quinta-feira, 12 de abril de 2018

Agricultores de Mojuí dos Campos recebem capacitação para produzir mudas de Castanheira e Ipê



O município de Mojuí dos Campos, localizado na região do Baixo Amazonas, recebe, entre os dias 11 e 13 de abril, uma Capacitação para a Produção de Mudas de Castanha-do-Pará e Ipê. A oficina é oferecida pelo Escritório Regional do Baixo Amazonas do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio) e busca incentivar a diversificação na produção de agricultores familiares e técnicos do município.

Para a gerente do Escritório Regional do Baixo Amazonas, Ana Rita Macêdo, a iniciativa possibilita o fortalecimento da cadeia produtiva desses agricultores. “O que buscamos é estimular a produção de mudas de essências florestais próprias da nossa região, trazendo informações técnicas de produção e manejo e agregando valor econômico e ambiental à produção de agricultores, extensionistas e técnicos de Mojuí dos Campos”, afirma.

Ao todo, 40 agricultores e técnicos do município serão capacitados com atividades teóricas sobre a ecologia e o manejo da Castanheira e do Ipê; e atividades práticas em torno da preparação de sementeiras, identificação e seleção de sementes, métodos e cuidados no semeio das árvores. Todos os participantes vão receber certificados.

A iniciativa conta com a parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap), da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) de Mojuí dos Campos, e da Cooperativa Mista Agroextrativista do Tapajós (Coomaplas). As atividades ocorrem no viveiro de mudas da cooperativa produzido com apoio do Ideflor-bio.

A Capacitação para a Produção de Mudas de Ipê e de Castanha-do-Pará faz parte do projeto Prosaf, mantido pela Diretoria de Desenvolvimento da Cadeia Florestal do Ideflor-bio. O Projeto de Restauração Florestal através de Sistemas Agroflorestais (Prosaf) atua no incentivo à criação de Sistemas Agroflorestais Comerciais (SAFs) entre agricultores rurais de diversos municípios paraenses.

Os Sistemas Agroflorestais são territórios propícios para a plantação de “pequenas florestas” nas áreas dos agricultores rurais. Esses SAFs recuperam áreas alteradas pelo homem e diversificam a produção por meio do cultivo de essências florestais, como são a Castanheira e o Ipê. Além das capacitações, outras ações do Prosaf junto aos agricultores rurais são a produção de viveiros e a assistência na implementação de SAFs nas regiões atendidas.

Fonte: Agência Pará
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive