Últimas Notícias

Sargento do Tático que matou jovem no Juá se entregou à polícia


Foragido há quase trinta dias, o sargento D. Miranda, do Grupamento Tático Operacional (GTO), da Polícia Militar, se entregou à polícia na tarde desta quinta-feira (5). O militar confessou que matou o jovem Ruan Figueira Fialho, 20 anos, cujo corpo foi encontrado no dia 5 de outubro deste ano, em uma área próxima ao lago do Juá, nas proximidades da rodovia Fernando Guilhon, em Santarém, no oeste do Pará. A vítima teria sido torturada antes de ser assassinada a tiros. Ruan estava com as mãos amarradas para trás do corpo e a boca amordaçada, o que caracterizou o crime de execução.

O sargento D. Miranda estava com a prisão temporária decretada pela Justiça. Ele se apresentou no quartel do comando do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), acompanhado de advogado.

O delegado da Polícia Civil, Germano do Vale, explicou que o mandado estipula prazo de trinta dias para a prisão do militar. O crime continua sendo investigado pela polícia.

Postar um comentário

0 Comentários