Últimas Notícias

Colégio de Juruti é primeiro lugar do Pará no Enem 2019


A comunidade escolar de Juruti, no Oeste do Pará, comemora o excelente resultado do Colégio Pitágoras no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em 2019, o colégio conquistou o primeiro lugar geral no estado do Pará e a quarta colocação no Brasil no ranking de escolas públicas e privadas com melhor pontuação no Enem, levando em consideração a comparação entre escolas do mesmo nível socioeconômico. Os dados foram apurados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

Presente há 10 anos no município de Juruti, o Colégio Pitágoras vem sendo mantido com apoio da Alcoa e já é uma referência no Estado. Dentre 360 alunos da escola estão filhos ou dependentes de colaboradores da mineradora e alunos de vagas particulares, além das 40 bolsas integrais disponibilizadas anualmente a jovens da comunidade.

Os bons resultados alcançados pelo colégio devem-se, sobretudo, ao trabalho dedicado e comprometido da equipe pedagógica, em especial o corpo docente. 

“Nós temos professores que se dedicam muito. Eles fazem toda a diferença nos resultados, junto com nossos alunos. É um trabalho extremamente criterioso, com a análise dos professores sobre as provas do Enem e o direcionamento dos trabalhos em sala de aula com os alunos nas áreas de conhecimento que precisam de esforço maior para obter os melhores resultados”, lembra a coordenadora pedagógica Emily Murisset.

Segundo a direção da escola, 11 alunos foram destaque na redação com média acima de 800 pontos. Entre eles está Daniel Araújo, 17 anos, aprovado em três instituições públicas federais: Engenharia Mecânica (Instituto Federal do Amazonas - IFAM); Engenharia de Controle e Automação (Instituto Federal do Pará - IFPA) e Engenharia de Minas (Universidade Federal do Oeste do Pará - Campi de Juruti).

Ele optou cursar Engenharia Mecânica no IFAM e afirma que a formação ofertada pelo colégio foi a melhor possível.

“Cursei todo o ensino fundamental e médio no Pitágoras. O diferencial para que eu obtivesse tão bons resultados foi, sem sombra de dúvida, a qualificação e conhecimento dos professores, corpo técnico e demais funcionários, além da forma como somos tratados no colégio. Eles têm a preocupação não apenas com resultado, mas com a formação do aluno, intelectual e humanisticamente”, argumenta o estudante.

Nascida e criada em Juruti, a estudante Marilene Soares, 18 anos, cursou todo o ensino médio com bolsa integral no Pitágoras. Aluna dedicada, foi aprovada na Universidade Estadual do Amazonas (UEA), onde cursa Engenharia Química. Além da UEA, Marilene foi aprovada em outras duas universidades públicas federais: Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), para o curso de Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, e Universidade Federal do Amazonas (UFAM), para o curso de Engenharia Florestal.

“Sempre contamos com o apoio da direção. Aqui ressalto os projetos interdisciplinares que foram muito importantes, a metodologia dos professores, que não era só atrelada ao material didático, e as aulas extras com oficinas de matemática e redação”, relembra a estudante.

Segundo a diretora do Colégio, Josélia Printes, os resultados podem ser mensurados nas médias gerais nas áreas de conhecimento do Enem. 

“Em todas as áreas de conhecimento fomos bem acima da média nacional. Porém, vale destacar nosso desempenho em matemática e em redação. Obtivemos média 650,23 em matemática e 775 em redação, enquanto a média nacional nessas duas áreas foi de 523,1 e 592,9, respectivamente. Esses números são resultado de muito trabalho. Comprometimento é a palavra-chave com a educação e isso buscamos todos os dias. Mesmo estando numa região distante dos grandes centros urbanos, conseguimos mostrar que com trabalho sério e dedicado, equipe qualificada e alunos focados, é possível ter êxito”, comemora.

A estrutura e equipamentos do colégio são fornecidos integralmente pela Alcoa, empresa que mantém projeto de mineração em Juruti. 

“A Alcoa apoia em tudo que o colégio precisa para agregar e fortalecer o processo de ensino e aprendizagem. Ao longo desses 10 anos de trajetória, a gente percebe o quanto crescemos. Todos têm sua parcela de contribuição: pais, alunos, professores, coordenadores e diretoria. Esse excelente resultado no Enem 2019 nos fortalece para que continuemos a desempenhar esse trabalho com muito amor, dedicação e parceria”, destacou a analista de Recursos Humanos da Alcoa Juruti, Karoline Amaral.

A Rede Pitágoras tem escolas em todo o Brasil. Em Juruti, o colégio atende estudantes desde o maternal (a partir dos 3 anos) até a 3ª série do ensino médio.

As informações são da Alcoa

Postar um comentário

0 Comentários