Últimas Notícias

Serviço de Inteligência do CPR-I atuará no combate ao tráfico de drogas em 16 cidades


Com o propósito de fortalecer o serviço de inteligência na região, intensificar as operações policiais e, com isso, combater, principalmente, o tráfico de drogas o comandante do CPR-I colocou em prática em Santarém mudanças que devem trazer benefícios para a segurança pública na região. Desde que assumiu o Comando de Policiamento Regional-I que abrange 16 municípios do oeste paraense o coronel Eraldo Paulino além de fortalecer os projetos sociais como o Programa Educacional de repressão às drogas e à violência – PROERD e o projeto “Garoto Nota 10”, do 3º BPM, ainda ligou todo o serviço de inteligência que antes estava subordinado diretamente a 16ª zona de policiamento e ao 3º Batalhão de Polícia Militar ao Núcleo Regional de Inteligência do CPR-I.

As mudanças e novas formas de atuação dos policiais do NRI tem o objetivo maior de fazer com que dados de toda a região sejam alcançados, principalmente referentes ao tráfico de drogas e isso inclui os municípios de Óbidos e Juruti que são rotas do tráfico na região. De acordo do com o comandante regional essas mudanças devem acirrar a atuação da Polícia Militar na luta contra os traficantes, “De posse dos levantamentos feitos pelos agentes do policiamento reservado será mais fácil chegar até os delinquentes e até mesmo tentar evitar os crimes. Quando um traficante é pego com uma grande quantidade de drogas temos a certeza de que vidas estão sendo poupadas, pois a droga não será distribuída aos pontos e consequentemente não deverá chegar ao usuário”, disse o coronel Eraldo.

De acordo com estatísticas policiais a droga que é comercializada em Santarém tem como uma das rotas os municípios de Juruti e Óbidos e chega principalmente em embarcações. A efetiva ação do NRI e atuação nos municípios tem o objetivo de fazer com que a Polícia Militar esteja antecipada a essas situações.

Ascom CPR-I
Sd Michelle

Postar um comentário

0 Comentários