Últimas Notícias

Alcoa comemora 120 anos de inovação


A Alcoa, a empresa que criou a moderna indústria do alumínio, comemora em Outubro seu 120º aniversário com o lançamento de um site (www.alcoa.com/history) que celebra a evolução da Empresa desde 1º de Outubro de 1888, data em que foi incorporada como The Pittsburgh Reduction Company, em Pittsburgh, Filadélfia, Estados Unidos.

O novo site apresenta páginas interativas que mostram como a Alcoa tem antecipado tendências nesses 120 anos. Desde sua fundação, o crescimento da Companhia sempre foi amparado pela inovação. A Empresa se tornou a maior produtora mundial de alumínio, com cerca de 97 mil funcionários, distribuídos por 350 unidades em 34 países.
“O grande trabalho realizado por nossos antecessores possibilita desfrutarmos hoje de uma excelente posição em muitos de nossos negócios,” afirma Klaus Kleinfeld, presidente e CEO mundial da Alcoa. “Considero o árduo trabalho deles e as suas realizações como uma constante lembrança daquilo que nós, da Alcoa, representamos e do nosso dever de fazer o mesmo em benefício da próxima geração de Alcoanos. Possuímos um rico legado e extraordinárias conquistas. Cabe agora partirmos para novos desafios,” diz Kleinfeld.

“A Alcoa é a inventora da moderna indústria de alumínio e se manteve à frente de todos os acontecimentos importantes da indústria nos últimos 120 anos” afirma Alain Belda, presidente do Conselho de Administração da Alcoa Inc. “Desde as primeiras gotas de alumínio obtidas por Charles Martin Hall, a Empresa sempre se antecipou e contribuiu de forma central e na vanguarda para o desenvolvimento da indústria, tanto auxiliando a criar novos mercados, como o das latas de alumínio, como, por exemplo, para fazer o homem chegar à Lua. O compromisso dos alcoanos com a inovação e com a solução das necessidades dos nossos clientes, sempre aliadas ao desenvolvimento sustentável, contribuiu para o nosso progresso nesses 120 anos. Essa é a base que nos ajudará a continuar prosperando nas próximas 12 décadas”, disse Belda.

“Tenho a felicidade de fazer parte da Alcoa desde 1977 – por mais de 30 anos – e pude testemunhar pessoalmente a forma como a Empresa e seus funcionários estiveram sempre à frente da indústria,” disse Franklin Thomas, diretor e membro do Conselho de Administração da Alcoa Inc.. “Assim como fizeram os líderes há 120 anos, os alcoanos de hoje são parceiros dos clientes para a criação e ampliação de novos mercados e na geração de oportunidades futuras.”

Destaques do site
O novo site é uma “máquina do tempo” interativa relembrando os mais importantes fatos da história da Empresa e uma visão geral de como a Alcoa progrediu até o ponto em que seus produtos passaram a ser usados nos mercados de todo o mundo – indústria eletrônica, edifícios ecológicos, setor aeroespacial, petróleo e gás, transporte terrestre, embalagens e muito mais.

O primeiro processo de produção comercial de alumínio – 1886

O processo de obtenção de alumínio metálico a partir do óxido de alumínio (alumina) mediante a eletrólise foi descoberto paralelamente por duas pessoas: o fundador da Alcoa, Charles Martin Hall, de Oberlin, estado de Ohio, EUA, e Paul L.T. Héroult, na França. A patente de Hall referente ao processo prevaleceu nos Estados Unidos e sobreviveu a inúmeros desafios.

Apesar do processo Hall-Héroult ter sido aperfeiçoado muitas vezes, seus princípios básicos continuam a vigorar atualmente para a produção da quase totalidade da produção mundial de alumínio. O processo reduziu drasticamente o preço do alumínio, levando esse metal até então considerado precioso a tornar-se um material estratégico, cujas propriedades de resistência, leveza e durabilidade abririam um mundo de novas possibilidades para a engenharia.

Tendo por base essa descoberta, um grupo de empreendedores de Pittsburgh, do qual faziam parte Hall, o capitão Alfred Hunt, George H. Clapp e outros, se uniram para criar a companhia. O seu nome original, The Pittsburgh Reduction Company, foi alterado para Aluminum Company of America em 1907 e, em 1999, para Alcoa. O primeiro funcionário da Companhia, Arthur Vining Davis, trabalhou com Hall para iniciar a produção numa pequena usina no bairro Strip, de Pittsburgh. Davis trabalhou na Empresa durante 69 anos, 29 dos quais na condição de seu primeiro presidente do Conselho de Administração. Os primeiros produtos da empresa eram potes e panelas de alumínio.

Uso pioneiro de energia sustentável para a produção de alumínio – 1893

A Alcoa foi a primeira empresa de alumínio a utilizar a energia hidráulica sustentável para acionar o processo de fusão por meio de uma usina construída nas Cataratas do Niagara, em 1893. A energia hidrelétrica auxiliou mais tarde a Alcoa a reduzir ainda mais o preço do alumínio. A energia hidrelétrica atualmente continua sendo um fator fundamental da estratégia da Alcoa, visando a ampliar suas fontes de energia sustentável e limpa. A energia hidrelétrica renovável aciona as fábricas de alumínio desde o Tennessee e Washington, nos Estados Unidos, até o Brasil, Canadá e Islândia.

O primeiro alumínio a voar – 1903

O histórico vôo dos irmãos Wright tornou-se possível graças a uma caixa do eixo de manivela do motor feita de alumínio Alcoa. A leveza do metal auxiliou a equilibrar energia e peso, transformando para sempre o setor dos transportes. Desde aquele dia, a Alcoa desempenhou um papel- chave em quase todas as inovações relevantes no uso de alumínio das aeronaves, inclusive em marcos históricos como um dos primeiros aviões para passageiros, o Trimotor Ford; o primeiro vôo transatlântico em 1927; a imensa produção de alumínio destinado à produção das aeronaves americanas, que contribuiu para reverter o equilíbrio de forças na Segunda Guerra Mundial; o primeiro avião a jato para passageiros, o Boeing 707; e a mais recente inovação atual, o superjumbo Airbus A380.

O alumínio da Alcoa também foi pioneiro no espaço. O Sputnik, satélite russo que chocou o mundo em 1957 e deu início à corrida espacial nas décadas de 50 e 60, foi produzido e montado numa usina que hoje é de propriedade da Alcoa. As ligas e os propulsores da Empresa ajudaram a firmar muitos marcos da história espacial americana, desde o primeiro vôo tripulado pelo homem e a primeira alunissagem até os atuais programas do Ônibus Espacial e da Estação Espacial Internacional.

O primeiro laboratório de pesquisa sobre alumínio – 1930

A Alcoa foi a primeira empresa a formalizar e destinar recursos exclusivamente para o desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações do alumínio, com a fundação de seu Laboratório de Pesquisas de Alumínio, em New Kensington, Pensilvânia, em 1930. “Os laboratórios”, como era conhecida essa unidade, tem sido, desde então, a principal fonte mundial de inovação em alumínio, tanto em processos metalúrgicos como de produção. As pesquisas da Alcoa produziram praticamente todas as ligas aeroespaciais usadas no século 20, bem como os avanços na produção de latas de alumínio para bebidas, materiais de arquitetura, tecnologia de reciclagem e de redução. Hoje o Alcoa Technology Center (Centro Tecnológico da Alcoa) é vital na rede de pesquisas globais da Alcoa, contando reunindo talentos de todo o mundo para fomentar estudos básicos e pesquisa aplicada na ciência de metais leves.

Pioneirismo arquitetônico

O alumínio Alcoa auxiliou na construção do Empire State Building, em 1931; do World Trade Center em 1973 – ambos em Nova York – e de muitos outros marcos arquitetônicos. O Edifício Alcoa original de Pittsburgh, construído em 1953, possuía um showroom funcional dos princípios de projetos arquitetônicos com alumínio para a época. O uso intensivo de alumínio reduziu o peso, propiciando economias substanciais nas estruturas de aço dos edifícios. O novo Centro Corporativo da Empresa, construído no litoral Norte de Pittsburgh em 1998, é uma clara demonstração do uso intensivo de aluminio em edifícios “verdes”, que vai desde a iluminação natural até o uso de materiais recicláveis e o design de escritório aberto.

Primeiro processo em larga escala para latas totalmente de alumínio – 1968

A Alcoa fez parceria com seu cliente Pittsburgh Brewing para introduzir a primeira lata de cerveja de abertura fácil (Easy Open) em 1962 e foi a pioneira na tecnologia de produção rápida de latas de alumínio em 1968. O alumínio desbancou rapidamente a preferência pelo aço nessas embalagens. Com a lata de alumínio, a Alcoa introduziu o primeiro programa americano de reciclagem de latas pelo consumidor, com centros de reciclagem e marketing pela TV. Hoje as vantagens ambientais e de custo do alumínio abrangem também as embalagem em formato de garrafa para bebidas. Em 2005 novamente a Pittsburgh Brewing fez história no ramo de embalagens ao lançar a primeira garrafa de cerveja de alumínio na América do Norte.

Primeira roda de alumínio – 1948

A Alcoa lançou a roda de alumínio forjado em 1948 e criou um mercado imediato para uma roda mais forte, mais leve e mais estética. Os frotistas de caminhões que as utilizam confiam nas rodas da Alcoa devido à sua durabilidade, eficiência no consumo de combustível e um imbatível brilho nas estradas. Atualmente, a tecnologia Dura-Bright® XBR da Alcoa torna ainda mais fácil manter as rodas com bom aspecto, sem polimento.

A roda de alumínio é apenas uma parte da história das soluções em alumínio criadas pela Alcoa para as indústrias automotiva e de transportes. Em 1994 a Alcoa e a montadora Audi associaram-se para lançar o A8, o primeiro carro de passeio do mundo a usar um projeto de carcaça e estrutura totalmente de alumínio para propiciar resistência, desempenho, segurança e conforto em um nível nunca alcançado. Hoje em dia, com o desempenho de combustível e as emissões de gases cada vez mais críticos, a indústria automobilística se volta para a Alcoa em busca de soluções inovadoras ao longo de todo o processo, desde o projeto até a fabricação do veículo.

Postar um comentário

0 Comentários