compareceu em peso para acompanhar as apresentações dos botos Cor de Rosa e Tucuxi. E o que se viu foram duas encenações de uma das lendas mais tradicionais do interior da Amazônia contada com muito charme, sensualidade e criatividade pelas agremiações.

A 19ª edição do Festival dos Botos teve seu ponto alto quando começou o duelo entre Cor de Rosa e Tucuxi. 


Cor de Rosa
O primeiro a se apresentar foi o Cor de Rosa, que levou para o Lago dos Botos a ‘Arte do Som’, tema escolhido para tentar conquistar seu 10º título. Já passava do horário programado quando a primeira alegoria começou sua evolução. O cantador do boto encarnado foi trazido por uma águia e agitou a torcida nas arquibancadas. Em seguida, o que se viu foi um bonito show de coreografia e muito ritmo de carimbó. A parte sensual do Cor de Rosa ficou por conta do charme e beleza da Rainha do Sairé, Cabocla Borari, Rainha do Artesanato e Rainha do Lago Verde, com enormes fantasias coloridas e muita dança.


.
Os visitantes ficaram maravilhados com a encenação do boto vermelho, sobretudo quando surgiu o boto homem e iniciou a lenda da sedução, seguida do ritual com um show à parte do curandeiro. As enormes alegorias harmonizavam o cenário do Cor de Rosa no Lago dos Botos, compondo o conjunto folclórico da agremiação que ainda foi prejudicada por uma pequena queda de energia durante sua encenação.

Como ato final, o boto Rosa levou para o Lago dos Botos, David Assayag, que encantou a todos com sua voz imponente.

Tucuxi
Já passava da meia-noite quando o boto Tucuxi começou sua apresentação. Apesar da demora e da impaciência do público, ninguém arredou o pé. Ainda bem, pois o que viria pela frente compensaria todo o cansaço pela espera. O boto preto chamou a atenção das pessoas com imensas e luxuosas alegorias. As fantasias também estavam impecáveis, combinando com o ritmo e a interpretação dos seus brincantes.



O Lago dos Botos foi tomado por um clima de magia com o show de luzes e cores do Tucuxi. O carimbó e as danças bem coreografadas também reforçavam o tema defendido pelo boto cinza que tenta o tricampeonato: ‘Expressão do Sairé’.

Do início, quando o cantador entrou no Lago, ao fim, com a encenação da lenda da sedução do boto, o Tucuxi encantou com um espetáculo que destacou muito a valorização da cultura indígena. O sagrado e o profano reforçaram este apelo de manter viva a tradição dos nossos antepassados. Além de todo o brilho, cores, encanto e magia, o atual campeão do festival mandou um recado para as autoridades sobre a preservação da Amazônia, sobretudo pela chegada de grandes empreendimentos que ameaçam o meio ambiente na região. A mensagem foi bem aceita pelo público, principalmente pelos turistas estrangeiros.



O turista argentino Leno Carena, 30, estava bastante entusiasmado no meio da multidão. Ele fez amizades com alguns nativos e disse que já se sentia um Borari. “Não pela etnia indígena, mas pelo conhecimento que adquiri aqui, nesses dias, conhecendo um pouco da cultura local. O festival ressaltou essa importância de cuidarmos da natureza, da Amazônia, do nosso planeta que sofre com muitas catástrofes”, disse, prometendo voltar ano que vem desta vez para participar como brincante.

Há mais de 10 anos que o amazonense Silas Ribeiro prestigia o Sairé e o festival dos botos, desde então, é um dos motivos pelos quais vem à vila de Alter do Chão no mês de setembro. “O que eu vi hoje foi um espetáculo de muita beleza, de danças sensuais que a gente não vê em outros festivais”, resume.

O secretário municipal de Cultura, Luiz Alberto Pixica disse que este primeiro evento sob o comando do prefeito Nélio Aguiar serviu para que os organizadores, juntamente com o Poder Público, avaliem bem e se planejem com antecedência para o próximo ano. Ele destacou alguns pontos positivos, como a estrutura do Lago dos Botos, iluminação, segurança interna e externa, além dos shows regionais que agradaram os visitantes. “Mas tudo será avaliado para que em 2018, possamos ter um Sairé cada vez melhor”, disse o secretário.

A coordenação do Sairé informou que o vencedor do 19º Festival dos Botos será conhecido nesta segunda-feira (25), a partir das 16 horas, quando serão abertos os envelopes com as notas dos jurados, que avaliaram os 17 itens de cada boto.
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Mais de 1.200 veículos retidos serão leiloados pelo Detran em Belém e Santarém

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) vai leiloar 1211 veículos, entre carros e motocicletas, que estão retidos nos par...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive