Últimas Notícias

MRN leva Tá na Mão para comunicadores de Santarém e Oriximiná


A Mineração Rio do Norte abriu as ações de comemoração dos seus 40 anos, a serem celebrados no dia 10 de agosto, investindo no público que traz a informação e conta as histórias das pessoas no dia a dia: os veículos de comunicação. A empresa realizou no último fim de semana, o Workshop Tá na Mão, do qual participaram jornalistas, radialistas, blogueiros, influenciadores digitais, instituições locais e representantes dos sindicatos da categoria de Santarém e Oriximiná. No evento, o aprendizado esteve na palma da mão, como diz o próprio nome, mostrando como as pessoas podem utilizar, de forma prática, o celular para gravar e editar vídeos, além de produzir conteúdo de relevância para a sociedade.

Em um treinamento que durou o dia inteiro, a MRN ofereceu qualificação por meio de uma equipe experiente e conhecida por realizar esses tipos de capacitação pelo Brasil. O time foi composto pela jornalista Francy Rodrigues, social media que compartilhou os conhecimentos sobre a rede que mais tem crescido no mundo: o Instagram, que já conta um 1 bilhão de contas ativas e o Brasil é o segundo país que mais acessa a rede; Joelson Maia, especialista em storytelling, que mostrou como valorizar as boas histórias por meio da música e dos ruídos; o editor Edson Barreto, que abordou os melhores aplicativos para a edição de vídeos no celular e dicas sobre enquadramento, captação de áudio e uso da luz em gravações.

Rachel Pessôa, gerente de Comunicação da Mineração Rio do Norte, afirmou que o workshop foi fundamental para compartilhar conhecimento com um dos públicos mais importantes para a empresa, que são os comunicadores. “Estamos começando a nossa agenda dos 40 anos com vocês, trazendo um conteúdo de extrema qualidade dentro desse contexto completamente transformador que o mundo vem vivendo, enquanto comunicação. E não é um privilégio nosso de se reinventar enquanto comunicação corporativa, mas todos que trabalham conectados precisarão acompanhar as nuances desse novo mercado, atuando cada vez mais de forma responsável no compartilhamento de informações. Estamos muito felizes por construir junto com vocês esse aprendizado”, destacou.

A jornalista Francy Rodrigues ressaltou que a turma de Santarém, de todos os lugares que já passaram pelo Brasil, foi uma das mais proativas, colocando em prática de imediato os conteúdos abordados no curso. “Isso foi um divisor de águas. Nosso Tá na Mão é antes e depois de Santarém. Todo mundo saiu do curso hoje sabendo editar, como fazer a melhor postagem no Instagram e sabendo também como contar uma boa história, utilizando recursos, como música e texto. Agradecemos a Mineração Rio do Norte que teve a preocupação de qualificar os profissionais de comunicação da região para esses novos desafios. Isso é um ato nobre”, reforçou. “Santarém surpreendeu. Com o mesmo calor com que as pessoas recebem você, elas também têm de atenção, pois valorizam cada informação e isso incentiva a gente a continuar. Achei muito interessante a maneira da MRN juntar as pessoas, que realmente contam a história de região, para essa capacitação”, completou Edson Barreto.

Profissionais elogiam iniciativa

O jornalista Jeso Carneiro, que edita blog de nome homônimo, disse que as atualizações para os profissionais que atuam com as tecnologias na informação são sempre bem-vindas. “Achei uma oportunidade sensacional, que nos proporcionou aprendizado e esse aprendizado é maior quando você tem pessoas experientes com outros olhares que a gente não tem. Aprendi aqui que temos que ser a nossa própria mídia, investindo em conteúdos de qualidade nas nossas mídias sociais. A Mineração Rio do Norte sempre teve esse papel relevante, mostrando preocupação em qualificar os profissionais. Numa oficina dessa, todo mundo sai muito mais rico profissionalmente”, declarou.

Jampierre Martins, gerente de Jornalismo da TV Atalaia em Oriximiná, disse que a iniciativa da MRN foi acertada e permitiu atualização para todos os profissionais. “Com certeza, todo o conhecimento que nos foi repassado vai facilitar muito o nosso trabalho no dia a dia. Quem trabalha na área de comunicação sabe os desafios que enfrentamos em televisão, por exemplo, para fazer a gravação e edição. Muitas vezes, você está num lugar e não tem como ir para o estúdio. Com as técnicas de vídeo que aprendemos, podemos fazer essa edição pelo celular e assim o trabalho não ficará comprometido”, avaliou.

O jornalista Jota Ninos, que este ano completa 35 anos de profissão, disse que o curso quebrou algumas resistências para se usar as mídias sociais para produzir conteúdo. “É importante ter essa possibilidade de fazer o contato com as mídias sociais. Eu utilizo meu blog e Facebook para divulgação dos meus conteúdos e tenho que usar mais Instagram. O curso me deu esse olhar de como posso aproveitar essa rede para fazer, inclusive, um trabalho jornalístico”, afirmou.

Temple Comunicação

Postar um comentário

0 Comentários