quarta-feira, 25 de abril de 2018

Selo de música Alter do Som chega para atuar com artistas do Tapajós

Primeira iniciativa da gravadora independente é o lançamento de um EP do Grupo Kuatá de Carimbó dia 27/04 seguido de turnê em São Paulo na segunda quinzena de maio




Será na próxima sexta-feira (27), o pré-lançamento do selo Alter do Som, do Grupo de Pau e Corda Kuatá de Carimbó, integrante do Movimento de Carimbó do Oeste do Pará. Com três músicas gravadas no Festival de Carimbó em 2017, o primeiro EP do Kuatá vai ao ar no dia 27 deste mês, inaugurando o canal do selo na Tratore e principais plataformas digitais como Spotify, Deezer e LastFM.

Ainda como parte deste pré-lançamento, o grupo vai a São Paulo para um show em um dos mais importantes espaços de cultura popular brasileira da cidade, o Teatro Brincante dia 25/05 - com participação especial da cantora amapaense Patrícia Bastos e do paraense Manoel Cordeiro - e apresentações na je TREME mon amour no Mundo Pensante (26/05) e no Samba do Sol (27/05). Outros shows ainda estão sendo fechados.

Criado em 2010, na Vila de Alter do Chão (PA), coração da Amazônia, o Kuatá faz um carimbó tradicional e tem como referência os Mestres Verequete, Lucindo, Chico Braga, Chico Malta e Grupo Espanta-Cão. Nesses oito anos de atuação, tocaram com nomes consagrados da música amazônica como Dona Onete, Silvan Galvão, Patrícia Bastos, Trio Manari e Gaby Amarantos, entre outros.

O Kuatá e o selo Alter do Som também levarão para o público paulistano a possibilidade de conhecer e adquirir alguns produtos que fazem referência à cultura regional ligada ao carimbó como a cuia, o banho de cheiro, a mangaratiba (bebida feita com mangarataia, uma espécie de gengibre, limão e mel) e roupas típicas.

Liderada por Hermes Caldeira (banjo/voz) a formação do Kuatá que chega a São Paulo conta com Diogo Borges (banjo/voz/maracas), Sérgio Corrêa (sax), Rudá Nóbrega (curimbó/maracas/reco-reco), Edelson Borari (curimbó/maracas), Erik Erlan (curimbó/caixa) e Luiz Manoel (maracas). Os dançarinos Sandra e Hinho Moreno também fazem parte da trupe.

Para o segundo semestre, Borô, fundador do Espaço Cultural Alter do Chão e um dos organizadores do Festival das Águas, planeja o lançamento oficial do Selo Alter do Som com álbum completo do Kuatá e do Movimento de Carimbó do Oeste do Pará, além do relançamento do álbum do saxofonista Duka. “Venho atuando com os grupos locais no Espaço há mais de sete anos e nesse tempo percebi que existe uma demanda em outros lugares do País pela música regional aqui do Tapajós, especialmente o Carimbó. Decidi então ampliar a minha atuação e viabilizar desde a gravação, passando pela distribuição e comunicação desses artistas. Contando com parceiros para cada etapa, mas fazendo a curadoria e cuidando da qualidade do começo ao fim. Essa será a missão do Selo Alter do Som”, diz Borô.

Fonte: 
f e r v o - comunicação, conteúdo & relacionamento
Compartilhar:

0 comentários:

Amazônia Protege

DESTAQUE:

Tribunal confirma irregularidade de obra que assoreou o Lago do Juá, em Santarém (PA)

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), em Brasília (DF) negou atendimento a pedido da empresa Sisa - Salvação Empreendimento Imo...

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive