quarta-feira, 25 de abril de 2018

Selo de música Alter do Som chega para atuar com artistas do Tapajós

Primeira iniciativa da gravadora independente é o lançamento de um EP do Grupo Kuatá de Carimbó dia 27/04 seguido de turnê em São Paulo na segunda quinzena de maio




Será na próxima sexta-feira (27), o pré-lançamento do selo Alter do Som, do Grupo de Pau e Corda Kuatá de Carimbó, integrante do Movimento de Carimbó do Oeste do Pará. Com três músicas gravadas no Festival de Carimbó em 2017, o primeiro EP do Kuatá vai ao ar no dia 27 deste mês, inaugurando o canal do selo na Tratore e principais plataformas digitais como Spotify, Deezer e LastFM.

Ainda como parte deste pré-lançamento, o grupo vai a São Paulo para um show em um dos mais importantes espaços de cultura popular brasileira da cidade, o Teatro Brincante dia 25/05 - com participação especial da cantora amapaense Patrícia Bastos e do paraense Manoel Cordeiro - e apresentações na je TREME mon amour no Mundo Pensante (26/05) e no Samba do Sol (27/05). Outros shows ainda estão sendo fechados.

Criado em 2010, na Vila de Alter do Chão (PA), coração da Amazônia, o Kuatá faz um carimbó tradicional e tem como referência os Mestres Verequete, Lucindo, Chico Braga, Chico Malta e Grupo Espanta-Cão. Nesses oito anos de atuação, tocaram com nomes consagrados da música amazônica como Dona Onete, Silvan Galvão, Patrícia Bastos, Trio Manari e Gaby Amarantos, entre outros.

O Kuatá e o selo Alter do Som também levarão para o público paulistano a possibilidade de conhecer e adquirir alguns produtos que fazem referência à cultura regional ligada ao carimbó como a cuia, o banho de cheiro, a mangaratiba (bebida feita com mangarataia, uma espécie de gengibre, limão e mel) e roupas típicas.

Liderada por Hermes Caldeira (banjo/voz) a formação do Kuatá que chega a São Paulo conta com Diogo Borges (banjo/voz/maracas), Sérgio Corrêa (sax), Rudá Nóbrega (curimbó/maracas/reco-reco), Edelson Borari (curimbó/maracas), Erik Erlan (curimbó/caixa) e Luiz Manoel (maracas). Os dançarinos Sandra e Hinho Moreno também fazem parte da trupe.

Para o segundo semestre, Borô, fundador do Espaço Cultural Alter do Chão e um dos organizadores do Festival das Águas, planeja o lançamento oficial do Selo Alter do Som com álbum completo do Kuatá e do Movimento de Carimbó do Oeste do Pará, além do relançamento do álbum do saxofonista Duka. “Venho atuando com os grupos locais no Espaço há mais de sete anos e nesse tempo percebi que existe uma demanda em outros lugares do País pela música regional aqui do Tapajós, especialmente o Carimbó. Decidi então ampliar a minha atuação e viabilizar desde a gravação, passando pela distribuição e comunicação desses artistas. Contando com parceiros para cada etapa, mas fazendo a curadoria e cuidando da qualidade do começo ao fim. Essa será a missão do Selo Alter do Som”, diz Borô.

Fonte: 
f e r v o - comunicação, conteúdo & relacionamento
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive