Últimas Notícias

Museu da droga, do sexo e do álcool


Os arredores do museu João Fonna definitivamente viraram antro de marginais e ponto de venda e consumo de drogas. Todas as noites, grupos de jovens abastados (consumidores) se reúnem para consumir álcool e drogas. Tudo ocorre bem diante da presença da polícia, que passa pelo local, mas faz vistas grossas. A cracolândia tapajônica já tem endereço nobre.

Os moradores se queixam do barulho infernal produzido pelo volume do som dos 'possantes' dos mauricinhos marombados, desprovidos de educação e cultura. A imbecilidade de certos jovens causa danos ao patrimônio público e a Prefeitura, por sua vez, negligencia quando deixa de zelar por aquele logradouro histórico.

Apelar pra quem?

Postar um comentário

0 Comentários