quarta-feira, 10 de abril de 2019

45 mil famílias no Pará podem ter de volta descontos na conta de luz

Mais de  45 mil famílias em todo o estado do Pará perderam o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica, segundo estimativa da Celpa. O motivo é a não atualização dos dados sociais do Cadastro Único (CadÚnico) junto aos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) das Prefeituras Municipais.

Para que o benefício não fique inativo, o cadastro deve ser atualizado pelo responsável familiar a cada dois anos ou sempre que solicitado pela Secretaria Especial de Desenvolvimento Social (Ministério da Cidadania).

Em Belém o número de famílias que perdeu o benefício chega a mais de oito mil, seguido de Ananindeua, com cerca de 4,5 mil, Santarém com cerca de três mil e Marabá com mais de 1,5 mil e famílias.

SERVIÇO – Os cidadãos que já estão sem o desconto na conta de energia podem recuperá-lo a qualquer tempo. Para isso é necessário se (re)cadastrar junto ao CRAS do município, munidos dos documentos de todas as pessoas que residem no imóvel:

Comprovante de residência; RG; CPF; e em casos que há crianças na família é necessário levarCertidão de nascimento dos filhos beneficiados e carteira de vacinação das crianças menores de 5 anos.

Após os dados estarem atualizados, o cliente deve ir até uma agência de atendimento mais próxima da Celpa, para nova avaliação de perfil à concessão do benefício de tarifa social.

Para verificar se é preciso fazer a atualização do Cadastro Único, a Celpa orienta que os Clientes entrem em contato com a central de relacionamento do Ministério das Cidades pelo número 0800 707 2003 e informem-se.

A TARIFA SOCIAL – Atualmente, o Pará tem mais de 613 mil usuários cadastrados no Programa Tarifa Social de Energia Elétrica. E conforme um levantamento feito pela Celpa junto à Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, com pessoas que possuem CadÚnico, ainda existem cerca de 346 mil famílias que podem fazer parte do Programa.

Cabe ressaltar que o cadastro na Tarifa Social não é feito de forma automática com base no número total de clientes que possuem NIS, por isso é necessário que a população ative o benefício junto à concessionária de energia elétrica.

Para fazer parte da Tarifa Social e ter descontos na conta de luz é necessário possuir NIS, estar com os dados atualizados no CadÚnico e ter uma renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade também têm direito ao benefício via BPC - Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. Para cada usuário, o desconto da Tarifa Social ocorre em apenas uma conta contrato e o endereço de cadastro do beneficiário do CadÚnico deve estar localizado em um dos 144 municípios do Pará.

ECONOMIA - Sobre os valores economizados com o benefício, o desconto é escalonado de acordo com o consumo mensal e pode chegar até a 65%. Por exemplo, em uma conta de energia em que o consumo é de 220 kWh, a economia chega a ser de R$ 52,26 por mês. Em um ano, isso representa uma folga de R$ 627,12 no orçamento familiar.

Fonte: Divulgação I Celpa
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive