Últimas Notícias

Governo aciona Justiça contra greve dos professores


A prefeitura de Santarém entrou na Justiça com pedido de liminar para forçar os professores a voltarem para sala de aula e acabar com o movimento grevista.

O governo alega, entre outras coisas, motivação política partidária para a decretação da greve dos trabalhadores. A PMS acusa também a comissão de negociação de manipulação dos professores no sentido de induzí-los a serem favoráveis ao movimento.

A categoria lamenta profundamente esses tipos de argumentos (motivação política partidária), que todos os governo usam para desarticular e descaracterizar os movimentos grevistas.
 
"Todos nós sabemos que a luta da categoria é permanente porque, infelizmente, nenhum governo valoriza e respeita os educadores e, por isso, a necessidade da greve, que é vista como o único e último mecanismo capaz de pressionar o poder público para atender as reivindicações da classe", destaca Sebastião Dantas, membro do Sinprosan e da comissão de negociação da entidade.
 
Dantas destaca ainda que a prefeita Maria do Carmo tem tempo e disponibilidade para conceder entrevistas, além de acionar a Justiça contra os professores, mas não encontra espaço em sua agenda para receber os professores e negociar com a classe. 

"Nesses mais de 6 anos, a nossa gestora recebeu a categoria apenas uma única vez. É por isso que dizem “os revolucionários de hoje serão os reacionários de amanhã"".

As informações estão no blog do Sebastião Dantas

Postar um comentário

0 Comentários