Últimas Notícias

Alcoa participa de seminário pela conservação da Amazônia


A preservação da Amazônia, o uso sustentável dos bens naturais e as formas de se empreender na região foram as principais pautas do Seminário Parcerias do Setor Privado pela Conservação da Amazônia, realizado pela Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) em Belém. A Alcoa foi representada por Fábio Abdala, gerente de Sustentabilidade da Alcoa Brasil, na abertura do evento, e por Rogério Ribas, gerente de Relações Institucionais e Trabalhistas da Alcoa Juruti, no painel de desenvolvimento territorial, apresentando junto com o Instituto Juruti Sustentável (IJUS) a iniciativa de êxito do Fundo Juruti Sustentável (Funjus).

“O encontro foi muito positivo e nos deu a oportunidade de troca de conhecimento, experiências e boas práticas. Tivemos a chance de conhecer iniciativas muito interessantes baseadas na biodiversidade e aceleração de negócios. Assim como também tivemos a oportunidade de compartilhar nossas experiências em Juruti e como o desenvolvimento nos territórios de mineração pode ser feita de maneira integrada com a comunidade, governo e empresas. No Pará, o Funjus tem sido referência de sustentabilidade em territórios de mineração por um lado, e por outro lado tem nos impulsionado a novos desafios, como desenvolver negócios com base na biodiversidade”, pontuou o gerente de Sustentabilidade da Alcoa Brasil.

Para Rogério Ribas, gerente de Relações Institucionais e Trabalhistas da Alcoa Juruti, oportunidades como essa são ricas para agregar conhecimento e compartilhar experiências de sucesso. “Estamos orgulhosos por saber que nestes 10 anos de operação da Alcoa Juruti tem se destacado por trazer iniciativas inovadoras que têm gerado desenvolvimento compartilhado, incentivado o empreendedorismo e enfatizado o pilar da sustentabilidade em todos os negócios”, ressaltou.

Criado há 11 anos, o Funjus caminha com total independência, sendo gerido pelo Instituto Juruti Sustentável (IJUS). Já foram executados 42 projetos, beneficiando cerca de 10 mil pessoas diretamente em 138 comunidades em seis municípios do Oeste do Pará, incluindo Juruti, município onde a Alcoa opera mina de bauxita. O Fundo foi instituído a partir de aporte de R$ 3,5 milhões pela Alcoa ainda à época da implantação do projeto de mineração.

Fábio Abdala destacou também a parceria da Alcoa junto ao IJUS em importantes ações como a criação da unidade de conservação Parque Lago Jará, liderada pela Prefeitura de Juruti e o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon); o Juruti UP, em parceria com o Centro de Empreendedorismo da Amazônia para fomentar jovens empreendedores; e a Escola de Sustentabilidade Juruti, que já formou 40 lideranças de Juruti, focadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do município.

Fonte: Temple Comunicação


Postar um comentário

0 Comentários