Últimas Notícias

Concluída fiscalização no porto da CDP em Santarém


Resultou em mais de R$294 mil a multa aplicada às cinco empresas que forneceram madeira nobre para exportação no Porto de Santarém, no oeste do Pará, cerca de 500 km da capital Belém, no último (27). A operação Made in Brazil, iniciada pelo Ibama, no dia 26 de março impediu que um navio espanhol, rumo à Espanha, Portugal e Holanda, embarcasse com cerca 1,5 mil m³ de madeira ilegal de espécies como maçaranduba, jatobá, angelim e ipê.

De acordo com o chefe da fiscalização do Ibama de Santarém, Marcus Bistene, a irregularidade estava na falta de comprovação da origem da madeira por parte dos proprietários. Fora isso, há divergências entre as informações contidas na Guia Florestal e das espécies que apresentaram, afirma Marcus.

A ação faz parte da campanha nacional Guardiões da Amazônia de combate ao desmatamento, extração seletiva, transporte, e comércio ilegais de madeira, no âmbito do PPCDAM (Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento na Amazônia).

ORM


Postar um comentário

0 Comentários