Últimas Notícias

Mulheres são impedidas de entrar no Hospital Municipal por causa da roupa


Um grupo de mulheres passou por uma saia justa na tarde desta terça-feira (5), ao tentar entrar no Hospital Municipal Alberto Tolentino Sotelo, em Santarém, no oeste do Pará. Elas foram barradas na portaria por causa das roupas que estavam trajando. A ordem expressa causou espanto em outras pessoas que chegavam à unidade médica e provocou constrangimento às mulheres que decidiram denunciar nas redes sociais. Em contato com o blog Quarto Poder, uma dessas mulheres disse que os porteiros foram enfáticos em afirmar que o impedimento era por causa da roupa inadequada para o ambiente.

“O que mais causou indignação foi o fato de que outras pessoas, homens e mulheres, que já estavam nas dependências do hospital, estarem usando trajes mais, digamos, inapropriados que os nossos, segundo as regras de etiqueta apresentadas pelos porteiros”.

O episódio gerou discussão entre o grupo barrado e os funcionários do hospital. Mas, ainda assim, as mulheres foram impedidas de entrarem.

Os porteiros explicaram para elas que estavam apenas cumprindo orientação da direção do hospital. Muitas dessas mulheres, que moram em bairros e comunidades distantes, aproveitaram o feriado de carnaval para visitar familiares internados no HMS. “Viemos aqui apenas pra visitar nossos parentes, mas fomos impedidos por causa de uma determinação que não levou em consideração o fato de que muitas saíram de suas casas, pagando passagem, vindo de longe”, disse uma das mulheres que pediu para não ter o nome citado.

O Blog Quarto Poder aguarda um posicionamento da direção do hospital sobre esse procedimento.

Abaixo, as fotos das mulheres barradas na portaria do HMS e seus trajes.






Postar um comentário

0 Comentários