domingo, 19 de novembro de 2017

Professores da Ufopa são agredidos por seguranças de bar




Um fato lamentável ocorreu na madrugada do último sábado (18), no interior do ‘Estação Bar’, localizado na avenida Mendonça Furtado, no centro de Santarém. Um grupo de professores da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foi agredido por seguranças, durante uma confusão na saída do bar. Entre os professores estava Anselmo Colares, atual vice-reitor e candidato à reitoria da Ufopa, pela chapa Somos Ufopa.

O caso foi registrado na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde os servidores da Universidade Federal denunciaram os seguranças por agressão.

Anselmo Colares estava com sua esposa, a também professora Lilia Colares, e mais dois casais de amigos: João Ricardo e esposa, Eliane Flexa e o esposo Jairson, além da professora Socorro Pena. Os amigos foram ao ‘Estação Bar’ assistir ao show do cantor Wanderley Andrade.



De acordo com relato das próprias vítimas, os professores Lília, Anselmo e Socorro decidiram sair mais cedo. Porém, os segurança não permitiram que saíssem sem que apresentassem a comanda paga. Em seguida, Eliane e o marido tentaram sair e também foram impedidos de forma truculenta. Quando João Ricardo chegou a confusão já estava formada. Jairson tentou questionar o motivo de estarem sendo barrados e foi até um segurança que começou agredi-lo. A partir daí o que seguiu foi uma confusão generalizada entre seguranças e os professores. Empurraram o professor Anselmo e sua esposa, que caíram no chão, sendo agredidos de forma covarde.

Ainda de acordo com os relatos das vítimas da agressão, Jairson e Eliane também foram chutados pelos seguranças. Os professores disseram que ninguém entregou comanda na entrada do bar. “Estávamos eu e Lília, João Ricardo e esposa, mais a Socorro Pena. Eu, Lília e Socorro saímos um pouco antes e quando começou essa cobrança de comanda Lília foi chamar João e nós cinco saímos. Mas não ficou resolvido o caso do outro casal. Ele ficou mais chateado ainda e quis sair na marra. Foi então que os seguranças começaram a bater nos dois, e como estávamos pertos, naquele corre-corre, a Lília também foi empurrada e caiu muito feio de costa, machucando cabeça, quadril e pernas. Eu ainda cai por cima dela... Foi um horror. Isso tudo é fruto de desorganização. Se havia necessidade de uma comanda para sair, era preciso ter dado essa comanda no ato da entrada!”, recorda Anselmo Colares que após a confusão, juntamente com os amigos, foi até a delegacia de polícia registrar a agressão. Porém, chegando lá, não havia nenhum escrivão de plantão.

Os professores reforçam a versão de que no momento da entrada ninguém orientou sobre o procedimento de saída, neste caso, que deveria apresentar uma comanda com a conta paga.

Entre os professores agredidos pelos seguranças covardes e truculentos havia uma professora que é portadora de deficiência física. Ela foi espancada e recebeu vários chutes pelo corpo.

Todas as vítimas da agressão fizeram exames de corpo delito.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

A dona do estabelecimento informou que já afastou os seguranças e que daria todo apoio às vítimas desse ato covarde.
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Homem é preso por ejacular em passageira em voo de Belém a Brasília

Um homem de 51 anos foi preso na manhã desta sexta-feira, 8, por se masturbar e ejacular em uma passageira durante um voo da Gol que fazia ...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive