Últimas Notícias

Já estão em Belém os líderes de facções envolvidos em confronto em Altamira. Subiu para 58, o número de mortos



Já estão em Belém, os presos Robson da Silva Pereira, Samuel Pereira de Andrade, Cleone Cruz da Silva e Avilson Lopes de Abade Espíndola. Eles embarcaram no aeroporto de Altamira por volta das 18 h desta terça-feira (30). Com essa viagem, 16 líderes do movimento já foram identificados e transferidos de forma imediata para a capital paraense, após confronto no Centro Regional de Recuperação, ocorrido na segunda-feira (29).

Ainda no início desta noite, mais cinco detentos chegaram a Belém vindos de Altamira. São eles: Mauro Fernandes, Mateus Soares, José Albuquerque do Nascimento, Maciel de Deus Barroso e Dhon Leno Nunes Amaral.

Dos 16 chefes de facções, dez deles irão, posteriormente, para o regime federal e os demais serão redistribuídos nas penitenciárias estaduais. Outros 30 envolvidos já estão a caminho da capital paraense em um caminhão-cela, que saiu de Altamira, na tarde desta terça-feira (30).

Ainda nesta noite de terça-feira, o Instituto Médico Legal do Pará confirmou a morte na noite desta terça-feira (30), após fazer nova checagem no local e encontrar um detento sob os escombros da unidade penal. 

Os trabalhos do Instituto Médico Legal (IML) no município serão retomados às 7 h desta quarta-feira (31).

Já foram liberados 15 corpos das 57 vítimas. Eles foram identificados como Efraim Mota Ferreira, 22 anos; Luilson da Silva Sena, 35 anos; Wesley Marques Bezerra, 21 anos; Adriano Moreira de Lima, 21 anos; Ismael Souza Veiga, 37 anos; Carlos Reis Araújo, 23 anos; Jelvane de Sousa Lima, 35 anos; Josivan Irineu Gomes, 25 anos, Marcos Saboia de Lima, 28 anos; Rivaldo Lobo dos Santos, 20 anos; Josivan Jesus Lima; Evair Oliveira Brito; Deiwson Mendes Correa; Natanael Silva do Nascimento e Renan da Silva Souza.

Para agilizar o trabalho de identificação das vítimas, o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves enviou a Altamira, na tarde desta terça-feira (30), peritos odontologistas forenses e uma equipe de peritos criminais do Laboratório de Genética Forense, do Instituto de Criminalística de Belém, para realização de exames de DNA.

Força-tarefa - A pedido do governador Helder Barbalho, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, já autorizou o envio ao Pará de dez homens da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária, que devem chegar a Belém nesta quarta-feira (31), por volta das 16 h.

O objetivo da Força-Tarefa em território paraense é atuar em atividades de guarda, vigilância e custódia de presos, com apoio dos sistemas Penitenciário e de Segurança Pública do Estado. Integram a Força-Tarefa agentes federais de execução penal.

Agência Pará

Postar um comentário

0 Comentários