Últimas Notícias

Dow Corning terá 100% de sua demanda de cavaco proveniente de madeira certificada


Foto: Christian Kneppe
A unidade industrial da Dow Corning localizada em Breu Branco, município do sudeste paraense, ganha um importante reforço em seu processo produtivo. A partir deste mês, 100% da demanda da madeira utilizada na produção de cavaco será fornecida pela Palmyra Recursos Naturais, empresa do Grupo Dow Corning. Aliado ao minério de quartzo e ao carvão vegetal, o cavaco de madeira completa o ciclo para a obtenção do silício metálico, principal matéria-prima utilizada na produção de silicones.

Com isso, não haverá mais dependência da madeira fornecida por terceiros. Anteriormente, 100% da lenha era comprada dessas fontes. “A empresa vem buscando, cada vez mais, a otimização dos ativos para obter os melhores resultados de produção do silício metálico”, afirma Arquimedes Pujatti, diretor Industrial da Dow Corning.

Em Breu Branco, a Palmyra Recursos Naturais possui duas propriedades. No total, são 45 mil hectares de floresta, dos quais sete mil hectares são de reflorestamento com eucalipto, destinados à produção de madeira para a produção de cavaco e carvão vegetal.

Cerca de 80% das áreas da Palmyra são de floresta nativa preservada. A empresa é certificada dentro dos padrões internacionais ISO 14001, que trata do sistema de gestão ambiental na organização, e pela FSC Madeira Controlada, que garante a utilização de madeira legal em seu processo de produção. “É muito importante afiançar aos clientes finais da Dow Corning que nossos processos atendem aos requisitos ambientais legais, e que a madeira desses processos é certificada, com origem legal e sustentável”, ressalta Alexandre Forman, gerente de Operações da Palmyra Recursos Naturais.

Fonte: Temple Comunicação

Postar um comentário

0 Comentários