Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2021

Por falta de vacinas, está suspensa aplicação da 1ª dose contra Covid-19 em Santarém

A partir desta quarta-feira (28), está suspensa a aplicação da primeira dose e vacina contra a Covid-19 no município de Santarém, no oeste do Pará, informou na noite desta terça-feira (27), a Prefeitura, por meio de nota. O motivo é a falta de imunizante para continuar com a vacinação da população. A aplicação da segunda dose segue normal na sede da Prefeitura e nas unidades básicas de saúde. O estoque disponível foi utilizado nesta terça-feira pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na aplicação da primeira dose nas pessoas de 28 anos ou mais. A prefeitura aguarda a chegada de novas doses para retomar a aplicação da primeira dose. O Pará recebeu, na tarde desta terça-feira (27), mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19. São 180.100 mil doses divididas entre 34.800 mil doses da Oxford/AstraZeneca e 145.300 mil doses da Coronavac. Essa é a 46ª remessa enviada pelo Ministério da Saúde (MS). Ao todo, o Estado do Pará já recebeu 5.419.920 milhões de doses de imunizantes contra a C

"Vamos matar os Yanomami": relatos de um povo sob ataque

Abandonados à própria sorte, indígenas da região do Palimiú denunciam em documento que explosão do garimpo estabeleceu novo patamar de violência, marcado por ameaças de morte e milícias armadas encapuzadas Por: Evilene Paixão* “Vamos matar os Yanomami”. Em depoimentos à Hutukara Associação Yanomami durante visita a Boa Vista, Roraima, lideranças do Palimiú contaram em detalhes como vem sendo a rotina de terror na região, assolada por ataques desde maio. As agressões, segundo o documento elaborado pela organização, demonstram o agravamento das tensões na terra indígena. As lideranças buscam apoio para que seja feita a total retirada dos invasores. Segundo os relatos, houve uma forte mudança na dinâmica do garimpo no Rio Uraricoera nos últimos anos. Se antes a pressão dos garimpeiros era menor, hoje “percebem que a presença dos invasores saiu do controle”. Ainda de acordo com os indígenas, “agora todos eles [garimpeiros] circulam fortemente armados pelo rio [Uraricoera]”. Nas declarações

Idosos acima de 80 anos podem agendar prova de vida em casa

  O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou portaria, no Diário Oficial da União de hoje (5), prevendo a possibilidade de seus beneficiários com dificuldades de locomoção solicitarem a realização de prova de vida em casa, mediante visita de representante do instituto. Idosos acima de 80 anos também poderão solicitar o serviço por meio de um requerimento.  De acordo com a Portaria 1.321, a visita favorecerá beneficiários “sem procurador ou representante legal cadastrado”. O requerimento que possibilita a comprovação de vida “por meio de pesquisa externa”, pode ser feito por terceiros, por meio da Central 135; pelo aplicativo MEU INSS; ou por meio de outros canais a serem disponibilizados pelo INSS, “sem a necessidade de cadastramento de procuração para esse fim específico ou do comparecimento do beneficiário ou interessado a uma Agência da Previdência Social - APS”.  A portaria esclarece que um atestado médico ou declaração emitida pelo profissional competente deverá ser apr