quarta-feira, 10 de abril de 2019

Alcoa celebra os avanços de Juruti

Parte integrante da comemoração dos 201 anos de Juruti, festejado neste mês de abril, é a parceria que o município vem mantendo com a Alcoa, desde a chegada da empresa há 10 anos. Em 2006, quando a mineradora iniciou as obras de instalação no município, o Produto Interno Bruto (PIB) local era de R$ 70 milhões. A partir do empreendimento, o PIB tomou uma escala crescente até chegar a R$ 905 milhões em 2014. No mesmo ano, a renda por pessoa ultrapassou R$ 17 mil. Em 2000, era de apenas R$ 1.137,00.

“Hoje Juruti está à frente de várias outros municípios da região”, observa dona Eliana Gouvea, moradora na cidade e que atua no ramo turístico e acompanha de perto a instalação da Alcoa. Pensamento semelhante é compartilhado pelo secretário municipal de Governo, José Maria Melo: “Juruti era uma cidade esquecida, do ponto de vista político e econômico pelo Estado. Após o projeto de mineração, ela se destaca, passa a ser enxergada. A vinda da mineração criou e cria essa condição de destaque, porque a própria mineradora apoia outros projetos de interesse da população”, ressalta José Maria.

“Com certeza houve um avanço muito grande em termos de infraestrutura e saneamento, com ruas asfaltadas e rede de esgoto”, reconhece o jornalista Christian Emanuel, jurutiense que atua em veículos de imprensa em Belém. Segundo ele, embora ainda tenha muita coisa para ser feita, os projetos sociais da empresa também beneficiaram os moradores nas áreas de educação e meio ambiente. “O Festribal teve uma visibilidade muito maior com o apoio da Alcoa”, ressalta.

Foi com a parceria da mineradora que o Senai – Serviço Nacional da Indústria - instalou uma unidade em Juruti, o que tem contribuído para a capacitação da mão de obra na região. “Em quase 13 anos de atuação no município, o Senai chegou a aproximadamente 12 mil pessoas certificadas em cursos de aperfeiçoamento profissional”, lembra o presidente da Fiepa – Federação das Indústrias do Pará -, José Conrado, acrescentando que desde o início a empresa aderiu à política de formação de fornecedores, melhorando a gestão de empresas da região.

Quem também reconhece a importância da Alcoa para a região é o atual. Para o secretário regional de Governo do Pará, Henderson Pinto, a Alcoa foi a linha limitadora do tempo na história de Juruti. “Ela trouxe um processo de desenvolvimento muito interessante para esse município e tem sido um sustentáculo, não só em Juruti, como também na região do entorno, pois é uma empresa que tem ajudado muito o nosso processo de desenvolvimento sustentável”, destaca.

O gerente de Relações Institucionais da Alcoa, Rogério Ribas, avalia que a relação com a comunidade de Juruti se consolida cada vez mais e com maior intensidade por meio de projetos que levam conhecimento sobre a estrutura da empresa. “Nosso trabalho ético, sério e comprometido com o respeito à diversidade, cultura, meio ambiente e com o crescimento social e econômico de Juruti, tem conseguido demonstrar para as comunidades que a Alcoa é uma empresa com valores fortes, centenária e que tem como um dos seus pilares principais a segurança das pessoas e o respeito absoluto pela vida. O diálogo tem sido muito produtivo e temos aprendido muito com as comunidades através das histórias, cultura e ensinamentos delas”, destaca.

O presidente da Associação Bom Samaritano, João Gomes avalia que a vinda da Alcoa para Juruti foi de suma importância para o crescimento e desenvolvimento do município. “Ela fez alavancar os projetos sociais que muitas associações sonhavam realizar e não encontravam parceria”, afirma. Uma das frentes da Alcoa no campo social é o Ijus – Instituto Juruti Sustentável –, entidade que congrega as instituições da sociedade de Juruti, criada com o aporte financeiro da empresa para financiar projetos na área de sustentabilidade. Ao longo de 10 anos, são mais de 3.500 pessoas beneficiadas diretamente, com a aplicação em torno de 1 milhão de reais em investimentos a fundo perdido. “Uma das principais realizações do Ijus é a Escola de Sustentabilidade de Juruti, onde o público aprende a colocar em prática os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU”, avalia Gustavo Hamoy, presidente do instituto.

As ações da Alcoa em Juruti são numerosas e expressivas, reforçando que a empresa acredita, apoia e investe no crescimento, na sustentabilidade, na cultura e na política de emprego e renda da população jurutiense. Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Juruti, Vibarto Hidaka, a Alcoa tem muito a comemorar junto com o aniversário de Juruti. “Sabemos que não é fácil se manter com sucesso em meio às crises atuais, mas torcemos para que a Alcoa possa permanecer em Juruti por muitas décadas”.


Fonte: Divulgação/Alcoa
Compartilhar:

0 comentários:

PONTO FINAL

DESTAQUE:

Alcoa tem projetos de neutralização de emissões no Brasil inseridos no prêmio Global ReLeaf 2019

Quatro projetos de neutralização das emissões de CO2 desenvolvidos pela Alcoa no Brasil estão entre os dez escolhidos para o prêmio Globa...

Amazônia Protege

Publicidade:

Publicidade:

Quem somos

O Blog Quarto Poder está no ar desde: 23/02/2007

O Quarto Poder é um blog jornalístico voltado para divulgação de notícias de interesse público.

Artigos e crônicas assinados são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião do Blog.

Jornalistas Responsável:

Renata Rosa

Fale com a gente:

Contatos: (93) 98128-1723 - 99131-2444

E-mails: m_santos1706@hotmail.com / m_santos170676@hotmail.com

FALE CONOSCO:


Quarto Poder

Marcadores

Blog Archive