Últimas Notícias

Uepa oferece teleatendimento para suspeitos de Covid-19



A Universidade do Estado do Pará (Uepa) inicia nesta segunda-feira (11), das 8h às 20h, o serviço de teleatendimento médico por meio de ligação telefônica, destinado às pessoas com suspeita de estar infectadas pelo novo coronavírus. O serviço será em formato de aconselhamento médico, sem prescrição de receitas, neste momento em que a pandemia e o isolamento social trouxeram um novo cenário para os atendimentos, em função das medidas restritivas em relação à movimentação de pessoas pelas ruas ou aglomeração em espaços fechados.

Acesse aqui a primeira escala (11 a 17/5) dos plantões de teleatendimento com os contatos telefônicos e horários de funcionamento

A utilização deste modelo de teleatendimento médico é estimulada também pelo fato de o Ministério da Saúde ter publicado no Diário Oficial da União, a Portaria Nº 467, que regulamenta atendimentos médicos à distância, porém a liberação da telemedicina será válida apenas durante a pandemia do coronavírus. "No Brasil e, também, no Estado do Pará é muito válido o teleatendimento, especialmente para os lugares mais distantes das áreas metropolitanas, onde este tipo de atendimento via ligação é imprescindível para que as comunidades possam ter acesso aos profissionais da saúde, não somente em tempos de Covid-19", disse uma das organizadoras da ação, a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Uepa, Vera Palácios.

O teleatendimento contará com a participação de 27 médicos organizados por escala, entre residentes da Uepa, da área de Medicina da Família e Comunidade, e docentes que se prontificaram a participar por meio de voluntariado. "Na Uepa já trabalhamos há quatro anos ou mais com o Núcleo de Telemedicina, chamado Telessaúde, para apoiar os interiores e atenção básica. Neste caso, o apoio por ligação telefônica é necessário por ser simples e por apoiar o paciente à distância. Não faremos a princípio prescrição, mas sim aconselhamento médico que já será uma grande ajuda", comentou a coordenadora do curso de Medicina da Uepa, Djenane Caetano.

Responsabilidade Social - O aconselhamento de pacientes ou pessoas com suspeitas de contaminação pelo Covid-19 também é uma forma de a Universidade exercer o papel de responsabilidade social com a sociedade paraense.

Escala até o dia 17 de maio"A situação imposta pela Covid-19 nos exige a cada dia um comportamento assertivo sobre as medidas que devemos tomar para controlarmos os efeitos danosos dessa pandemia. Nesse momento, tanto quanto a ciência, a solidariedade mostra-se fundamental se constituindo na sinergia para controlar emoções, medos, sentimentos, preocupações, experiências negativas e melhorar a autoestima. Por isso, a nossa Uepa, com ciência, solidariedade e ciente da responsabilidade social que lhe cabe, está não só ao lado da comunidade acadêmica, mas de toda a sociedade paraense, pelo envolvimento e protagonismo em inúmeras políticas públicas contextuais. E assim, nesse momento em que todos estão preocupados em assegurar a própria vida, os serviços de Teleatendimento estão disponíveis para possibilitar o reequilíbrio nos padrões de saúde e comportamento, necessários à garantia da vida em família e da sociedade paraense", afirmou o reitor da Uepa, Rubens Cardoso.

O aconselhamento médico nesse momento de pandemia pode salvar vidas e tranquilizar as emoções das pessoas por meio de orientações sobre o vírus, instrumentalização de medidas de higiene, além de que conferir e checar queixas dos pacientes auxiliará no processo de encaminhamento de pacientes.

"A atuação nesse tipo de atendimento será uma novidade para mim, porém o mais importante é ajudar a população, e, no meu caso específico, eu tive a doença e estou em fase de recuperação, portanto não pude atuar mais na linha de frente com os meus colegas de profissão nos hospitais. Porém, quando me chamaram para fazer esse trabalho por teleatendimento sobre a Covid-19 eu aceitei com a certeza de que esse projeto se configurará como mais um recurso para continuarmos atuando na linha de frente do combate à pandemia, mesmo que de forma indireta", ponderou a residente em Medicina da Família e Comunidade da Uepa, Amanda Ramos.

Serviço

Teleatendimento para pessoas com suspeitas de Covid-19
Início: dia 11 de maio
Término: Enquanto houver necessidade, durante a pandemia do coronavírus
Horários: 8h às 12h/ 12h às 16h/ 16h às 20h

Fonte: Agência Pará


Postar um comentário

0 Comentários