domingo, 11 de fevereiro de 2018

Sem perder as raízes, Carnapauxis faz a alegria dos foliões em Óbidos



Tradição, história e simbolismo. Assim é a festa do Carnapauxis, realizado todos os anos no município de Óbidos, na região Oeste. O carnaval obidense é patrimônio cultural do estado do Pará e foi construído com identidade própria por meio de figuras e personagens históricos. A programação oficial iniciou na última quarta-feira (7), e prossegue até a quarta-feira de cinzas (14).

Assim como a colonização de Óbidos, o Carnapauxis tem traços da origem portuguesa, principalmente por conta das alegorias e das máscaras. Esse adereço é símbolo do carnaval, através do Mascarado Fobó, onde as pessoas se vestem com um macacão colorido bem folgado, que chamam de "dominó", máscaras de papelão, feitas por alguns artesãos da cidade e capacete feito de cartolina e tiras de papel colorido, bexiga de boi, apito e pó.

Quando se fala na história do carnaval da cidade é impossível não se lembrar do seu Valdir Marinho de Matos, conhecido popularmente como “Valdir das Máscaras”. Ele foi um dos responsáveis pela construção da identidade do Carnapauxis, confeccionando as máscaras que os foliões utilizam e ajudando na consolidação de blocos tradicionais, como Arara, Garcinha, Serra da Escama, Unidos do Morro e Bloco das Virgens.

Do alto dos seus 96 anos - 80 dedicados ao carnaval, seu Valdir, ainda lúcido, lembra de fatos e fala de uma de suas maiores paixões. “Fazer as máscaras, ajudar nosso povo a se divertir e manter viva a tradição do carnaval sempre me fizeram bem. Ainda hoje minha casa é referência para as pessoas que querem adquirir uma alegoria do nosso carnaval”, disse um dos principais foliões de Óbidos, pai de 15 filhos, 56 netos, 52 bisnetos e dois tataranetos.

Reinvenção – A crise econômica que afeta o Brasil e, sobretudo, os municípios, fez com que o Carnapauxis se reinventasse. Para o prefeito de Óbidos, Chico Alfaia, a mudança de postura diante do cenário de incertezas foi determinante para fazer a festa em 2018.

“Tivemos duas novidades esse ano. A primeira foi no campo interno, no campo financeiro. Todos os municípios do País enfrentam dificuldades financeiras e o nosso município também aderiu a política de economicidade. Um carnaval que custava em média R$ 700 mil, nós conseguimos reduzir para R$ 212 mil sem prejudicar nossa estrutura. A novidade externa é que os blocos tomaram para si a responsabilidade de ajudar, também, a construir o carnaval, que cada ano atrai turistas de outros municípios e de outros estados que enxergam em Óbidos um carnaval com identidade própria e é por isso que a festa se perpetua”, argumenta o prefeito.

Multidão – A programação oficial do carnaval de Óbidos começou na última quarta-feira (7), mas a cidade já respira o Carnapauxis desde janeiro, com eventos pré-carnavalescos. Neste sábado (10), quem fez a alegria dos foliões foi o bloco Águia Negra, que segundo o Corpo de Bombeiros atraiu uma multidão de aproximadamente 35 mil pessoas.

Em 2018, o bloco comemorou os 50 anos do bairro Cidade Nova. A agremiação apresenta entre seus componentes mulheres trajando fantasias de fadas e borboletas da Amazônia. O bloco se apresenta dando destaque para as cores vermelho e preto.

De acordo com o presidente do Águia Negra Antonilson Amaral, o sábado, tradicional dia de apresentação do bloco, costuma atrair um grande público que, após desfilar pelas ladeiras históricas de Óbidos, cai na folia no Fobódromo.

Encantada com o carnaval do município, a turista de Manaus Elisângela Oliveira diz que vale a pena voltar. "Já tinha ouvido falar do Carnapauxis, mas estar aqui é algo único. Descer essa ladeira e vivenciar um pouco da história desta parte da Amazônia foi uma experiência única", relatou a turista manauara, de 53 anos.

Segurança – Para garantir a segurança dos foliões, os órgãos organizaram uma estrutura com servidores e equipamentos durante os dias de carnaval. A Polícia Militar, por meio do CPR-1, 3º BPM e 29ª Companhia Independente, está com um efetivo composto por 38 servidores policiais e três viaturas. A Polícia também conta com o apoio de 50 seguranças particulares, contratados pela Prefeitura de Óbidos, através da Secretaria Municipal de Cultura.

O Corpo de Bombeiros tem o apoio de cinco servidores. A segurança também conta com o reforço de sete câmeras de videomonitoramento, espalhadas na área do evento, nos cruzamentos de acesso e dispersão da multidão. Uma ambulância também dá o suporte necessário.

A folia do Mascarado Fobó prossegue neste domingo (11) com o desfile do Bloco Xupa Osso.

Agência Pará/Samuel Alvarenga
Compartilhar:

1 comentários:

Marcelo PTR disse...

Eu estive lá. Muito lindo o evento. Em 2019 eu e minha família estaremos novamente no Carnapauxis.

Amazônia Protege

DESTAQUE:

MPF recomenda que escolas e universidades do oeste do Pará garantam liberdade de ensino

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou notificação a instituições da área da educação no oeste do Pará em que recomenda que escolas,...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive