terça-feira, 17 de abril de 2018

Celpa beneficiou mais de 16 mil famílias das zonas rurais do Pará em 2017


Por meio do Luz para Todos, a concessionária levou energia a lugares distantes e possibilitou desenvolvimento socioeconômico de milhares de famílias

“Não era nada fácil. A gente usava lamparina e quando acabava o gás era preciso ir lá em Santarém e as vezes era ruim de ônibus, só tinha pau de arara. Os nossos alimentos estragavam porque não tinha geladeira. Era uma vida muito difícil, não gosto nem de lembrar”. Até o ano passado essa era a situação do agricultor Valdeci Nascimento da Costa, que mora na comunidade do Perema, distante 10 quilômetros de Santarém. Atualmente, o trabalhador rural vive uma realidade muito diferente, pois é um dos clientes da Celpa que foi beneficiado pelo Programa Luz para Todos, que leva energia elétrica às zonas rurais dos municípios paraenses.

Com a possibilidade de comprar equipamentos que o ajudam na agricultura e dão mais qualidade de vida aos seus familiares, como é o caso da geladeira e da TV, Valdeci faz parte das mais de 16 mil famílias de zonas rurais que receberam energia elétrica de qualidade em suas casas em 2017. Esse total colocou a Celpa em segundo lugar no ranking anual elaborado pelo Ministério de Minas e Energia, que elenca as concessionárias do Brasil que mais realizaram ligações do Luz para Todos no ano passado. A região com mais atendimentos no Pará foi o entorno da Usina de Belo Monte, com mais de cinco mil ligações.

No Pará, desde a sua criação em 2003, o Programa, por meio da Celpa, já superou a impressionante marca das 417 mil ligações, beneficiando diretamente mais de 2 milhões de pessoas. Esse total de ligações representa cerca de 16% dos clientes da concessionária. E diante da importância de levar a luz para as comunidades rurais, ribeirinhas, pequenos agricultores e indígenas, a empresa lança mão de um robusto investimento. Desde 2012, ano em que a distribuidora passou a ser gerida pela Equatorial Energia, já foram investidos mais de R$ 800 milhões no programa, o que possibilitou mais de 83 mil famílias atendidas.

O presidente da Celpa, Nonato Castro, destaca a importância que a empresa dá ao Programa. “Desde 2014, nós estamos sempre entre as duas primeiras colocações do ranking do Ministério. E isso ressalta o quanto é importante a gente estar contribuindo para o desenvolvimento econômico e social das áreas beneficiadas. A chegada da energia fomenta a integração de programas sociais e ações de atendimento de serviços básicos como educação, saúde, abastecimento de água, e ainda as políticas de incentivo à agricultura familiar, aos pequenos produtores e comerciantes locais”, avalia Nonato.

Hoje, a única serventia da lamparina de Valdeci é a lembrança de uma época difícil e de poucas possibilidades e sonhos. “Antes até para ver notícias no jornal e ficar sabendo das coisas que acontecem no mundo a gente tinha que andar vários quilômetros, agora tenho acesso a tudo isso aqui de dentro da minha casa. E eu agradeço a Celpa e a todos os envolvidos por trazerem energia para a minha casa e para as famílias que moram aqui na comunidade”, comemora o agricultor.

PROJEÇÕES – Em 2018, a Celpa planeja dobrar o número de famílias beneficiadas pelo Luz para Todos no Pará, em relação ao ano passado. Ao todo, a empresa deve realizar mais de 34 mil novas ligações e a grande novidade será a conclusão do atendimento através de sistemas individuais de geração de energia solar na Reserva Extrativista Verde Para Sempre (RESEX), localizada em Porto de Moz, no oeste do Pará.

Por meio da iniciativa, que já vem ocorrendo desde no ano passado na RESEX, devem ser atendidas mais de duas mil famílias com os chamados sistemas fotovoltaicos (energia solar). Escolas municipais, postos de saúde e centros comunitários instalados no interior da reserva estarão entre os beneficiados. As ilhas do entorno de Tucuruí, no sudeste do Pará também terão atendimento do Luz para Todos através de energia solar.

COMO TER ACESSO AO PROGRAMA - Os moradores de áreas rurais que ainda não possuem energia elétrica, podem fazer o pedido da ligação diretamente à Celpa. Para o cadastro, que é gratuito, deve ser apresentado o documento de identificação e o endereço da propriedade a receber a ligação. A partir daí os pedidos serão encaminhados ao Ministério de Minas de Energia, para que as obras sejam realizadas de acordo com os critérios de prioridades definidos pelo Programa.

Fonte: Ascom/Celpa
Compartilhar:

0 comentários:

DESTAQUE:

Navio-hospital Abaré retoma atendimento às comunidades ribeirinhas

Após quase um ano sem fazer viagens, o navio-hospital Abaré está nas águas novamente, na região do rio Arapiuns, com uma equipe de saúde pa...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive