Últimas Notícias

Ousadia: bandidos explodem bomba em presídio para libertar detentos em Marituba




Até o momento, a polícia não tem pistas dos criminosos que, usando bombas, resgataram detentos custodiados no Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I), em Marituba, no Pará. A ação ocorreu por volta das 3 horas deste domingo (30). Segundo informações da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), o número de detentos que conseguiram fugir ainda não foi contabilizado. Os bandidos explodiram uma bomba e fizeram um imenso buraco no muro da casa penal.

Pelo menos três pessoas deram apoio aos detentos.

Ainda segundo a Susipe, teve troca de tiros entre os criminosos e os policiais militares do Batalhão Penitenciário, que estavam na guarita do presídio.

Atualização: 16h50

Três homens que estavam em fuga dentro de um carro roubado foram mortos policiais da Rotam (Ronda Ostensiva Tática Metropolitana) na manhã deste domingo (30) a poucos metro do PEM I, em Marituba. Eles davam apoio na fuga de presos do local por volta das 3h da manhã de hoje. A equipe de resgate usou explosivos e armamento pesado para efetuar o resgate. Outro acusado de dar apoio à fuga foi preso numa motocicleta roubada, na mesma rodovia. Armas de grosso calibre e munição foram apreendidas. 

A estimativa inicial era de que cerca de 22 internos haviam fugido, segundo o delegado Evandro Araújo, da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), onde foi lavrado o boletim de ocorrência do caso. Até o final da manhã, somente um dos três corpos havia sido identificado: William Gurgel Pereira, de 32 anos. A mesma guarnição prendeu Alexandre Figueiredo Carvalho Santos, de 35 anos, que estava numa moto roubada.

As visitas estão suspensas até que o trabalho de varredura e recontagem dos presos sejam concluídas. As buscas aos fugitivos continuam com o apoio da Polícia Militar e Polícia Civil.

Postar um comentário

0 Comentários