Pular para o conteúdo principal

Sebastião Tapajós será homenageado nesta sexta-feira em Belém


O violonista Sebastião Tapajós, que nos deixou na semana passada, será homenageado por amigos e parceiros na noite desta sexta-feira (08), no Theatro da Paz , em Belém.

Peças marcantes da extensa e reverenciada obra do violonista paraense Sebastião Tapajós, serão executadas em uma homenagem do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), na noite desta sexta-feira (08), no Theatro da Paz. Sobem ao palco artistas como Fáfa de Belém, Nilson Chaves, Igor Capela e Anderson Dourado, Vital Lima, Simone Almeida, Salomão Habib, Nego Nelson, além da talentosa Amazônia Jazz Band. O show inicia às 19:30h, com transmissão ao vivo pela TV Cultura do Pará e YouTube da Secult.

A TV Cultura exibe, antes do espetáculo, um documentário sobre a vida e obra do violonista. No palco do da Paz, quem abre a homenagem é Fafá de Belém interpretando Navio Gaiola, música de Sebastião Tapajós e Antônio Carlos Maranhão. Em seguida, o violonista Igor Capela e o pianista Anderson Dourado, interpretam Luar Juá, e Ana Luiza. O show terá também Nilson Chaves, Vital Lima e Simone Almeida, que faz participação especial no clássico de Tapajos, 'Igapó'.

A homenagem segue com a apresentação da Amazônia Jazz Band, que traz em seu repertório músicas como Barueri e Pássaro no Jardim com as participações dos mestres do violão Salomão Habib e Nego Nelson.

Ingressos: Os ingressos terão o valor de R$2,00 e estarão disponíveis para compra a partir das 09h, exclusivamente na bilheteria do Theatro da Paz. O Espaço continua operando com 85% da capacidade de lotação e para ter acesso ao show, os visitantes precisam cumprir requisitos obrigatórios como: apresentar a carteira de vacinação (com pelo menos uma das doses) ou PCR realizado até 72h antes do espetáculo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja fotos do apartamento onde Chorão foi encontrado morto

Imagens obtidas pela imprensa paulista mostram o estado que estava o apartamento do cantor Chorão, do  Charlie Brown Jr, , encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6). Nas fotos é possível ver que o imóvel estava bastante danificado, além de uma grande quantidade de embalagens de bebidas alcoólicas encontradas. Ao deixar o apartamento de Chorão, o delegado Itagiba Vieira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que o imóvel estava muito danificado, num "processo de deterioração". Itagiba acredita que os danos tenham sido feitos pelo próprio cantor, já que o corpo foi encontrado com um dedo machucado e havia marcas de sangue no local. “Não tem nada que estivesse no lugar. Ele estava machucado no dedo, arrancou parte de uma unha, o que pode explicar as marcas de sangue na parede”, disse o delegado. O delegado Itagiba Vieira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse nesta quarta-feira (6), que não acredita que o vocalis

Operação da PF em Itaituba procura por foragido suspeito de fazer escolta de garimpeiros

  Deflagrada na manhã de ontem (21) , no município de Itaituba, no sudoeste do Pará, a operação ‘Divitia’, da Polícia Federal, continua atrás de um homem suspeito de fazer escolta de máquinas e garimpeiros para dentro de uma área da terra indígena Munduruku. O suspeito tem contra si, um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça Federal de Itaituba. Veículos de luxo foram apreendidos pela PF durante a operação realizada na quarta-feira. Foto: Divulgação/PF As investigações da PF apontam para a possível utilização de helicópteros com homens fortemente armados dentro deles para garantir a entrada de máquinas pesadas e pessoas para uma região conhecida como Igarapé Baunilha, no interior de Terra Indígena, no município de Jacareacanga, para a instalação ou ampliação de garimpos ilegais. Na ação realizada na quarta-feira (21), foram apreendidos dois carros de luxo, uma BMW Z4 e um Chevrolet Camaro SS, além de documentos e um aparelho celular , encaminhados para o Posto da P

Apartamento de Chorão estava revirado e com manchas de sangue

A polícia encontrou o apartamento do cantor Alexandre Magno Abrão, 42, conhecido como Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., todo revirado e com manchas de sangue. As autoridades, porém, dizem acreditar que o cantor não tenha sido assassinado. Delegado diz que morte de Chorão 'aparentemente não foi homicídio' Chorão, do Charlie Brown Jr., é encontrado morto em SP Charlie Brown Jr. faria show em São Paulo no dia 6 de abril De acordo com o delegado Itagiba Franco, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), o cantor estava com a mão machucada e as marcas de sangue no apartamento provavelmente eram desse ferimento. O apartamento, uma cobertura na rua Morás, em Pinheiros (zona oeste de SP), estava mal conservado havia algum tempo e tinha os móveis revirados e alguns objetos quebrados. De acordo com testemunhas, Chorão chegou ao apartamento na última segunda-feira (4) e não saiu mais do local. A polícia acredita que a morte tenha ocorrido de segunda para