Últimas Notícias

Hospital Regional de Santarém implanta o Comitê de Humanização


Alinhado às diretrizes da Politica Nacional de Humanização (PNH), o Diretor Geral do Hospital Regional do Baixo Amazonas, Hebert Moreschi, nomeou na última semana, os membros do Comitê de Humanização do HRBA. A iniciativa surgiu a partir dos debates realizados no I Seminário Macrorregional do Norte, realizado nos dias 20 e 21 de março, em Manaus (AM).

No evento discutiu-se sobre a importância de inserir a Sociedade no processo de melhoria contínua dos Serviços de Saúde Pública no Brasil. A Presidente do Comitê de Humanização, a Diretora Administrativo-Financeira do HRBA, Meredith Barcelos, falou que a sua participação e da Coordenadora do Grupo de Humanização, Gabriela Fortes, no Seminário foi determinante para a implantação do Comitê. 

“Nós temos diversas atividades relacionadas à Humanização dentro do HRBA. Mas, eram atividades que não estavam organizadas dentro de um Planejamento Institucional único. A PNH preconiza isso. A partir deste Seminário, nós decidimos mudar a estratégia de trabalho para que todos os requisitos da PNH fossem contemplados. Dessa forma, o HRBA se torna pioneiro na aplicação integral da PNH em nossa região”, falou a Presidente.

O seminário contou com a participação de todas as cidades do norte e um dos pontos base da discussão foi o envolvimento de toda a Sociedade. “Nós discutimos a participação da Sociedade, do Usuário do Trabalhador, do Gestor, a formação dos profissionais, a integralidade do serviço, a interdisciplinaridade, a transversalidade e tudo o que a PNH preconiza. Fizemos várias reuniões, rodas de conversas e dentro dessas rodas cada um foi expondo a sua forma de trabalhar a PNH”, enfatizou Meredith.

No total, 15 pessoas, ligadas aos mais diversos serviços do HRBA, usuários e convidados passam a integrar o Comitê. Segundo o Diretor Geral do HRBA, a implantação do Comitê de Humanização traz benefícios diretos aos usuários, profissionais e acompanhantes. ''É impossível pensarmos numa assistência à saúde com qualidade e segurança sem que a Humanização seja um requisito fundamental. E é importante lembrar que a Humanização deve estar presente em todas as relações, sejam elas entre profissionais e usuários, o hospital e seus profissionais e, também, entre os próprios profissionais. O Comitê, alinhado à Política Nacional de Humanização, determinará as diretrizes dos trabalhos dentro do HRBA. Com certeza essa ação contribuirá para a melhoria contínua dos serviços do Hospital, e os maiores beneficiados são os nossos usuários'', concluiu Hebert.

O Comitê de Humanização é composto por representantes do Serviço de Fisioterapia, Psicologia, Recursos Humanos, Enfermagem, Serviço Social, Serviço de Atendimento ao Usuário, Recepção e Atendimento, Educação Permanente, Hotelaria, Comunicação, Qualidade, Corpo Docente, Clínica Médica, Usuários e SESPA.

Fonte: Ascom/HRBA

Postar um comentário

0 Comentários